Your SlideShare is downloading. ×
Daniel Colvero - Tráfico de animais silvestres
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Daniel Colvero - Tráfico de animais silvestres

472
views

Published on

Apresentação sobre o Tráfico de Animais Silvestres no Brasil …

Apresentação sobre o Tráfico de Animais Silvestres no Brasil
- Espécies, rotas, valores, vídeos, gráficos, leis...

Published in: Education

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
472
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
33
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Daniel Oliveira Colvero Grupo de Estudos de Animais Silvestres - UPF Curso de Medicina Veterinária – Universidade de Passo Fundo (RS) O Tráfico de Animais Silvestres
  • 2. A maior riqueza de fauna do mundo. 3 mil espécies de vertebrados terrestres 3 mil de peixes de água doce
  • 3. É também o país mais rico em diversidade de mamíferos do mundo, com 483 espécies continentais e 41 marinhas, totalizando 524 espécies. (Fonseca et al., 1996)
  • 4. 627 espécies ameaçadas de extinção
  • 5. A Terra dos Papagaios
  • 6. Em 1511, foram transportados para Portugal 22 periquitos tuins e 15 papagaios (Santos, 1990). Em 1530 o navegador português Cristóvão Pires levou 70 aves de penas coloridas (Polido e Oliveira, 1997).
  • 7. A partir do momento que o comércio de animais foi notado como uma atividade lucrativa, se tornou um novo ramo de negócio$.
  • 8. Foram exportados aos milhares para abastecerem a indústria de moda, como também eram utilizados para ornamentação das salas européias.
  • 9. As penas de garças eram utilizadas como adornos de chapéus femininos.
  • 10. Em 1932, 25.000 beija-flores foram mortos no Pará e suas penas destinadas à Itália, onde eram utilizadas para enfeitar caixas de bombons.
  • 11. Em 1964, foi importado um canhão francês para atirar nos bandos de marrecas na Amazônia, sendo registrada a morte de 60.000, em uma fazenda no Amapá. (Sick, 1997a)
  • 12. Não apenas a exportação, mas também o comércio interno no Brasil foi evoluindo. Esse comércio se estabeleu e cresceu, tornou-se muito grande, sobretudo o de aves.
  • 13. Até então não havia um controle sobre a caça, a captura e a utilização de animais silvestres no Brasil, que passou a ser ilegal no ano de 1967.
  • 14. Em 1967, foi criada a Lei de Proteção à Fauna, declarando que todos os animais da fauna silvestre nacional eram de propriedade do Estado e não poderiam mais ser caçados, capturados, comercializados ou mantidos sob a posse de particulares.
  • 15. Porém, não foram dadas alternativas econômicas às pessoas que viviam desse comércio, e da noite para o dia caíram na marginalidade. Como conseqüência surgiu um comércio clandestino. Começa a partir daí a história do TRÁFICO DA FAUNA SILVESTRE BRASILEIRA.
  • 16. ...Hoje o tráfico de animais silvestres perde apenas para: Tráfico de Drogas Tráfico de Armas &
  • 17. Ranking... Drogas Armas Animais US$ 400 biUS$ 290 bi US$25 bilhões Rendimento anual, no mundo.
  • 18. E pelo menos 10% desse mercado acontece aqui, dentro das fronteiras do nosso país. 15.179 km de fronteiras 1.339 km 1.263 km 1.003 km
  • 19. Atualmente, só no estado do RJ existem cerca de 100 feiras livres, onde são comercializados animais ilegalmente. A feira de Duque de Caxias (RJ) é considerada uma das maiores do país.
  • 20. O motivo pelo qual essa atividade cresce é que o tráfico de drogas está cada vez mais arriscado. O tráfico de fauna possui menor risco e lucro quase igual para o traficante e leis mais brandas.
  • 21. Basicamente, são 3 as modalidades do COMÉRCIO ILEGAL...
  • 22. 1º - ANIMAIS PARA COLECIONADORES PARTICULARES E ZOOLÓGICOS Prioriza as espécies mais ameaçadas. Quanto mais raro for o animal, maior é o seu valor de mercado. Os principais colecionadores estão na Europa, Ásia e América do Norte
  • 23. 1º - ANIMAIS PARA COLECIONADORES PARTICULARES E ZOOLÓGICOS
  • 24. Neste grupo encontram-se as espécies que fornecem substâncias químicas, que servem como base para a pesquisa e produção de medicamentos. 2º- ANIMAIS PARA FINS CIENTÍFICOS (BIOPIRATARIA)
  • 25. Insetos, serpentes e aracnídeos também se destacam no mercado ilegal por possuírem venenos e substâncias usadas em pesquisas. 2º- ANIMAIS PARA FINS CIENTÍFICOS (BIOPIRATARIA)
  • 26. Valor do animal vivo no mercado internacional. 2º- ANIMAIS PARA FINS CIENTÍFICOS (BIOPIRATARIA)
  • 27. Valor de 1g de substâncias extraídas de alguns animais brasileiros 2º- ANIMAIS PARA FINS CIENTÍFICOS (BIOPIRATARIA)
  • 28. É a que mais incentiva o tráfico no Brasil. Devido a grande procura, quase todas as espécies estão incluídas nessa categoria. Os preços praticados dependem da espécie e da quantidade encomendada. 3º- ANIMAIS PARA PET SHOPS
  • 29. 3º- ANIMAIS PARA PET SHOPS
  • 30. “Policiais federais e fiscais do Ibama prenderam um casal em Arapongas, norte do Paraná, acusado de vender animais silvestres pela internet.” (Agosto/2011, fonte: ipevs.org.br) Promoção divulgada no site do casal: Jaguatirica custava R$ 13 mil Entre os animais vendidos; - Jaguatirica (R$ 13 mil); - Arara-Azul (R$ 25 mil); e - Águia Chilena (R$ 9,5 mil).
  • 31. Dos animais de maior interesse no mercado internacional estão os tucanos, jibóias e a arara- azul que chega a valer US$ 25 mil em outros países.
  • 32. O Mico-leão é vendido internamente por US$180,00 e na Europa é facilmente comercializado por US$ 20.000,00.
  • 33. O Pássaro-preto é encontrado nas feiras livres do sul do país por US$ 150,00 e nos Estados Unidos por US$ 13.000,00.
  • 34. Mercado Interno vs. Mercado Externo O mercado interno de animais comercializados ilegalmente movimenta pouco dinheiro se comparado ao mercado externo.
  • 35. Os animais são retirados, principalmente, da Bahia, Piauí, Pernambuco, Maranhão, Paraíba e Ceará. Os principais consumidores estão em São Paulo e Rio de Janeiro.
  • 36. O comércio ilegal está associado a: • Problemas culturais, • Problemas de educação, • Falta de opções econômicas, • Pobreza, • Desejo de lucro fácil e rápido, • Satisfação de manter como animais de estimação.
  • 37. A cadeia social envolvida nessa atividade é composta por grupos de características distintas, podendo dividi-los basicamente em 3: • Fornecedores; • Intermediários; • Consumidores;
  • 38. É estimado, com base no comércio registrado dos EUA, que a cada ano essa atividade movimente em todo mundo: Primatas: 25.000 a 40.000 animais vivos, Aves: 2 a 5 milhões de animais vivos; Répteis: 3 milhões de tartarugas; 2 a 3 milhões de outros répteis vivos; 10 a 15 milhões de cascos; 10 milhões de peles; 30 a 50 milhões de produtos manufaturados
  • 39. De acordo com os dados oficiais das apreensões realizadas pelo IBAMA, o tráfico seria responsável pela retirada de 38 milhões de animais da natureza, no Brasil, por ano.
  • 40. O número de animais retirado é maior do que o encontrado comercializado, devido às perdas que ocorrem no processo de captura e comercialização...
  • 41. Estima-se que para cada animal comercializado, pelo menos outros 10 acabam morrendo.
  • 42. Com base nos dados dos animais apreendidos e seus preços foi estimado que cada ano, o Brasil movimenta em torno de R$ 2.500.000.000,00 (dois bilhões e quinhentos milhões de reais)
  • 43. A fauna é protegida pela constituição, que proíbe a utilização, perseguição, destruição, caça, e garante a proteção aos seus ninhos, abrigos e criadouros naturais. Constitui crime: matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécies nativas, sem licença ou autorização.
  • 44. Por ser uma pena leve, é convertida em multa. A pessoa assina um Termo de Ocorrência e é liberada. A multa é de R$ 500,00 por animal. Apreensão de aves Pena – 6 meses a 1 ano, e multa...
  • 45. Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres www.renctas.org.br
  • 46. Linha Verde – IBAMA 0800 61 80 80 daniel.colvero@gmail.com