• Like
  • Save
A experiência do SIMEPAR no monitoramento de tempestades severas
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

A experiência do SIMEPAR no monitoramento de tempestades severas

on

  • 1,187 views

Palestra apresentada pelo Dr. Reinaldo Silveira no dia 26/10/11, no auditório do IAD, em Pelotas-RS, como parte integrante do projeto "Meteorologista atuante, eu quero ser um"

Palestra apresentada pelo Dr. Reinaldo Silveira no dia 26/10/11, no auditório do IAD, em Pelotas-RS, como parte integrante do projeto "Meteorologista atuante, eu quero ser um"

Statistics

Views

Total Views
1,187
Views on SlideShare
1,071
Embed Views
116

Actions

Likes
0
Downloads
14
Comments
0

1 Embed 116

http://dafmet.wordpress.com 116

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    A experiência do SIMEPAR no monitoramento de tempestades severas A experiência do SIMEPAR no monitoramento de tempestades severas Presentation Transcript

    • A Experiência do SIMEPAR no Monitoramento de Tempestades Severas Cesar Beneti Diretor AdjuntoO Tempo e a Vida(Poty Lazzarotto)
    • MISSÃO DO SIMEPAR Prover a sociedade de informações de natureza meteorológica, hidrológica e ambiental e Promover a pesquisa científica e o desenvolvimento tecnológico nas áreas de Meteorologia, Hidrologia e Meio AmbienteO Tempo e a Vida(Poty Lazzarotto)
    • Geração de Informações AmbientaisEstações Hidrológicas Estações Meteorológicas Detecção de RaiosRadar Doppler Satélites CENTRO OPERACIONAL
    • Geração de Informações Ambientais Infra-estrutura de Monitoramento no Paraná Radar Meteorológico Banda- S Doppler 90 estações automáticas meteorológicas (39 SIMEPAR) 64 estações automáticas hidrológicas (42 SIMEPAR)1000km Recepção e processamento de satélite meteorológico Integração com 40 estações meteorol. 70 estações hidrol. automáticas em 2008-2009 (EPAGRI, INMET, outros)
    • Geração de Informações AmbientaisMEIO AMBIENTE PREVISÃO DE TEMPO E CLIMA AGRICULTURADEFESA CIVIL ENERGIA PESQUISA, DESENVOLVIMENTO E INTEGRAÇÃO TECNOLÓGICA Incidência de Raios
    • Geração de Informações Ambientais Monitoramento e Previsão HidrometeorológicaInformações de condições meteorológicas em tempo-real e acessoa dados históricos e integração de sistemas de observação.
    • Previsão de Eventos SeverosVigilância Meteorológica e Previsão de Curtíssimo Prazo (de 1 a 3 horas) Monitoramento e previsão de tempestades (chuva intensa, raios, vendavais) 24h/dia, 7dias/semana Boletins atualizados a cada 3 horas na página web do SIMEPAR Alertas de tempestades nas áreas de monitoramento, atualizados por telefone/email/SMS, a cada 1 hora Boletins armazenados em banco de dados para avaliação e controle de qualidade (ETS, FAR, POD, etc) Área 1 Área 2 Área 3 Área 4 Área 5 Área 6 Área 7 Área 8 Área 9 Área 10 Área 11 Área 12 Área 13 Área 14 Área 15 Área 16
    • Previsão MeteorológicaPrevisão de Tempo de Curto e Médio Prazo Previsão do tempo (7dias) para os municípios do Paraná Acesso via internet, radio, TV 24h - 7 dias/semana Boletins armazenados em banco de dados para avaliação e controle de qualidade (ETS, FAR, entre outros)
    • Geração de Informações Ambientais Sistemas de Visualização, Monitoramento e Previsão Hidrometeorológica • Informações de radar, satélites, raios e modelos numéricos em tempo real e dados históricos - Integração SISPSHIInformações de redes telemétricas hidrometeorológicasControle de Qualidade e Banco de Dados Hidrometeorológicos
    • Pesquisa e Desenvolvimento Projetos em Andamento Estudos de Tempestades Severas (modelagem, radar e raios) Impacto das Variáveis Meteorológicas no Setor Elétrico/Energético Modelagem e Previsão Hidrometeorológica Modelagem e Previsão Hidrodinâmica (oceânica e fluvial) Modelagem e Estudos de Impactos Ambientais Sensoriamento Remoto (radar, satélite, raios)
    • Capacitação Técnica do SIMEPARPessoal Técnico - 78% Colaboradores Estagiário 15,15%• Meteorologistas 10• Pesquisadores• Infra-estrutura (manutenção) 38 18 Empregado 57,58% Bolsista 27,27%• Infra-estrutura (informática)Pessoal Administrativo - 22% Formação dos Empregados• Administradores e técnicos Técnico 10,53% Doutorado 7,89%Bolsistas/Estagiários Graduação 26,32%• Pesquisadores, Alunos G/M/D Mestrado 42,11% Especialização 13,16%
    • Radar Meteorológico DopplerO Radar Meteorológico Doppler transmite pulsos de ondas EM pelaantena, que interagem com alvos na atmosfera e parte da energia retornapara o radar – Potência Média de Retorno
    • Radar Meteorológico DopplerA Potência Média de Retorno pode ser calculada conhecendo-se aPotência Transmitida, o sistema de radar, a distância e as característicasfísicas (EM) dos alvos distribuídos.No Radar Meteorológico Doppler, estes alvos estão associados àdistribuição de gotas de água na atmosfera.  Pt G 2c0 p HV 2  1Pr      1024 ln 2 2  r 2 r   1 r  Vr    Vr 0  ( D) N ( D)dD
    • Radar Meteorológico DopplerVELOCIDADE DOPPLER – Velocidade Radial Média Alvos se afastando do radar – A frequência das ondas Eletro-Magnéticas Interpretação da DIMINUI Velocidade Doppler Alvos se aproximando do radar – A frequência das ondas Eetro-Magnéticas AUMENTA
    • Radar Meteorológico DopplerO Radar Meteorológico Doppler realiza medições em várias camadas daatmosfera variando o azimute e a elevação da antena. A chuva é estimadaa partir da intensidade do sinal e o vento é estimado a partir dacomponente Doppler radial, em relação ao apontamento da antena.
    • Radar Meteorológico Doppler do SIMEPARO radar meteorológico Doppler do SIMEPAR está instalado nomunicípio de Teixeira Soares, no PR, em operação desde 1997.
    • Radar Meteorológico Doppler do SIMEPARAplicações: Estimativa Quantitativa de Chuva e Ventos Monitoramento e Previsão de Tempestades
    • Radar Meteorológico Doppler do SIMEPAR Recuperação do Campo de Vento 3D com Radar O radar meteorológico é utilizado geralmente para aidentificação de áreas de chuvas associadas a tempestadesseveras que atingem a área de monitoramento
    • Radar Meteorológico Doppler do SIMEPAR Recuperação do Campo de Vento 3D com RadarEste projeto permitirá ampliar o uso do radar meteorológicotambém para a identificação dos ventos intensos associadasa essas tempestades, melhorando a análise e previsão deocorrência de eventos severos que afetam a região demonitoramento.
    • Radar Meteorológico Doppler do SIMEPAR Recuperação do Campo de Vento 3D com RadarCampo de Vento - Interpolação das medições por anemômetros Medições de Vento: apenas nas estações meteorológicas
    • Radar Meteorológico Doppler do SIMEPAR Recuperação do Campo de Vento 3D com RadarCampo de Vento Proposto: a recuperação a partir de dados de radar meteorológico Doppler tem resolução de até 2km X 2km. R
    • Detecção de Descargas Atmosféricas
    • Monitoramento e Previsão de Tempestades Aplicações em Monitoramento de áreas específicas
    • Monitoramento e Previsão de Tempestades Aplicações em Monitoramento – Integração com Radar Meteorológico- Queda de 5 torres deFurnas entre Corbélia eMedianeira- 3 torres danificadas doscircuitos 1 e 2 de 750 kV- Desligamento das trêslinhas de transmissão de750kV-Ventos superiores a 65km/h- Granizo em Toledo-PR
    • Monitoramento e Previsão de TempestadesAplicações em Monitoramento – Integração com Radar Meteorológico Deslocamento da Tempestade aprox. 200km 60km/h Radar Reflectivity + LightningTempestade detectada 3 horas antes de atingir Curitiba Avisos emitidos para Defesa Civil e COPEL
    • Monitoramento e Previsão de TempestadesAplicações em Monitoramento – Integração com Radar Meteorológico Tempestade Severa - 14 JUN 2005 Deslocamento de aprox. 40km/h IR + Lightning
    • Monitoramento e Previsão de TempestadesOeste do Paraná – Tempestade 14 de junho de 2005 RADAR - Integração RAIOS e RADAR Instabilidades com refletividades superiores a 60 dBz - 10 minutos de granizo - Queda de 9 torres de 2 circuitos de 750 kV. - 17 mil consumidores sem energia.
    • Monitoramento e Previsão de TempestadesAplicações em Monitoramento – Integração com Satélite Meteorológico
    • Monitoramento e Previsão de TempestadesTotal de Descargas em 24horas no Paraguay
    • Monitoramento e Previsão de TempestadesDetecção de Descargas Elétricas Positivas (I > 75kA) Outubro/2006 a Março/2007 Frequência de Distribuição (flash/km2/6mon)
    • Monitoramento e Previsão de Tempestades Integração de Radares Meteorológicos no Brasil Situação AtualIPMET/UNESP SIMEPAR e CTH GT – RADAR
    • Monitoramento e Previsão de Tempestades Integração de Radares Meteorológicos - Exemplo IPMET – BRU+PRUSIMEPAR + FCTH FCTH
    • Monitoramento e Previsão de Tempestades Integração de Radares Meteorológicos - Exemplo IPMET – BRU+PRUSIMEPAR + FCTH FCTH
    • Monitoramento e Previsão de TempestadesIntegração de Radares Meteorológicos PARAGUAY e PARANA
    • Monitoramento e Previsão de TempestadesIntegração de Radares Meteorológicos Parana e São Paulo
    • Monitoramento e Previsão de TempestadesIntegração de Radares Meteorológicos Paraguai, Paraná e São Paulo
    • “Entendo que o SIMEPAR não pretende decifrar ou controlar a Natureza, mas entender os seus sinais e compreendê-la” (Poty Lazzarotto)O SIMEPAR não é só previsão de tempo; é um completo sistemade monitoramento e previsão de variáveis meteorológicas,hidrológicas e ambientais, de abrangência regional ...... e está a serviço de seus parceiros, do Estado e da sociedadepara agregar valor e competitividade aos seus processos eprodutos.