Mandela

2,806 views

Published on

Trabalhos criativos a partir de uma foto de Nelson Mandela

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,806
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
430
Actions
Shares
0
Downloads
22
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Mandela

  1. 1. Imagina o dia em que esta foto foi tirada. <ul><li>A partir da imagem, deves redigir um texto: </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Com introdução, desenvolvimento e conclusão </li></ul><ul><li>Com um máximo de 30 linhas </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Com base na imagem </li></ul><ul><li>Com alusões à descriminação racial </li></ul>http://blog.1001actus.com/files/nelson-mandela.jpg , 30-9-2011.
  2. 2. bvg <ul><li>J.L.I </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Na passada quarta-feira, Nelson Mandela esteve na abertura do museu/associação &quot;Todos diferentes mas iguais!&quot;. </li></ul><ul><li>Em Lisbos, pelas 10h, o antigo presidente da África do Sul esteve presente na abertura do museu dedicado à discriminação racial ao longo dos tempos. </li></ul><ul><li>Este museu será tambem a sede da associação da qual é padrinho &quot;Viver juntos!&quot;. </li></ul><ul><li>Antes de visitar a exposição com interesse e alegria, fez um discurso emocionado à porta: “É com grande honra que venho aqui a Lisboa inaugurar este museu. Aceitei o convite, agradecido, pois acho que a discriminação é um assunto de que se fala pouco, mas é importante. Segundo o que me disseram, neste museu há também referências à escravatura dos africanos. Parece-me bastante interessante e espero que muita gente possa vir visitá-lo. Este assunto ignoto para muitas pessoas deve ser debatido e esclarecido! Obrigado e espero que gostem da visita!&quot; Uma lágrima escorreu-lhe pela cara. Lágrima de alegria, diz ele, com um sorriso de orelha a orelha. </li></ul><ul><li>Bem disposto, Nelson observou bem as fotos, talvez lembrando-se dos momentos que ele mesmo vivera. Não dispensou alguns comentários cómicos quando viu fotos suas na parte da exposição intitulada &quot;Luta contra o racismo!&quot;. </li></ul><ul><li> No final da visita saboreou um banquete partilhado com o primeiro ministro enquanto contava algumas histórias vividas no passado. Perto das duas da tarde partiu com um sorriso nos lábios não sem antes tirar uma fotografia em frente ao museu, foto que diz que vai guardar bem guardada. </li></ul>
  3. 3. edou <ul><li>Nelson Mandela estava sentado. A pensar na sua vida. A pensar no que lhe tinha acontecido. Naquele preciso momento, estava na Prisão de Lisboa. Porquê ? Porque tinha lutado contra igualdade de todos os homens. Que injustiça ! Ia ficar ali para sempre... Sem ter realizado o seu sonho... Sem poder se despedir das pessoas que amava... Era o fim... </li></ul><ul><li>  Ele despertou daqueles pensamentos, apanhando um susto. Tinham batido à porta : </li></ul><ul><li>  « Toma-lá o teu pedaço de pão, macaco ! » Uma mão abriu a porta e mandou-lhe à cara um minúsculo naco de pão, desaparecendo, de seguida, a rir. Era o pequeno-almoço... </li></ul><ul><li>  Nelson engoliu-o num espaço de dois segundos. Tinha fome. Tinha sede. Tinha frio. Já estava farto de viver como um pássaro numa gaiola. Queria sair dali. Queria continuar a lutar pela igualdade de todas as raças. </li></ul><ul><li>O pobre homem esperou pela hora do almoço e quando a mão abriu novamente a porta, Nelson apoderou-se dela e empurrou o homem contra a parede. Depois disso fugiu e saiu daquele local obscuro. Sentia-se como um pássaro em liberdade. Nelson chegou a uma praça e fez o seu discurso. O público aplaudiu num ruído ensurdecedor. Passado uma hora, Nelson Mandela estava na Primeira Página com um sorriso na cara. Debaixo da fotografia, estava escrito em grandes letras : « O HOMEM QUE MUDOU O MUNDO ». Tinha realizado o seu sonho !  </li></ul>
  4. 4. mimi <ul><li>Nelson Mandela está a ser aclamado e recebido com grande euforia por centenas de pessoas à sua saída de prisão. Está muito sensibilizado com esse gesto por parte de pessoas desconhecidas, a maior parte branca. Nelson Mandela esteve muito anos na prisão, já nem contava os dias, pensava na sua família, na sua mulher. O que é que podia passar-se no mundo, lá fora? </li></ul><ul><li>Quando o momento tão esperado chegou, não sentiu nada. Nem sequer pensava no que se ia passar. Esperava. Quieto. O guarda veio buscá-lo. Levara-lhe roupa limpa, de cerimónia, como não havia vestido há muito tempo! Vestiu-se. </li></ul><ul><li>O seu advogado veio anunciar-lhe que estava na hora e que tinha que se preparar para esse grande momento. Nelson Mandela não dizia nada, nem sabia o que dizer. Sentia-se vazio, como se uma corrente de água no seu corpo tivesse levado todos os seus pensamentos e reações. Não conseguia falar. Não sabia o que estava a acontecer-lhe. Nunca lhe tinha acontecido algo assim. Esperou diante da porta. Esperou. </li></ul><ul><li>Finalmente, o seu advogado veio buscá-lo, passaram ambos a soleira da porta. Mal tinha posto um pé fora da prisão, viu centenas de pessoas a aplaudi-lo, a aclamá-lo e a honrá-lo. Nesse momento, lembrou-se de tudo. A sua luta horrível, tudo o que tinha feito. Teria servido para alguma coisa? Olhou para o seu « público », a maioria branca. Já nem conseguia olhar para eles. Os que tinham maltratado tanta gente, os que o tinham levado para a prisão, estavam agora todos reunidos a aplaudi-lo? Pensou nas risadas dos colegas, na escola, a rir-se duma colega. Ele estava lá, também, a rir-se. </li></ul><ul><li>Olhou de novo aquelas pessoas todas, e começou a sorrir, devagarinho. Sentiu um peso enorme a menos. A alegria estava a invadi-lo. Tantas pessoas a tirar fotos! </li></ul>
  5. 5. magalhães <ul><li>Diário de um jornalista júnior: Dany Magalhães </li></ul><ul><li>Dia 12 de junho de 2016 </li></ul><ul><li>A Federação Internacional de Xeques (nome dado aos presidentes das superpotências económicas do hemisfério “Norte”) e da Expressão moral, a FIXE, uma organização ditatorial ao nível mundial, decidiu fechar as fronteiras da África “Negra”. </li></ul><ul><li>Oficialmente, a razão é a proteção das populações contra os novos terroristas Africanos. Na verdade, muitíssima gente poderosa teme as novas potências económicas africanas como o Botswana ou o Zimbabwe e o racismo chegou a um nível incrível. Só poucas pessoas resistem às ideias propagadas pelas autoridades. </li></ul><ul><li>Uma associação fundada pelo Sr. Mandela, a AssoMandela, vai fazer tudo para impedir a construção do equivalente do muro de Berlim para a África, o Safewall. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Dia de 17 de junho </li></ul><ul><li>A AssoMandela, dirigida pelo filho do Gandhi, pelo Nelson Mandela e imensos outros prémios nóbeis da paz e personalidades vão fazer uma barreira humana na linha do Safewall da FIXE. Parece que há uma onda de emoção na AssoMandela e o fundador trabalha mais duro do que todos os outros para preparar a ação não violenta. O seu sorriso benéfico ajuda todas as pessoas e a esperança está no coração de qualquer um. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Dia 5 de agosto </li></ul><ul><li>Decidi não ultrapassar (muito) a trigésima linha, como me aconselhou o meu editor. Na primeira, havia os chefes da AssoMandela. Éramos milhares e, pode parecer incrível, mas a única coisa que nos permitiu ganhar, foi o abraço do Mandela ao chefe da FIXE. Mandela, com o seu sorriso único, permitiu aniquilar todos os projetos racistas da grande organização e transformar a ditadura numa assembleia eleita por todas as pessoas do planeta! Só com dois gestos simples de amor. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Dia 6 de agosto </li></ul><ul><li>Afinal, há uma luz de esperança na humanidade, um sorriso... </li></ul>
  6. 6. evita <ul><li>« Nelson Mandela tem a autorização de sair de prisão ». </li></ul><ul><li>Foi neste momento que vi o alívio de todos os familiares, amigos, outros e até o meu alívio por ver Nelson Mandela sair daquela prisão ! </li></ul><ul><li>Eu tinha falado com a família deste bravo homem e tinha reparado que estar numa prisão era horrível. A família via-o algumas vezes, mas era sempre muito difícil ouvi-lo falar daquele castigo e da discriminação de que tinha sido vítima Mandela. E nem por isso ele tinha vontade de parar de lutar contra todos « os racistas ». Eu chegei a vê-lo uma vez e disse-lhe que não gostava das pessoas racistas. Só pude falar quinze minutos com ele, mas foi o suficiente para perceber que tipo de homem ele era : um lutador. Por isso acho que as pessoas são injustas ! Nós todos temos os mesmos direitos porque somos todos SERES HUMANOS. A seguir, quando saí da prisão, o meu pai veio buscar-me e eu disse-lhe : « Sabes, pai, o Nelson Mandela é mesmo uma pessoa corajosa ! ». E o meu pai fez que sim com a cabeça . </li></ul><ul><li>Mais tarde, a família do Nelson Mandela telefonou-me e disseram-me a chorar : </li></ul><ul><li>« Ele... va...vai... sair...de... da... prisão, amanhã ! » Convidaram-me para ir assistir à libertação de Mandela . </li></ul><ul><li>Quando ele saiu da prisão, eu estava lá com os jornalistas, e com muita gente à sua volta. Abraçou a sua família , chegou até mim e disse: </li></ul><ul><li>« Consegui ! Consegui ! » e acrescentou « Obrigado pelo apoio! ». Um jornalista que estava a chegar perguntou : </li></ul><ul><li>« Posso tirar-lhe uma fotografia ? » o que Mandela aceitou. Esta é a imagem mais bonita que eu guardo de Nelson Mandela ! </li></ul>
  7. 7. brazzzil <ul><li>O apartheid estava instalado na África do Sul. Os brancos discriminavam os negros, tratavam-nos muito mal, reduzindo muito os seus direitos cívicos. Os transportes públicos até separavam os brancos dos negros. Racismo. Os negros eram vitimas da pior forma de tratar os homens, o racismo. </li></ul><ul><li>Nelson Mandela era um desses homens, vitima do racismo. Ele ia andando na rua, olhando as injustiças da vida. Olhava os ônibus lotados de negros e criancinhas brancas jogando pedras nas criancinhas negras. Pensava em uma maneira de acabar com isso e disse para si mesmo : « Vou reunir todos os meus amigos e vamos protestar contra esta injustiça. E intolerável ! ». Nelson Mandela foi até casa, pequena e em ruínas, explicou seu plano à sua mulher que ficou assustada com a ideia. Foi depois chamar seus amigos e dirigiram-se para o centro da cidade onde começaram a protestar. As forças da ordem e a policia querendo defender o povo, puseram o Nelson Mandela na prisão. </li></ul><ul><li>Assim que o Presidente da Republica foi avisado do que acontecera, pensou : « Fui injusto até aqui, os negros são iguais aos brancos ! » e deu ordem para libertar Nelson Mandela da prisão. O Presidente fez então um grande discurso cuja ultima frase pronunciada fez sorrir o Nelson Mandela : « Eu anuncio a abolição do apartheid ! » </li></ul>
  8. 8. ninguém <ul><li>Este dia, é um dia de glória para a África do Sul. Muita gente está nas ruas e à frente da cadeia de onde Nelson Mandela vai ser libertado. Isto é mesmo incrível ! Toda a comunidade negra está aqui para festejar o acontecimento. Nelson Mandela, uma pessoa que ficou mais ou menos 26 anos na cadeia será libertado. Muita gente está a aclamá-lo. Daqui pouco, vai ser o momento que toda a gente espera. Ele também vai assinar um papel muito importante que irá parar com este apartheid. Os pretos e os brancos serão iguais e não haverá mais discriminações raciais neste país . Os negros poderão andar nas rua sem ser insultados pelo simples motivo de serem pretos. Atenção ele já saiu !! Nelson Mandela saiu da prisão! Vai agora assinar o papel que mudará a vida de todos neste país. Ele está a saudar todos! Esperem, esperem ... estão a dizer-me que ele vai ser Presidente !! Este dia é excecional, mas falta algo. Que ele assine o tratado e ... já está, o momento decisivo aconteceu! Vamos tirar uma foto dele. E... já está! Vamos poder proclamar Nelson Mandela como nosso novo Presidente da República e o nosso salvador. Antes de acabar, queria dizer-vos algo: Somos todos iguais, quer sejamos pretos ou brancos! </li></ul><ul><li>Esta foi uma reportagem de D.G. para a RTP . </li></ul>
  9. 9. pai natal <ul><li>Nelson Mandela, que grande homem! Muito deu ele para a luta contra o apartheid! </li></ul><ul><li>Estava hoje um lindo dia de sol, sem nuvens, e Nelson tinha-se levantado com o pé direito, pronto para fazer o seu discurso, na cerimónia onde ia ser nomeado Presidente da África do Sul! Quando chegou ao local onde ia fazer o discurso, da sua limusina via toda a gente na rua, ou nas janelas das suas casas, com bandeiras da África do Sul, e a gritar aos berros de todos os lados: </li></ul><ul><li>-Nelson Mandela! Viva Nelson Mandela! Viva o novo presidente! </li></ul><ul><li>Quando saiu da limusina, ele estava muito contente e, sobretudo, muito comovido! Foi então que, quando deu o seu terceiro passo, os repórteres começaram a fazer-lhe perguntas enquanto toda a cidade se tinha calada, e batia palmas! Que momento! </li></ul><ul><li>O novo presidente atravessou o tapete vermelho muito direito, com um sorriso na cara, agradecendo ao povo, com a mão e foi em direção a um palco enorme, que tinha sido montado de propósito para esta ocasião; Ali havia uma grande bandeira de sete metros de altura e nove de comprimento da África do sul! Quando subiu ao palco, a cidade rompeu em gritos de alegria, era algo extraordinário! Só se ouviam gritos, choros de alegria e centenas e centenas de fotografias! Foi então que Nelson Mandela se aproximou do microfone e toda a gente se calou para o ouvir discursar: </li></ul><ul><li>- Caro povo da África do Sul, é uma honra para mim…! </li></ul><ul><li>O discurso durou um pouco, mas no fim uma salva de aplausos começou, e foi nesse momento que esta foto foi tirada por um repórter português que estava na primeira fila, foi aí que uma nova África do Sul nasceu. </li></ul>
  10. 10. smile <ul><li>Nelson Mandela vai discursar para o povo da África do Sul. </li></ul><ul><li>Em casa, televisão e rádios ligados. Todos ouvem Nelson Mandela. </li></ul><ul><li>- Filho, anda cá ver o Nelson Mandela, Está a falar! E chama o pai, que está lá fora. </li></ul><ul><li>- Estou a ir, e o pai também! </li></ul><ul><li>O filho Miguel desceu as escadas com pressa. Acho que nunca o tinha visto assim.  </li></ul><ul><li>Ele adorava Nelson Mandela. </li></ul><ul><li>- Nelson Mandela é muito corajoso e forte! — dizia Miguel enquanto olhava para a televisão. </li></ul><ul><li>- E isso, filho. Aprende a lutar como Nelson Mandela, e serás forte! — exclama o pai entrando na sala.  </li></ul><ul><li>- Eu vou ser como Nelson Mandela, vou lutar contra o racismo. Mas, pai, eu digo que quero lutar contra o racismo, mas o quer dizer a palavra racismo? - perguntou Miguel. </li></ul><ul><li>- O racismo é quando se discrimina alguém, pela sua cor de pele, pela sua religião... Aqui, na África do Sul, houve muitos problemas por causa do racismo. - explica o pai. Miguel insistiu: </li></ul><ul><li>- Que problemas, pai? Explica melhor! </li></ul><ul><li>- Houve o problema do apartheid. Havia cafés para os brancos e outros para os pretos, hospitais, autocarros... E muito mais. mas agora, é melhor ouvir, o Nelson Mandela vai começar o seu discurso. </li></ul><ul><li>- Pois é melhor, eu quero ouvir para poder dizer a mesma coisa, as mesmas palavras, quando for grande. </li></ul><ul><li>Nelson Mandela começa o seu discurso. </li></ul><ul><li>- Hoje, meu caro povo, quero dizer-vos que, estamos fartos, fartos de discriminação!  </li></ul><ul><li>O estádio estava silencioso, só se ouvia a voz de Nelson Mandela. </li></ul><ul><li>Quando acabou o seu discurso, toda a gente aplaudiu, havia mesmo pessoas a chorar. </li></ul><ul><li>Foi nesse dia que acabou o apartheid e em que foi tirada esta fotografia que vês aqui. </li></ul><ul><li>- Avô, agora tu és o novo Nelson Mandela; não és?! </li></ul><ul><li>- Não, não sou. Nelson Mandela é mais forte, mas tento seguir os seus passos. Agora são horas de dormir, anda, apaga a luz. </li></ul><ul><li>  - Até amanhã, avô. </li></ul><ul><li>  - Até amanhã, filho. Dorme bem. </li></ul>
  11. 11. xana <ul><li>Era uma sexta-feira. Eu vinha de voltar para a minha casa depois de ter comprado o jornal. Achei o artigo da primeira página muito interessante porque era uma notícia que nós esperávamos todos. Sentei-me no meu sofá e comecei a ler: “Nessa mesma tarde de quinta-feira aconteceu algo revolucionário: O fim do Apartheid! </li></ul><ul><li>Tudo começara com um homem chamado Nelson Mandela que começou a revoltar-se contra o racismo. Perante todas essas revoltas o parlamento não viu outra solução a não ser pô-lo na prisão. Nelson Mandela foi preso durante vinte e seis anos. Durante esses vinte e seis anos. Durante esses vinte e seis anos, a mulher e a família nunca pararam de lutar contra o apartheid ao lado de Mandela. Depois de ter saído da prisão, ele apresentou-se às eleições presidenciais, e ganhou-as. Com a sua eleição, ganhou a sua luta contra o racismo e, de alguma maneira, contra o governo dos brancos. </li></ul><ul><li>O dia da eleição de Nelson Mandela foi um espetáculo em todo o continente africano e para toda a gente. Os candidatos estavam num palco à espera dos resultados. As pessoas estavam todas reunidas. Havia muita animação, alguns dançavam, outros cantavam, todos estavam ansiosos. Alguém chegou o palco com os votos e começaram a abri-las. Durou uma hora, e quando soubemos que Nelson Mandela, o nosso herói tinha ganho, não podíamos acreditar, era como um sonho. </li></ul><ul><li>O Nelson Mandela sentado na sua cadeira, quase chorava. Ele estava com um sorriso enorme na cara, como podemos ver na foto. Era a festa em toda a África do Sul. Esta dia ia fica na nossa memória para sempre.” Fechei o jornal . Muito comovido, saí para festejar com os meus amigos a grande novidade, que já todos conheciam. </li></ul>
  12. 12. ricard <ul><li>Nelson Mandela, que foi Presidente da África do Sul, passou a sua vida a protestar contra as discriminações racistas. Passou cerca de vinte anos na prisão porque era negro. Mostrou o exemplo a todos. Graças à sua luta, a lei do apartheid impôs-se. Protestou duma forma calma, sem responder aos que o insultavam. </li></ul><ul><li>        Esta foto foi tirada recentemente: Nelson Mandela esta a sorrir, símbolo da vitoria e da paz ! Fez todos esses esforços ( ficar na prisão cerca de vinte anos, não responder aos que o insultavam, mostrar o exemplo...) para realizar o seu sonho : cada homem é filho de Deus, e cada homem deve ser respeitado. Nesta foto, (Nelson Mandela tem aproximadamente oitenta anos) Não se mostra arrogante e talvez tenha perdoado a todos os que fizeram mal aos negros, aos que eram racistas e também aos que trataram os negros quase como animais. Mandela queria tanto que os homens de pele branca compreendessem que não há raças de homens, ou então que cada homem é uma raça… </li></ul><ul><li>        Nelson Mandela conseguiu atingir o seu sonho: &quot;dizer&quot; duma certa forma (sem protestar e permanecendo calmo) que cada homem é &quot;magico&quot;, e é por isso que devemos respeitar todos os seres humanos. Mandela foi exemplar ao longo da sua vida e ensinou a muitos milhares de pessoas no planeta Terra, o respeito de cada um, o valor dum homem e que a coisa mais bela do mundo é a união de todos os seres humanos. </li></ul>
  13. 13. tété98 <ul><li>Nelson Mandela, a sua luta contra o racismo </li></ul><ul><li>Aqui está a fotografia de Nelson Mandela, que ontem recebeu o Prémio Nobel da paz por ter mudado a opinião dos ingleses. </li></ul><ul><li>Nelson Mandela nasceu na África do Sul. Foi criado na miséria e até aos 15 anos frequentou uma escola muita pobre só para pretos. A partir dos 18 anos participou nas greves contra o racismo. Em 19…, obteve um grande lugar nessa luta. Combateu muitos anos até ser detido pelo governo do seu país durante 22 anos. « Vou-me retirar um bocado, o homem é uma criatura que nunca compreenderá que somos todos iguais » diz Mandela, depois de ser preso. </li></ul><ul><li>Mas no dia 23 de setembro de 19…, há apenas um mês, toda a terra tinha esquecido o senhor Mandela, ele estava a apanhar o metro quando viu um bebé cair na via férrea. Impulsivo, saltou rapidemente para o burraco, salvou o menino e perdeu uma perna. Logo a seguir à sua saída do hospital declarou às centenas de jornalistas : « Quando salvei esse rapaz não olhei a sua cor de pele, só fixei os choros e os gritos da mãe, mesmo com os meus 70 anos arrisquei a minha vida e a mãe desse menino, mesmo se sou preto, passou dias e noites inteiras no hospital ». </li></ul><ul><li>Depois daquela declaração, 85% das pessoas que eram racistas deixaram de o ser. Recebeu o Prémio Nobel da Paz, as desculpas do governo que o discriminou e é hoje o ídolo de muitas pessoas na Terra. </li></ul><ul><li>17/10/19…, artigo do jornal Pblc, de Maria Rodrigues. </li></ul>
  14. 14. bubu1998 <ul><li>Cada fotografia tem a sua razão de ser tirada. Esta fotografia parece ter uma história interessante, uma história com um senhor, um senhor que queria a paz no mundo, que queria que todos fossem tratados da mesma forma; os pretos e os brancos sem nenhuma exceção. </li></ul><ul><li>Tudo começa com a infância da pessoa ou personagem na fotografia, como ela foi tratada, amada, respeitada ou influenciada. A pessoa da imagem parece estar contente, se calhar porque realizou o que queria, porque o que ela mais desejava finalmente se realizou. </li></ul><ul><li>A maneira como a pessoa se veste para a foto é igualmente muito importante porque nos mostra o lugar onde está a pessoa. Para mim, a pessoa deve estar num lugar onde não pode haver desleixados, onde tem que se estar formal, com gravatinha, camisinha e fatinho. </li></ul><ul><li>Cada pessoa tem uma missão a cumprir na vida; este senhor tem de mostrar ao mundo inteiro que não é por sermos pretos ou brancos, que não temos os mesmos direitos. A maior parte das pessoas pensa(m) que os pretos são horríveis, insensíveis, brutos... mas eu não estou de acordo. Agora, quando olho bem para esta foto, penso e admiro esta personagem. </li></ul><ul><li>Este homem não só tentou acabar com o racismo como conseguiu. Esta foto está magnífica para traduzir um sentimento de alegria num dia perfeito para a comemoração do fim do racismo por Nelson Mandela. </li></ul>
  15. 15. bibi <ul><li>Nelson Mandela tinha acabado de sair da prisão por ter lutado contra a apartheid na África do Sul. Mas como todos sabemos, Nelson Mandela é um ser humano como nós todos, e depois de 26 anos na prisão, voltar a casa é sempre um momento de alegria. </li></ul><ul><li>A mulher de Nelson Mandela estava no carro conduzindo o marido para casa. Quando chegaram, estava uma linda mesa posta com pratos, talheres, copos... o mais banal que uma mesa pode conter. Sentaram-se à mesa e pela primeira vez, em 26 anos, Nelson Mandela comia algo feito pela sua mulher. O prazer era tanto que depois do jantar decidiu ir dar uma volta pela aldeia. A razão desse sorriso não é muito complicada é só uma pessoa que está feliz por regressar a casa! Quando ele deu o passeio e viu as escolas de brancos e a de pretos serem destruidas, os painéis a dizer que os brancos não podiam entrar naquele parque seram arrancados e isso tudo contribuia à felicidade de Nelson Mandela. </li></ul><ul><li>Quando voltou para casa cortou uma fatia de bolo que a mulher tinha feito e depois foi deitar-se ao pé dela. E foi assim o fantástico dia de Nelson Mandela. </li></ul>
  16. 16. mata8 <ul><li>Imagino que esta foto foi tirada quando Nelson Mandela foi eleito presidente e que o tenham fotografado numa entrevista. O que me faz pensar isso é que antes de o apartheid acabar, os negros não podiam ser fotografados. Nesta imagem, está presente Nelson Mandela não só com um grande sorriso, mas também bem vestido o que significa que não pode ter sido tirada enquanto era maltratado. Dantes não só não se vestiam bem mas também, os negros, não podiam aparecer em fotos por falta de importância. Na foto vemos um foco de luz sobre a sua cara como se as pessoas tivessem que focalizar-se nele e, depois de anos de escuridão, Nelson Mandela tivesse encontrado a luz e a esperança. Sei também que não foi no dia em que foi libertado de prisão visto que o apartheid não tinha acabado e que ao sair de prisão não estaria tão bem vestido; foi fotografado pela sua luta contra o racismo, porque lutou muito e passou muito tempo na prisão. No dia da foto, suponho que tenha ganho as eleições e tenha finalmente assumido o poder. O seu sorriso mostra a vitória da sua luta. Isto tudo faz-me pensar que a foto tenha sido tirada no dia das eleições após a vitória de Nelson Mandela. </li></ul>
  17. 17. sailing <ul><li>Vou falar-vos sobre Nelson Mandela e a imagem dele. Foi muito provavelmente tirada no dia em que ele saiu da prisão, ou quando foi eleito Presidente da República. Eu penso que foi quando saiu da prisão e estava a sorrir porque o governo aceitou que os negros tivessem os mesmos direitos que os brancos.  </li></ul><ul><li>Nelson estava a passear em Paris, perto da Torre Eiffel, quando lhe ligaram. Era a mãe a dizer-lhe que às vinte horas tinha marcado um jantar com Sarkozy e que não podia chegar atrasado. Ele não entrou em pânico porque era domingo, estava sol e só demorava dez minutos a chegar a casa de autocarro. </li></ul><ul><li>Eram dezanove e trinta quando decidiu ir para casa. Quando estava na paragem de autocarro achou estranho porque é que os autocarros não paravam. Era o único de cor negra. Os senhores que estavam ao seu lado exclamaram com um tom arrogante/ </li></ul><ul><li>- Dégage, toi!!!p****!!! On veut prendre notre bus!!! </li></ul><ul><li>Nelson não percebeu nada, não falava francês! Escondeu-se atras de um arbusto. </li></ul><ul><li>O primeiro autocarro que parou saltou logo para as suas escadas, mas o condutor não o deixou entrar. &quot; T'es noir, va t‘en !&quot; </li></ul><ul><li>Ele chamou a policia. O condutor foi preso e o homem que lhe tinha respondido mal também. Quanto ao jantar, a sua mãe adiou-o para o domingo seguinte. </li></ul><ul><li>Não se deve ser racista! A nossa liberdade acaba quando a dos outros começa. </li></ul>
  18. 18. <ul><li>Trabalhos realizados pela turma de 8º ano </li></ul><ul><li>da SP do LI, novembro de 2011 </li></ul>

×