Your SlideShare is downloading. ×
Revisão para  prova terceiros anos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Revisão para prova terceiros anos

4,760
views

Published on


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
4,760
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
33
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. TODO CONTEÚDO PODERÁ CAIR NA PROVA Revisão da teoriaAs cadeias carbônicas podem ser classificadas de acordo com quatro critériosfundamentais. Eles são:1. Quanto ao fechamento da cadeia;2. Disposição dos átomos dentro da cadeia;3. Tipo de ligação entre os carbonos e;4. Presença de átomos de outros elementos entre os carbonos.Vejamos cada caso:1. Quanto ao fechamento da cadeia:1.1 –Aberta, acíclica ou alifática: são aquelas cadeias carbônicas que possuem duas oumais extremidades livres, ou seja, não possuem nenhum ciclo. O encadeamento dosátomos não sofre nenhum fechamento. Exemplo:1.2 – Fechada ou cíclica: não há nenhuma extremidade, isto é, forma-se um ciclo,núcleo ou anel, pois há o encadeamento dos átomos de carbono. Exemplo:1.3 – Mista: é aquela cadeia que possui pelo menos uma parte em que os átomos nãoestão encadeados (ou seja, fechados), e a outra parte é fechada. Exemplo:1.4 – Aromática: cadeia cíclica que possui anel benzênico. Exemplo:
  • 2. 2. Disposição dos átomos dentro da cadeia:2.1 – Normal: a cadeia possui apenas duas extremidades. Só existem carbonosprimários e secundários. Exemplo:2.2 Ramificada: aquela cadeia que possui mais de duas extremidades e tem pelo menosum carbono terciário ou quaternário. Exemplo:3. Tipo de ligação entre carbonos:3.1 – Saturada: se na cadeia só tiver ligações simples entre carbono. Observe: é sóentre carbonos; se tiver alguma ligação dupla com outro átomo (oxigênio, por exemplo),não é uma cadeia saturada. Exemplo:3.2 – Insaturada: é quando se possui pelo menos uma ligação dupla ou tripla entrecarbonos. Exemplo:
  • 3. 4. Presença de átomos de outros elementos entre os carbonos:4.1. – Homogênea: é aquela cadeia carbônica que não possui nenhum heteroátomo, ouseja, átomos entre carbonos. Novamente aqui vale uma ressalva: é só entre carbonos. Sefor fora da cadeia, continuará sendo homogênea. Exemplo:4.2. – Heterogênea: possui algum heteroátomo em sua cadeia. Exemplo:Assim, tendo em mente esses conceitos, observe as cadeias abaixo e como sãoclassificadas:
  • 4. Os átomos de carbono das cadeias podem serclassificados de acordo com o número de outros carbonos a que seencontrem ligados.Carbono primário: ligado a somente um outro átomo de carbono.Carbono secundário: ligado a dois outros átomos de carbono.Carbono terciário: ligado a três outros átomos de carbono.Carbono quaternário: ligado a quatro outros átomos de carbono.Para este tipo de classificação não se considera se a ligação entre os carbonosé simples, dupla ou tripla, somente o número de carbonos a que se encontraligado. CH3 CH3 | | H3C - C - CH2 - C = CH2 | CH3 C carbono primário C carbono secundário C carbono terciário C carbono quaternárioFunção ÉterOs éteres são compostos que apresentam um átomo de Oxigênio entre dois radicaisorgânicos. Quando esses radicais forem iguais, o éter é chamado de simétrico, eassimétrico caso contrário.Eles possuem caráter básico, são geralmente usados como anestésicos ou solventes. Sãopouco solúveis em água (cadeia pequena), e totalmente insolúveis quando a cadeiacarbônica for longa. São altamente inflamáveis e voláteis.Nomenclatura oficial (IUPAC) e UsualA nomenclatura oficial dos éteres é bastante simples:
  • 5. - Número de carbonos do menor radical ligado ao oxigênio + OXI + nome do maiorradical, porém como se fosse um hidrocarboneto.A nomenclatura usual é bastante limitada, sendo feita assim:Éter + radicais em ordem alfabética + icoouÉter + radical menor + radical maior + icoExemplos:Metoximetano (iupac)Éter dimetílicoEtoxietano (iupac)Éter dietílico, éter sulfúrico, éter de farmácia, éter de laboratório, éter comum =nomenclatura usualMetoxietano (iupac)Éter metiletílico (usual)Metoxibenzeno (iupac)Éter metilfenílico (usual) -Função álcoolSão denominados álcoois todo composto orgânico que apresenta em sua estrutura ahidroxila ( -OH ), que deve estar ligada a um átomo de carbono saturado.- MonoálcooisSão os compostos que apresentam apenas uma hidroxila. Exemplo:CH3-CH2-OH (etanol)CH3-CH2-CH2-OH (propanol-1)A hidroxila em monoálcoois pode estar ligada à carbono primário, secundário outerciário, formando assim, álcool primário, secundário e terciário, respectivamente.- DiálcooisPossuem duas hidroxilas. Exemplo:HO-CH2-CH2-OHObs: não existem álcoois com duas hidroxilas no mesmo carbono. Quando issoacontece, o composto fica instável, e transforma-se em aldeídos.
  • 6. - PoliálcooisPossuem três ou mais hidroxilas:GlicerinaNomenclatura (I.U.P.A.C.)A nomenclatura dos álcoois é bastante semelhante à dos hidrocarbonetos:- Prefixo do número de carbonos (met, et, prop, but, …) + tipo de ligações (an, en, in,dien, …) + OL- A numeração da cadeia principal começa da ponta mais próxima à hidroxila. Se ahidroxila estiver exatamente no meio da cadeia, a numeração deverá ser feita de acordocom a insaturação, e por último, pela ramificação.Exemplos:met + an + ol = metanol (um carbono, ligação simples (na verdade, não há ligação entrecarbonos pois só existe um carbono no composto), OL pois é um álcool)et + an + ol = etanol (dois carbonos, ligação simples, e OL porque é um álcool)prop + an + ol = propanol-1 (três carbonos, ligação simples, e OL porque é um álcool, o1 indica a posição da hidroxila)prop + an + ol = propanol-2 (três carbonos, ligação simples, e OL porque é um álcool, o2 indica a posição da hidroxila)2,4-dimetil-3-pentanol2,4 = posições dos radicais metil3 = posição da hidroxilapent + an + ol = quantidade de carbonos da cadeia principal + tipo das ligações + OLNomenclatura usualA nomenclatura usual é bastante limitada, somente usada nos compostos que sãocomumente usados em laboratórios:Álcool radical+icoExemplos:
  • 7. • Álcool metílico (metanol) • Álcool etílico (etanol) • Álcool isopropílico (propanol-2)RESOLVA OS EXERCICIOS ABAIXO1-UERJ) Na fabricação de tecidos de algodão, a adição de compostos do tipo N-haloamina confere a eles propriedades biocidas, matando até bactérias queproduzem mau cheiro.O grande responsável por tal efeito é o cloro presente nesses compostos.A cadeia carbônica da N-haloamina acima representada pode ser classificada como:a) homogênea, saturada, normalb) heterogênea, insaturada, normalc) heterogênea, saturada, ramificadad) homogênea, insaturada, ramificada2-O benzopireno (estrutura representada abaixo) éum potente agente cancerígeno,presente na fumaça de cigarros, carvão, e também na atmosfera das grandescidades.Analise a estrutura e marque a alternativa correta que classifica a cadeia carbônica:a) hidrocarboneto insaturado.
  • 8. b) Hidrocarboneto alicíclicoc) hidrocarboneto saturadod) alqueno insaturado3. (Mackenzie-SP) A borracha natural é um líquido branco e leitoso, extraído daseringueira, conhecido como látex. O monômero que origina a borracha naturalé o metil-1, 3-butadieno , do qual é correto afirmar quea) é um hidrocarboneto de cadeia saturada e ramificada.b) é um hidrocarboneto aromático.c) tem fórmula molecular C4H5.d) apresenta dois carbonos terciários, um carbono secundário e dois carbonosprimários.e) é um hidrocarboneto insaturado de fórmula molecular C4H84. (Puc-RJ) A fórmula molecular de um hidrocarboneto comcadeia carbônica é:5-Qual a substancia que tem as seguintes propriedades: a) Possui 6 átomos de carbono em sua fórmula. b) Possue fórmula molecular C10N2H16O8 c) Apresenta átomo de carbono quaternario. d) Possui somente anéis aromáticosNão possui carbono terciárioRevisão :O que é Isomeria
  • 9. IsomeriaDefiniçãoIsômeros são compostos que possuem fórmulas moleculares iguais, mas propriedadesquímicas diferentes, devido às fórmulas estruturais diferentes.O fenômeno da isomeria, na Química, é semelhante ao fenômeno da existência depalavras diferentes pela permutação de letras, como por exemplo: AMOR e ROMA(mesmas letras, “iguais” fórmulas moleculares; diferentes arrumações, “diferentes”fórmulas estruturais).A isomeria divide-se em isomeria plana e isomeria espacial.ISOMERIA PLANAOs isômeros apresentam mesma fórmula molecular, mas diferentes fórmulas planas.Dividem-se em:1. Isomeria de CadeiaOs isômeros têm cadeias carbônicas diferentes.Exemplos:a) Cadeia aberta X Cadeia fechada:b) Cadeia normal X Cadeia ramificada:c) Cadeia homogênea X cadeia heterogênea:2. Isomeria de PosiçãoOs isômeros têm a mesma cadeia carbônica, mas diferem pela posição de radicais,ligações duplas ou triplas.Exemplos:a) Diferente posição do radical:
  • 10. b) Diferente posição de um grupo funcional:c) Diferente posição de uma insaturação:Neste caso, é importante ter bastante atenção no exemplo. Observe:HO – CH2 – CH2 – CH3ISÔMEROS DO HIDROCARBONETO DE FÓRMULAMOLECULAR C7H102-metilciclohexano-1 ,3-dieno1-metilciclohexano-1 ,4-dieno
  • 11. ETIL -CICLOPENTANOEXERCÍCIOS:1- A propanona, conhecida comercialmente como acetona, tem fórmulamolecular C3H6O, idêntica à do propanal. Esses compostosa) apresentam a mesma fórmula estrutural.b) são isômeros de cadeia.c) apresentam isomeria cis-tras ou geométrica.d) são isômeros de função.e) possuem cadeia carbônica insaturada.2- A fórmula C4H8O pode representar dois isômeros funcionais como:a) metoxipropano e 1-butanol.b) butanona e butanal.
  • 12. c) butan-1-ol e butan-2-ol.d) butan-2-ol e butanona.e) etoxi-etano e butanal. REVISÃOAS ETAPAS DE UM TRATAMENTO DE AGUA:Tratamento de Água é um conjunto de procedimentos físicos e químicos que sãoaplicados na água para que esta fique em condições adequadas para o consumo, ouseja, para que a água se torne potável. O processo de tratamento de água a livra dequalquer tipo de contaminação, evitando a transmissão de doenças.Numa estação de tratamento de água, o processo ocorre em etapas:- Coagulação: quando a água na sua forma natural (bruta) entra na ETA, ela recebe,nos tanques, uma determina quantidade de sulfato de alumínio. Esta substância servepara aglomerar (juntar) partículas sólidas que se encontram na água como, porexemplo, a argila.- Floculação - em tanques de concreto com a água em movimento, as partículassólidas se aglutinam em flocos maiores.- Decantação - em outros tanques, por ação da gravidade, os flocos com as impurezase partículas ficam depositadas no fundo dos tanques, separando-se da água.- Filtração - a água passa por filtros formados por carvão, areia e pedras de diversostamanhos. Nesta etapa, as impurezas de tamanho pequeno ficam retidas no filtro.- Desinfecção - é aplicado na água cloro ou ozônio para eliminar microorganismoscausadores de doenças.- Fluoretação - é aplicado flúor na água para prevenir a formação de cárie dentária emcrianças.- Correção de PH - é aplicada na água uma certa quantidade de cal hidratada oucarbonato de sódio. Esse procedimento serve para corrigir o PH da água e preservar arede de encanamentos de distribuição.MISTURA COMO HOMOGÊNEA OU HETEROGÊNEAAntes de definirmos as misturas, é preciso saber o que são substâncias:Substância pura é a substância (ou composto) formada exclusivamente por partículas(moléculas ou aglomerados) quimicamente iguais.
  • 13. É muito difícil encontrarmos substâncias puras na natureza. Em geral, elas sãoproduzidas em laboratório, por processos de fracionamento de misturas ou métodosde purificação. Qualquer fração dessas substâncias apresenta a mesma característicaque as demais, sempre igual a da própria substância.Mistura é um sistema formado por duas ou mais substâncias puras, chamadascomponentes.As misturas podem ser classificadas em homogêneas e heterogêneas. A diferençaentre elas é que a mistura homogênea é uma solução que apresenta uma única faseenquanto a heterogênea pode apresentar duas ou mais fases. Fase é cada porçãoque apresenta aspecto visual uniforme.Existe uma diferença entre solução e composto, as soluções não têm composição fixacomo a dos compostos, ou seja, as quantidades de cada elemento presentes nassoluções podem variar e estar em qualquer proporção.Exemplos de misturas homogêneas: as águas salgadas, o ar, apresentam uma únicafase. A água do mar contém, além de água, uma quantidade enorme de sais minerais.O ar é uma mistura de nitrogênio e oxigênio que apresenta aspecto homogêneo.Exemplos de misturas heterogêneas: água e óleo, granito. A água e o óleo não semisturam, sendo assim, é um sistema que apresenta duas fases e cada uma écomposta por uma substância diferente. O granito é uma pedra cuja composição éfeita por uma mistura heterogênea de quartzo, feldspato e mica, podemos ver peladiferença de cor de cada pedra.

×