• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
LinhaçA Revista Natural Da Terra
 

LinhaçA Revista Natural Da Terra

on

  • 4,452 views

 

Statistics

Views

Total Views
4,452
Views on SlideShare
4,434
Embed Views
18

Actions

Likes
1
Downloads
40
Comments
0

1 Embed 18

http://www.slideshare.net 18

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    LinhaçA Revista Natural Da Terra LinhaçA Revista Natural Da Terra Presentation Transcript

    • & VIAGEMArgentina Descubra a e seus vinhos ESPECIAL PÁSCOA História, dicas e receitas para celebrar TENRO E SABOROSO
    • carta ao leitor | Diretora Responsável - Mariella Lazaretti Diretor Executivo - Georges Schnyder Rua Andrade Fernandes, 297 - CEP 05421-010 - São Paulo-SP Tel/Fax.: (11) 3023-5509 - E-mail: 4capas@4capas.com.br Projeto Editorial - 4 Capas Editora Esta edição é dedicada à Páscoa e a arte de fazer. Sim, isso mesmo, fazer. Estamos acostumados a reclamar dos governantes e a assistir o filme da impunidade e da inoperância passar na nossa frente sem tomarmos atitude. Temos de mudar esse panorama. E é isso o que o Natural da Terra faz, quando acredi- ta no país, inaugura uma nova loja, moderna e com produtos espe- ciais, que vai ao encontro das necessidades dos nossos clientes, mas, sobretudo, gera emprego e esperança. Nesta primeira revista do ano, mostramos com orgulho todos os diferenciais da loja do Brooklin, nosso novo endereço, seus produtos é uma publicação do Natural da Terra especiais e as dicas para o consumidor se sentir em casa em suas Diretor Administrativo - Florisvaldo Ruiz Gerente de Marketing - Fabiana Marin gôndolas. Assistente de Marketing - Adriana Naomi Takeuti Mas abril é também o mês da Páscoa, a celebração religiosa mais importante e, que ao redor da mesa, festeja o renascimen- R E D A Ç Ã O Diretor de Redação - Ricardo Castilho to de Jesus, da esperança. Por conta disso, mostramos receitas Direção de Arte - Fábio Santos, Nina Franco especiais e diversas, a história do vinho do Porto e como a data é Assistente de Arte - Eduardo Galdieri, Giullio Lazaretti comemorada pelo mundo. Editora - Letícia Rocha Outra de nossas atrações é o delicioso caqui, fruto que está na moda e em plena estação, o que garante melhor qualidade e, claro, melhores Colaboraram nesta edição: preços, afinal, você merece. Texto - Claudia Esquilante, Gabrielle Vasconcellos, Horst Kissmann, Miguel Icassatti, Paulo Roberto Pompêo (revisão), Reginaldo Melo Gostaria também de aproveitar a oportunidade e pedir sua opinião Foto - António Rodrigues, Guilherme Andrade, sobre a revista que estamos fazendo. Suas críticas, seus comentários Paulo Mercadante, Rogério Voltan e Tadeu Brunelli e suas sugestões serão muito bem-vindos. É só mandar um e-mail para Produção o endereço abaixo. Assim, faremos uma revista cada vez melhor e que Cristina Esquilante desperte ainda mais seu interesse. PUBLICIDADE marketing@naturaldaterra.com.br Um abraço Jornalista Responsável - Ricardo Castilho Fabiana Marin IMPRESSÃO Gerente de Marketing Prol Gráfica, Av. Papaiz, 58 - Diadema - São Paulo marketing@naturaldaterra.com.br A revista não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos assinados. As pessoas não listadas no expediente não estão autorizadas a falar em nome da revista ou a retirar qualquer tipo de material sem prévia autorização emitida pela redação ou pelo departamento de marketing do Natural da Terra.
    • sumário 10 | Pílulas de bem-estar 14 | Caqui, a fruta do outono 24 | Aproveite a temporada de... 24 Avocado • 28 Vagem • 32 Temperos frescos 36 | Objetos para equipar a sua cozinha 40 | Destaques da nova loja do Brooklin 46 | A celebração da Páscoa pelo mundo 54 | Os segredos de preparo da tradicional paella 58 | Uma verdadeira aula de chocolate 66 | Roteiro revela belezas da Argentina 14 40 54 36
    • sumário 92 82 74 | Marcelo Médici, grata revelação da TV brasileira 78 | Dicas para a prática do tênis 80 | Especialista desvenda os alimentos detergentes 82 | O que há de novo nos tratamentos estéticos 84 | Para curtir a badalada zona sul 88 | Venezuelana conta sua relação com Natural da Terra 92 | Histórias do fascinante vinho do Porto 98 | Para incrementar a cozinha de gourmet 74
    • vida saudável | P O R L E T I C I A R O C H A Especialistas defendem cada vez mais que lançar mão das gorduras do bem auxilia quem está de dieta. O motivo? Originária da planta do linho, a pequena semente é uma Equilibra o nível de insulina liberada pelo pâncreas, facilitando a conversão verdadeira arma a favor da saúde. É rica em fibras, proteínas, de gordura corporal em energia. Sem falar que possuem fibras, cálcio, ferro vitaminas, minerais, sem falar que recentes pesquisas apontam a linhaça e são ótimas para moderar o apetite. Melhor ainda, cada 12 unidades têm como principal fonte de ácidos graxos do tipo ômega 3. Até pouco tempo menos de 100 calorias. os peixes eram os alimentos mais ricos nessa substância, que combatem as obstruções nas artérias. Traduzindo, é um ótimo remédio para o coração. E mais: tem ação oxidante, o que ajuda na renovação celular, e possui substâncias semelhantes ao estrógeno, portanto colabora com a reposição hormonal da maneira natural. Pode ser consumida em forma de óleo, Aposte, apenas uma por dia supre as necessidades de farinha e semente, sendo esta última a mais indicada, pois contribui para selênio do organismo. Esse mineral equilibra a tireóide, o que evita o funcionamento do intestino. Basta deixar duas colheres de linhaça de as oscilações de peso. Fortalece o sistema imunológico, previne tumores e molho e bater com seu suco preferido, é uma vitamina e tanto. protege contra a ação dos radicais livres. A autora inglesa Nigella Lawson ganhou status de pop- star da cozinha pelo mundo. Com três livros publicados, o destaque fica por conta da obra Feast-Food to Celebrate Life, que ensina, em 472 pági- O grão mais badalado do momento possui todos nas, lições práticas e truques para se os aminoácidos essenciais que o corpo precisa. dar bem no mundo gourmet. Assuntos É uma excelente fonte de fibras, proteínas, lipídios, vitaminas como preparar um almoço de Páscoa, e minerais. Todo esse conjunto atua no organismo como ceia de Natal sem estresse e até menu um elemento antioxidante, que reduz as taxas de colesterol para casamento. Atenção, chocólatras, ruim e equilibra taxas hormonais no organismo feminino, há um capítulo batizado de “Chocolate amenizando assim os sintomas da menopausa. A lista cake hall of fame”, só com receitas de de derivados é extensa, use e abuse: óleo, farelo, farinha, bolos de chocolate. Boa leitura! proteína texturizada (carne), leite, queijo (tofu), missô (pasta), shoyu (molho) e soja torrada fresca. NATURAL DA TERRA 10 11
    • vida saudável | P O R L E T I C I A R O C H A Gotinhas do bem A aromaterapia é uma das técnicas de cura mais antigas da história. Baseada no uso de óleos e essências, extraídos das plantas, exerce influência sutil na mente e no corpo. É só escolher sua técnica preferida – massagem, banho, compressa ou aromatizador, combinar com uma fragrância – jasmim para ansiedade, melissa para depressão, lavanda para dor de cabeça... a lista é extensa, escolha sua preferida e relaxe. Abraça que é bom... Pode acreditar, além de gostoso, faz bem à saúde, retarda o envelhecimento e aquece o coração. Estudos de psiquiatria da Universidade da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, relatam que abraçar tem relação direta com qualidade de vida. Promove troca de calor e afeto e garante ao corpo um saudável banho de hormônios – o cortisol, responsável pelo estresse, diminui, enquanto a serotonina e a dopamina aumentam, contagiando o cérebro, o que dá sensação de conforto e felicidade. Portanto, diga o que tem vontade, pois além de abrir o coração o abraço tem poder fantástico sobre o bem-estar e a saúde. Prebióticos e probióticos Os nomes são estranhos, mas são alimentos parceiros para quem busca saúde e qualidade de vida. Os prebióticos são alguns tipos de fibra alimentar, carboidratos não digeríveis pelo nosso corpo. Isso quer dizer que são resistentes à ação de enzimas. Na prática, ajudam na manutenção da flora intestinal, colaboram com a absorção pelo intestino somente de substâncias necessárias ao organismo, eliminando assim açúcar e colesterol. Nessa categoria estão a cebola, o alho, o tomate, a banana, a cevada, a aveia, o mel e a cerveja. Já os probióticos são microorganismos que, quando ingeridos no leite fermentado, por exemplo, combatem a concentração de bactérias do organismo e protegem a mucosa intestinal. NATURAL DA TERRA 12
    • hortifrúti | TEMPORADA DE CAQUI DÁ COR E SABOR À NOVA ESTAÇÃO POR LETÍCIA ROCHA chegada do outono marca também a entrada do caqui nas pratelei- ras. A fruta, que tem origem asiática, difundiu-se principalmente em países como China e Japão. De lá se espalhou pelos quatro cantos do planeta e chegou no Brasil por volta de 1890, em São Paulo. Mas foi só em 1920, com a imigração japonesa, que a cul- tura ganhou força por aqui. Hoje o cultivo concentra-se em São Paulo, com 92% da produção total, com boa parte centralizada FOTOS | GUILHERME ANDRADE no sudoeste do Estado, pelos arredores do município de Itapeva, distante cerca de 300 quilômetros da capital. A região é famosa por seu clima privilegiado – é um dos lugares mais frios do país, o que garante safra extensa e produto com mais cor e sabor. Para conferir tudo isso de perto, colocamos o pé na estrada rumo ao município de Taquarivaí, onde se localiza a Fazenda Três Pinheiros, referência no mercado de frutas há 40 anos. NATURAL DA TERRA 14 15
    • hortifrúti | Pra lá de bom... Histórias à parte, o melhor mesmo é levar o caqui para casa. A fruta, além de doce e saborosa, possui fósforo, vitamina A, C e complexo B e licopeno – pigmento vermelho importante na prevenção de câncer de próstata. É rico em fibras e ajuda no combate à anemia e problemas de estômago. E não é só a fruta que tem propriedades benéficas. O chá das folhas do caquizeiro tem efeito calmante. Ao comprar, prefira o caqui meio verde e embrulhe em folhas de jornal para ama– durecer. Observe bem se a fruta não está rachada, pois nesse caso o processo de deterioração é muito rápido. Se o caqui já estiver maduro, guarde na geladeira, dura cerca de uma semana e lave ape- nas na hora de consumir. E quem pensa que só dá para utilizá-lo in natura, vai se surpreender. Quatro receitas especiais mostram que a fruta vai muito bem na cozinha, seja em uma caipirinha, uma salada e, claro, uma tentadora sobreme- Com as fotos dá para sa. Não deixe de provar! entender melhor: dois Mas e o caqui chocolate? caquis de uma mesma Se você também fez essa pergunta, João Luiz, diretor árvore. Um é chocolate vamos esclarecer essa dúvida. Ao con- da Fazenda Três apenas em parte da fruta e o outro é chocolate trário do que muita gente pensa, caqui chocolate não é uma variedade. “Todo Variedades Pinheiros: de olho na safra em toda a fruta caqui pode ser chocolate”, diz João, Quem administra essa gigantesca diretor da Boa Estrela. Na verdade, para produção de frutas – além de caqui, ser chamado de chocolate, o caqui de cultivam abacate, ameixa, atemóia, qualquer variedade precisa ter semente. maçã, nectarina, pêssego, kiwi, laranja e Segundo João, é até complicado de mexerica, é João Luiz Marques da Silva, entender porque não tem muita lógica, diretor da empresa, que é sinônimo de são coisas da natureza, já que em uma tradição no setor. “É a quarta geração da mesma árvore pode ter caqui com e sem Rama forte família nesse mercado.” Somente para semente. E a confusão não pára por • mais encontrado no mercado Fuyu a estrela da estação, o caqui, são desti- aqui: em uma mesma fruta, uma parte achatado, “molinho” e cor • é o maior entre todos os tipos nados 110 hectares, com 40 mil árvores e pode ter sementes e em outra, não. O laranja vibrante • cor suave e sabor crocante 5 mil toneladas da fruta ao ano. Durante mais importante nesse assunto tão a temporada, a produção gera de 15 a específico é que a presença de semente 100 toneladas por dia, que, no máximo em qualquer variedade de caqui ajuda 24 horas após a colheita, seguem para a fruta na liberação de tanino, substân- o Ceagesp, em São Paulo, e também cia que confere aquele famoso sabor para exportação, muito freqüente para “que amarra” na boca. “Os que não têm a Europa. A safra vai de março a julho e sementes são submetidos a um proces- prioriza quatro variedades da fruta: rama so pós-colheita chamado destanização”, Giombo Kyoto Fruta Boa Estrela forte, fuyu, goimbo e kyoto (veja carac- completa João, que certifica que só a • tamanho médio, formato ovóide • tamanho médio, formato ovóide Fazenda Três Pinheiros terísticas no boxe). variedade kyoto é 100% chocolate. • Crocante e cor amarelada • crocante e cor avermelhada www.fazendatrespinheiros.com.br tel. (11) 3834-1234 - (15) 3534-7207 NATURAL DA TERRA 16 17
    • hortifrúti | SALADA DE CAQUI PERFUMADA COM ÁGUA DE FLOR DE LARANJEIRA, FLAN CARAMELO 10 PORÇÕES 1 litro | de leite 50 g | de açúcar 1 fava | de baunilha 8 | ovos 100 g | de açúcar para o caramelo 10 | caquis descascados cortados em gomos 200 g | de açúcar (para calda) 500 ml | de água 50 ml | de água de flor de laranjeira Modo de preparo 1. Faça um caramelo claro com metade do açúcar. 2. Quando estiver na colora- ção de calda, junte um pouco de água fria para parar o cozimento. 3. Abra a baunilha pelo meio e ferva com o leite. Deixe 5 minutos. 4. Bata o açúcar com os ovos e misture aos poucos com o leite e o caramelo. Passe na peneira. 5. Encha as forminhas e cozinhe em banho-maria a 150°C. Cuidado: a água do banho-maria não pode ferver. Deixe resfriar. 6. Faça uma calda com o restante do açúcar e água. 7. Deixe esfriar e junte a água de flor de laranjeira. 8. Leve para gelar. 9. Marine os caquis nessa calda por 30 minutos. Sirva bem gelado. Dica do chef: se desejar, substitua o flan por pudim de leite ou sorvete de FOTO | PAULO MERCADANTE caramelo. Receita do chef Christophe Besse All Seasons Alameda Santos, 85, Paraíso Tel. 3177-0436, São Paulo, SP NATURAL DA TERRA 18
    • A Fazenda Palmares, em Porto Seguro, hortifrúti | Sul da Bahia, é palco desde 1987 de uma revolução no plantio de mamão. É lá que a Gonsalez Comércio de Frutas implantou o projeto do Mamão Haway Sunrise, variedade que se destaca pelo sabor, qualidade, visual e durabilidade. É por este motivo que a Gonsalez WT PUBLICIDADE é a número 1, quando o assunto for mamão. FOTO | PAULO MERCADANTE SALADA DE CABRA COM CAQUI MARINADO E MINIAGRIÃO Modo de preparo 1. Polvilhe os caquis com o glaçúcar, junte o manjericão e marine por duas 4 PORÇÕES horas em geladeira. 2. Tempere o agrião com azeite, sal e pimenta-do-reino. 8 fatias | de queijo Sainte Maure de 3. Coloque a fatia de caqui no meio das duas de queijo de cabra. 5 mm de espessura 8 fatias | de caqui maduro (mas firme, Montagem descascado de 7 mm de espessura) 1. Sirva com torradas e manga cortada em brunoise. Combina como entrada ou Glaçúcar a gosto como uma salada de queijo servida depois do prato principal ou para um coquetel. 4 folhas grandes | de manjericão 4 bouquets | de miniagrião Receita do chef Christophe Besse 100 ml | de azeite extravirgem All Seasons Av. Dr. Gastão Vidigal, 1946 Vila Leopoldina Sal e pimenta-do-reino a gosto Alameda Santos, 85, Paraíso, tel. 3177-0436, São Paulo, SP Pav: HFD Box: 86 CEAGESP São Paulo - SP 05316-900 Tel: (11) 3643-7426 / Fax: 3834-1276 NATURAL DA TERRA 20 egonsalez@uol.com.br www.frutasgonsalez.com.br
    • WT PUBLICIDADE hortifrúti | A Jacareí Agricultura e Comercio é uma empresa conceituada no meio agrícola por sua alta eficiência no cultivo de hortaliças. CAIPIRINHA DE CAQUI COM CAPIM-LIMÃO Em 35 anos, a família Lopes construiu uma estrutura respeitável, com 6 1 PORÇÃO propriedades localizada em São Paulo 30 g | de caqui picado 30 ml | de xarope de açúcar (Aracilia, Igaratá, Jacareí, Jarinú, Santa 50 ml | de cachaça Brasil a Gosto Isabel) e Andradas em Minas Gerais, 40 g | de gelo 2 tiras | de capim-limão responsáveis hoje pela produção diária de mais de 120.000 unidades de alface. Modo de preparo 1. Macere o caqui com o xarope de açúcar. 2. Adicione o gelo picado e em seguida a cachaça. 3. Enfeite o copo com o capim-limão. FOTO | GUILHERME ANDRADE Av. Dr. Gastão Vidigal, 1946 Receita do barman Alberto Ferreira Vila Leopoldina – Pav: MLP Rua Prof. Azevedo do Amaral, 70, Box: 201 à 204 – CEAGESP Jardim Paulista, São Paulo, SP São Paulo - SP – 05314-000 Tel: (11) 4656-2799 / 3643-9077 vendas@jacareiagricultura.com.br NATURAL DA TERRA 22 www.jacareiagricultura.com.br
    • produtos da estação | B SALADA XIMENA 2 P O R Ç Õ E S 1 | avocado maduro 1 | laranja bem doce 1 rodela | de queijo de cabra tipo Saint Maure Folhas de manjericão grandes Azeite de oliva extravirgem, vinagre balsâmico envelhecido, flor de sal, pimenta-do-reino moída na hora AVOCADO É DELICIOSO NA COZINHA 1 | baguete E AMIGO DA SAÚDE Modo de preparo POR LETICIA ROCHA 1. Descasque a laranja, separe os gomos cuidadosamente, e, com uma faca peque- na e afiada, tire a pele e as sementes de s primeiros registros de avocado – uma versão menor do abacate cada gomo. A receita precisa de 12 gomos – na história apontam sua origem há milhares de anos no México, de tamanho similar. Se faltarem gomos, algumas regiões da América Central e norte dos Andes. Mas essa pegue outra laranja. 2. Tire as folhas de variedade de abacate só ganhou plantio em larga escala no início manjericão dos galhos e escolha as 12 do século XX, depois que agricultores do estado americano da maiores. Deixe-as inteiras. Lave e seque- Califórnia apostaram alto no seu cultivo. No Brasil chegou em 1975, as com papel toalha. 3. Corte duas rodelas através do engenheiro agrônomo Paulo Roberto Leite de Carvalho, do queijo de cabra de mais ou menos 2 que desenvolveu projetos com a fruta no país. Depois de algumas expe- centímetros. 4. Corte seis fatias de 1,50 cm riências, lançou em 1996 o avocado no mercado nacional com sucesso. O produ- de baguete. 5. Corte o avocado na metade to leva o selo de sua propriedade, a Fazenda Jaguacy, localizada em Bauru, no e separe as duas partes sem quebrar. Tire interior de São Paulo. Em uma área de 650 hectares, destina exclusivamente 100 o caroço com cuidado. Corte cada metade hectares para o avocado e totaliza colheita de 60 mil caixas ao ano. em seis “gomos” e tire a pele. E o investimento deu tão certo que a fruta conquistou o paladar dos consumido- res mais exigentes, graças ao sabor intenso e pura cremosidade. Segundo Hugo Montagem Delgado, do restaurante Obá, em São Paulo, o brasileiro está aprendendo a usar 1. Escolha servir em pratos grandes, fun- (e gostar) da fruta em receitas salgadas, já que por muito tempo muita gente só ciona bem com pratos brancos, mas fica estava acostumada a provar a tradicional vitamina com leite. “É um ingrediente lindo em pratos vermelhos, amarelos, que tem textura, sabor, cor e perfume. É uma festa para os sentidos,” diz Hugo, pretos ou transparentes. 2. Coloque no gourmet de mão cheia, que especialmente para a Natural da Terra revela suas centro de cada prato uma rodela de queijo receitas preferidas com avocado. A primeira é a guacamole, um ícone da cozinha de cabra. 3. Com o manjericão, a laranja mexicana, feito com tomate, limão e cebola. Outra dica é investir em saladas, que e o avocado, faça um leque ao redor de preparou com laranja, manjericão e queijo de cabra. 3/4 partes da circunferência do queijo de cabra com a ponta das folhas para o exte- Rico em vitaminas rior do prato e alternando entre cada um E não é só na cozinha que a fruta faz bonito. O avocado é uma poderosa fonte dos ingredientes. 4. Tempere com fios de de saúde. É rico em minerais, vitaminas, proteínas, potássio e fibras e até já foi azeite e aceto balsâmico a gosto. 5. Dê um FOTO | GUILHERME ANDRADE considerada por especialistas uma das mais nutritivas da natureza. Seu consu- último toque com a flor de sal e a pimenta- mo é benéfico para o coração, envelhecimento, cãibras, impotência, equilibra o do-reino. 6. Complete os leques com três colesterol e combate os radicais livres. fatias de baguete para cada prato. Fazenda Jaguacy Receitas de Hugo Delgado Tel. (14) 3288-9224 Restaurante Obá www.jaguacy.com.br Tel. (11) 3086-4774 NATURAL DA TERRA 24 25
    • produtos da estação | B GUACAMOLE DO HUGO 4 P O R Ç Õ E S 1 | avocado picado em cubos pequenos ou médios 1 | tomate picado em cubos do mesmo tamanho do avocado 1/2 | cebola picada em cubos (não tão pequenos, mas menores que os do tomate e do abacate) 2 g | pimentas jalapeño verdes mexicanas ou dedo-de-moça ardidas finamente picadas 1 dente | de alho finamente picado 30 folhas | de coentro picadas grosseiramente Suco de 1 limão Sal e pimenta a gosto Modo de preparo Misture todos os ingredientes com um garfo e vá amassando o avocado até ficar uma pasta. A pasta não deve ficar uniforme, os ingredientes podem ficar em pedacinhos. FOTO | PAULO MERCADANTE NATURAL DA 26 NATURAL DA TERRA TERRA 26
    • produtos da estação | B RICA EM FIBRAS E VITAMINAS, A VAGEM É ITEM OBRIGATÓRIO NA LISTA DE COMPRAS POR LETÍCIA ROCHA SALADA DE FEIJÃO 8 P O R Ç Õ E S 300 g | de vagem 180 g| de feijão-fradinho radicional na mesa brasileira, a vagem é um tipo de feijão originário da América 150 g | de feijão raio de sol vermelho Central, que chegou à Europa no século XVI, de onde foi difundida pelo mundo. ou fava rojada É aquele tipo de leguminosa que sempre deve estar presente em seu prato, 1/2 | cebola pois é rica em fibras, possui grande quantidade de vitaminas A, C e do comple- 120 g | de bacon xo B, fósforo, potássio, cálcio e ferro. Além de muito saudável, tem baixo valor 1 ramo | de hortelã calórico, com cerca de 36 calorias para cada 100 gramas. 4 unidades | de cebolinha Os tipos mais comuns são a manteiga, que é mais achatada e a macarrão, mais 60 ml | de vinagre de maçã arredondada. Fique de olho quando for às compras. Para saber quais estão mais 80 ml | de azeite ou óleo de milho frescas, escolha vagens inteiras, tenras e com cor verde uniforme e brilhante. Nunca leve as que estiverem escuras nas extremidades e com sementes bem formadas, que indicam que o produto está passado – a vagem fresca tem semen- Modo de preparo tes bem pequenas. 1. Deixe os feijões de molho de um dia para Se conservadas em geladeira no saco plástico duram até uma semana. Só lave outro em recipientes separados. 2. Coe os na hora do preparo e, em seguida, corte as pontas e retire o fio das laterais. Para feijões e cozinhe cada tipo em uma panela congelar, lave novamente, deixe-as inteiras ou corte-as em pedaços grandes. com água e sal até ficarem macios e sem Faça o pré-cozimento em água fervente por 2 minutos ou no vapor por 3 minutos. desmanchar. Mantenha o mínimo de água Em seguida, coloque-as em água gelada pelo dobro do tempo utilizado no pré- possível, só para cobrir, pode acrescentar cozimento. Escorra a água, seque as vagens com papel absorvente, coloque-as mais enquanto cozinha. 3. Limpe a vagem em uma bandeja ou em outra vasilha aberta e leve-as para congelar. Após esse retirando as pontas, cozinhe rapidamente congelamento, retire-as do freezer, coloque-as em saco plástico e leve novamen- em bastante água fervendo com sal, cozi– te ao freezer. O tempo de congelamento possível é de 12 meses. nhe até ficar al dente, mas mole por dentro, Para preservar todas as suas propriedades, cor, sabor e crocância, basta alguns logo depois de cocção dê choque térmico minutos na panela. Para descongelar, use água fervente com sal ou utilize a em água gelada. Corte as vagens em peda- FOTO XXXXXXXXXXXXXXXXXXX vagem congelada diretamente na receita. Muita gente apenas utiliza a vagem ços de 2 centímetros. 4. Corte o bacon em sopas e refogados, mas dá para usá-la em criações refinadas e cheias de em cubos pequenos, frite até ficarem cro- FOTOS| |PAULO MERCADANTE estilo. É o que comprova experts da alta gastronomia como a chef Silvia Percussi, cantes. Escorra o excesso de gordura. 5. do conceituado restaurante Vinheria Percussi, que sugere o Tortino di fagiolini Fatie a cebola fina e pique as ervas frescas. e pomodori, um tipo de torta italiana que leva vagem, ricota e creme de leite 6. Misture todos os ingredientes e ajuste o fresco. Já a chef Andrew Scott Bushed, do Centro de Gastronomia do Senac-SP, tempero com sal. indica uma salada com vagem, feijão-fradinho e favas. Combinações inusitadas que aguçam o paladar! Receita do chef Andrew Scott Bushed NATURAL DA TERRA 28 24 29 25
    • produtos da estação | B TORTINO DI FAGIOLINI E POMODORI 8 P O R Ç Õ E S Recheio 300 g | de vagens finíssimas cozidas e firmes 100 g | de ricota fresca 100 g | de creme de leite fresco 2 colheres (sopa) | de leite 2 | ovos Sal e pimenta-do-reino a gosto 20 g | de parmesão ralado 2 | tomates 2 colheres (sopa) | de azeite Massa 300 g | de farinha de trigo 160 ml | de leite 1 colher (sopa) | de fermento seco 4 colheres (sopa) | de azeite 1 colher (chá) | de açúcar Sal a gosto Modo de preparo Recheio 1. Em uma vasilha, coloque as vagens cortadas em rodelinhas. 2. Junte o leite, a ricota, o creme de leite, os ovos, o par- mesão, o sal e a pimenta. Mexa bem. Massa 1. Misture a farinha de trigo com o leite, o azeite, o açúcar, o sal e, por último, o fermento. Misture até obter uma massa homogênea. Montagem Abra a massa e coloque-a em uma assa- deira untada com azeite, distribua sobre a massa as vagens cortadas e os tomates cortados em rodelas. Asse em forno preaquecido a 190º C durante 30 minutos. FOTO | GUILHERME ANDRADE Receita da chef Silvia Percussi Vinheria Percussi Tel. 3088-4920 NATURAL DA TERRA 30
    • produtos da estação | B lecrim, manjericão e sálvia, apenas para ficar em alguns exemplos, são ervas obrigatórias na cozi- nha de todo gourmet. Potentes e aromáticas, elas possuem o dom ERVAS AROMÁTICAS SÃO TÃO PODEROSAS EM SABOR QUE PODEM de definir o futuro de um prato. Usadas com parcimônia, comple- DECRETAR A EXCELÊNCIA OU AS CRÍTICAS A QUALQUER RECEITA tam e enriquecem qualquer pre- paração. Em excesso, podem dominar os outros ingredientes e arruinar toda a receita. Testar sempre é a solução. A seguir, listamos as principais, seus usos e virtudes. Alecrim Do árabe, al-iklil, veio a denominação alecrim (Rosmarinus officinali, nome científico) dessa planta cheirosa que cresce em solos rochosos, geralmen- te próximos ao mar, daí o nome latino ros marinus, que significa “o orva- lho que vem do mar”. Originária do Mediterrâneo, essa planta que cresce forte e robusta, possui folhas pontia- gudas verde-escuras, e em tempos de florescência ganha miniflores bran- cas, azuis ou lilás. De sabor pungente e dominante, o alecrim, também cha- mado de rosmarinho ou rosmaninho, é uma erva que tempera bem carnes (porco, cordeiro e caças), aves em geral, sopas e cozidos. Apesar da clássica mistura de alecrim seco com tomilho e outras ervas do Mediterrâneo, mais conhecido como ervas da Provença (herbes de Provence), geralmente deve ser usado sozinho para não roubar o sabor de outras ervas. Sua combina- ção com carnes grelhadas e assados & e com batatas é perfeita. POR DANIEL RIZZO I FOTOS GUILHERME ANDRADE I PRODUÇÃO CRISTINA ESQUILANTE NATURAL DA TERRA 32 33
    • produtos da estação | B & Hortelã Pode ser usada em temperos, em chás, e em algumas bebidas alcoólicas. Como medicamento, geralmente Manjericão aproveitado na forma de chá, facilita a digestão e impe- De folhas verdes, de tamanhos variados, com pequenas flores brancas, o manjericão está entre as ervas mais sensíveis e frágeis, e jamais é confundido devido ao seu aroma que reina absoluto. A planta que leva & de a formação de mucos, alivia cólicas de estômago e possui efeito calmante. Na culinária, combina com toma- te, pepino, iogurte e abobrinha. É largamente consumida o nome científico Ocimum basilicum é originária da Índia e possui repu- pelos árabes, que a utilizam seca ou fresca, misturada tação sagrada em vários países, inclusive no de origem. É muito comum com coalhada seca e azeite, em pratos quentes e como encontrar manjericão plantado em volta de templos hindus. Acredita-se ingrediente de chás quentes ou gelados. Na Índia, suas que traz boa sorte. Diversos tipos de manjericão crescem em diferentes folhas frescas são utilizadas em chutneys para acompa- regiões do mundo e cada um possui características próprias, alguns mais nhar os curries (ensopados). Vai bem com couscous mar- aromáticos e outros mais saborosos. Além do uso medicinal -- indicado roquino e na forma de geléia é o par clássico com a carne para tratamento de enxaquecas, tensão nervosa e insônia, por possuir Salsa de cordeiro. No preparo de drinques tem efeito refrescante propriedades desinfetantes -- é na cozinha que seu frescor exala com mais Planta herbácea que alcança 15 cm de altura como é o caso do famoso Mojito, de origem cubana, que força. Como o seu óleo essencial é muito volátil e evapora rapidamente e possui talos floríferos que podem chegar ficou imortalizado através do escritor Ernest Heminguay, quando submetido ao calor, a erva fresca só deve ser adicionada ao final a exceder 60 cm com pequenas flores ver- que sorvia vários em um de seus bares favoritos, o La Sálvia das preparações, depois de terminado o cozimento, ou em pratos frios, des amareladas. O cultivo da salsa faz-se há Bodeguita, em Havana. Forte e com muito sabor, a sál- para não sofrer danos. Muitos dos usos do manjericão se deve à culinária mais de 300 anos, sendo uma das plantas via deve ser usada sozinha e com italiana, talvez por causa da sua afinidade com o tomate, que faz com ele aromáticas mais populares da gastronomia parcimônia, para que não roube o saborosos molhos frescos. Pode ser também utilizado em temperos de mundial. As folhas de todos os tipos de salsa sabor dos demais ingredientes. saladas, sopas e como decoração de pratos. são ricas em vitaminas A, B1, B2, C e D, isso Orégano Nascida de um arbusto pequeno e O ingrediente fresco ganha enorme destaque na região da Ligúria, com o se consumidas cruas, já que o cozimento Quase sempre associado a pizzas, cheiroso, é uma erva originária do famoso pesto genovês. Esse molho para massas é feito com grandes quan- elimina parte dos seus componentes vita- molho de tomate e temperos de sala- Mediterrâneo. Os gregos e romanos tidades de folhas de manjericão, pinolis (ou nozes), óleo de oliva e queijo mínicos. A reprodução é feita por sementes, da, o orégano é uma erva perene de a consideravam uma erva sagrada. parmesão e pecorino. O resultado é um molho saborosíssimo e igualmente num local ensolarado e em solo que não seja sabor inesquecível. A planta, que Já os chineses a apreciam como perfumado, que tanto pode ser servido com espaguete ou gnocchi, ou se demasiado compacto. Também pode ser cul- chega a quase 40 cm de altura, possui chá. Na culinária, a sálvia tem inú- presta para dar um toque perfumado em sopas, ou mesmo condimentar tivada em vasos fundos em uma janela enso- diversas florzinhas de cores múltiplas, & meras utilidades. É excelente para torrada. Na França, o pistou, semelhante ao pesto, é usado para incremen- larada. As folhas frescas e tenras da salsa, e freqüentemente é confundida com a temperar embutidos e dá um sabor tar sopas, mas não leva pinolis na receita. simplesmente cortadas, são ideais para tem- manjerona, mas suas folhas são mais delicioso a omeletes e queijos. Vai perar quase todos os tipos de prato. aveludadas e seu sabor se aproxima & bem com carnes e massas e con- mais ao do tomilho. Antes de ser apro- & fere um toque especial ao purê de priado pela cozinha italiana, o orégano maçã. A erva tem propriedades era amplamente utilizado pelos gregos, tônicas e estimulantes e ajudam que temperavam carnes e também na digestão. aromatizavam vinhos. De nome cien- tífico Origanum vulgare, a versão da erva seca conserva o perfume e quase todo o frescor do orégano fresco, um pouco mais difícil de se encontrar. E, quando colocado nas preparações, suporta tempo mais longo de cozi- mento, sem perder suas propriedades. É difícil imaginar receitas à parmiggia- na sem seu sabor marcante. Seco ou fresco é ideal para temperar saladas, molhos de tomate, azeitonas, queijos frescos e mussarela, carnes e marina- das. O chá de orégano é indicado para enjôos do mar. NATURAL DA TERRA 34 35
    • tentações OBJETOS DE DESEJO PARA CANDIDATOS A & P O R CHEF OU GOURMET C R I S T I N A E S Q U I L A N T E Para virar chef Essa superbatedeira da West Bend vai ajudar você a criar um grande leque de delícias. Possui 12 Cozinha bem equipada velocidades, com dois ganchos reforçados para massa, dois bowls de aço inox e cabeça removível. Uma seleção de equipamentos que Fúcsia Casa. Preço sugerido: vão ajudar você a fazer bonito em R$ 899 suas próximas incursões culinárias & & Olé espanhol Para preparar com maestria a paella (veja receita na página 54) usar a panela correta é fundamental. Nossa dica é o modelo da linha Gelar com profissional da Multiflon, com antiaderente. Tem 36 cm de diâmetro. Santa Cozinha. estilo Preço sugerido: R$ 107 Refrigerador GE Eletrônico Titanium 410. O porta-latas e as prateleiras podem ser colocados em diversas alturas ou podem ser deslizados O creme horizontalmente pela porta. O gelo fica de la crema & na porta, liberando muito mais espaço no interior do freezer. Nas grandes Com esse sifão da ISI, modelo redes, com preço sob consulta. Dessert Whip, seu creme de chantilly vai ganhar ainda & mais qualidade. É um charme em qualquer cozinha. Pinheirense. Sob consulta Café bem tirado A cafeteira da Oster faz café para até 12 xícaras. Possui seletor de intensidade, que regula para uma bebida mais forte ou fraca. Possui também sistema antigotas, que permite servir algumas doses mesmo antes do término do preparo. Oster. Preço sugerido: R$ 433 ENDEREÇOS: • Fúcsia Casa – Av. Cotovia, 882, tel. 5533-5045. • Oster Sac 3392-2202 • Pinheirense - Av. dos Imarés, 437, tel. 5098-7333. • Santa Cozinha – Rua João Cachoeira, 1346, tel. 3849-2439 NATURAL DA TERRA 36 37
    • antigamente a ânfora era Os melhores vinhos e azeites reunidos em um só lugar utilizada para tranportar os melhores vinhos e azeites. Para se obter um azeite de “O vinho molha e tempera qualidade, é necessário os espíritos e acalma as escolher entre os 600 ti- preocupações da mente... pos de azeitonas existen- ele reaviva nossas alegrias tes no mundo uma combi- e é o óleo para a chama nação perfeita para extrair da vida que se apaga. Se o seu mais puro sabor e você bebe moderada- aroma. Em um azeite mente em pequenos extra virgem a aci- goles de cada vez, dez não pode superar o vinho gotejará em 0,8%, acima disso já é seus pulmões como o considerado azeite vir- mais doce orvalho da gem comum. Mas isso manhã. Assim, então, o não é o mais importante. vinho não viola a razão, O índice de polifenóis e a mas sim nos convida gen- colheita dos frutos em perfei- tilmente à uma agradável ale- to estado de amadurecimento, gria.” Sócrates são uns dos fatores que determina a qualidade de um azeite. hoje fazemos isso para você. Av. Ibirapuera 2907 - 15º andar - Conj. 1517 Moema - 04029-200 - São Paulo - SP Produtos importados e distribuídos exclusivamente pela D’olivino. Fone: 11 5532-1820 - Fax: 11 5561 -5377 Av. Hugo Musso 2165 Rua Muniz de Souza 251 Itapuã - Vila Velha - ES Cambuci - São Paulo - SP - 01534-000 Fone: 27 3031-4321 Fone: 11 3203-2250 - Fax 11 3277-5694 Herdade da Figueirinha - Wine Masters Challenge 2006 Fonte Mouro 2003 - Medalha de ouro 2006 MUNDUSvini Great International Wine Awards. Rua Willian Booth 625 Rua Laurindo Januário da Silveira 5473 - Sala 02 Fonte Mouro Garrafeira 2003 - Medalha de ouro 2006 MUNDUSvini Great International Wine Awards. Boqueirão - Curitiba - 81650-120 Porto da Lagoa - Lagoa da Conceição - SC - 88062-201 azeite de oliva, vinhos e longevidade Ravanal - Medalha de ouro de melhor Carmenère do mundo no Internacional Competition CARMENÈRE AL MUNDO. azeite de oliva, vinhos e longevidade Fone: 41 9922-3400 Fone: (48) 3234-6244 www.dolivino.com.br Azeite Romeu - TOP 15 no guia italiano “L’Extravergine” - Melhor azeite do mundo na categoria método tradicional de prensagem. www.dolivino.com.br
    • setor | Cozinha oriental Para os amantes da saudável culiná- ria oriental, foi criado um sushi-bar, com o mesmo padrão de qualidade encontrado na peixaria da loja. O cardápio é farto. Os peixes são fres- quíssimos. Sushis e sashimis podem ser degustados em pares ou nos combinados onde são apresentados com grande variedade. Uma novida- de é o cardápio com pratos quentes, com estrelas como o filé de salmão ao molho de maracujá. Funciona de A NOVA LOJA DO NATURAL DA TERRA, NO BAIRRO segunda-feira a domingo, das 11h00 DO BROOKLIN, É UMA VERDADEIRA TENTAÇÃO às 21h30. PARA QUEM GOSTA DE COMER BEM P O R H O R S T K I S S M A N N | F O T O S G U I L H E R M E A N D R A D E - TA D E U B R U N E L L I & oderno e atraente, o novo Experimente espaço foi pensado para os combinados facilitar o dia-a-dia das pes- com sushis e soas. Onde você encontrará sashimis produtos semi-acabados que ficam prontos em ins- tantes. Por outro lado, os clientes gourmet, que têm prazer em escolher um a um os melhores ingredientes que fazem parte de suas fabulosas receitas, também Lancheteria estão atendidos de maneira per- Entre uma comprinha e outra, nada sonalizada, graças a uma treina- melhor que alguns minutos de des- da equipe que está à sua inteira canso para um gostoso lanche. Em disposição. sua próxima visita ao Natural da Terra, Além disso, conta com amplo não deixe de conhecer nossa lanche- estacionamento gratuíto e com teria. Boas opções de almoço são as manobristas. Veja algumas das saladas, que podem ser acompanha- especialidades dessa superloja. das por grelhados. O lanche da tarde não foi esquecido, escolha entre sal- gados, lanches naturais ou light, san- duíches, pastéis, e nosso saboroso beirute. Funciona de segunda-feira a domingo, das 7h30 às 21h30. NATURAL DA TERRA 40 41
    • setor | Peixaria Os peixes vêm de várias par- tes do país e são transpor- tados de avião, para garantir o maior frescor e seguran- ça para nossos clientes. A variedade é grande: badejo, pescada, namorado, atum, salmão, sempre oferecidos em diversos cortes. Boas o p ç õ e s s ã o fr u t o s d o m a r: camarão, polvo, lula, mexi - lhão, carne de siri, vôngole, todos monitorados por uma equipe de nutricionistas. & Cuidado máximo nos pescados e frutos do mar Açougue Cortes especiais das melhores marcas são um con- vite para um churrasco perfeito. Lingüiças variadas agradam a todos os gostos. Uma das preciosidades são as da marca Ceratti. Carnes exóticas, como javali e cordeiro, também são destaques do setor. & Padaria Aqui, fazemos questão de dificultar sua escolha. Um pão é mais delicioso que o outro! A minirrosca de torresmo é uma sensação. O mini-dog americano é envolto em uma crocante fatia de bacon; outra novidade são as pequenas cia- batas recheadas com presunto e queijo, romeu-e-julieta, doce de leite ou queijo. Pães sempre O petit-four é oferecido nas versões doce e salgada, sem falar nos tradicionais fresquinhos a pães de metro que podem ser encomendados com um dia de antecedência. toda hora NATURAL DA TERRA 42 43
    • setor | Frutas Vegetais Lindas, saborosas e suculentas, As prateleiras são a extensão são destaque em toda a rede. das hortas no campo, abasteci- As frutas tropicais chegam das diariamente com produtos de vários estados brasileiros, frescos que são higienizados sempre embaladas com todo e embalados cuidadosamente. o cuidado para que conservem Ve r d u r a s h i d r o p ô n i c a s , p r o - seu frescor. As importadas não dutos orientais, cogumelos, deixam por menos. Experimente palmito pupunha e dezenas de a tangerina espanhola. Se você er vas, pimentas e temperos gosta de novidades, não deixe prometem realçar o dia-a-dia de conhecer nossa seção de da sua cozinha. frutas exóticas, trazidas de todo o mundo. Agora, por exemplo, é hora de se esbaldar com as variedades de caqui. & O frescor da horta em sua casa & Todas nossas frutas são selecionadas, é impossível escolher uma só NATURAL DA TERRA 44 45
    • páscoa | B SALMÃO SOBRE GAZPACHO DE AMÊNDOAS É HORA DA CELEBRAÇÃO UNIVERSAL, NA 4 P O R Ç Õ E S QUAL OS HOMENS INDEPENDENTEMENTE 4 postas | de salmão de 150 g cada uma 120 g de | salmão defumado fatiado DE CREDO E ORIGEM, COMEMORAM E 50 g | de amêndoas sem pele LOUVAM O PRÓPRIO FENÔMENO DA VIDA 2 dentes | de alho Azeite extravirgem a gosto POR REGINALDO MELO 50 ml | de vinagre de champanhe ou vinho branco 30 g | de ovas de salmão história é antiga, e a versão oficial todo mundo aprende desde 2 fatias | de pão de fôrma sem casca pequeno, mas é sempre bom lembrar que a Páscoa celebra a res- surreição de Cristo que, depois de morrer na cruz, teve seu corpo colo- cado em um sepulcro, onde permaneceu até sua ressurreição, quando Modo de preparo seu espírito e corpo foram reunificados. É o dia santo mais importante Gazpacho da religião cristã, quando as pessoas vão às igrejas e participam de 1. Coloque as amêndoas em uma panela cerimônias. Assim, através dos séculos, todos os homens prepa- e cubra com água. 2. Levante fervura e ram-se para, nesta época do ano, universalmente render homenagem à ressur- cozinhe em fogo baixo por 5 minutos. reição da vida. Retire do fogo e deixe esfriar totalmente. A maioria das tradições do feriado religioso da Páscoa está contida nos rituais 3. Coloque as amêndoas com a água no li– pagãos, o que gerou grande variedade de lendas, ícones, símbolos e costumes, quidificador. Acrescente os dentes de alho que passaram a fazer parte da celebração. O Domingo de Páscoa, por exemplo, é e as fatias de pão e ligue o liquidificador. marcado pela alegria em reunir a família e também pela presença do chocolate 4. Com liquidificador ainda ligado acres- que assume o formato de ovo de Páscoa, aparecendo sob vários tamanhos e cente o vinagre e em seguida o azeite aos cores. No português, como em muitas outras línguas, a palavra Páscoa origina- poucos. 5. Bata até obter um creme bem se do hebraico Pessach. Os espanhóis chamam-na festa de Pascua; os italianos liso; acrescente mais água se necessário. Pasqua; e os franceses Pâques. A festa tradicional associa a imagem do coelho, Tempere com sal e pimenta e reserve. um símbolo de fertilidade, com os ovos pintados com cores brilhantes, que repre- Salmão sentam a luz solar. 1. Tempere cada posta de salmão com sal e pimenta. 2. Em uma frigideira antiaderen– Páscoa cristã e judaica te aquecida, derrame um fio de azeite. 3. Os dois povos comemoram a data de maneira distinta. Os judeus celebram a liber- Coloque o salmão, grelhe somente de um tação do povo hebreu por Moisés na passagem pelo Mar Vermelho, enquanto a Cristã lado deixando o outro lado cru. Retire e comemora a libertação de Cristo pela sua ressurreição. Embora sejam distintas em resfrie. 4. Enrole cada posta em fatias de sua essência, ambas abordam o mesmo tema da libertação. salmão defumado e reserve. A festa de Páscoa tem origem numa tradição judaica, muito antes da vinda de Montagem Cristo. Essa festa recordava momentos significativos do povo hebreu (judeu). 1. Em um prato espalhe uma porção do gaz- Inicialmente, começou com a cerimônia das primícias, quando se apresentava a pacho de amêndoas e sobre ela o salmão FOTOS | PAULO MERCADANTE Deus o primeiro feixe da colheita. Um outro momento a ser lembrado era o do ritual semigrelhado. 2. Distribua as ovas sobre o da imolação do cordeiro e a atitude de comer pães ázimos, que recordava o grande gazpacho desenhando um círculo em volta acontecimento da libertação do Egito e da aliança no Sinai, bem como a entrada na do peixe. Terra Prometida. Para os judeus ela é celebrada no primeiro dia de lua cheia do primeiro mês do Receita do personal chef João Belezia início da primavera e dura sete dias, sendo uma festa tipicamente familiar. Um dia Tel. 5183-7159 NATURAL DA TERRA 46 47
    • páscoa | B antes da celebração faz-se uma profunda O maravilhoso chocolate limpeza da casa, procurando não deixar Foram os gregos que deram nome ao nada de fermentado. As novas gerações chocolate de “alimento dos deuses”. aprendem que só é permitido comer pães Theobrama Cacao é o nome científico ázimos – feito apenas de farinha e água, dessa gostosura. Mas a história começou assado antes que a massa fermente –, que foi com os maias e os astecas, na época relembra aos judeus a pressa que seus considerado sagrado por essas duas civi- antepassados tiveram de ter, em sua saída lizações, tal qual o ouro. do Egito. No pôr-do-sol do primeiro dia tem Vale lembrar que o chocolate foi consu- início a festa que consiste numa ceia cha- mido, em grande parte de sua história, mada Seder, palavra que significa ordem. A apenas como uma bebida. Acreditava-se cerimônia do Seder começa com a benção que ele possuía poderes afrodisíacos. do vinho ou kidush, que se bebe enquanto Foi até considerado um pecado, remédio, uma criança faz perguntas rituais sobre ora sagrado, ora alimento profano, e os o sentido do pessach. As respostas são astecas chegaram a usá-lo como moeda, dadas pelo chefe da família enquanto são tal o valor que o alimento possuía. colocados alimentos na mesa: pão ázimo, Já no século XX, os bombons e os ovos as ervas amargas, o cordeiro assado e um de Páscoa são criados como mais uma ovo que representa a destruição do templo forma de estabelecer de vez o consumo de Jerusalém. Na refeição são tomadas do chocolate no mundo inteiro. quatro taças de vinho. Depois disso as Além de ser altamente nutritivo, é rico crianças procuram a sobremesa, que é complemento e repositor de energia. escondida pelo pai no início da cerimônia. O doce é distribuído para os presentes na celebração, que depois não poderão comer nada de sólido até o fim da noite. Em segui- TRADIÇÕES PELO MUNDO da vem a benção de Ação de Graças. No SÍMBOLOS DA PÁSCOA Canadá – As crianças acreditam que o coelho de Páscoa lhe trará ovos coloridos. final da celebração do Seder é apresentado Ovo de Páscoa – Simboliza o nascimento de Jesus. Em diversas culturas também Alemanha e Áustria – Ovos coloridos de verde são muito usados. Na quinta-feira uma série de canções e melodias. simboliza o começo do universo. A pintura dos ovos representa as cores trazidas santa, povos eslavos decoravam seus ovos em padrões especiais de ouro e prata, pelo sol na primavera. A tradição dos ovos decorados chegou à Europa na Idade artistas austríacos desenhavam padrões aplicando plantas novas e pequenas em Média, levada pelos cruzados. Era prática comum entre egípcios, persas, fenícios, volta dos ovos, que eram então cozidos. gregos e romanos. Hoje em dia, claro, os de chocolate são muito mais populares. No Brasil e América Latina o mais comum é as crianças montarem seus próprios Coelhinho de Páscoa – Entre os povos da Antiguidade, a fertilidade era sinônimo ninhos de Páscoa, sejam de vime, madeira ou papelão, e enchê-los de palha ou papel de preservação da espécie e melhores condições de vida, numa época em que o picado. E, claro, ficarem esperando o coelho passar e deixar seus ovos. Muitos pais índice de mortalidade era altíssimo. No Egito Antigo, por exemplo, o coelho repre- costumam fazer marcas de patinhas com talco. sentava o nascimento e a esperança de novas vidas. Tanto no significado judeu Armênios – Costumam decorar os ovos vazios com imagens de Cristo, da Virgem quanto no cristão, essa data se relaciona com a esperança de uma vida nova. O Maria e de outras figuras religiosas. coelho de Páscoa foi trazido à América por imigrantes alemães em meados de China – Celebram o Ching-Ming, durante a festa os devotos visitam os túmulos dos 1700. Segundo a tradição, o coelhinho visitava as crianças, escondendo os ovos seus ancestrais e fazem oferendas, como refeições e doces. coloridos que elas teriam de encontrar na manhã de Páscoa. Outra lenda conta Índia – Segue a religião hindu, promove o festival Holi, para lembrar como o Deus que uma mulher pobre coloriu alguns ovos e os escondeu em um ninho para dá- Krishna apareceu. los a seus filhos como presente de Páscoa. Espanha – As pessoas reúnem-se no sábado de Aleluia para queimar um boneco que Cordeiro – Simboliza Cristo, que é o cordeiro que se sacrificou em favor simboliza Judas. de todo o rebanho. Bulgária – Pintam-se ovos cozidos e após a missa fazem-se pães pascais chamados Círio – É a grande vela que se acende na Aleluia. Significa Cristo, a luz dos povos. kolache ou kozumak. Os pães e ovos são abençoados e dados aos amigos turcos da As letras alfa e ômega gravadas querem dizer Deus é o princípio. família: padrinhos, madrinhas, pais e, após o almoço de Páscoa, cada pessoa pega seu Colomba Pascal – O bolo em forma de “pomba da paz” significa a vinda do ovo e bate nos ovos dos outros, quem ficar com o ovo inteiro terá um ano recheado Espírito Santo. Diz a tradição que essa lenda surgiu em vila de Pavia (norte da de sorte. Itália), onde um confeiteiro teria presenteado o rei Lombardo Albuino com a gulo- Suécia – Faz lembrar o Halloween americano. As crianças vestem-se de bruxos e Ovos pintados à seima. O soberano, por sua vez, teria poupado a cidade de uma cruel invasão feiticeiros, visitam os amigos e vizinhos, deixando um cartão decorado, na expectativa mão, verdadeiras graças ao agrado. de um doce ou até dinheiro. obras de arte NATURAL DA TERRA 48 49
    • páscoa | B ROBALO GRELHADO SOBRE BERINJELA AO FORNO, LEITE DE COCO E PEQUI 1 P O R Ç Ã O 1 posta de | robalo de 80 g 1 fatia grossa (2 dedos de altura) | de berinjela 200 ml | de leite de coco 30 g | de polpa de pequi Sal, pimenta-do-reino e pimenta-da-jamaica a gosto 100 ml | de caldo de peixe 30 g | de tapioca (se necessário) Modo de preparo 1. Dilua a polpa de pequi no caldo de peixe e tempere com sal e as pimentas moídas juntas. 2. Esquente o caldo em fogo baixo até levantar fervura. Avalie a espessura: se necessário, engrosse o caldo com a tapioca. 3. Reduza a 1/4 do volume o leite de coco e tempere com sal e pimentas. 4. Grelhe a berinjela em azeite, cubra com papel-alumínio e leve ao forno (180ºC) por aproximadamente 10 minutos. 5. Grelhe o peixe, já temperado com sal e pimenta no azeite e leve ao forno, separadamente, por 10 minutos. Montagem 1. Disponha o leite de coco no prato. Coloque a berinjela ao centro, o robalo sobre ela e, com o pequi, “risque” o prato sem exagerar (o pequi é muito forte). Receita do chef Píer Paolo Picchi Tel. 4612-1110 NATURAL DA TERRA 50
    • páscoa | B BACALHAU COM TORRADAS E ASPARGOS 8 P O R Ç Õ E S 2 kg de | lombo de bacalhau, deixado de molho por 24 a 72 horas, na geladeira, trocando a água três vezes ao dia 500 g | de aspargos frescos, cozidos no vapor al dente 2 xícaras | de vinho branco seco 6 dentes | de alho inteiros 1/2 litro | de azeite 1 filão de | pão italiano cortado em fatias de 1 cm de espessura Molho 1 maço de | salsinha (só as folhas) 1 xícara de | azeitonas verdes, sem caroço 1 xícara de | azeite 1 colher (sopa) | de vinagre de maçã Sal e pimenta rosa a gosto Modo de preparo 1. Retire o bacalhau da água e tire a pele e os espinhos (se desejar congelar, enxugue as postas com papel- toalha e guarde em sacos plásticos, próprios para congelamento, por até 1 mês. Na hora de usar, deixe de um dia para o outro na geladeira). Corte o bacalhau em postas grandes e passe pela água fervente por 1 minuto. Escorra e arrume em uma assadeira grande. 2. Pincele as fatias de pão com azeite e leve ao forno quente (200°C), preaquecido por 5 a 10 minutos ou até dourar ligeiramente. 3. Corte os aspargos em pedaços grandes e coloque na assadeira do bacalhau, adicione o alho, o vinho, algumas torradas e metade do azeite. 4. Leve ao forno por 25 a 40 minutos ou até o bacalhau ficar quente e borbulhar. Molho 1. Enquanto o bacalhau assa, misture todos os ingredientes, exceto o sal e a pimenta rosa e bata rapidamente no processador. Verifique o tempero e, se necessário, acrescente sal. Sirva o bacalhau em uma travessa com as torradas de pão e regue com mais azeite e com uma parte do molho. Decore com pimenta rosa e alguns aspargos inteiros e sirva o restante do molho à parte. Se achar necessário um acompanhamento, prepare um purê de batatas e leve ao forno. Pode ser servido quente ou em temperatura ambiente. Receita da foodstylist Fabiana Badra Eid NATURAL DA TERRA 52
    • passo a passo | F O PRATO ESPANHOL QUE REÚNE AMIGOS EM VOLTA DE MESAS NOS QUATRO CANTOS DA TERRA. APRENDA, PASSO-A-PASSO, COMO PREPARAR ESSA MARAVILHA POR HORST KISSMANN FOTOS PAULO MERCADANTE lguns pratos além dos o prato conquistou também o rico litoral aromas e sabores pos- espanhol, passando assim a incorporar suem o dom de serem frutos do mar como peixes, camarões, feitos para compar- mexilhões, polvo, lulas, lagostim, geran- tilhar, confraternizar do assim a paella marinheira. com amigos à mesa . Surgida na Levado pelos fenícios à Espanha, um região de Valência na Espanha, a paella ingrediente de fundamental importân- é uma dessas maravilhas. Intimamente cia para mais cor e aroma é o açafrão ligada às atividades do campo, quando – uma das especiarias mais caras do grupos de trabalhadores rurais levavam mundo. Trata-se do estigma de uma para suas refeições o arroz, óleo de flor que é extraída manualmente: são oliva, sal, além, é claro, a típica panela necessárias mais de 150 mil flores para rasa e larga que possibilita o cozimento que se obtenha um quilo dessa iguaria. por igual, chamada paella (em Valência) O restaurante Toro, em São Paulo, ou paellera. desde sua inauguração prima pelo A praticidade do preparo fez com que bom gosto, excelente serviço e cozinha o prato acabasse tornando-se popu- campeã. Comandado pelos descen- lar e itinerante. Carnes de caça como destes de espanhol Daniela Hispagnol a de coelho, bovina, pato, ou mesmo a e os irmãos Tomás e Pilar Lorente, têm suína (que passou a incorporar o prato como chef o madrilenho Julian Gil, que somente após judeus e árabes deixarem preparou o prato especialmente para a Península Ibérica), começaram a ser esta edição do Natural da Terra e reve- utilizadas nos preparos, gerando varia- lou os segredos de sua festejada paella. ções de acordo com a região de onde Agora, é com você, reúna os amigos e era preparada. Com o passar do tempo, prepare essa maravilha. NATURAL DA TERRA 50 54 51 85
    • PAELLA MARINHEIRA 4 P O R Ç Õ E S 12 | camarões grandes 1 6 8 | mexilhões com casca 600 ml | de caldo de peixe* 100 g | de ervilhas frescas 200 g | de lulas cortadas em anéis 300 g | de arroz arbório 300 g | de robalo limpo em cubos 120 ml | de molho de tomate, de preferência feito em casa Coloque o azeite numa paellera para 4 pessoas e leve ao fogo alto para aquecer. Coloque o caldo de peixe e deixe em fogo alto por mais 10 minutos. 2 colheres (sopa) | de azeite 2 colheres (sopa) | de picada* Modo de preparo Numa panela, ferva o caldo de peixe 2 7 8 com o sal a gosto e reserve aquecido. 1. Coloque o azeite numa paellera para 4 pessoas e leve ao fogo alto para aquecer. 2. Acrescente o robalo e as lulas e refogue até que fiquem dourados. Acrescente o robalo e as lulas e refogue até que fiquem dourados. Espalhe as ervilhas frescas e o sal. Acrescente os camarões. 3. Junte o molho de tomate e misture. 4. Acrescente o arroz. 5. Adicione a picada 6. Coloque o caldo de peixe e deixe em fogo alto por mais 10 minutos. 7. Espalhe as ervilhas frescas e o sal. 8. Acrescente os camarões. 9. Disponha os mexilhões. 10. Leve ao forno por mais 15 minutos a 180ºC. Retire do forno, deixe 3 9 repousar por mais 5 minutos e sirva. Os segredos do chef: * Caldo de peixe Junte o molho de tomate, espalhe e misture. Disponha os mexilhões. Coloque em uma panela: cebola, alho- poró, salsão e cenoura. Adicione somente a espinha de algum peixe branco e deixe ferver por 20 minutos. Coe e reserve. * Picada Com um pouco de água, bata no liquidificador açafrão, amêndoas fritas e alho frito. 4 5 10 Receita do chef Julian Gil, do Toro Restaurante Rua Joaquim Antunes, 224 Tel: 3085-8485, São Paulo, SP Acrescente o arroz. Adicione a picada. Leve ao forno por mais 15 minutos a 180ºC. Retire do forno, deixe repousar por mais 5 minutos e sirva. NATURAL DA TERRA 50 56 51
    • cozinha fácil | BRIGADEIRO 1 lata | de leite condensado 50 g | de manteiga 2 colheres (sopa) | de chocolate em pó Chocolate granulado a gosto Copinho 350 g | de chocolate ao leite picado APROVEITE A PÁSCOA PARA ABUSAR DO CHOCOLATE SEM CULPA Modo de preparo Brigadeiro 1. Adicione todos os ingredientes em POR LETÍCIA ROCHA uma panela. 2. Mexa sem parar. 3. Fique atento para não deixar chegar ao ponto de brigadeiro e enrolar, pois o segredo é ficar molinho. ão dá nem para imaginar Páscoa sem chocolate. Para muita gente, principalmente para os chocólatras, é a época do ano mais espera- Copinho da. Mas tanto fascínio parece ter ao menos uma explicação. O nome 1. Derreta o chocolate ao leite picado em científico do chocolate, Theobroma cacao, deriva do grego e traduz- banho-maria ou no microondas. se “alimento dos deuses”. E já que temos o pretexto dessa data festi- 2. Tempere o chocolate dando um choque va, que tal entrar na cozinha e investir em sobremesas especiais? Confira nosso manu- térmico, que pode ser em uma vasilha al do chocolate – história, dicas, tipos e receitas. Depois é só aguardar os aplausos. com gelo ou no mármore. 3. Coloque em copinhos de café descartável ou em Tipos de chocolate forminhas de brigadeiro. 4. Deixe esfriar FOTO XXXXXXXXXXXXXXXXXXX Sem leite: pode ser amargo ou meio amargo (contém açúcar) e são os mais usados nas na geladeira por 20 minutos. receitas. FOTOS| |ANTÓNIO RODRIGUES Ao leite: leite em pó ou condensado substituem uma parte da massa de cacau, é mais Montagem sensível ao calor, o que torna mais difícil o manuseio na cozinha. 1. Desenforme os copinhos e recheie com Em pó: existe o tipo alcalinizado, o mais suave, e o não alcalinizado. Ambos são muito o brigadeiro. 2. Cubra com chocolate utilizados para culinária. Mas fique atento e não confunda com os achocolatados, que granulado. possuem muito menos massa de cacau. La Vie en Douce Tel. 3088-7172 NATURAL DA TERRA 58 24 59 25
    • Segredos de uma expert Renata Arassiro é chef-chocolatière e foi eleita Embaixadora do Chocolate no Brasil, pela Callebaut, marca belga que é referência no assunto. Ela é que nos conta os man- damentos para trabalhar o chocolate com sucesso. & Compre um produto de qualidade. Tal fato é vital para um chocolate com brilho e ainda evita bolhas e manchas. & Sempre use utensílios de inox ou vidro temperado. O alumínio dá aspecto acin- zentado, principalmente com chocolate branco. & Opte por trabalhar em ambiente refrigerado em torno de 18º a 20 ºC. Use luvas de látex ou algodão, pois a temperatura das mãos faz o chocolate começar a derreter. & Antes de picar ou ralar o chocolate, confira se está bem firme. Se necessário, deixe-o na geladeira por alguns minutos antes de utilizar. Jamais coloque-o para derreter diretamente no fogo, utilize o microondas em banho-maria. & Nunca use ventilador para acelerar o resfriamento do ingrediente, isso provoca manchas, perde brilho e com aspecto de opaco. & Fique de olho ao tempo de forno, para que não passe do ponto, fique assada demais, perdendo textura e sabor. & Calma e paciência são palavras de ordem para obter sucesso com receitas de chocolate. NATURAL DA TERRA 61
    • cozinha fácil | TORTA DE BANANA E CHOCOLATE 4 P O R Ç Õ E S Massa doce 150 g | massa doce 150 g | de açúcar 1 1/2 | ovos 325 g | de farinha de trigo 75 g | de amêndoas em pó 175 g | manteiga Creme de amêndoas 100 g | manteiga 100 g | de açúcar 1 1/2 | ovos 100 g | de amêndoas em pó 2 ml | de extrato de amêndoas amarga Ganache 175 g | creme de leite 200 g | chocolate ao leite picado Recheio 2 | bananas-nanica 1 pitada | de canela em pó 1 pitada | de pimenta Jamaica 15 g | de açúcar Modo de preparo Massa doce 1. Adicione primeiro a manteiga e o açúcar, depois os ovos e a farinha de trigo e por último a amêndoa em pó. 2. Deixe gelar por 30 minutos. 3. Abra a massa, coloque em uma fôrma com diâmetro de 7 cm. Creme de amêndoas 1. Bata a manteiga com o açúcar, os ovos, a amêndoa em pó e o extrato. 2. Coloque o creme de amêndoas sobre a massa doce e asse a 180ºC por 10 minutos e deixe esfriar. Ganache 1. Ferva o creme de leite e despeje sobre o chocolate ao leite picado. 2. Deixe gelar por 2 horas. Recheio 1. Corte as bananas em rodelas. 2. Salteie na manteiga. 3. Adicione açúcar e as especiarias. Finalização 1. Coloque a banana na torta e cubra com a ganache. 2. Decore com uma rodela de banana caramelada no açúcar e chocolate. Receita da chef Mariana Hatanaka La Toque Tel. 3845-2020 NATURAL DA TERRA 62
    • cozinha fácil | TORTA DE CHOCOLATE COM RECHEIO DE PECÃS 8 PORÇÕES Massa 1 1/ 4 xícara (chá) | de farinha de trigo 2 colheres (sopa) | de cacau em pó 6 colheres (sopa) | de manteiga gelada 3 | gemas grandes 1 / 3 de xícara (chá) | de açúcar 1 pitada | de sal Recheio 2/ de xícara (chá) | de açúcar 3 1 xícara de (chá) | glucose de milho (Karo) 100 g | de chocolate meio amargo cortado em pedaços 2 colheres (sopa) | de manteiga 3 | ovos 1 1/2 | de metades de nozes pecãs 1/ 2 colher (chá) | de essência de baunilha Modo de preparo Massa 1. Em uma tigela, peneire a farinha e o cacau. Em outra tigela, adicione os ingredientes restantes e misture com um garfo. Acrescente a mistura de cacau e com as mãos, mexa até formar grumos pequenos. Coloque sobre uma FOTO | ANTÓNIO RODRIGUES superfície lisa e trabalhe a massa por 1 minuto. Forme uma bola, achate e enrole em filme plástico. Leve para gelar por 30 minutos. Recheio 1. Em uma panela, misture o açúcar e o Karo e leve ao fogo moderado, mexendo somente até dissolver o açúcar. Deixe ferver e abaixe o fogo. Cozinhe por 2 minutos. Retire do fogo e deixe esfriar. Derreta a metade do chocolate em banho-maria com a manteiga. Reserve. MINIBROWNIE COM CASTANHA-DO-PARÁ Abra a massa sobre uma superfície ligeiramente enfari– 1 2 P O R Ç Õ E S Reserve. 2. Em uma panela, aqueça a mantei- nhada, em uma circunferência grande, com espessura de 200 g | de manteiga cortada em pedaços ga em fogo baixo, junte o chocolate e misture 3 mm. Forre uma fôrma baixa, com fundo removível, de 26 100 g | de chocolate meio amargo picado até derreter bem. Retire do fogo, adicione o cm de diâmetro, untada levemente com manteiga. Aperte 2 xícaras (chá) | de açúcar açúcar e depois os ovos, mexendo um a um. as bordas e corte a massa excedente. Leve para gelar por 4 | ovos grandes Aos poucos, vá acrescentando a farinha, o 15 minutos. Enquanto isso bata os ovos até espumarem. 3 / 4 de xícara (chá) | de farinha de trigo cacau e o sal, peneirados juntos. Acrescente Acrescente a mistura de chocolate e de açúcar reser- 3 colheres (sopa) | de cacau em pó a castanha e misture. Distribua colheradas vadas e junte as nozes e a baunilha. Despeje o recheio 1 pitada | de sal da massa nas forminhas (complete 3/ 4 das sobre a massa e leve para assar em forno quente (200°C), 3 / 4 de xícara (chá) | de castanha-do-pará forminhas) e leve ao forno moderado (180°C), FOTO | ANTÓNIO RODRIGUES preaquecido, por 20 minutos. Abra o forno e com cui- picada grosseiramente preaquecido, por 30 minutos ou até que, dado polvilhe o chocolate picado restante sobre a torta. enfiando um palito, ele saia com migalhas Asse por mais 5 minutos. Retire do forno e deixe esfriar. Desenforme e sirva. Modo de preparo grudadas. Retire do forno e deixe esfriar. 1. Forre uma assadeira própria para muffins Receita da foodstylist Receita da foodstylist com 12 forminhas de papel impermeável, de Fabiana Badra Eid Fabiana Badra Eid 5 cm de diâmetro, próprias para ir ao forno. NATURAL DA TERRA 64 65
    • viagem | G CÂMBIO FAVORÁVEL, PROXIMIDADE E FACILIDADE COM A LÍNGUA FAZEM DA ARGENTINA UM DOS ROTEIROS FAVORITOS PARA OS BRASILEIROS P O R C L A U D I A E S Q U I L A N T E uenos Aires, Mendoza ou Patagônia. Não importa a cida- de ou região, a Argentina está como nunca na moda para os brasileiros. Buenos Aires, & sua charmosa capital, ofere- ce uma rota gastronômica das mais convidativas, cafés estilosos e muita cultura. Já Mendoza é o tem- O Hyatt de Buenos plo dos bons vinhos, abrigando viní- FOTOS | RICARDO CASTILHO Aires – Palácio colas modernas e passeios no meio & A Praça de Giraldo Duhau foi inaugurado de vinhedos históricos. A Patagônia com a igreja de Santo Antão recentemente na por sua vez é a contemplação da Avenida Alvear, natureza, com seus glaciares de tirar no elegante bairro o fôlego de tão belos. Veja nossas da Recoleta indicações e programe sua viagem. NATURAL DA TERRA 66 67
    • viagem | G A capital do país é um encanto. Charmosa, repleta de áreas verdes, é uma das mais cosmopolitas da América do Sul. Os argentinos são acolhedores com os turistas e estão sempre solícitos com relação a pedi- dos de informação. 2 4 Restaurantes Casa Cruz Sucre Cabaña Las Lilas 5 Localizado no fervilhante bairro de Comandado pelo chef Fernando Troca, é um dos lugares mais agitados. Sua adega Desde sua inauguração em 1997, é Palermo Soho, é um dos lugares mais é linda e conta com quase 10 mil garrafas. Da cozinha aberta, saem pratos como considerado um dos templos da boa bonitos da cidade. Tem pé-direito os langostinos com manteiga de caju; risoto com ossobuco 4 horas; e polenta carne argentina. Sua carta de vinhos Onde ir alto, paredes revestidas de madeira, crocante com tomates assados. Há também carnes grelhadas. conta com mais de 200 opções, com e trilha sonora que mistura clássicos Sucre, 676, tel. (54/11 ) 4782-9082. preços bastante atraentes. No coman- Papelaria argentinos com o melhor da atualida- do está a família Iglesias, dona da rede de. O chef é Germán Martitegui, consi- La Brigada Rubaiyat no Brasil e na Espanha. Os Palermo derado um dos melhores do país. Sua Seu nome é uma homenagem aos funcionários que tocam o salão e a cozinha. cortes preparados na grelha de car- Endereço obrigatório. Faz papéis artesanais desde 1994. São cadernos, blocos, cozinha inventiva mistura ingredientes Está localizado no centro de San Telmo, um dos bairros boêmios e interessantes vão são a pedida certa. Chegam ten- agendas e outros artigos de escritório. Tudo com muito bom gosto e charme. instigantes que podem ser atum com de Buenos Aires. Seu forte são os assados de cordeiro ou cabrito; as mollejas ros e no ponto pedido. Serviço acima Honduras, 4945, tel. (54/11) 4833-3081 favas; risoto com azeite de trufas; con- (glândula do boi), a fraldinha (conhecida como vacio) e o ojo del bife. Bons vinhos, da média. O baby beef e o T Bone são fit de pato; e polenta com queijo azul. mas o serviço deixa a desejar. pedidos certeiros. Uriarte, 1658, tel. (54/11 ) 4833-1112. Estados Unidos, 465, tel. (54/11) 4361-5557. Alicia Moreau de Justo, 516, Museu Evita tel. (54/11))4313-1336, Puerto Madero. Exposição fixa que mostra a infância do mito, a carreira de atriz, os trajes de altís- 1 3 sima costura e seu encontro com Perón. Depois da visita dá para entender melhor por que Evita é tão adorada pelos argentinos. Calle lafinur, 2988, tel. (54/11) 4807-9433, www.evitaperon.org 1. Salão interno da Onde ficar Casa Cruz. 2, 3 e 4. Fachadas do Sucre, Park Hyatt Buenos Aires – Palácio Duhau da La Brigada, e do Inaugurado recentemente na Avenida Alvear, no elegante bairro da Recoleta, é Cabana Las Lilás. 5. um show de conforto e hospitalidade. Ocupa o espaço do que um dia foi o Palácio Papelera Palermo, Duhau, construído em 1934 pelo francês Leon Dourge. endereços obrigatórios Conta com uma charmosa Vinhoteca com oferta de 350 rótulos e um Cheese & Room, com queijos artesanais e presunto ibérico. O restaurante Gioia & Terrazas e o bar Piano Nobile merecem ser conhecidos. Avenida Alvear, 1661, tel. (54/11) – 5171-1510 NATURAL DA TERRA 68 69
    • viagem | G & Onde ir Park Hyatt Mendoza Spa com tratamentos à base de uva, piscina com temperatura controlada e o Regency Casino Mendoza são algumas das atrações desse luxuoso hotel. O Bistro “M”, que serve pratos da cozinha francesa e de Mendoza; o Las Terrazas de la Plaza, com refeições leves estão & Acima, sala de barris da Zuccardi, uma das entre os melhores da cidade. gigantes de Mendoza. Abaixo, o chef Francis Todos os quartos têm no mínimo Mallman e um dos vinhos da Pulenta Estate 36 metros quadrados , com camas & 22 É a cidade perfeita para os amantes dos king-size, travesseiros e edredons de bons vinhos. Vinícolas modernas, abertas Acima, vista da Cordilheira dos Andes. Abaixo, plumas, banheira de mármore e chu- à visitação e vinhos de grande qualidade salão do restaurante 1884 veiro independentes. esperam por você. Os turistas pipocam de Chile, 1124, tel. (54/11) 261-441-1234. todos os lados, loucos para conversarem com os enólogos e aprenderem mais sobre a uva Malbec, a variedade mais emblemática do país. Clima semelhante ao Mediterrâneo, Restaurantes solo adequado, pouca chuva e a Cordilheira dos Andes como vizinha, são alguns dos 1884 ingredientes que ajudam na elaboração dos Restaurante do badalado chef Francis bons vinhos tintos do país. Os brancos ainda Mallmann, argentino que colaborou na estão melhorando. inauguração do A Figueira Rubaiyat. Está Mendoza fica quase em um deserto. Sua instalado na Bodega Escorihuela. Seu única fonte de água é o degelo das monta- cardápio é alterado a cada duas sema- nhas, que chega aos diversos pontos atra- nas, privilegiando a cozinha regional. vés de um eficaz e centenário sistema de Alguns pratos, porém, como as empa- canais. Ruas arborizadas e várias praças nadas e a grande costela feita no forno garantem o frescor e a sombra nos dias continuam sempre. Excelente carta de mais tórridos. www.winemapargentina.com vinhos, com rótulos do país inteiro. se pode obter os caminhos das bodegas e www.escorihuela.com marcar as visitas. NATURAL DA TERRA 70 71
    • Perfeita para casais apaixonados. Glaciares. Seu nome se deve a uma árvo- Fica ao sul da Cordilheira dos Andes, re espinhosa de flores amarelas e frutos abrangendo parte dos territórios da roxos, típica no sul da Patagônia. Argentina e Chile. É uma das mais belas regiões do planeta, de pai- Glaciar Perito Moreno: é o maior gla- sagens únicas e impressionantes, ciar da Patagônia, com 5 quilômetros compreendendo uma imensa área, de largura e uma altura de aproxima- limitada ao norte pelo Rio Colorado, damente 60 metros sobre o nível da ao sul pelo Estreito de Magalhães, água. Mundialmente conhecido pelos a oeste pelo Oceano Pacífico, e a seus “desmoronamentos”, quando leste pelo Oceano Atlântico. Os pon- enormes blocos de gelo se despren- tos mais altos dos Andes dividem dem e caem no mar. as Patagônias Argentina e Chilena. A Patagônia Argentina divide-se em Parque Nacional Los Glaciares: pró- duas sub-regiões: a primeira consti- ximo à cidade de El Calafate, abrange tuída por cadeias montanhosas per- cerca de 356 glaciares, como o famoso meadas por vales, bosques, lagos e Perito Moreno. geleiras, e a segunda, com extensas e áridas planícies litorâneas, cercadas El Chaltén: pequeno povoado com ruas por rica e variada fauna local. de terra e casinhas charmosas, locali- zado próximo à província de Santa Cruz. Onde ir: Está cercado por imponentes monta- nhas, como o Cerro Torre e o Fitz Roy. El Calafate: cidade localizada aos pés da montanha de mesmo nome, às Monte Fitz Roy: situado no Parque margens do Lago Argentino. É a porta Nacional Los Glaciares. Possui 3.405 de entrada para o Parque Nacional Los metros de altura.
    • perfil | N MARCELO MÉDICI O ATOR MARCELO MÉDICI, UMA DAS GRANDESREVELAÇÕES DO ANOPASSADO, FALAA NATURAL DA TERRACOMOCONSEGUE MANTERORITMOEMUMA VIDAAGITADAECORRIDA P O R M I G U E L I C A S S A T T I a vida de um ator como a do paulistano Marcelo Médici, não há tanto espa- ço para a rotina. Se, por um lado, isso pode ser traduzido como glamour, despreocupação com horários e pequenas obrigações do dia-a-dia, por outro significa que a correria de um dia pode ser maior no dia seguinte. Ensaio à tarde, peça à noite, viagem na manhã seguinte, gravações, mais ensaios, exercícios na fonoaudióloga... A agenda é cheia. Por essas e outras, ele assume: “Acabo tendo hábitos notívagos”. Quando está com alguma peça em cartaz – quando deu esta entrevista a Natural da Terra, dividia o palco com Claudia Raia no musical Sweet Charity, e terminava mais uma temporada do aclamado monólogo Cada Um Com Seus Pobrema, escrito e interpretado por ele próprio –, acaba chegando tarde em casa e descansando tarde da noite. “Até me desligar, vou dormir às 4 ou 5 da manhã...”, diz Marcelo, que costuma acordar perto do meio-dia. Apesar disso, o ator de 35 anos, que ficou conhecido do grande público ao interpre- tar o gago Fladson, na novela Belíssima, sabe se cuidar. “Meu corpo é a matéria-prima do meu trabalho”, define. Na academia, por exemplo, faz exercícios cardiorrespira- & tórios, como caminhada e corrida na esteira. Quando morava no bairro do Paraíso, costumava andar de bicicleta pelo Parque Ibirapuera, hábito mantido também durante o ano que morou no Rio de Janeiro, de frente para a praia. Atualmente começando a “Sempre que você ver gravar as primeiras cenas da próxima novela das 7, Os Sete Pecados, espera voltar a alguém de cachecol dar suas pedaladas. “Adoro passear de bike pela orla”, conta Marcelo. ou de chapéu em Quando vai a algum ambiente público, ou a algum evento barulhento, tenta não um lugar que esteja perder muito tempo ali, para não forçar a voz. “Sempre que você ver alguém de quente, pode ter cachecol ou de chapéu em um lugar que esteja quente, pode ter certeza: é um ator certeza: é um ator de de teatro”, brinca. “Temos um medo danado de pegar gripe”, cuja carreira exige que teatro”, brinca. tenha resistência física tão boa como a dos atletas e que controle com todo o cui- dado a balança. É aí que entra em cena um aspecto importante: a alimentação. NATURAL DA TERRA 74 75
    • perfil | MARCELO MÉDICI N Mesmo acordando tarde, sua primeira refeição do dia é leve: toma um café simples, um copo de suco de laranja lima feito pela avó Dolores, de 92 anos, com quem vive em um casa em uma vila no Pacaembu – e eventualmente come uma fruta, como mamão. “Não gosto de laranja, mas não dispenso esse suquinho”, diz Marcelo. Antes de ir ao palco, costuma turbinar uma porção de açaí com ingredien- tes como granola e banana, alimentos que lhe dão energia e contribuem para o porte muscular. “Também tomo muita água durante o dia”, garante ele, que até os 10 anos não Cena do espetáculo & bebia refrigerantes. “Tenho um irmão de 9 anos e não me conformo como hoje em dia as crianças têm facilidade para Pequenos Crimes hambúrgueres e essas comidas e bebidas gordurosas.” Conjugais No dia-a-dia, consome produtos light ou diet. Pão, por exemplo, só integral. Refrigerante (sim, ele voltou a tomar), requeijão, iogurte, só se for light. “Hoje em dia esses ali- mentos não têm gordura, mas seu sabor é preservado.” Só não consegue mesmo fugir é do pavê de chocolate que sua avó costuma deixar na geladeira à sua espera. “Insisto para ela não fazer, mas... sabe como é, né?”, confessa meio sem jeito. Na hora do jantar, ainda que seja tarde da noite, também não dispensa a comidinha preparada pela vovó. Em seu prato não faltam arroz integral, feijão e uma carne leve ou frango. Ex-vegetariano – diz ter pena dos animais –, Marcelo Médici não aprecia as chamadas carnes exóticas e, peixe, só se for cru e de água salgada. “Gosto da comida com pouco sal, pouco tempero e pre- parada em óleos leves, como o de canola”, lembra. Em suas saladas, de preferência feitas em casa, sempre está a alface americana, sua folha predileta. “Prefiro os produ- tos orgânicos, que têm sabor mais genuíno”, conta. “Você sente realmente o que está comendo.” As várias faces no palco, & diversão e gargalhadas garantidas NATURAL DA TERRA 76
    • espor te | L É POSSÍVE TIVIDADE EM UMA HORA DE A A DE 900 CALORIAS CERC QUEIMAR P O R G A B R I E L L E VA S C O N C E L O S ara iniciar na prática do tênis, não é necessá- bolas de tênis devem ser de fabricantes articulações. O saibro é o mais tradicional, rio ter experiência no esporte, mas sim força aprovados pela Federação Internacional composto por terra batida e coberto com de vontade para aprender e encarar um novo de Tênis e ter especificações padroni- pó de telha cerâmica vermelha, ajuda a desafio. A atividade é ideal para quem deseja desenvolver coor- zadas em peso, diâmetro, qualidade da diminuir a velocidade da bola e facilita denação motora, flexibilidade, agilidade, concentração e resistência borracha, feltro e pressão interna. a movimentação em quadra. E por fim muscular. O consumo calórico é outro ponto alto, já que por uma hora Em relação ao vestuário, as peças os de grama natural e sintética, que são & Samuel, que há 12 anos de treino o corpo chega a gastar 900 calorias – o número depende mais indicadas e apropriadas são short, mais rápidos devido ao baixo atrito da trabalha como personal da faixa etária e do biótipo físico de cada jogador. “O tênis é uma modalidade com saia, camisas e camisetas esportivas, bola com o solo. Os pisos de saibro e de tennis trainer características aeróbicas, pois existe uma alta variação de freqüência cardíaca. Você que proporcionem liberdade aos movi- grama não oferecem impactos significa- alterna momentos de repouso com movimentos de intensa explosão muscular. Por mentos. Artigos confeccionados em tivos para as articulações. isso a possibilidade de perder peso é muito acentuada”, esclarece Samuel Pereira poliéster, poliamida e elastano tornam o Lembre-se ainda que é fundamental dos Santos, personal tennis trainer há 12 anos. material leve, permitindo que o ar circule para as atividades o acompanhamen- Jogar tênis oferece ainda benefícios nas relações familiares. É cada vez maior próximo à pele e contribuindo para a eli- to do instrutor. Sua função é orientar o o número de casais adeptos do esporte, que ajuda a quebrar a rotina da relação, e minação do calor e do suor para longe do aluno, com exercícios práticos e dinâmi- para os filhos é uma maneira que a família encontra de passar mais tempo reunida. “Existem competições amadoras de duplas mistas entre casais e pais e filhos que corpo, mesmo em condições climáticas mais quentes. cos, a fim de ensinar a técnica correta, aprimorando sua eficiência nos golpes Bela das quadras recebem grande número de participantes”, revela Santos. Vale lembrar ainda que o É importante escolher ainda um cal- e nas movimentações, afastando a pos- & “Desde que nasci convivi com tênis, meu pai tênis é um dos esportes preferidos pelos deficientes físicos cadeirantes que têm çado confortável. Opte por um modelo sibilidade de lesões. era professor. Ganhei tantas coisas e oportu- como objetivo a superação. acolchoado, que dê a impressão de abra- nidades com o esporte que até hoje colho os çar o pé ao realizar movimentos, e que frutos. Aprendi o que é ser saudável, a ter Comece bem! permita o amortecimento dos choques Onde praticar disciplina, espírito de competição e outras “Antes de iniciar o exercício é fundamental alongar o corpo”, explica Santos. “O contra o solo, resultando em estabilida- Academia Oncins Tennis coisas que o esporte nos ensina. Se fosse alogamento é indispensável no início e no fim da atividade. Ele prepara a muscu- de e equilíbrio. Os movimentos do tênis, Rua Dr. João Carlos Kruel, 90 para fazer tudo de novo, faria com certeza. latura e as articulações para receber uma sobrecarga de movimentos, caracterizados por paradas e acelera- Santo Amaro, Tel.: 5183-9525 Agradeço todos os dias por ter entrado nesse beneficiando a explosão muscular e o reflexo.” ções bruscas, submetem os pés e suas David´s Tennis School esporte tão difícil de se manter. O tênis me Você vai precisar de uma boa raquete. Para os iniciantes, o ideal é articulações a duras provas. Rua São Benedito, 2.575 deu a oportunidade de fazer o projeto Instituto optar por um equipamento leve, com peso entre 250 a 300 gramas Outro ponto fundamental para quem Santo Amaro, Tel.: 5686-6848 Brilho Brasileiro, há quatro anos, com o traba- – o item vem descrito nas especificações do produto. Se o inician- está iniciando na atividade é conhecer os Unisys Arena lho de inclusão social, levando o esporte para te escolher um modelo mais pesado, pode ter problemas durante diferentes tipos de piso, que são quatro Av. das Nações Unidas, 16.741 210 crianças e jovens de escolas públicas. É o treino, como uma fadiga na musculatura local. Preste atenção ao ao todo. O mais comum é o asfáltico, que Santo Amaro, Tel.: 3759-3177 a coisa mais linda do mundo ver o brilho nos tamanho do cabo da raquete, conhecida também como empunhadu- é rápido, antiderrapante, tem como bene- Samuel Pereira dos Santos olhos deles.” ra, que precisa ser confortável para que não aconteçam lesões. Já as fício a baixa manutenção, mas agride as Tel.: 9781-5715 Vanessa Menga, 30 anos, ex-tenista NATURAL DA TERRA 78 79
    • saúde | C HÁBITOS NATURAIS QUE CONTRIBUEM PARA A SAÚDE BUCAL P O R G A B R I E L L E VA S C O N C E L L O S FOTOS PHOTOS.COM - GUILHERME ANDRADE ara manter os dentes brilhando são necessários vários fatores, um deles, talvez o mais importante, é a alimen- tação. Mas com a correria do dia-a-dia, nem sempre prestamos atenção no que comemos e logo optamos por produtos industria- Boca saudável ças que ainda possuem os chamados Doutor Eurípedes & lizados. Não que você tenha de ser radical e se Os alimentos detergentes são impor- dentes de leite. “A saúde da dentição Vedovato dá a dica: privar de alguns alimentos, mas sim controlá-los tantes para a diminuição de duas permanente depende dos cuidados na “Fique de olho na e comer em proporções maiores os chamados doenças que acometem a cavidade infância”, explica Vedovato. E para as alimentação” alimentos detergentes. Mas o que isso significa? bucal: a cárie e a doença periodontal, futuras mamães, o cirurgião-dentis- Consagrados pela odontologia, esses alimentos que ataca as gengivas. Ambas estão ta manda um recado: “Há alterações afirmar que o sorriso é o cartão de eliminam resíduos de outras comidas que ficaram relacionadas com a proliferação de hormonais durante a gestação que visita da pessoa. Aqueles que não aderidas à superfície dental. Durante o processo bactérias e a presença da placa bac- podem causar inflamações gengivais, estavam contentes dariam tudo para mastigatório, pelo atrito produzido com o dente, teriana, que são os restos dos alimen- sem falar no aumento do consumo ter dentes bonitos e saudáveis. A promove uma autolimpeza na boca. “Ao comer, tos que ficam agregados aos dentes, de carboidrato e açúcar, que geram escovação dos dentes e a remoção por exemplo, uma maçã ou uma pêra, a superfície sendo que o principal causador dessa descalcificação do esmalte e cárie”. mecânica da placa bacteriana são dos dentes está sendo limpa, ao mesmo tempo em placa é o açúcar. É recomendável evi- Portanto, ao sentir fome nos interva- fundamentais para manter a saúde que o corpo está recebendo nutrientes”, explica tar a ingestão de balas, chocolates e los das refeições, as grávidas devem bucal. “Utilize corretamente esco- o cirurgião dentista Eurípedes Vedovato. Fazem outros alimentos açucarados no inter- ingerir uma fruta, que, além de ser vas macias e orientação supervisio- parte da lista dos detergentes os alimentos que valo das refeições. Como isso nem fonte de nutrientes, limpa os dentes, nada por um profissional”, finaliza. contêm vitamina A, B6, B12, C, D, E, K, o ácido fóli- sempre é possível, o ideal é escovar prevenindo cáries e doença gengival. co, ou seja, frutas em geral, frutas secas, legumes os dentes logo após o consumo. Essa Em pesquisa recente em classes e verduras, que, consumidas cruas ou cozidas no dica vale para todas as idades, mas sociais distintas, cerca de 90% dos Doutor Eurípedes Vedovato vapor, mantêm textura e a maioria dos nutrientes. em especial o alerta vai para as crian- entrevistados foram unânimes em Tel. 3887-4433 NATURAL DA TERRA 50 80 51 81
    • beleza | C çamento de um aparelho de luz pulsada, para ficar com aquela pele maravilho- que objetiva acabar com o estufamento, sa? Oxigenoterapia. No Brasil, quem TRATAMENTOS ESTÉTICOS QUE PROMETEM ACABAR, inchaço e a barriga. Oito placas gigantes descobriu a técnica também foi Ana DE VEZ, COM A CELULITE E GORDURA LOCALIZADA de luz dissolvem, por ressonância, a gor- Luisa. Feita com oxigênio 100% natu- dura localizada, regenerando o tecido, ral, que é aplicado em forma de ina- acabando com a flacidez. lação e jatos sobre a pele por cerca P O R GA B R I E L L E VAS C O N C E L LO S de uma hora. Reduz rugas, celulite e F OTO S PAU LO M E R C A DA N T E Novidades e segredos ativa o metabolismo. Os tratamentos estéticos estão cada Graças aos seus artifícios moder- asta ficar em frente ao espelho que começam a vez mais revolucionários e porque nos que prometem beleza sem igual, surgir milhões de defeitinhos. Uma ruga que você não dizer inusitados. Que tal ficar a Clínica Hara tem clientela estre- jurava não ter, a barriga mais saliente, a celulite que bela à base de esmeraldas! Inédito lada, como a apresentadora Hebe insiste em aumentar. Quando isso acontece, é hora de no mundo e desenvolvida pela mas- Camargo, a cantora Fernanda Abreu e resgatar o bem-estar e a auto-estima, através dos tra- soterapeuta Ana Luisa Massardi, da as atrizes Mariana Ximenes, Patrícia tamentos estéticos que a cada dia estão mais e mais modernos. Clínica Hara, um badalado endereço Travassos e Angelita Feijó. “A Hara Como a drenagem linfática manual corporal. É indicada como a da beleza em São Paulo. A técnica é é diferente das outras clínicas de solução daqueles probleminhas que ninguém gosta de ter. Reduz feita com nada menos do que pó de estética convencionais. É a única no a celulite, elimina toxinas, aumenta a defesa do organismo, ativa esmeraldas brutas. Aplicado somente mundo especializada em linfologia, e acelera o metabolismo, auxiliando na dieta. Combate a gordura no rosto, através de uma massagem, a drenagem linfática manual”, expli- localizada, modela e afina todo o corpo – e se feita duas vezes o produto transforma-se em um pode- ca Ana Luisa, massoterapeuta há por semana pode reduzir de 2 a 25 centímetros, em média, além & roso creme, com capacidade de revi- 15 anos, que faz questão de sempre de prevenir problemas cardíacos, cerebrais e circulatórios. A drenagem gorar, rejuvenescer e clarear a pele. fazer a primeira avaliação e a super- Já a drenagem linfática manual facial é muito utilizada como pre- linfática manual Para finalizar, o cliente ainda se sur- visão de cada cliente. venção e pode substituir em muitos casos a cirurgia plástica. Segundo modeladora em preende com a aplicação de pedras Ana Luisa: mestre especialistas, a técnica tira a papada, afina o rosto, minimiza as rugas e muitos casos vulcânicas sobre a face. Clínica Hara & em desvendar o marcas de expressão. Um verdadeiro milagre estético. pode substituir E as inovações não páram por aí. Rua Lopes Neto, 350, Itaim Bibi segredo das estrelas O sonho de todas as mulheres é eliminar de uma vez por todas a gor- a cirurgia plástica Quer saber o segredo de beleza da tel. (11) 3078-0500 dura localizada. Esse sonho está mais perto da realidade após o lan- pop star Madonna? Sabe o que ela faz www.hara.com.br NATURAL DA TERRA 50 82 51 83
    • seu bairro L A Z E R PA R A G A R O TA D A Parque do Betinho Carrero Av. Água Espraiada (Marginal Pinheiros), Brooklin. Tel.: 5506-7415. www.betinhocarrero.com.br É para a criançada brincar como se estivesse em uma fazenda fora de São Paulo. Pode-se alimentar os animais como gansos e cabritos, visitar o carrossel de pôneis e se encantar UM GIRO PELA ANIMADA REGIÃO REVELA BOAS DICAS DE com os números de malabarismos, apresentações de mágicos e palhaços. COMPRAS, LAZER, CULTURA E GASTRONOMIA É uma verdadeira mistura de fazenda, parque de diversões e circo. A G I T O C U LT U R A L ÁFRICA NO IBIRAPUERA Espaço Cultural Vivo Museu Afro Brasil Av. Chucri Zaidan, 860, Brooklin. & Av. Pedro Álvares Cabral, s/no, Pavilhão Manoel da Nóbrega, Tel.: 5105-2796. Cursos: para Parque do Ibirapuera, portão 10. www.vivo.com.br/espacocultural arrasar na Tel.: 5579-8542. Endereço certo de cultura e arte, abriga C R A Q U E N A S PA N E L A S cozinha www.museuafrobrasil.com.br apresentações teatrais de renomados Máscaras usadas em rituais africanos, pinturas, esculturas, fotografias, artistas brasileiros em espetáculos Centro Culinário Walita são algumas das mais de 3 mil obras que fazem parte do acervo do inéditos. Já passaram por lá os atores R. Verbo Divino, 1400, térreo, www.centroculinariowalita.com.br Museu Afro Brasil. As peças foram catalogadas em segmentos como Cássio Scapin, Débora Evelyn, Marcos Se você já cansou daquele arroz com feijão sem graça e quer dar África, Trabalho e Escravidão, O Sagrado e o Profano, Religiosidade Caruso e Reynaldo Gianecchini. Outro um toque diferente na sua comida, o Centro Culinário Walita vai te Afro-Brasileira, História e Memória e Arte. Conta também com ponto interessante de se visitar é a dar uma mãozinha. O espaço oferece cursos gratuitos de culinária exposições temporárias, cursos e oficinas com programação especial galeria de artes, com entrada gratuita, ao longo do ano. Entre os módulos, destaque para o de pães e para crianças, jovens e adultos. O museu, que funciona de terça a que expõe obras de arte moderna e sobremesas internacionais. Para ter acesso ao calendário e se domingo, das 10 às 17 horas, é um ótimo programa para toda a família. contemporânea idealizadas por artistas cadastrar é preciso acessar o site e clicar no link cursos. brasileiros. FAÇA VOCÊ MESMO S Ã O PA U LO É S H O W Espaço Cristalino P R O N TA PA R A D E C O R A R R. São Sebastião, 443, Alto da Boa Vista. Citibank Hall Tel.: 5182-2122. Av. dos Jamaris, 213, Moema. Tok&Stok www.espacocristalino.com.br Tel.: 6846-6040. Av. Ibirapuera, 2904, Moema. Quem dispõe de tempo e procura investir www.citibankhall.com.br Tel.: 5041-2944, www.tokstok.com.br em algo diferente vai encontrar no É uma das casas de espetáculos Que tal mudar a cara da sua casa? A idéia Espaço Cristalino cursos de litoterapia mais versáteis e ecléticas de São é ótima e a Tok&Stok é o lugar ideal para (terapia com cristais), feng shui, florais Paulo. Por seus palcos acontecem, conferir e comprar móveis e acessórios. de Bach e até Cabala. As aulas têm parte além dos shows musicais, leilões, A empresa lança mais de oito produtos teórica e prática. Há dez anos, o Espaço festas particulares e entregas de novos por dia, contabilizando a exposição de Cristalino atende o público com terapias prêmios. Antes de sair de casa, 9 mil itens à sua escolha. É possível ainda alternativas e também conta com espaço confira a programação completa pelo presentear quem você gosta com o Vale em que são ministradas importantes site, que também oferece o serviço Tok&Stok Produto ou o Vale Tok&Stok Valor. palestras sobre a área. de venda de ingressos on-line. Noite: sempre uma apresentação cultural interessante NATURAL DA TERRA 84 85
    • seu bairro CACHORRO-QUENTE BADALADO Black Dog R. Joaquim Floriano, 195, aberto 24 horas. www.blackdog.com.br Com um nome inspirado em uma música do grupo de rock Led Zeppelin e uma freguesia de dar inveja a concorrência, o Black Dog tem um dos melhores cachorros-quentes da cidade. Com oito unidades espalhadas por São Paulo (e em breve outras quatro serão inauguradas), o carro-chefe da casa é o dogão completo, composto por 11 ingredientes. A iguaria leva purê, vinagrete, milho, maionese, cheddar, requeijão, batata palha, molho chilli, parmesão, curry, orégano e salsicha, disponível em seis tipos – longuetti, defumada, picante, & condimentada, de frango e soja. Fome: o dogão parece perfeito & Esporte: para momentos de aventura T U D O PA R A D I V E R S Ã O Mundo Terra Al. dos Nhambiquaras, 1000, Moema, tel.: 5055-4191. www.mterra.com.br Esse é o tipo de passeio que enlouquece os amantes de esportes e aventuras. Há uma infinidade de produtos especiais, como binóculos, bússolas, sacos para dormir, radiocomunicadores e GPS. Possui quatro lojas ao todo, sendo uma virtual. A NOITE PROMETE Memphis R. dos Imarés, 295, Moema, tel.: 5542-9767, www.memphis.com.br Com programação variada durante a semana como Flashback, Rock e Soul, é uma mistura de casa de shows e danceteria. Seus três ambientes, além de confortáveis, são interligados: um café com karaokê, pista de dança e um piano-bar com MPB ao vivo. O teto é em forma de pirâmide e conta com uma parede de pedras com cascata ao fundo. NATURAL DA TERRA 86
    • dicas do freguês | Y DESCUBRA O QUE FEZ UMA VENEZUELANA ESCOLHER O NATURAL DA TERRA COMO LUGAR PREFERIDO PARA SUAS COMPRAS P O R G A B R I E L L E VA S C O N C E L L O S | F O T O S G U I L H E R M E A N D R A D E oda semana a administradora Yraeli banana é banana e pronto. No Vizcaino, de 33 anos, tem uma tare- Natural da Terra tem banana-prata, fa bem difícil: decidir em qual loja banana-maçã, banana-nanica e até Natural da Terra vai fazer suas com- banana light.” pras. “Tenho o privilégio de escolher A nova loja do Brooklin, que ela cos- entre a loja do Brooklin e do Alto da tumava freqüentar quando ainda Boa Vista, já que moro exatamen- era um hortifrúti mais simples, sem te entre as duas unidades”, gaba- a bandeira do Natural da Terra, foi se. Ela compra tudo o que precisa modificada para atender melhor os por lá: frutas, carne, frango, peixe, clientes e Yraeli adorou as mudan- produtos nacionais e importados. ças. “Foi uma transformação incrí- “O preço é ótimo e até hoje nunca vel. Variedade maior, serviço espe- fiquei desapontada com o que com- cial, mais caixas e estacionamento prei, tudo tem muita qualidade”, coberto”, diz Yraeli, que várias vezes garante. compra algum produto que vem Nascida na Venezuela e casada com embalado, mas diz que é muito para um brasileiro, é a segunda vez que três pessoas. Com a permissão do Yraeli reside no Brasil. Na primei- gerente, eles perguntam quanto eu ra, em 1999, ficou por quatro anos, quero levar para casa. foi embora e resolveu voltar no ano Em uma cidade como São Paulo, passado. “No meu país não existe que todo dia tem um caso sobre um lugar que vende só fruta e ver- violência, seqüestro relâmpago e dura, como aqui. Lojas assim enlou- assalto, os lugares que oferecem a Yraeli em um dos & quecem nós, gringos”, brinca Yraeli, seus clientes o mínimo de seguran- seus momentos que sempre encontra estrangeiros ça merecem destaque. E o Natural preferidos, as fazendo compras ali. “Na Europa, da Terra faz de tudo para que seus compras NATURAL DA TERRA 88 89
    • dicas do freguês | Y clientes tenham comodidade, con- A variedade de frutas & forto e, principalmente, segurança é o que mais encanta durante as compras. Por esse moti- a venezuelana vo escolhi aqui. É um lugar que ofe- rece toda a segurança que eu preci- so. Não tenho de ficar perguntando o preço dos alimentos, até porque ainda não sei o nome de todos os Enquanto compramos ficamos produtos, e posso fazer minhas batendo papo”, conta a administra- compras com tranqüilidade.” dora, que ainda costuma combinar com as amigas um café-da-manhã Ponto de encontro na loja, por ter um cardápio bem Yraeli conta que a escola de seu diversificado. “Nos encontramos e filho é perto da unidade do Alto da tomamos um suco, comemos um Boa Vista. “Deixo meu filho na esco- sanduíche ou um pão na chapa.” la e às vezes vou para o Natural Carrinho cheio, compras pagas, mas da Terra. Não me espanto quando para Yraeli ainda falta alguma coisa. encontro com as mães dos amigui- “É ótimo terminar as compras em nhos do meu filho fazendo compras. grande estilo. Só vou embora depois A loja virou um ponto de encontro. que tomo um cafezinho”, revela. NATURAL DA TERRA 90
    • bebidas | B P O R R I C A R D O C A S T I L H O UMA DAS BEBIDAS MAIS FESTEJADAS DO MUNDO, É SIMBOLO DE COMEMORAÇÕES, CASO DA PÁSCOA vinho do Porto é um enigma, um delicioso enigma. Afinal, para ele saltar majestosamente da garrafa para a taça a natureza teve de compor uma verda- deira ária dramática: na busca de água, as raízes das videiras que fazem esse vinho são obrigadas a penetrar até 15 metros pelas fissuras das rochas xistosas que formam o leito das melhores terras vinícolas do Douro, região ao norte de Portugal. Do Douro? Isso mesmo: o vinho do Porto não é feito na cidade do Porto, mas a 100 quilômetros dali. E quem conhece o lugar se surpre- ende: “Como se pode conseguir uvas de qualidade num solo tão simples e pobre?” Desce fundo no tempo a origem das primeiras mudas na província vinícola do Douro. Já durante o domínio romano se cultivava a vinha nessa área de aproximadamente 240.000 hectares – dos quais apenas a décima parte é ocupada por parreirais; o restante são pinhais, olivais, amendoais e, principalmente, penhascos. A região se estende pelo vale do Rio Douro, a partir da cidade de Peso da Régua, até a loca- lidade de Freixo-de-Espada-à-Cinta, perto da fronteira com a Espanha. Para entender a magia do vinho ali produzido é preciso voltar até o ano de 1678, data em que teria surgido o Porto. A exemplo do que acontece com a história de outras bebidas, existe muita controvérsia quanto à sua origem. A versão mais aceita e difundida é a de que dois jovens ingleses, filhos de um rico comercian- te, dispostos a estudar e conhecer os vinhedos portugueses, instalaram-se num mosteiro perto do Douro. Impressionados com os aromas e as virtudes do vinho local, compraram um lote da bebida e o despacharam para a Inglaterra. Para que pudesse suportar a variação de temperatura e o sacolejo da viagem marítima, acrescentaram um pouco de aguardente portuguesa, fortificando o vinho – que, com isso, ficou mais ao gosto dos britânicos, desde logo convertidos em seus maiores admiradores e consumidores. Da Inglaterra a fama do vinho derramou-se por toda a Europa. NATURAL DA TERRA 92 93
    • bebidas | B TIPOS DE VINHO DO PORTO Não existe um, mas vários tipos de mento perfeito com tortas de nozes e amêndoas. vinho do Porto. Alguns deles, depois Porto com indicação de idade – Na de prontos, envelhecem em barris maioria das vezes, os vinhos com de madeira – os de carvalho são os essa característica são do tipo melhores; outros, na própria garra- Tawny e descansam por longos fa. Os que descansam na madeira períodos em barris de carvalho. São geralmente são misturas de diversas feitos do assemblage (mistura) de colheitas, de diferentes anos, per- colheitas diferentes, mas podem mitindo uma padronização da qua- também ser de uma única quinta. A lidade. Existem também os vinhos data marcada no rótulo é uma média elaborados de uma só colheita e de das diferentes safras. A indicação de uma só quinta (propriedade). Estes 20 anos, por exemplo, pode signifi- últimos são produzidos apenas em car uma mistura de um vinho de 30 anos excepcionais. Conheça os prin- anos com outro de 10. cipais tipos que você pode encontrar Por to com data de colheita nas prateleiras: – Produzido com uvas de uma só Branco – Produzido a partir de uvas colheita de boa qualidade. Envelhece brancas de safras diferentes, é enve- em barris de carvalho por no míni- lhecido na própria garrafa. Pode ser mo sete anos. O rótulo deve indicar, seco, meio seco ou doce, caso em obrigatoriamente, o ano da colheita que costuma ser chamado de “lágri- e a data do engarrafamento. ma”. Por serem os brancos vinhos Vintage – É o vinho produzido de uma muito frutados, não devem envelhe- única colheita e de uma mesma quin- cer, porque perdem o gosto da fruta. ta, em anos de safra excepcional. São bebidos gelados como aperitivo Permanece por dois anos em tonel de O aumento das exportações, ainda então, a bebida era guardada em tonéis e entram na composição de drinques. carvalho e prossegue envelhecendo nos primeiros anos, modificou comple- e vendida a granel. Um desses coquetéis, o Porto Verão, nas garrafas. O enólogo só se decide tamente o perfil econômico da região. A magia do Douro tem feito muito sucesso: em um copo por fazer um Vintage cerca de dois Os lavradores abandonaram a agricul- Protegida dos for tes ventos do próprio para drinques longos, coloque anos depois da colheita, de acordo tura tradicional para dedicar-se exclu- Oceano Atlântico pelas serras do 1 dose de vinho do Porto branco seco, com a evolução do vinho. É uma deci- sivamente ao cultivo da vinha. A tal Marão e Montemuro, o Douro, possui 1 rodela de limão e 3 ou 4 pedras de são de cada produtor, mas depende ponto que não tardaram a surgir pro- uma enorme quantidade de pedras gelo. Complete com água tônica e da aprovação do Instituto dos Vinhos blemas: produção copiosa, produtos de de xisto e calcário. Para plantar a misture ligeiramente. do Douro e do Porto, que supervisio- baixa qualidade e falsificações invadin- vinha, os portugueses tiveram de Ruby – É o tipo mais comum entre na a produção. O vinho é engarrafado do o mercado. Com os armazéns abar- quebrar as rochas da superfície. Já os tintos. Elaborado com a mistura em garrafas bastante escuras. O rótu- rotados, era inevitável que os preços o clima, muito frio no inverno, com de safras variadas. A lei portugue- lo informa sobre o ano da colheita, a começassem a cair. É nesse ponto que fortes ventos, e bastante quente, no sa estabelece um envelhecimento designação “vintage” e, em alguns entra na história a figura de Sebastião verão, acolhe maravilhosamente a mínimo de três anos antes de ser casos, o nome da quinta em que o José de Carvalho e Melo, o Marquês de uva, que é cultivada em vertiginosas posto à venda. O Ruby é leve, com vinho foi elaborado. Teoricamente, Pombal, à época primeiro-ministro sob encostas, recortadas como grandes cor bem viva e aroma bastante fru- não deve ser bebido antes de 15 ou o rei dom José I. Designado para solu- degraus e contidas por muros. Cada tado. Perfeitos para acompanhar 20 anos a contar da data no rótulo. cionar a crise, o Marquês de Pombal uma de suas variedades contribui à sobremesas e queijos como o gor- Convém bebê-lo e apreciá-lo como a criou, em 1756, por meio de um alvará sua maneira para a nobreza do Porto. gonzola e o roquefort. Devem ser obra de arte que é. No alto, algumas régio (espécie de decreto-lei da época), A Touriga Nacional, por exemplo, é bebidos entre 16 e 18 graus ou, nos Late Bottled Vintage (LBV) – É, tam- & das principais a Companhia Geral da Agricultura das a rainha das uvas do Douro, respon- dias quentes, ainda mais frios. bém, um vinho de grande safra, mas marcas de vinho Vinhas do Alto Douro, incumbida de sável, com a Tinta Cão, pela cor ver- Tawny – Consagrado como aloira- feito com uvas de várias quintas. do Porto. Acima, delimitar as áreas ideais de produção melho-escuro, profunda e intensa, da do – sua cor é de topázio queimado Permanece três anos em barris de garrafa especial e de zelar pela qualidade da bebida. bebida; a Tinta Barroca dá o corpo do –, envelhece por mais tempo do que carvalho. Seu rótulo traz as datas do Porto 10 Surgia, assim, a primeira grande região vinho; rica em taninos, a Tinta Roriz o Ruby. É mais encorpado e tam- da colheita e do engarrafamento e a anos da Real vinícola demarcada do mundo. O Porto se encarrega do aroma delicado do bém um dos mais versáteis. Pode sigla LBV. Engarrafado aproximada- Companhia Velha pode se orgulhar também de ter sido o Porto, em cuja composição entram ser bebido como aperitivo ou para mente entre o quarto e o sexto ano primeiro vinho a ser engarrafado – até também a Touriga Francesa, que tem encerrar as refeições. Faz um casa- de idade. NATURAL DA TERRA 94 95
    • bebidas | B cor violácea escura e é bastante aro- mática, e a Tinta Amarela, com alto teor de açúcar e pouco aroma. Parte das uvas colhidas é leva- da para os lagares, tanques pouco profundos onde serão pisadas por homens – pois algumas casas se obs- tinam em manter vivo esse método na produção de seus vinhos. Outra parte segue para modernas cubas de aço, onde são esmagadas por máquinas e começa o processo de fermentação. O mosto, nome das uvas esmagadas, fermenta por cerca de quatro dias, durante os quais metade do açúcar natural da uva se transformará em álcool. É nesse momento que se pro- cede à “beneficiação” do vinho do Porto – operação que o tornará dife- rente dos demais e que consiste na adição de aguardente vínica incolor e neutra. A proporção é de 4 litros de vinho para 1 de aguardente. Feita a mistura, a fermentação chega ao fim, com o vinho conservando gran- de parte da doçura original da uva. Do casamento das duas bebidas vão nas- cer, durante o processo de envelheci- & mento, a cor e os aromas complexos Embalagem especial do que fazem do Porto um rei. até que se chegue ao convidado prin- Real Companhia Velha Graças a todo esse trabalho é que cipal, o último a ser servido. 20 anos, acompanhado esta bebida majestática faz a festa de Em razão de seu elevado teor alco- de duas taças, que pode nossos paladares. ólico e de açúcar, o Porto, depois de ser encontrado nas lojas aberto, dura mais do que os outros do Natural da Terra. Como guardar e servir vinhos. Procure mantê-lo bem fecha- Com exceção dos Vintages, as marcas do e em local fresco. Em geral, os e os tipos de vinho do Porto encontrá- mais novos resistem bem por uma veis no mercado já estão prontos para semana, e os mais velhos, um mês. o consumo. Mas você pode guardá-los Já os Vintages devem ser degustados por tempo indeterminado, desde que imediatamente. deitados, longe da luz e ao abrigo de Versátil, o vinho pode ser servido grandes variações de temperatura. Na como aperitivo, caso dos mais jovens, hora de servir – sempre em copos bai- ou para encerrar com esplendor uma xos com haste, de cristal – manda uma refeição, ocasião em que se dará prefe- tradição portuguesa que o anfitrião se rência aos Tawnies envelhecidos. Com sirva, prove e, com a mão esquerda queijo e frutas secas, a combinação (que seria a mais generosa), passe o é perfeita, o mesmo ocorrendo com o decânter ou garrafa para a pessoa que patê de foie gras. Os tintos devem ser esteja sentada à sua esquerda. Todos servidos por volta dos 18 graus e, os devem proceder da mesma maneira, brancos, entre 7 e 10 graus. NATURAL DA TERRA 96
    • produtos PRODUTOS INDISPENSÁVEIS PARA OS AMANTES DA BOA MESA & Utilizar um azeite de boa qualidade é pri- Geléias: linha artesanal mordial para o sucesso de uma receita. e sem conservantes Além de ressaltar o sabor, é um ingre- Quando aquela receita perfumada vem diente amigo da saúde. É o caso dos à mesa é uma provocação ao paladar. três azeites portugueses extravirgem, Para criar esse clima e ainda agregar elaborados com azeitonas especiais, sabor às suas criações, aposte nas através de agricultura orgânica e com geléias para cozinha. Destaque para o origem controlada. Importados pela lançamento da linha à base de chocola- D’Olivino. www.dolivino.com.br te, em cinco combinações: com pimen- ta rosa, damasco, castanha-do-Pará, laranja e menta. Todas são produzidas de maneira artesanal e sem conservan- tes, em Gonçalves (MG). www.asenhoradasespeciarias.com.br Encerrar um grande jantar com uma dose de vinho do Porto é algo fascinante. A bebida também é perfeita para presentear, pode ter certeza! Boas sugestões são as da tradicional Real Companhia Velha (foto), que traz rótulos envelhecidos 10 ou 20 anos. Ótima dica para acompanhar sobremesas, queijos e frutas secas. www.realcompanhiavelha.pt FOTOS | GUILHERME ANDRADE Vinhos do Porto envelhecidos vão bem com a sobremesa Agricultura orgânica & e origem controlada garantem a qualidade dos azeites NATURAL DA TERRA 98