Diretrizes para-treinamento
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
979
On Slideshare
979
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
28
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Professor Sebastião Guimarães
  • 2. Página 2 Página 2 T&G Treinamento Página 2 “... as empresas inteligentes têm investido cada vez mais no treinamento e montado seus estoques de conhecimento, o que traz velocidade e renovação constante aos negócios.”Sebastião Guimarães: Mário Sergio CortellaConsultor com cursos deespecialização em Qualidade Total pela Professor de pós-graduação emThe George Washington University. Educação da PUC-SPÉ professor do curso de pós-graduaçãoda Universidade São Judas - "Gestãopela Qualidade em Alimentos" eprofessor convidado da Fea/Unicamp.Foi chefe de treinamento da Mercedes A ASSOCIAÇÃO AMERICANABenz e gerente do programa -Qualidade Total do Sebrae/SP PARA O TREINAMENTO EE-mail: DESENVOLVIMENTO (ASTD)guimaraes@tgtreinamento.com.br IDENTIFICOU EM 1996, COMO UMA DAS QUESTÕES CHAVEÉ permitida a reprodução e distribuiçãogratuita, desde que previamente autorizada e PARA O NOVO MILÊNIO, Acitada a fonte: NECESSIDADE DE MEDIR AProfessor Sebastião Guimarães—T&G Treinamento—www.tgtreinamento.com.br MELHORIA NO DESEMPENHO DECORRENTE DA PARTICIPAÇÃO EM PROGRAMAS DE TREINAMENTO.
  • 3. Professor Sebastião Guimarães Página 3 NORMA ISO 10015 - DIRETRIZES PARA TREINAMENTO A maioria dos gerentes não sabe como calcular e avaliar o retorno do investimento em treinamento , nem estão equipados com ferramentas de gestão, para subsidiar o processo da tomada de decisão de tal investimento. Como saber se o dinheiro aplicado na equipe treinada retornará, seja na forma de um trabalho mais eficiente, seja em termos de produtos ou serviços mais competitivos ? Como medir os benefícios do treinamento e como amortizar os investimentos feitos no capital humano? Como uma empresa pode estar segura de que não perderá sua nova equipe treinada, atualmente o bem mais precioso no mundo empresarial? O investimento em treinamento não é analisado da mesma forma que os investimentos em outros setores. Por que? Seria porque o treinamento continua a ser tratado mais como despesa do que investimento, destinado a ampliar a capacidade da companhia de competir e inovar? Grandes empresas, nos Estados Unidos e na Europa Ocidental, gastam mais de 2% a 3% do total da folha de pagamento em treinamento, o que pode representar milhões de dólares. Numa pesquisa de 1200 empresas da Irlanda, o treinamento representou, em média, 3.01% da folha de pagamento em 2001, o que explica, em parte, o dinamismo da economia irlandesa. AS EMPRESAS DO MUNDO TODO DESEJAM CONHECER O RETORNO QUE OBTÊM DOS MILHÕES DE DÓLARES ANUALMENTE GASTOS EM TREINAMENTO. Para desenvolver um negócio sustentável, as companhias necessitam, mais do que nunca, investir em pessoas. Somente a qualidade do capital humano da empresa pode assegurar a vantagem da competitividade a longo prazo. O gestor de RH precisa atuar a nível estratégico. Precisa responder à pergunta: “Qual é o retorno do investimento em treinamento ?” Se treinamento é investimento, precisa ter seu retorno relacionado com os objetivos estratégicos da empresa, conforme as diretrizes da norma ISO 10015. A ISO 10015 é uma ferramenta nova de gestão que tem como objetivo “ ... assegurar que o treinamento requerido seja orientado para satisfazer as necessidades da organização.” Para acessar a agenda de cursos e palestras: www.tgtreinamento.com.br E.book gratuito: NORMA ISO 10015 treinamento@tgtreinamento.com.br Para falar com o Professor Sebastião Guimarães:Disponibilizamos para os profissionais de RH guimaraes@tgtreinamento.com.br Informações: 11 9952-0803 e de T&D, o e.book: Solicitar artigos e fotos na Assessoria de Imprensa:Norma ISO 10015— Gestão da qualidade www.fadaceleste.com.br/saladeimprensa.htm Jornalista Responsável: Diretrizes para treinamento. Claudia Souza— MTB 50644/SP Tels: 11 6218-9688 / 9803-3384— tgtreinamento@hotmail.com Em Busca da Eficácia em Treinamento www.fadaceleste.com.br