A experiência do SIMEPAR no monitoramento de tempestades severas

1,130 views
995 views

Published on

Palestra apresentada pelo Dr. Reinaldo Silveira no dia 26/10/11, no auditório do IAD, em Pelotas-RS, como parte integrante do projeto "Meteorologista atuante, eu quero ser um"

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,130
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
120
Actions
Shares
0
Downloads
19
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A experiência do SIMEPAR no monitoramento de tempestades severas

  1. 1. A Experiência do SIMEPAR no Monitoramento de Tempestades Severas Cesar Beneti Diretor AdjuntoO Tempo e a Vida(Poty Lazzarotto)
  2. 2. MISSÃO DO SIMEPAR Prover a sociedade de informações de natureza meteorológica, hidrológica e ambiental e Promover a pesquisa científica e o desenvolvimento tecnológico nas áreas de Meteorologia, Hidrologia e Meio AmbienteO Tempo e a Vida(Poty Lazzarotto)
  3. 3. Geração de Informações AmbientaisEstações Hidrológicas Estações Meteorológicas Detecção de RaiosRadar Doppler Satélites CENTRO OPERACIONAL
  4. 4. Geração de Informações Ambientais Infra-estrutura de Monitoramento no Paraná Radar Meteorológico Banda- S Doppler 90 estações automáticas meteorológicas (39 SIMEPAR) 64 estações automáticas hidrológicas (42 SIMEPAR)1000km Recepção e processamento de satélite meteorológico Integração com 40 estações meteorol. 70 estações hidrol. automáticas em 2008-2009 (EPAGRI, INMET, outros)
  5. 5. Geração de Informações AmbientaisMEIO AMBIENTE PREVISÃO DE TEMPO E CLIMA AGRICULTURADEFESA CIVIL ENERGIA PESQUISA, DESENVOLVIMENTO E INTEGRAÇÃO TECNOLÓGICA Incidência de Raios
  6. 6. Geração de Informações Ambientais Monitoramento e Previsão HidrometeorológicaInformações de condições meteorológicas em tempo-real e acessoa dados históricos e integração de sistemas de observação.
  7. 7. Previsão de Eventos SeverosVigilância Meteorológica e Previsão de Curtíssimo Prazo (de 1 a 3 horas) Monitoramento e previsão de tempestades (chuva intensa, raios, vendavais) 24h/dia, 7dias/semana Boletins atualizados a cada 3 horas na página web do SIMEPAR Alertas de tempestades nas áreas de monitoramento, atualizados por telefone/email/SMS, a cada 1 hora Boletins armazenados em banco de dados para avaliação e controle de qualidade (ETS, FAR, POD, etc) Área 1 Área 2 Área 3 Área 4 Área 5 Área 6 Área 7 Área 8 Área 9 Área 10 Área 11 Área 12 Área 13 Área 14 Área 15 Área 16
  8. 8. Previsão MeteorológicaPrevisão de Tempo de Curto e Médio Prazo Previsão do tempo (7dias) para os municípios do Paraná Acesso via internet, radio, TV 24h - 7 dias/semana Boletins armazenados em banco de dados para avaliação e controle de qualidade (ETS, FAR, entre outros)
  9. 9. Geração de Informações Ambientais Sistemas de Visualização, Monitoramento e Previsão Hidrometeorológica • Informações de radar, satélites, raios e modelos numéricos em tempo real e dados históricos - Integração SISPSHIInformações de redes telemétricas hidrometeorológicasControle de Qualidade e Banco de Dados Hidrometeorológicos
  10. 10. Pesquisa e Desenvolvimento Projetos em Andamento Estudos de Tempestades Severas (modelagem, radar e raios) Impacto das Variáveis Meteorológicas no Setor Elétrico/Energético Modelagem e Previsão Hidrometeorológica Modelagem e Previsão Hidrodinâmica (oceânica e fluvial) Modelagem e Estudos de Impactos Ambientais Sensoriamento Remoto (radar, satélite, raios)
  11. 11. Capacitação Técnica do SIMEPARPessoal Técnico - 78% Colaboradores Estagiário 15,15%• Meteorologistas 10• Pesquisadores• Infra-estrutura (manutenção) 38 18 Empregado 57,58% Bolsista 27,27%• Infra-estrutura (informática)Pessoal Administrativo - 22% Formação dos Empregados• Administradores e técnicos Técnico 10,53% Doutorado 7,89%Bolsistas/Estagiários Graduação 26,32%• Pesquisadores, Alunos G/M/D Mestrado 42,11% Especialização 13,16%
  12. 12. Radar Meteorológico DopplerO Radar Meteorológico Doppler transmite pulsos de ondas EM pelaantena, que interagem com alvos na atmosfera e parte da energia retornapara o radar – Potência Média de Retorno
  13. 13. Radar Meteorológico DopplerA Potência Média de Retorno pode ser calculada conhecendo-se aPotência Transmitida, o sistema de radar, a distância e as característicasfísicas (EM) dos alvos distribuídos.No Radar Meteorológico Doppler, estes alvos estão associados àdistribuição de gotas de água na atmosfera.  Pt G 2c0 p HV 2  1Pr      1024 ln 2 2  r 2 r   1 r  Vr    Vr 0  ( D) N ( D)dD
  14. 14. Radar Meteorológico DopplerVELOCIDADE DOPPLER – Velocidade Radial Média Alvos se afastando do radar – A frequência das ondas Eletro-Magnéticas Interpretação da DIMINUI Velocidade Doppler Alvos se aproximando do radar – A frequência das ondas Eetro-Magnéticas AUMENTA
  15. 15. Radar Meteorológico DopplerO Radar Meteorológico Doppler realiza medições em várias camadas daatmosfera variando o azimute e a elevação da antena. A chuva é estimadaa partir da intensidade do sinal e o vento é estimado a partir dacomponente Doppler radial, em relação ao apontamento da antena.
  16. 16. Radar Meteorológico Doppler do SIMEPARO radar meteorológico Doppler do SIMEPAR está instalado nomunicípio de Teixeira Soares, no PR, em operação desde 1997.
  17. 17. Radar Meteorológico Doppler do SIMEPARAplicações: Estimativa Quantitativa de Chuva e Ventos Monitoramento e Previsão de Tempestades
  18. 18. Radar Meteorológico Doppler do SIMEPAR Recuperação do Campo de Vento 3D com Radar O radar meteorológico é utilizado geralmente para aidentificação de áreas de chuvas associadas a tempestadesseveras que atingem a área de monitoramento
  19. 19. Radar Meteorológico Doppler do SIMEPAR Recuperação do Campo de Vento 3D com RadarEste projeto permitirá ampliar o uso do radar meteorológicotambém para a identificação dos ventos intensos associadasa essas tempestades, melhorando a análise e previsão deocorrência de eventos severos que afetam a região demonitoramento.
  20. 20. Radar Meteorológico Doppler do SIMEPAR Recuperação do Campo de Vento 3D com RadarCampo de Vento - Interpolação das medições por anemômetros Medições de Vento: apenas nas estações meteorológicas
  21. 21. Radar Meteorológico Doppler do SIMEPAR Recuperação do Campo de Vento 3D com RadarCampo de Vento Proposto: a recuperação a partir de dados de radar meteorológico Doppler tem resolução de até 2km X 2km. R
  22. 22. Detecção de Descargas Atmosféricas
  23. 23. Monitoramento e Previsão de Tempestades Aplicações em Monitoramento de áreas específicas
  24. 24. Monitoramento e Previsão de Tempestades Aplicações em Monitoramento – Integração com Radar Meteorológico- Queda de 5 torres deFurnas entre Corbélia eMedianeira- 3 torres danificadas doscircuitos 1 e 2 de 750 kV- Desligamento das trêslinhas de transmissão de750kV-Ventos superiores a 65km/h- Granizo em Toledo-PR
  25. 25. Monitoramento e Previsão de TempestadesAplicações em Monitoramento – Integração com Radar Meteorológico Deslocamento da Tempestade aprox. 200km 60km/h Radar Reflectivity + LightningTempestade detectada 3 horas antes de atingir Curitiba Avisos emitidos para Defesa Civil e COPEL
  26. 26. Monitoramento e Previsão de TempestadesAplicações em Monitoramento – Integração com Radar Meteorológico Tempestade Severa - 14 JUN 2005 Deslocamento de aprox. 40km/h IR + Lightning
  27. 27. Monitoramento e Previsão de TempestadesOeste do Paraná – Tempestade 14 de junho de 2005 RADAR - Integração RAIOS e RADAR Instabilidades com refletividades superiores a 60 dBz - 10 minutos de granizo - Queda de 9 torres de 2 circuitos de 750 kV. - 17 mil consumidores sem energia.
  28. 28. Monitoramento e Previsão de TempestadesAplicações em Monitoramento – Integração com Satélite Meteorológico
  29. 29. Monitoramento e Previsão de TempestadesTotal de Descargas em 24horas no Paraguay
  30. 30. Monitoramento e Previsão de TempestadesDetecção de Descargas Elétricas Positivas (I > 75kA) Outubro/2006 a Março/2007 Frequência de Distribuição (flash/km2/6mon)
  31. 31. Monitoramento e Previsão de Tempestades Integração de Radares Meteorológicos no Brasil Situação AtualIPMET/UNESP SIMEPAR e CTH GT – RADAR
  32. 32. Monitoramento e Previsão de Tempestades Integração de Radares Meteorológicos - Exemplo IPMET – BRU+PRUSIMEPAR + FCTH FCTH
  33. 33. Monitoramento e Previsão de Tempestades Integração de Radares Meteorológicos - Exemplo IPMET – BRU+PRUSIMEPAR + FCTH FCTH
  34. 34. Monitoramento e Previsão de TempestadesIntegração de Radares Meteorológicos PARAGUAY e PARANA
  35. 35. Monitoramento e Previsão de TempestadesIntegração de Radares Meteorológicos Parana e São Paulo
  36. 36. Monitoramento e Previsão de TempestadesIntegração de Radares Meteorológicos Paraguai, Paraná e São Paulo
  37. 37. “Entendo que o SIMEPAR não pretende decifrar ou controlar a Natureza, mas entender os seus sinais e compreendê-la” (Poty Lazzarotto)O SIMEPAR não é só previsão de tempo; é um completo sistemade monitoramento e previsão de variáveis meteorológicas,hidrológicas e ambientais, de abrangência regional ...... e está a serviço de seus parceiros, do Estado e da sociedadepara agregar valor e competitividade aos seus processos eprodutos.

×