Produção de texto 2ºsemestre

  • 325 views
Uploaded on

 

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
325
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3

Actions

Shares
Downloads
3
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. 2º SEMESTRE 2013 TRABALHANDO GRAMÁTICA, ORTOGRAFIA E AUTOESTIMA USANDO O WORD NA REESCRITA DE TEXTOS
  • 2. O grilo, a centopeia e a joaninha Estão no jardim, comendo folhas. Apareceram outros bichinhos para comer com eles. Eles receberam bem seus amiguinhos. Antonio João 05/11/2013
  • 3. A pescaria de Pedro Pedro foi pescar na lagoa. O dia estava lindo! Pedro pegou três peixes grandes e gordos. Ele levou os peixes para casa, para comer com seus pais. A mãe dele fritou os peixes para eles comerem no almoço. Pedro gosta de pescar. Lucas Aparecido 31/10/13
  • 4. O grilo, a centopeia e a joaninha Estão no jardim passeando e brincando. Eles gostam de brincar no jardim com as folhas e capim. Lucas Daniel 05/11/2013
  • 5. A bruxa Ernestina Era uma vez uma bruxa que se chama Ernestina e morava num castelo. Ela era muito má com as crianças que morava perto dela. Uma dia ela vestiu uma fantasia de jovem, porque a Ernestina queria um bebê para cuidar. Uma mãe engravidou e teve oito filhos, ela era muito pobre e não tinha condições de criar tantos filhos. A bruxa ficou sabendo que ela queria dar dois de seus filhos para a adoção e foi correndo para pegar os bebês para adoção. Ernestina pegou uma menina que se chama Feiurinha e um menino que chama Daniel. Ernestina cada dia que passava ficava mais bonita e boazinha com os meninos. E os meninos também ficavam mais bonitos e grandes. Debora Camargo Souza 05/11/2013
  • 6. A ilha da bruxa Esta historia já foi contada a 7 anos atrás. Era uma linda manhã de domingo um casal estava se mudando para uma ilha, lá morava uma bruxa que odiava crianças. Daquele casal nasceu duas lindas meninas gemias, depois de 5 anos estavam passeando pela floresta e escutaram um barulho e resolveram ir lá ver, era a bruxa que estava em cima de uma árvore e as pegou. A bruxa matou as crianças e os pais das crianças ela os enforcou. Desde então esta bruxa colocou o nome da ilha de “Ilha da bruxa maldita” dizem que até hoje a bruxa espera mais pessoas para fazer a mesma coisa. Nesses 7 anos ela construiu um cemitério e armadilhas para capturar pessoas. Dizem também que quem entra lá nunca mais vai ser visto. FIM Noemi
  • 7. Capinópolis, 01 de novembro de 2013 Querido Papai!!! Quero agradecer por tudo que você faz por mim. Pela educação, pelos passeios. Gosto muito quando andamos de bicicleta, quando brinca comigo, quando jogamos futebol no corredor. Amo-te de mais pai. Abraços e beijos Alfredo
  • 8. Capinópolis, 06 de novembro de 2013 Querida Professora Dalva Meu aniversário é no dia 11 de maio. Vamos fazer uma festinha aqui em casa e gostaria muito que a senhora viesse com o seu marido. Um beijo!!! Renan
  • 9. Como é bom ser diferente Ser diferente é normal, porque nascemos de pais diferentes. Devemos tratar a todos de forma igual, porque todos merecem ser tratados bem. O preconceito é um defeito muito ruim, só trás maldade e é bullying. O mundo sem preconceito é muito bom para viver bem e feliz. FIM Renan 20/11/2013
  • 10. Os namorados Um dia um rapaz negro estava andado pela floresta sem camisa e sem calça, quando chegou à sua casa que percebeu que estava sem roupa. Sua namora ficou muito brava, brigou com ele e foi embora para casa da sua mãe. Ele chorou e foi pedir desculpa para sua namorada. A namorada dele o desculpou e eles viveram felizes para sempre. Lucas 21/11/2013
  • 11. SER FORTE OU NÃO Para ficar forte é preciso fazer exercício, ter uma boa alimentação, dormir na hora certa, estudar direito. As pessoas conseguem bons empregos e formam famílias felizes se lutarem para isso. Não precisando ser forte. Ramon 21/11/2013
  • 12. Carlos Miguel 21/11/2013 Usado o sate www.senninha( criar história)
  • 13. A casa da minha avó Fui passar a semana na casa da minha avó. Foi muito legal, ela até me ensinou a cozinhar, me ensinou a fazer uma torta de morango que é uma delicia. Mas não estava tudo perfeito não, estava faltando a minha mãe, que tinha ido trabalhar em outra cidade e eu tinha ficado muito triste na casa da minha avó. Tentei disfarçar, mas minha avó percebeu e perguntou com voz cheia de carinho: - O que foi minha neta querida? Eu respondi: - Nada vovó! Minha vó falou: - Então esta bem. Ela saiu e eu pensei que tinha conseguido engana-la, ela já sabendo de tudo resolveu me fazer uma surpresa. À noite caí, eu pedi a benção a minha avó e fui dormi. No outro dia bem cedinho a minha vó foi até o quintal e cortou um pé de mamão e deixou no jeito para fazer o doce que eu adorava e foi fazer seu café da manhã. Eu levantei com o cheiro do café, me arrumei e foi tomar café. Mas tarde a minha avó me chamou: - Laura vem aqui tenho uma coisa para você? Eu logo respondi: - Estou indo vovó! E fui correndo, chegando lá... - Olhe aqui o doce que você adora. - Obrigada vovó!!! - De nada minha neta. Laura com a boca cheia falou: - Vovó pode fala uma coisa? - Sim! Disse sua avó. - Tudo na vida tem fim, só quero que nunca se esqueça de mim. Sua vó chorando falou: - Eu nunca vou te esquecer, tá. A sua mãe que tinha ido trabalhar, tinha acabado de chegar, topou aquela cena e falou: - Eu também quero? - Mamãe você voltou? - Sim e vou comer o doce que minha mãe fez com tanto amor. Amanda 19/11/13
  • 14. SALA DE RECURSOS Professora: Dalva Alves Pereira Martins Escola Municipal Higino Guerra 2013