Your SlideShare is downloading. ×
InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]

5,606
views

Published on

Published in: Education, Health & Medicine

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
5,606
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
153
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Infecções Sexualmente Transmissíveis Infecções que se transmitem principalmente por contacto sexual, podem ser graves se não forem tratadas. IST Sífilis, Hepatite B e C e VIH Causadas por bactérias, vírus e fungos que se encontram nos fluidos corporais (sangue, esperma, saliva, secreções vaginais) ou nas mucosas da vagina e pénis. . Algumas delas transmitem-se através da transfusão de sangue e materiais pérfuro-cortantes contaminados e não esterilizados.
  • 2.
    • Relação sexual vaginal , sem preservativo, entre homem e mulher;
    • Relação sexual anal , sem preservativo, entre homem e mulher ou entre dois homens;
    • Relação sexual oral (quando a vagina ou pénis estão em contacto com a boca do parceiro).
    Principais Formas de Transmissão de IST’S
  • 3. Sinais e Sintomas mais comuns de IST
    • Corrimento anormal
    • Mau cheiro
    • Feridas, borbulhas ou comichão nos órgãos sexuais
    • Dor ou ardor ao urinar
    • Dor no baixo ventre
    • Dor ou ardor durante a relação sexual
    • Febre
    • Inflamação de gânglios
  • 4. IST’s mais comuns
    • VIH / SIDA
    • SÍFILIS
    • GONORREIA
    • HERPES GENITAL
    • HEPATITE B
    • entre outras.
    • Para todas vamos ver:
      • o que é cada uma delas;
      • os principais sintomas;
      • as principais formas de contágio;
      • as principais formas de prevenção.
  • 5. VIH / SIDA – O QUE É?
    • S í ndrome – conjunto de sinais e sintomas.
    • I muno – protecção, defesa do organismo às doenças.
    • D eficiência – quantidade insuficiente.
    • A dquirida – que se adquire, não é hereditária.
    V írus I munodeficiência H umana
  • 6. VIH / SIDA – SINTOMAS
    • O VIH penetra no organismo através da corrente sanguínea, aloja-se e destrói as células responsáveis pela defesa do corpo.
    • Os primeiros sintomas são muito semelheantes aos da gripe (febre, transpiração e debilidade geral), e em cerca de 30% dos casos verifica-se, também, um inchaço dos gânglios de pescoço, axilas e virilhas. Se o inchaço dura 3 meses, quase podemos estar seguros que essa pessoa é portadora do vírus.
    • Uma pessoa com VIH pode levar meses e até mesmo anos para apresentar sinais ou sintomas de SIDA.
    • Estas pessoas são chamadas de portadores assintomáticos, podendo transmitir o vírus a outra pessoa.
  • 7. VIH / SIDA – VIAS DE TRANSMISSÃO
    • Via sanguínea (transfusões sanguíneas, contacto com material cortante e perfurante como seringas e lâminas);
    • Via sexual (esperma, secreções vaginais);
    • Mãe - Filho (vertical) (no parto ou na amamentação).
  • 8. VIH / SIDA – VIAS DE TRANSMISSÃO FORMAS DE CONTÁGIO: FORMAS DE NÃO CONTÁGIO: PARTILHA DE OBJECTOS PESSOAIS RELAÇÕES HOMO E HETEROSSEXUAIS TATUAGENS GRAVIDEZ CUMPRIMENTO TROCAR ROUPA BEIJO USAR OS MESMOS TALHERES DAR AS MÃOS PICADAS DE INSECTOS USAR O MESMO WC
  • 9.
    • A prevenção ideal é não ter relações sexuais com portadores do vírus da SIDA. Como isto é impossível de se saber, na maioria dos casos - por vezes, nem o próprio portador sabe que a tem - a única prevenção possível é utilizar sempre o preservativo .
    VIH / SIDA – PREVENÇÃO
  • 10.
    • Esta doença é provocada pela bactéria Treponema Pallidum , que apesar de ser contagiosa e perigosa, é curável se for tratada a tempo.
    • A Sífilis ataca qualquer tecido desde a pele aos ossos, fígado, órgãos genitais e olhos.
    • O seu maior perigo é alcançar a sistema nervoso e o coração, o que pode levar à morte.
    • A bactéria da sífilis, para sobreviver, precisa de um ambiente quente e húmido.
    SÍFILIS – O QUE É?
  • 11.
    • Os sintomas têm início 3 semanas após o contágio, surgindo nos orgãos genitais uma ferida não dolorosa, na boca ou no ânus, conforme o tipo da relação sexual infectante.
    • Simultaneamente, há um aumento dos gânglios linfáticos na região afectada, que se tornam duros e geralmente não dolorosos.
    • Na mulher, esta ferida ou ulceração pode localizar-se na vagina ou no colo do útero e, por isso, não é visível.
    • Na segunda fase da doença, há uma erupção cutânea com sintomas de mal-estar, fadiga, dores de cabeça e nos ossos. Até esta altura a doença é muito contagiosa, mas curável.
    • As grávidas infectadas podem transmitir a doença ao bebé.
    SÍFILIS – SINTOMAS
  • 12.
    • Quase exclusivamente por contacto sexual.
    SÍFILIS – FORMAS DE CONTÁGIO
    • Um simples beijo em qualquer zona que tenha uma pequena ferida, é arriscado.
    RELAÇÕES HOMO E HETEROSSEXUAIS USAR OS MESMOS TALHERES USAR O MESMO WC
    • Não há contágio através dos sanitários, toalhas e outros objectos.
  • 13.
    • O preservativo é muito eficaz.
    • A mulher pode aplicar irrigações vaginais com líquidos desinfectantes suaves.
    • A mulher deve, também, fazer análises durante a gravidez.
    SÍFILIS – PREVENÇÃO
  • 14.
    • A gonorreia é uma doença de transmissão sexual causada pela bactéria Neisseria gonorrhoeae, que infecta o revestimento mucoso da uretra, do colo uterino, do recto e da garganta ou da membrana branca (conjuntiva) dos olhos.
    GONORREIA – O QUE É?
  • 15.
    • No homem, a doença surge normalmente três dias após a infecção.
    • Os principais sintomas são: ardor ao urinar, corrimento amarelado ou pus no canal urinário, por vezes com cheiro fétido.
    • Na mulher, a infecção localiza-se habitualmente no colo do útero e pode não provocar sintomas.
    • Esta doença cura-se facilmente recorrendo ao tratamento correcto
    GONORREIA – SINTOMAS
  • 16.
    • Contacto sexual directo (vaginal, oral ou anal);
    GONORREIA – FORMAS DE CONTÁGIO
    • Durante o parto .
    RELAÇÕES HOMO E HETEROSSEXUAIS
  • 17.
    • Usar o preservativo;
    • Lavar a vagina com desinfectantes adequados ao corpo humano.
    GONORREIA – PREVENÇÃO
  • 18.
    • Afectam os órgãos genitais e as zonas envolventes.
    • Não tem cura e é causada pelo vírus Herpes Simplex .
    • Apenas existem medicamentos que aliviam as dores.
    HERPES GENITAL – O QUE É?
  • 19.
    • A doença manifesta-se pelo aparecimento na área genital de pequenas manchas avermelhadas, que provocam sensação de queimadura, sobre as quais surgem pequenas bolhas ou vesículas que, ao fim de alguns dias, rompem ocasionando feridas que se cobrem de crostas. Após cerca de uma a duas semanas as lesões curam sem deixar cicatrizes.
    • O herpes genital é uma doença crónica recorrente.
    • Não há ainda nenhum medicamento que cure definitivamente a infecção.
    • Enquanto existirem lesões na pele ou mucosa genital há perigo de contágio para o(a) parceiro(a), pelo que a actividade sexual deve ser suspensa.
    HERPES GENITAL – SINTOMAS
  • 20.
    • Transmite-se por contacto sexual.
    HERPES GENITAL – FORMAS DE CONTÁGIO
    • Perigo de contágio durante o parto.
    RELAÇÕES HOMO E HETEROSSEXUAIS
  • 21.
    • Abstenção de relações sexuais, enquanto durem os sintomas.
    • Usar preservativos durante a actividade sexual.
    HERPES GENITAL – PREVENÇÃO
  • 22.
    • A hepatite B é uma infecção provocada por vírus e que ataca o fígado.
    • Este vírus vive no sangue, na saliva, no suor, no esperma e no corrimento vaginal.
    • O risco de contrair Hepatite B é oito vezes superior ao de contrair SIDA.
    • A doença pode ser muito grave, até mortal.
    • Algumas pessoas infectadas passam a ser portadoras e transmissoras do vírus.
    HEPATITE B – O QUE É?
  • 23.
    • A princípio é parecido com a gripe.
    • Cansaço.
    • Perda de apetite.
    • Náuseas ou indisposição gástrica.
    • Dor de estômago.
    • Perda de peso.
    • Coloração amarela da pele e do branco dos olhos (icterícia).
    • Urina escura.
    • Fezes cor de argila ou esbranquiçadas.
    • Dor nas articulações.
    HEPATITE B – SINTOMAS
  • 24.
    • O contacto com sangue infectado e as relações sexuais desprotegidas são as duas formas principais de transmissão.
    • Transmissão ao feto pela mãe, através do sémen e secreções vaginais, suor, lágrimas e saliva.
    • A hepatite B não se transmite pelo suor ou pela saliva (a menos que esta tenha estado em contacto com sangue infectado), não podendo haver contágio através de um aperto de mão, abraços, beijos ou por utilizar pratos ou talheres de pessoas infectadas.
    HEPATITE B – FORMAS DE CONTÁGIO
  • 25.
    • Vacinação.
    • Evitar partilhar objectos pessoais.
    • Assegurar-se que são usadas agulhas limpas para fazer tatuagens e colocar “piercings”.
    • Usar preservativos quando tem relações sexuais, particularmente se tiver múltiplos parceiros sexuais.
    • Nunca partilhar agulhas ou seringas.
    HEPATITE B – PREVENÇÃO
  • 26. O Que Fazer se Tiver IST’S…
    • Perder a vergonha ! Qualquer pessoa pode ter uma IST.
    • Não tratar o problema em casa.
    • Ir ao médico ! As consultas são confidenciais; seguir o tratamento correcto.
    • Cuidados de higiene.
    • Evitar ter relações sexuais .
    • Se tiver relações sexuais, usar sempre PRESERVATIVO .
    • Avisar parceiros sexuais para irem ao médico pois
    • podem estar infectados.