1

MEDITAÇÕES – ANTES SÓ DO QUE MAL
ACOMPANHADO
2

Neli Cavalcante
Assessoria jurídica
Especialista em Leis Cristãs
R. Aureliano Coutinho, 228 / 04
Embaré – Santos- Cep: ...
3

Dedicatória:

A Deus, pois justiça e juízo são a base do Seu trono.
4

1. Prefácio
Querida (o) amiga (o), sedenta (o) e faminta (o) de JUSTIÇA
Deixo aqui para sua reflexão, de maneira simple...
5

sobre as mesmas coisas; uma coisa testifica da outra, se encaixa na
outra com uma exatidão espantosa. Qual o livro que ...
6

meio de Seu Santo Espírito, derramou luz no entendimento e coração
de Seus servos. Deu sonhos e visões, símbolos e figu...
7

3. Antes só do que mal acompanhado

Não faltará frases, discursos, chavões, para este que está solteiro
escutar. As “pr...
8

da água”. Vamos incluir aqui também as pessoas viúvas e as que por
algum motivo se apartaram do cônjuge, ou seja, todos...
9

um instrumento especialíssimo para o Reino do Pai, e apesar de
cruelmente perseguida, persevera e obedece. Temos grande...
10

objetivos sórdidos)22 a fazer este segundo casamento, quando
deveria ter acontecido ao contrário. Para não continuar “...
11

de Malaquias24 que Deus o repúdio? O primeiro divórcio já me ardia
no peito continuamente sem que eu pudesse apagar es...
12

Eu não poderia estar feliz, evidentemente, pois toda aquela emoção
barata que vem de uma espiritualidade contrária, pa...
13

ver ele saindo daquela condição. Na verdade tudo piorava a cada dia.
Eu fiquei realmente doente espiritualmente. Não c...
14

Deus, quem impedirá?26 Levantei e disse para Deus que só Ele me
poderia deter.
Sem ter recursos, naquele mesmo dia, fu...
15

terá que dar a forma a esta fé com as obras, ou então esta fé será
morta.

“14 Que proveito há, meus irmãos se alguém ...
16

é único, porém, não se importam muito, ou nada, como outro
versículo que também é “filho único”, e por isso não poderá...
17

Deus dá a cada um que vive uma situação semelhante: ou porque
nasceram assim, ou porque foram feitos assim pelos homen...
18

que tem lesado a vida de muitas crianças, e tudo começou com a
minha decisão “inocente” de me divorciar um dia. Deus s...
19

meu marido, estando o primeiro ainda vivo. Não porque entendiam
do assunto, pois no “status quo” não é comum esse conf...
20

se entrega uma causa ao ADVOGADO que se chama Jesus Cristo, não
se perde nunca, pois Ele é o INVICTO.

Pouco tempo dep...
21

3.1 Eunucos pelo Reino de Deus
Certamente se alguém decidiu ficar eunuco pelo Reino de Deus, como
aponta Mateus 19, De...
22

“16 Os céus são os céus do Senhor, mas a terra, deu-a ele aos
filhos dos homens”.51
“1 Assim diz o Senhor Deus: A port...
23

ou, havendo falado, não o cumprirá”.59 “3 sabendo primeiro
isto, que nos últimos dias virão escarnecedores com zombari...
24

“24 Respondeu-lhes Jesus: Porventura não errais vós em
razão de não compreenderdes as Escrituras nem o poder de
Deus? ...
25

34 e está dividido. A mulher não casada e a virgem cuidam das
coisas do Senhor para serem santas, tanto no corpo como ...
26

E aqui vemos que Deus estará sempre antes de todas as coisas e
não o casamento ou o cônjuge. Fala também coisa ainda p...
27

marido e, um seguido do outro caíram fulminados aos pés dos
Apóstolos. Estamos falando do Novo Testamento, da Nova Ali...
28

Deus ainda não fazia Sua residência na terra, pois Jesus ainda não
havia feito o sacrifício eterno. O capítulo treze d...
29

consciência cauterizada, 3 proibindo o casamento, e
ordenando a abstinência de alimentos que Deus criou para
serem rec...
30

3.2. A vida de solteiro (a)
O que nos fala Deus sobre a vida solteira?
“Disse o Senhor Deus: Não é bom que o homem est...
31

“Pois somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as
boas obras, as quais Deus preparou para que
andássemos nelas”...
32

no palácio do rei, e que lhes ensinassem as letras e a
língua dos caldeus”. 90
Daniel e seus companheiros eram eunucos...
33

envolve a outorga da vida inteira, a despeito de qualquer
circunstância, pois uma aliança de sangue é uma união perman...
34

consumidos,
e os seus cadáveres servirão
de
mantimento para as aves do céu e para os animais da
terra”. 93

O chamado ...
35

(o rei), tu não podes estar casado com Herodias porque
ela é mulher do réu irmão Felipe”.

Isto é uma questão de vocaç...
36

“E no dia seguinte, partindo dali Paulo, e nós que com
ele estávamos, chegamos a Cesaréia; e, entrando em
casa de Fili...
37

as obrigações do lar. Esta pessoa quer viver uma vida centralizada em si,
alcançando uma vida independente, e, quanto ...
38

“Então chegaram ao pé dele os fariseus, tentando-o, e
dizendo-lhe: É lícito ao homem repudiar sua mulher por
qualquer ...
39

pequenos dentro da Igreja,101 ele encontra uma verdadeira família.
Muitas pessoas chegam à comunhão da Igreja e falam ...
40

uma família física; há também pessoas viúvas, pessoas repudiadas
que por opção, ao invés de constituírem família unem-...
41

3.2.a Quais são as bênçãos prometidas?
a) um lugar na casa de Deus. Há um lugar para o solteiro na casa de
Deus;
b) de...
42

“E bem quisera eu que estivésseis sem cuidado. O
solteiro cuida das coisas do Senhor, em como há de
agradar ao Senhor;...
43

Grifo nosso: Há uma música antiga que fala mais ou menos assim
(não me recordo da música toda e nem do autor infelizme...
44

A própria exposição à Palavra de Deus vai ajudar o jovem a ter força
em seu caminho:
“Com que purificará o jovem o seu...
45

Quando a pessoa vive sozinha pouca coisa é necessária, até para
fazer uma comida, tendo assim mais tempo disponível. O...
46

tem hospedado a muitos, como também a mim mesmo”.
113
“E vós, irmãos, não vos canseis de fazer o bem”.114
A vida celib...
47

maneira tão profunda que a sua vida será bastante frutífera, uma
vida de bastante oração.

A vida de solteiro, dentro ...
48

... ou seja, os bois estão sendo colocados na frente do carro e não ao
contrário. Veremos que com absoluta fidelidade ...
49

fiel ao Senhor, entrai em minha casa, e ficai ali. E nos
constrangeu a isso”. 118
Neste trecho vamos encontrar Lídia n...
50

afastava do templo, servindo a Deus em jejuns e
orações, de noite e de dia...” . 121
Ana era uma viúva que dedicava a ...
51

“Tendo testemunho de boas obras: Se criou os filhos, se
exercitou hospitalidade, se lavou os pés aos santos, se
socorr...
52

para si mesmo, para centralizar a sua vida em si. A pessoa tem que
optar pela vida celibatária a fim de ter mais tempo...
53

caríssima, e cessará para sempre), para que viva para sempre,
e não veja corrupção. Porque ele vê que os sábios morrem...
54

b) simplicidade financeira, isto é, sem a responsabilidade de cônjuge
e de filhos. A vida financeira do solteiro é bem...
55

pessoa estará aprendendo a disciplinar os seus próprios desejos”.
Isto é muito interessante é há muito de verdade nist...
56

Se a pessoa anda em um plano espiritual e se a sua mente estiver
voltada para as coisas de Deus e para sua Palavra cer...
57

“Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o
que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro,
tudo o ...
58

”... o que busca acha, o que bate a porta se abre e o que pede,
recebe”128, e, “...aquele que perseverar até o fim, se...
59

3.3 Divórcio, um atalho para a morte130
O Divórcio, um atalho para a morte
J. Alvacir Campos, o autor deste DVD, també...
60

aquele que vive, e crê em mim, jamais morrerá. Crês
isto?”.132
Ele venceu a morte.133 Todos os líderes religiosos morr...
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO

1,535

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,535
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
29
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO"

  1. 1. 1 MEDITAÇÕES – ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO
  2. 2. 2 Neli Cavalcante Assessoria jurídica Especialista em Leis Cristãs R. Aureliano Coutinho, 228 / 04 Embaré – Santos- Cep: 11.040- 240 Tel. 32314759- 91227361- 91780437 E-mail: nelicavalcante7@yahoo.com.br “e te restituirei os teus juízes, como eram dantes, e os teus conselheiros, como no princípio, então serás chamada cidade de justiça, cidade fiel”.1 1 Isaías 1:26.
  3. 3. 3 Dedicatória: A Deus, pois justiça e juízo são a base do Seu trono.
  4. 4. 4 1. Prefácio Querida (o) amiga (o), sedenta (o) e faminta (o) de JUSTIÇA Deixo aqui para sua reflexão, de maneira simples, alguns retalhos escritos, algumas sementes, para que germinem e dêem frutos ao seu coração, certamente inconformado com a injustiça, com a hipocrisia e o desamor. Seja cada uma dessas sementes, água de Deus para regar a sua alma. Livres de cercas religiosas, encontramos Deus fora do status quo, fora do padrão religioso estabelecido, que como revela o Apocalipse é uma verdadeira prisão e uma astuta armadilha anti-Cristo. Encontramos o Poderoso fora dos dogmas, dos rituais vazios, a exemplo de Martinho Lutero e tantos outros que ousaram questionar o que está pré-estabelecido, como ensinou Kant, como denunciou Kierkegaard, e outros tantos filósofos, como também Sto Agostinho, Aquino e outros, que explicaram a fé pela lógica, e aí descobrimos a virtude, o que é santo e justo, e entendemos também o que falou Sócrates: “Só sei que nada sei”. A exemplo de tantos mártires, nos ocupamos em tornar os textos bíblicos populares, como é o propósito de Deus em oposição à religião, esta que é umas das maiores desgraças da humanidade (se não for a maior), e que divide os homens que Jesus veio para unir. É impressionante como este nome, que é acima de todo o nome que se nomeia, provoca tempestades e escandaliza, pois veio testificar que as nossas obras são más. Descobrimos enfim, de maneira maravilhosa, que este Jesus Bíblico, que não pertence a nenhuma religião, mas ao que crê, este que divide a humanidade em antes e depois, o Verbo que se fez carne, O Homem que habitou entre nós, é também Deus (o único), de eternidade à eternidade. Jesus não é religião, mas a única oportunidade para o relacionamento do homem com Deus. A sua ressurreição foi o fato mais extraordinário da humanidade e é fartamente comprovado pela história. Eis o nosso fundamento, a nossa Fonte Primeira: “Pois ninguém pode pôr outro fundamento, além do que já está posto, o qual é Jesus 2 Cristo”. Há outro que tenha ressuscitado? Observemos para tirar as nossas conclusões: A Bíblia tem 40 livros que foram escritos por 66 autores. Todos estes viveram em épocas totalmente diferentes, eram pessoas de personalidade, cultura, idade, sexo, nações diferentes totalmente uma da outra, porém falaram 2 I aos Cor 3:11.
  5. 5. 5 sobre as mesmas coisas; uma coisa testifica da outra, se encaixa na outra com uma exatidão espantosa. Qual o livro que demora séculos para ser escrito? Qual livro é o best-seller do mundo? Qual livro que termina de ser escrito hoje, sem estar já ultrapassado? Qual o livro que fala com todos, nos quatro cantos do mundo da mesma maneira, que desperta o rico e o pobre, o sábio e o iletrado, sem fazer acepções? Quais as leis que estão inseridas em todos os seguimentos das sociedades, em todos os tempos? Se assim é, como poderia alguém imaginar que estas são palavras de homem? “Pois os seus atributos invisíveis, o seu eterno poder e divindade, são claramente vistos desde a criação do mundo, sendo percebidos mediante as coisas criadas, de modo que eles são inescusáveis;”.3 Escrevemos sob o comando de Deus, que certa feita me deu uma caneta e um livro de ouro (visões espirituais), me instruindo para escrever as coisas divinas que Ele me inspiraria. Recomendo que antes de se expor à leitura, o leitor peça a Deus que lhe revele ao espírito4 o que Ele quer dizer, já que os textos têm as Leis de Deus como fundamento, pois a Bíblia não se interpreta, mas se recebe revelação do Espírito Santo de Deus. E também não há segundo a Bíblia5 interpretações sobre os textos, mas sim revelações, pois a Palavra se renova a cada dia. Coloco aqui um trecho de um livro de Ellen White6 para somar ao que acabamos de falar: (p.8) A Bíblia aponta a Deus como seu autor; no entanto, foi escrita por mãos humanas e, no variado estilo de seus diferentes livros, apresenta as características dos diversos escritores. As verdades reveladas são oferecidas por inspiração de Deus (“16 Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça;7”); achamse, contudo, expressas em palavras de homens. O Ser Infinito, por 3 Romanos 1:20. Se o seu espírito ainda não está recriado, leia João I e vai entender que o que crê na obra da cruz de Cristo, se torna filho depois da confissão dos lábios (Romanos 10:9,10) e o seu nome será escrito pelo dedo de Deus no Livro da Vida (Apocalipse 21:27). Peça então perdão pelos pecados, para quebrar as maldições sobre a sua vida, renuncie a todos os outros deuses (objetos de proteção ou de sorte, imagens, ídolos, filosofias), passe a crer no único Deus e tenha então a partir daí a comunicação direta com o Senhor dos Senhores através da recriação do seu espírito que foi morto no Jardim do Éden, onde se seu a separação entre o homem e o seu Criador. Será então este, o seu novo nascimento como filho de Deus, enfrentando a partir daí a pior guerra que alguém pode enfrentar que é contra o diabo (o príncipe deste mundo). Também, a sua velha natureza que vai continuar morando dentro de você junto com a outra que acabou de nascer, vai se opor a tudo o que vem de Deus, concordando também com o mundo e todos os seus atrativos e tentações. Se perseverar e resistir até o fim, será salvo. Não podemos deixar de frisar que Jesus passará a ser o seu advogado (Ele é invicto) e completará a sua força em cada batalha (vai completar, e não fazer o que compete a você fazer). Eu oro para que você aproveite esta extraordinária oportunidade que Jesus lhe deu, não se rendendo a nenhum suborno. O preço para o seu resgate foi caríssimo e indizível, assim como a promessa de Deus para sua vida. 5 II a Pedro 1:20,21. 4 6 7 Ellen G. White; Tradução: Hélio L. grellmann; Casa Publicadora Brasileira; Tatuí/SP; 7ª Ed. II Timóteo 3:16
  6. 6. 6 meio de Seu Santo Espírito, derramou luz no entendimento e coração de Seus servos. Deu sonhos e visões, símbolos e figuras; e aqueles a quem a verdade foi assim revelada concretizaram os pensamentos em linguagem humana. Escritos em diferentes épocas, por homens que diferiam amplamente em posição e ocupação, tanto quanto em capacitação mental e espiritual, os livros da Bíblia apresentam amplo contraste quanto ao estilo, assim como diversidade no tocante à natureza dos assuntos desvendados. Diferentes formas de expressão foram empregadas por distintos escritores; muitas vezes a mesma verdade é apresentada de modo mais marcante por um escritor do que por outro. À medida que várias escritores apresentam o mesmo tema sob variados aspectos e relações, poderá parecer, ao leitor superficial, descuidado ou preconceituoso, que entre estes autores existem discrepâncias ou contradições; ao mesmo tempo, porém, o estudioso pensante e reverente. Com visão interior mais clara, discernirá aí a harmonia subjacente. A Bíblia é a fonte primeira, é a bússola, o endereço de Deus, onde está impressa a PALAVRA DE DEUS, que é o Verbo que se fez carne e habitou entre nós.8 Ele vai voltar para buscar os que creram: “Eu sou o Alfa e o Ômega, diz o Senhor Deus, aquele que é, e que era, e que 9 há de vir, o Todo-Poderoso”. Seria bom que cada um colocasse em ordem os seus “documentos” para estarem prontos para partir com Ele para eternidade a qualquer momento. Para isso, basta crer que Ele (Jesus) é o único caminho para se chegar a Deus, confessar isto com a boca,10 arrependido dos seus pecados e consciente que não é suficiente, mas dependente deste que o criou (não deixe de observar que estamos falando do Cristo Bíblico e não o das Igrejas): “Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; a muitos enganarão”.11 2. Oração: Esta é a oração que Paulo fazia e que agora faremos por você: “17 Para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos dê em seu conhecimento o espírito de sabedoria e de revelação; 18tendo iluminados os olhos do vosso entendimento, para que saibais qual seja a esperança da sua vocação, e quais as riquezas da glória da sua herança nos santos; 19E qual a sobre excelente grandeza do seu poder sobre nós, os que cremos, segundo a operação da força do seu poder”. 12 E que a paz de Deus, que excede todo o entendimento possa reinar em seu coração. Com amor, Neli. 8 João 1. Apocalipse 1:8. 10 Romanos 10:8/13. 11 Mateus 24:5. 12 Efésios 1:17/19. 9
  7. 7. 7 3. Antes só do que mal acompanhado Não faltará frases, discursos, chavões, para este que está solteiro escutar. As “preocupações” são contínuas em relação a estes “infelizes”. Seria melhor então que não ficassem escolhendo muito, ou serem muito exigentes para que não corram o risco de escutar a cada instante a insistente frase: “Você não casou ainda? Vai ficar para titia!” Será mesmo que não se deve escolher muito ou não ser muito exigente quando se escolhe um parceiro para ser UM SÓ consigo, ou seja, alguém que será acoplado a si, na alegria e na tristeza, na saúde ou na doença, até que a morte os separe? “4 Respondeu-lhe Jesus: Não tendes lido que o Criador os fez desde o princípio homem e mulher, 5 e que ordenou: Por isso deixará o homem pai e mãe, e unir-se-á a sua mulher; e serão os dois uma só carne? 6 Assim já não são mais dois, mas um só carne. Portanto o que Deus ajuntou, não o separe o homem”.13 Será que todas as pessoas que vivem esta situação desejam realmente o casamento? O que pensam realmente os “solteirões” e as “solteironas”? Gostaríamos muito de fazer uma grande pesquisa sobre este assunto. Cremos que teríamos muitas surpresas e que muitas pessoas seriam curadas de muitos conflitos a este respeito. Evidentemente as pessoas não são iguais, porém, a sociedade não costuma se preocupar com esta diferença e não vemos ninguém escapar da “desconfiança” e da pressão diante de uma “solteirice”. Muitos rapazes se submetem a uma vida sexual precoce, promíscua e infeliz para não serem enquadrados na lista dos “meios homens”, ou impotentes; muitas pessoas se submetem a um relacionamento para não serem enquadradas como “mal amados”, rejeitados, “peixes fora 13 Mateus 19:4/6.
  8. 8. 8 da água”. Vamos incluir aqui também as pessoas viúvas e as que por algum motivo se apartaram do cônjuge, ou seja, todos os que não estão casados. O que será que as Escrituras Sagradas falam a respeito? Transcrevemos adiante algumas fitas gravadas de uma ministração de Valnice Milhomens Coelho, em um programa de televisão com o título: “Escola Bíblica na TV”, com o tema: Vida de solteiro. Ao ler o texto chegamos a sentir inveja desses solteiros (não qualquer tipo de solteiro), onde a autora do texto está incluída. É notória a vida exemplar desta mulher de Deus, cheia de revelações do Espírito Santo, de exemplos a serem seguidos, de disciplina, de caráter, de ordem, de decência, de honestidade, carisma, competência, inteligência, pureza, lealdade, santidade. É uma vida que valeu a pena ser vivida. Sua mãe, embora fosse uma pessoa de grande caráter, era envolvida com espíritos e sofria as conseqüências por causa disto. Sua tia, cristã, deu a ela uma bolsa de estudos em uma escola muito boa, a qual sua mãe aceitou com uma condição: a de que ninguém lhe pregasse o evangelho. A tia, embora perplexa, aceitou a condição, confiando na soberania de Deus, porém, todos os dias, havia um grupo para orar por ela em determinada hora. Valnice ganhou uma bíblia, e dos treze aos quinze anos ficou lendo-a no quarto, escondida. Aos quinze anos, entregou sua vida a Jesus, sozinha no seu quarto, nascendo de novo no espírito, se tornando filha de Deus. Desde então tem sido serva de Deus, além de filha. É
  9. 9. 9 um instrumento especialíssimo para o Reino do Pai, e apesar de cruelmente perseguida, persevera e obedece. Temos grande admiração por esta grande mulher. Para ilustrar e reafirmar a veracidade do texto, grifamos aqui também que vivemos uma vida de solteira já há muitos anos, pois, depois das revelações que Deus nos deu a respeito do casamento, 14 descobri que Deus odeia o divórcio,15 e que, mesmo estando casada com o segundo marido (como o Rei Herodes e Herodias),16 o primeiro continuava sendo o meu único marido, porque estava vivo.17 Descobri também que mesmo que o casamento tenha sido feito sem a direção de Deus, no período da ignorância, não pode ser revogado. 18 Depois então, vivendo o tempo da sabedoria, Deus manda que se volte ao ponto que caiu e pratique as primeiras obras. 19 Lembra-nos também o Salvador e Senhor, que não se quebra voto20 e muito menos uma aliança de sangue, que é o casamento, onde Deus é testemunha, já que é o guardião de todos os casamentos. Descobrimos também que Moisés permitiu o divórcio apenas aos maridos que descobriam na noite de núpcias que as noivas não eram virgens.21 Fui aconselhada e exortada pela igreja do “status quo” (que não prega mais o Cristo Bíblico, mas sim o que se adéqua aos seus 14 Narramos as revelações no texto “Divórcio e Adultério”. Malaquias 2:16. 16 Marcos 6. 17 Romanos 7. 18 Gálatas 3:15. 19 Apocalipse 2:5. 20 Eclesiastes 3:4,5; Salmo 15:4. 21 Deuteronômio 24 e 22. 15
  10. 10. 10 objetivos sórdidos)22 a fazer este segundo casamento, quando deveria ter acontecido ao contrário. Para não continuar “pecando”, fui como uma ovelha para o matadouro me unir novamente a este homem com o qual não tinha nenhuma afinidade, (descobri isso quando meus olhos foram abertos), seguindo assim as ordenanças dos falsos mestres. Apesar de muito sofrer, obedeci, sem saber que estava mergulhando para o “fundo do poço”. Foram muitos anos de experiências com esta situação diabólica, muitos anos lendo e relendo incontáveis vezes a Bíblia Sagrada, para que Deus me mostrasse, aquilo que está absolutamente claro nos Textos Santos, mas que eu, assim como muitos, não enxergava, ou enxergava, mas, com muito pouco entendimento para contestar uma multidão de pessoas que agia totalmente contrário ao que estava escrito. Este segundo marido (depois do nosso encontro com o Jesus bíblico) se tornou um homem de Deus, com muitos dons, mas, mesmo assim, o seu falho caráter não suportou este poder tão grande que estava em suas mãos e se corrompeu (o poder de Deus corrompe). Desceu muito, pois a cobrança espiritual para este que “olha para trás” é muito grande. Fala a Bíblia que seria melhor não ter conhecido a Verdade: “20 Porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo pelo pleno conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, ficam de novo envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior que o primeiro. 21 Porque melhor lhes fora não terem conhecido o caminho da justiça, do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado. 22 Deste modo sobreveio-lhes o que diz este provérbio verdadeiro; Volta o cão ao seu vômito, e a porca 23 lavada volta a revolver-se no lamaçal”. Entre outras coisas, adulterou, negou a fé, abandonou suas filhas, o caminho reto e se jogou na lama, nos trazendo com isso uma grande e terrível prova. Segundo o entendimento dos religiosos do “status quo” (os mesmos que me aconselharam e declararam que eu estaria pecando se não casasse com este) eu estava livre para me divorciar e casar com outro. É assim representado o caráter de Deus nesses arraiais religiosos do “status quo”. A pessoa casa e se divorcia quantas vezes quiser. Porém, como poderia pedir o divórcio se lia insistentemente no Livro 22 23 Falamos sobre o assunto no texto “Os Protestos de Hoje”. II de Pedro 2:20/22.
  11. 11. 11 de Malaquias24 que Deus o repúdio? O primeiro divórcio já me ardia no peito continuamente sem que eu pudesse apagar esta chama que me consumia, e agora eu estava ali novamente “de cara” com esta situação que Deus declara claramente que ODEIA. Que situação! Eu não media esforços para falar com todos os que me apresentavam como sendo os melhores e os mais sábios, os mais confiáveis, e, não havia mudança para o aconselhamento, não houve ninguém que escutasse os meus temores e me desse crédito. E cada vez que voltava de uma “entrevista”, tomava a decisão de esquecer deste assunto e seguir minha vida, afinal, eu já havia perguntados para todos e não havia uma contradição entre todos os que me falavam sobre o assunto: se ele adulterou, então eu estaria livre para casar com outra pessoa. Ficava “livre” por algumas horas, mas no dia seguinte, lá estava aquela impressão insistente dentro do meu peito, aquela agonia que não se apartava de mim e que me fazia profundamente infeliz. Deus odeia o repúdio e eu não queria fazer nada que Ele odiava, já bastava o que já tinha feito antes de conhecer a Verdade. Ah! Se eu pudesse voltar atrás!! Tomei a decisão então de ficar quieta em relação ao assunto, mas falei com Deus que embora me “tivessem mostrado na Bíblia” que eu poderia me divorciar outra vez, eu iria entregar este “direito” a Ele, pois não me sentiria moralmente capaz de falar de Deus, da salvação que vem por intermédio de Jesus, sendo uma divorciada. Enquanto eu estava casada com este segundo “marido,” quando me perguntavam porque eu havia me divorciado do primeiro, eu falava que infelizmente eu não sabia da verdade, mas que se pudesse voltar atrás eu jamais faria isso. Maliciosamente aludiam ao fato de eu ter sofrido tanto com o primeiro, e de que este era tão bonito e tão jovem (muito mais novo que eu), ora... eu certamente havia me dado muito bem. Isto me incomodava muito. 24 Cap 2:16.
  12. 12. 12 Eu não poderia estar feliz, evidentemente, pois toda aquela emoção barata que vem de uma espiritualidade contrária, para que a pessoa fique presa a um sentimento enganoso, aquela fecha que é colocada pelo cupido (que é o nome de um demônio) no coração das pessoas para que elas abandonem o casamento ou um compromisso sério, esta chama maldita se havia ido de mim imediatamente após o meu novo nascimento, mas as pessoas não entendiam assim, pois, como falei, eu estava ainda unida a ele. Outro fato muito marcante era de que, constantemente sempre havia comentários e indagações a respeito de eu estar junto com ele, mas não casada. Ora, eu vivia com a certidão de casamento na minha bolsa, pois sempre tinha que estar abrindo e provando que eu estava “casada”. Por mais que eu mostrasse este comentário nunca cessou, e eu era sempre vista com maus olhos pelas pessoas que já haviam escutado muitos afirmarem que eu não era casada com ele. Ora, se estavam completamente certos! Ora se não era o diabo que conhece bem as Escrituras Sagradas que falava pela bocas dessas pessoas! O adultério, o escândalo foi grande, e o meu “marido” fazia e acontecia aos olhos de todos. E eu estava morta, embora estivesse viva. Eu odiava o divórcio, e não iria nunca mais passar por este mesmo caminho, embora fosse grande o desejo da minha alma me apartar desta pessoa que se tornou um verdadeiro monstro. Eu era torturada por este que estava possesso, este que era tomado pelo maligno e um instrumento para me provar nesta área. Todas as torturas psicológicas, toda a crueldade possível e inarrável, todo requinte de perversidade estavam morando dentro deste homem para me destruir e para que eu dissesse enfim: “Eu vou me divorciar porque não suporto mais”. E eu não o fiz. Resisti ao diabo e preferi o Reino de Deus, mesmo sem entender porque tanto sofrimento e sem entender porque as orações não surtiam o efeito esperado, que era
  13. 13. 13 ver ele saindo daquela condição. Na verdade tudo piorava a cada dia. Eu fiquei realmente doente espiritualmente. Não conseguia “tocar” no sol, nas plantas. As pessoas, o mundo, estavam à minha frente, mas eu não fazia mais parte de nada disso. Eu estava em outra dimensão e só depois de muitos anos de experiência e muito sofrimento, entendi o que Deus me estava falando e o que Ele queria de mim. Certa vez estava em oração e agradecendo a Deus pelos livramentos e por todos os pecados que me havia perdoado. Quanto mais chegamos perto de Deus menos nos sentimos merecedor de alguma coisa e mais entendemos a nossa ignomínia. É comum as pessoas comentarem que normalmente os cristãos são aqueles que sempre foram uma coisa horrível antes, porém, o que se passa é que estes que passaram das trevas para a luz “enxergam” o que não enxergavam antes, e então, não suportando tanto arrependimento, os seus corações explodem de gratidão a este Deus que não lhes negou a chance e não cessou de amá-los. Contava quantas vezes feri a Deus e como Ele me havia libertado deste fardo. Quando terminei esta relação Ele me disse: “O maior dos pecados que você cometeu, não está aqui relacionado, que foi o divórcio”. Ou seja, depois de estudar sobre a matéria durante tantos anos eu ainda não havia percebido o peso, a medida, o valor que este fato tinha para Deus. Foi então que a PALAVRA DE DEUS gritou fundo em mim, foi ai que as armas espirituais quebraram a fortaleza de tradição, de religião, de sofisma, na minha mente,25. A verdade prevaleceu e tudo se fez novo. A coragem para se contrapor a tudo o que está estabelecido brotou dentro de mim com a força que vinha do Alto e nada naquele momento me poderia deter, pois, operando 25 II aos Coríntios 10.
  14. 14. 14 Deus, quem impedirá?26 Levantei e disse para Deus que só Ele me poderia deter. Sem ter recursos, naquele mesmo dia, fui providenciar o divórcio, e, dentro de pouco tempo eu já estava divorciada. No caminho encontrei uma pessoa que me conhecia e quando falei o que estava indo fazer ela comentou sarcasticamente: “Este é o seu segundo divórcio. Esta pessoa esteve prestes a fazer isso no passado e eu, como sempre fazia, “pulei em cima”, e talvez ela não tivesse lembrança disso no momento, ou então exatamente por isso me fazia este comentário me condenando. Não só ela, mas também com a sua filha aconteceu a mesma coisa e eu sei que o meu gemido chegou aos pés de Deus pela vida delas. O diabo estava ali tentando me confundir e me impedir, mas como disse, só Deus poderia fazer isso. Durante o tempo em que a documentação estava sendo providenciada, aquelas mesmas pessoas que me acusavam o tempo todo por estar unida àquele homem dizendo que eu não estava casada com ele, quando souberam do passo que eu estava dando, vociferavam justamente ao contrário, me acusando de estar outra vez me divorciando e que eu jamais poderia fazer isso. Fiquei boquiaberta com a raiva do maligno tentando me impedir de dar este passo que já estava determinado dentro de mim. Este que eu pensava que era meu marido, e que aos olhos de toda a cidade me “traía” de maneira sórdida, agora fugia do divórcio. Lembrava do quanto Jesus foi tentado no deserto e do quanto Deus Pai esteve ali com Ele, para lhe dar forças. Foi isso que pedi a Deus e o que obtive d’Ele, pois nada pode me impedir de desmanchar este segundo casamento que eu entendi claramente que era um adultério e que, portanto, me impedia de herdar o Reino de Deus. Este divórcio então iria desmanchar o divórcio que havia feito um dia, pois este não é o mesmo que Deus odeia, mas o que liberta a pessoa do segundo casamento, do adultério espiritual. Se a pessoa tem fé 26 |Isaías 43:13.
  15. 15. 15 terá que dar a forma a esta fé com as obras, ou então esta fé será morta. “14 Que proveito há, meus irmãos se alguém disser que tem fé e não tiver obras? Porventura essa fé pode salvá-lo? 15 Se um irmão ou uma irmã estiverem nus e tiverem falta de mantimento cotidiano, 16 e algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito há nisso? 17 Assim também a fé, se não tiver obras, é morta em si mesma. 18 Mas dirá alguém: Tu tens fé, e eu tenho obras; mostra-me a tua fé sem as obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras. 19 Crês tu que Deus é um só? Fazes bem; os demônios também o crêem, e estremecem. 20 Mas queres saber, ó homem insensato, que a fé sem as obras é inútil? 21 Porventura não foi pelas obras que nosso pai Abraão foi justificado quando ofereceu sobre o altar seu filho Isaque? 22 Vês que a fé cooperou com as suas obras, e que pelas obras a fé foi aperfeiçoada. 23 E se cumpriu a escritura que diz: E creu Abraão em Deus, e isso lhe foi imputado como justiça, e foi chamado amigo de Deus. 24 Vedes então que é pelas obras que o homem é justificado, e não somente pela fé. 25 E de igual modo não foi a meretriz Raabe também justificada pelas obras, quando acolheu os espias, e os fez sair por outro caminho? 26 Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta ”.27 Parti então para a única coisa que eu poderia fazer que era me divorciar do segundo casamento: ou seja, a única permissão para o divórcio que existe na Bíblia, que liberta a pessoa do adultério espiritual. Falam os Evangelhos que aquele que repudia e casa com outro (a) adultera (a lei de Deus), e Mateus 19, dá o escape para estes. Muitos estão no engano por causa deste artigo em Mateus, que 27 Tiago 2:14/26.
  16. 16. 16 é único, porém, não se importam muito, ou nada, como outro versículo que também é “filho único”, e por isso não poderá ser uma verdade confirmada, pois não há mais testemunhas,28 que é a exortação de Paulo pra que mulher não fale na igreja.29 Buscamos então a explicação na história, e entendemos o que se passava na época em que o Apóstolo Paulo e porque ele disse isso. Todas as mulheres hoje falam (ou podem falar) na igreja, e ninguém debate sobre o fato, mas este em Mateus, “fingem” entender que a respeito da palavra adultério ali, Jesus está falando de infidelidade conjugal. Se assim fosse, teríamos que abolir o perdão, e, não haveria quase que nenhum casamento “em pé”, pois, Jesus, quando aprimorou a Lei, disse que até pelo pensamento poderemos adulterar, ou sermos infiéis. Como se pode atestar e documentar pensamentos e assim nos valer da “prerrogativa” para o divórcio? Livrei-me então desta armadilha do diabo (não depois de ser espremida até a última gota), e fui pedir perdão ao meu marido (mesmo tendo ele sido para mim um algoz) que já estava casado com outra, que por sua vez também desmanchou o casamento para se unir a ele, formando assim uma cadeia demoníaca de adultério, como aquelas ondas que se formam quando jogamos uma pedra no lago. Fala o Senhor em Coríntios que, se a pessoa se apartar por algum motivo, que fique sem casar ou se reconcilie com o marido. 30 Eu me enquadro então nesta condição: fico sem casar, pois ele continua casado com a outra. Fico sem casar e sem adulterar (nem no pensamento).31 Como vemos no texto de Mateus 19, muitos se fazem eunucos pelo reino de Deus,32 e este é o meu caso. É realmente espantoso o sustento que 28 Mateus 18:16. Mateus 18:16. 30 I aos Cor 7:11. 31 Mateus 5:28. 32 Mateus 19:12. 29
  17. 17. 17 Deus dá a cada um que vive uma situação semelhante: ou porque nasceram assim, ou porque foram feitos assim pelos homens, ou porque se fizeram assim pelo Reino de Deus. E uma situação sobrenatural que serve de exemplo para quebrar tabus, preconceitos e muitos enfim possam se enquadrar na vida sem se sentirem excluídos ou destituídos. Dizia que estava em outra dimensão, pois o sol, as plantas, a vida deste mundo não estava ao meu alcance, mas depois que me libertei deste segundo casamento, o que estava preto e branco, começou outra ver a colorir, e Deus, outra vez comandava o próximo passo que seria me mandar como ovelha para o meio de lobos, que era ir para a Faculdade de Direito.33 Assim como foi com o Apóstolo Paulo que teve que pregar coisas inéditas e suportar as agruras e o contra-ataque, assim tem sido a minha vida. Depois de voltar ao ponto que caí, como comanda Deus em Apocalipse, depois de me converter dos meus maus caminhos, depois de confessar os meus pecados e deixá-los, a paz que excede o entendimento reina enfim no meu coração: “O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia”.34 “Não penseis que vim trazer paz à terra. Não vim trazer paz, mas espada”.35“Desde os dias de João Batista até agora, faz-se violência ao reino dos céus, e pela força apoderam-se dele”.36 Há a opção em Coríntios, como já vimos, de se apartar (não divorciar), porém ficando sem casar como eu. O meu marido está casado com outra que também é casada com outro que também casou com outra, formando assim uma cadeia maldita de adultério 33 Relato este fato no texto: “Testemunhos”. Prov 28:13. 35 Mateus 10:34. 36 Mateus 11:12. 34
  18. 18. 18 que tem lesado a vida de muitas crianças, e tudo começou com a minha decisão “inocente” de me divorciar um dia. Deus sabe como vai resolver o que falta, mas neste momento Deus é testemunha junto comigo do meu casamento e me tem perdoado, refinado e livrado. Se pudesse escolher ficaria como estou, pois Deus me sustenta, me capacita e me supre a cada instante: “Pois o teu criador é o teu marido”. 37 “Isto, porém, vos digo, irmãos, que o tempo se abrevia; o que resta é que também os que têm mulheres sejam como se não as tivessem; De sorte que, o que a dá em casamento faz bem; mas o que não a dá em casamento faz melhor”. 38 Muitas vezes as coisas acontecem na nossa vida para que se manifestem a glória de Deus: “E, passando Jesus, viu um homem cego de nascença. E os seus discípulos lhe perguntaram, dizendo: Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego? Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus”. 39 Enquanto fiquei na situação de “arrependida”, mas ainda casada com o segundo marido, as pessoas não me davam muito crédito. Havia uma pessoa que eu já havia falado muitas vezes sobre o fato dele ter deixado a sua primeira esposa que era meio afoita para se unir a outra pessoa muito educada e bonita. Em dado momento ele me questionava porque eu não me divorciava deste e eu repetia sempre que odiava o divórcio e por isso não me separava do meu segundo marido. Ele então, maliciosa e acusadoramente retrucou que eu não o deixava, não porque queria fazer o melhor para Deus, mas sim porque queria fazer o melhor para mim mesma. Afirmava com sorrisos irônicos que eu “me arrastava” por ele e que este era o verdadeiro motivo de eu não me separar deste que para mim era um verdadeiro carrasco. Foi um grande choque quando escutei isso. Sofria tanto rejeitando o divórcio, para ter a moral para falar com as pessoas sobre o assunto, e me via sendo tratada e julgada desta maneira tão cruel. E como poderia provar a esta pessoa que estava para cometer o maior engano da sua vida, o que havia no meu coração? Tanto sofrimento para quê? As coisas estavam ainda muito confusas e inviáveis. Não foi só este, mas muitos me olhavam com desconfiança e sem me dar crédito, porque eu estava ainda casada com este que não era o 37 Isaías 54:5. I aos Cor 7:29,38. 39 João 9:1/3. 38
  19. 19. 19 meu marido, estando o primeiro ainda vivo. Não porque entendiam do assunto, pois no “status quo” não é comum esse conflito, mas de uma maneira sobrenatural, o diabo me atormentava e me acusava a través destes, pois conhece muito bem as Escrituras, muito mais que muitos, infelizmente. Eles casavam e descasavam e tudo era normal, mas no meu caso, para eles não era. Não é uma confusão? E se o meu primeiro marido estava vivo, como poderia eu estar casada com outro sem ser chamada de adúltera? “2 Porque a mulher casada está ligada pela lei a seu marido enquanto ele viver; mas, se ele morrer, ela está livre da lei do marido. 3 De sorte que, enquanto viver o marido, será chamado adúltera, se for de outro homem; mas, se ele morrer, ela está livre da lei, e assim não será adúltera se for de outro 40 marido”. As acusações foram muitas, e sempre assim o será com qualquer que se atrever a enfrentar o reino das trevas sob o comando do Senhor dos Exércitos, como Ele deixa bem claro em várias passagens das Escrituras. Entraremos por uma porta bem estreita41 e seremos odiados de todos por causa do Seu nome, mas aquele que perseverar até o fim será salvo42 e se sentará com Ele no Seu trono.43 Não há como agradar a um mundo que jaz todo no maligno, 44 e não poderemos desagradar a Deus para agradar a homens.45 “18 Porquanto veio João, não comendo nem bebendo, e dizem: Tem demônio. 19 Veio o Filho do homem, comendo e bebendo, e dizem: Eis aí um comilão e bebedor de vinho, amigo de publicanos e pecadores. Entretanto a sabedoria é justificada pelas suas obras”.46 Depois de estar a tantos anos na condição de eunuco pelo Reino de Deus, como poderão ficar sem conjeturar sobre a veracidade das minhas afirmações quanto a odiar o divórcio? Como ainda prevalecerá a tese de que eu “me arrastava” por um homem e este era o motivo real e não o meu amor às Leis Eternas? A sabedoria popular afirma que o tempo é o melhor remédio. Evidentemente o tempo não é Deus, porém o que se quer dizer aqui, mesmo que não se entenda bem o que se está dizendo é que quando 40 Romanos 7. Mateus 7:13. 42 Mateus 10:22. 43 Apocalipse 3:21. 44 I a João 5:19. 45 Atos 4:19. 46 Mateus 11:18,19. 41
  20. 20. 20 se entrega uma causa ao ADVOGADO que se chama Jesus Cristo, não se perde nunca, pois Ele é o INVICTO. Pouco tempo depois, uma pessoa veio me procurar para que eu fosse conhecer alguém. Ela achava que eu deveria conhecê-lo. Lá chegando, este homem de Deus, começou a falar de um sonho que tinha tido naquela noite, em que havia uma mulher que chorava como ele nunca tinha visto ninguém chorar e mesmo sem nunca ter me visto, ele apontou para mim e disse: ”Esta mulher eu sei que era você!”. Disse que havia uma multidão passando por algumas roletas para que fossem receber um diploma, e que esta mulher foi impedida de passar, e então a levaram para uma sala separada. Ali o pranto dela se derramou, e gritando de maneira contínua e inacreditável, dizia repetidas vezes: “Os teus profetas me enganaram!”. O homem então ficou tão aterrorizado e penalizado que começou a interceder. Em dado momento uma gota de sangue manchou sua roupa branca e ao tentar limpar, este sangue se espalhava cada vez mais. Ele disse que este era o sangue do Cordeiro que foi derramado para que eu fosse perdoada. Eu estava livre do pecado do divórcio.
  21. 21. 21 3.1 Eunucos pelo Reino de Deus Certamente se alguém decidiu ficar eunuco pelo Reino de Deus, como aponta Mateus 19, Deus vai suprir a este de maneira sobrenatural: “12 Porque há eunucos que nasceram assim; e há eunucos que pelos homens foram feitos tais; e outros há que a si mesmos se fizeram eunucos por causa do reino dos céus. Quem pode aceitar isso, aceite-o”.47 Ou seja, embora nos pareça à princípio uma coisa fora de cogitação a pessoa permanecer sem casar, isto é perfeitamente viável, e posso ousar dizer que se fizermos a listagem dos prós e contras vai ser difícil que esta condição não prevaleça como a mais lucrativa na vida de qualquer pessoa. O leitor vai ter que ter paciência para não ser apressado no julgamento deste fato, mas antes deve meditar nas Leis de Deus e então começar a perceber as mentiras, os sofismas, as fortalezas formadas desde a infância na nossa mente: “4 pois as armas da nossa milícia não são carnais, mas poderosas em Deus, para demolição de fortalezas; 5 derribando raciocínios e todo baluarte que se ergue contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência a Cristo”.48 Ou seja, estamos acostumados a pensar desta forma e nunca nos foi apresentado outra alternativa, e por esta razão, fugir desta tradição nos choca. Porém o nosso fundamento é Cristo e a Sua Lei é perfeita. Sabemos que Deus nos deu uma ordem quando nos arrendou a terra: “7 Mas vós frutificai, e multiplicai-vos; abundantemente a terra, e multiplicai-vos nela”.49 povoai Está claro aqui que teríamos que nos relacionar em casamentos para assim cumprir esta ordem. Porém, Deus não nos deu a terra em possessão perpétua, antes nos declara de várias maneiras e em muitos textos na Bíblia que a terra é Sua: “23 Também não se venderá a terra em perpetuidade, porque a terra é minha; pois vós estais comigo como estrangeiros e peregrinos”.50 Ou seja, o Senhor nos arrendou a terra por um tempo e voltará pata tomá-la quando terminar este tempo: “47 Mateus 19:12. 48 II aos Cor 10:4,5. 49 Gênesis 1:7. 50 Levítico 25:23.
  22. 22. 22 “16 Os céus são os céus do Senhor, mas a terra, deu-a ele aos filhos dos homens”.51 “1 Assim diz o Senhor Deus: A porta do átrio interior, que dá para o oriente, estará fechada durante os seis dias que são de trabalho; mas no dia de sábado ela se abrirá; também no dia da lua nova se abrirá”.52 “6 Sete dias comerás pães ázimos, e ao sétimo dia haverá uma festa ao Senhor”.53 “21 Seis dias trabalharás, mas ao sétimo dia descansarás; na aradura e na sega descansarás”.54 Satanás reinou dois dias proféticos (dois mil anos),55 os profetas reinarem mais dois e a igreja de Cristo já tem reinado dois (que coisa triste observar como esta tem reinado!). Vemos então, tirando todos os erros do nosso calendário, observando as profecias e acrescentando a soberania de Deus, que estamos no tempo da misericórdia, ou seja, estamos vivendo os últimos minutos proféticos da terra. O Bom Samaritano (Jesus) socorreu o despedaçado pelo diabo, curou-o e pediu para o dono da estalagem (a liderança da igreja de Cristo) cuidar deste até a Sua volta.56 Deixou o Senhor dois denários, que é o salário para dois proféticos (dois mil anos), ou seja, ao terceiro dia voltará.57 Fala Apocalipse: “3 Bem-aventurado aquele que lê e bem-aventurados os que ouvem as palavras desta profecia e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo. 7 Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até mesmo aqueles que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém. 8 Eu sou o Alfa e o Ômega, diz o Senhor Deus, aquele que é, e que era, e que há de vir, o TodoPoderoso”.58 Percebemos então que Deus nos deu esta terra para administrar por um tempo e que voltará para tomá-la. Neste dia prestaremos conta do que fizemos com ela (MISERICÓRDIA!). Neste dia, os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro e os que estiverem vivos serão arrebatados nos ares para viver e reinar com Ele: “19 Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa. Porventura, tendo ele dito, não o fará? 51 Salmo 115:16. Ezequiel 46:1. 53 ^/êxodo 13:6. 54 ^/êxodo 34:21. 55 II de Pedro 3:8. 56 Lucas 10:30 e SS. 57 Lucas 18:33, e em muitos outros textos bíblicos. 58 Apoc 1:3,7,8. 52
  23. 23. 23 ou, havendo falado, não o cumprirá”.59 “3 sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores com zombaria andando segundo as suas próprias concupiscências, 4 e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda”.60 “13 Não queremos, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais como os outros que não têm esperança. 14 Porque, se cremos que Jesus morreu e ressurgiu, assim também aos que dormem, Deus, mediante Jesus, os tornará a trazer juntamente com ele. 15 Dizemo-vos, pois, isto pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, de modo algum precederemos os que já dormem. 16 Porque o Senhor mesmo descerá do céu com grande brado, à voz do arcanjo, ao som da trombeta de Deus, e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. 17 Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor. 18 Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras”.61 Ele voltará para buscar os seus e os levará para um lugar por Ele preparado. Este lugar é, como tudo o que Ele faz: PERFEITO, e, nesta Cidade Santa,62 o lugar que Ele tem preparado para aqueles que O amam e que fizeram um concerto com Ele, não haverá casamento. O que o que não atenta para isso erra muito: 59 Números 23;19. II de Pedro 3:3,4. 61 I aos Tessalonicenses 4:13/18. 62 Apoc 21. 60
  24. 24. 24 “24 Respondeu-lhes Jesus: Porventura não errais vós em razão de não compreenderdes as Escrituras nem o poder de Deus? 25 Porquanto, ao ressuscitarem dos mortos, nem se casam, nem se dão em casamento; pelo contrário, são como os anjos nos céus”.63 Se o casamento fosse o melhor para todos nós, porque Deus não haveria de incluí-lo nos planos eternos e perfeitos? “9 Mas, como está escrito: As coisas que olhos não viram, nem ouvidos ouviram, nem penetraram o coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam”.64 Evidentemente não estamos falando de um casamento direcionado por Deus, programado, idealizado por Ele (muitas vezes a pessoa escolhe e Ele respeita; faz o melhor que pode por causa da fé o do empenho da pessoa), com seus altos e baixos, com os seus momentos de alegria e de tristeza, de doença e de saúde, mas com grandes chances de talvez, na vida de alguém, ser uma somatória positiva. Estamos falando de um tempo em que tudo isso está muito defasado e muito difícil de acontecer, pelas tantas controvérsias, pela postura masculina e feminina dos tempos atuais que diferem muito dos propósitos divinos para ambos. Estamos falando também, que mesmo que seja um casamento com a somatória positiva, teremos que observar o que, por exemplo, o Apostolo Paulo nos fala na sua 1ª Carta aos Coríntios: “7 Contudo queria que todos os homens fossem como eu mesmo; mas cada um tem de Deus o seu próprio dom, um deste modo, e outro daquele”.65 “26 Acho, pois, que é bom, por causa da instante necessidade, que a pessoa fique como está. 27 Estás ligado a mulher? não procures separação. Estás livre de mulher? não procures casamento. 28 Mas, se te casares, não pecaste; e, se a virgem se casar, não pecou. Todavia estes padecerão tribulação na carne e eu quisera poupar-vos. 29 Isto, porém, vos digo, irmãos, que o tempo se abrevia; pelo que, doravante, os que têm mulher sejam como se não a tivessem; 30 os que choram, como se não chorassem; os que folgam, como se não folgassem; os que compram, como se não possuíssem; 31 e os que usam deste mundo, como se dele não usassem em absoluto, porque a aparência deste mundo passa. 32 Pois quero que estejais livres de cuidado. Quem não é casado cuida das coisas do Senhor, em como há de agradar ao Senhor, 33 mas quem é casado cuida das coisas do mundo, em como há de agradar a sua mulher, 63 Marcos 12:24,25. I aos Cor 2:9. 65 I aos Cor 7:7. 64
  25. 25. 25 34 e está dividido. A mulher não casada e a virgem cuidam das coisas do Senhor para serem santas, tanto no corpo como no espírito; a casada, porém, cuida das coisas do mundo, em como há de agradar ao marido. 35 E digo isto para proveito vosso; não para vos enredar, mas para o que é decente, e a fim de poderdes dedicar-vos ao Senhor sem distração alguma. 36 Mas, se alguém julgar que lhe é desairoso conservar solteira a sua filha donzela, se ela estiver passando da idade de se casar, e se for necessário, faça o que quiser; não peca; casem-se. 37 Todavia aquele que está firme em seu coração, não tendo necessidade, mas tendo domínio sobre a sua própria vontade, se resolver no seu coração guardar virgem sua filha, fará bem. 38 De modo que aquele que dá em casamento a sua filha donzela, faz bem; mas o que não a der, fará melhor. 39 A mulher está ligada enquanto o marido vive; mas se falecer o marido, fica livre para casar com quem quiser, contanto que seja no Senhor. 40 Será, porém, mais feliz se permanecer como está, segundo o meu parecer, e eu penso que também tenho o Espírito de Deus”.66 É bom que se esclareça que ficar sem casar não é o que muitos fazem, ou seja, ficar com um e com outro quando quiser. NÃO É ABSOLUTAMENTE ISSO QUE A BÍBLIA ESTÁ FALANDO, mas sim ficar momentaneamente ou durante a sua vida, solteiros até em pensamento, como no caso dos que já estão casados e apartados e dos que têm pensamentos impuros com alguém antes do casamento. Fala Jesus que veio para aprimorar a Lei, e que mesmo que seja só em pensamento já houve o adultério.67 Fala aqui o Senhor que vivemos em um tempo tão difícil que as coisas espirituais não podem esperar mais, e as pessoas, por causa do Reino de Deus, não poderão arriscar nada, e a prioridade sobre isso não poderá ser desfocada. Até mesmo em relação ao casamento, que Deus trata de maneira tão solene, Ele enfatiza para que se viva como se não fosse casado (...como se não tivesse mulher...). Fala também que casamento é coisa deste mundo, e, portanto, vai passar (v 31). Fala também que todos os Seus mandamentos estão resumidos em apenas dois: “37 Respondeu-lhe Jesus: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento. 38 Este é o grande e primeiro mandamento. 39 E o segundo, semelhante a este, é: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. 40 Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas”.68 66 I aos Cor 7:26/40. Mateus 5:28. 68 Mateus 22:37/40. 67
  26. 26. 26 E aqui vemos que Deus estará sempre antes de todas as coisas e não o casamento ou o cônjuge. Fala também coisa ainda pior: “29 Respondeu Jesus: Em verdade vos digo que ninguém há, que tenha deixado casa, ou irmãos, ou irmãs, ou mãe, ou pai, ou mulher, ou filhos, ou campos, por amor de mim e do evangelho, 30 que não receba cem vezes tanto, já neste tempo, em casas, e irmãos, e irmãs, e mães, e filhos, e campos, com perseguições; e no mundo vindouro a vida eterna”.69 “26 Se alguém vier a mim, e não aborrecer a pai e mãe, a mulher e filhos, a irmãos e irmãs, e ainda também à própria vida, não pode ser meu discípulo”.70 “37 Quem ama o pai ou a mãe mais do que a mim não é digno de mim; e quem ama o filho ou a filha (ou o cônjuge, ou qq pessoa ou coisa na terra) mais do que a mim não é digno de mim”.71 Ou seja, ninguém pode colocar ninguém ou qualquer coisa na frente de Deus, é bastante óbvio. Este que ama a Deus O colocará sempre na frente de tudo e de todos, inclusive do cônjuge, ou seja, se preciso for aborrecerá a quem quer que seja (até a si mesmo), incluindo o cônjuge, pois não se pode amar a alguma coisa ou a alguém mais do que se ama a Deus, é bastante óbvio. Isto se pode constatar na passagem bastante chocante em que Jesus fala que a Sua família eram as pessoas que estavam à Sua volta e que faziam a vontade do Pai, e não necessariamente a sua mãe ou seus irmãos que estavam lá fora mandando chamá-Lo, pois naquele momento eles estavam pensando que Ele estava louco e foram chamar as autoridades para prendê-Lo.72 Fala o Senhor também outra coisa bastante chocante: “36 e assim os inimigos do homem serão os da sua própria casa”.73 Vemos no Livro de Atos74 a Palavra testemunhando sobre este fato, pois Ananias e Safira eram “unidos” e ela “submissa” a ele, mais do que a Deus. Os dois tramaram e ela concordou com a mentira do 69 Marcos 10:29,30. Lucas 14:26. 71 Mateus 10:37. 72 Marcos 3:20/35. 73 Mateus 10:36. 74 Cap 5. 7070
  27. 27. 27 marido e, um seguido do outro caíram fulminados aos pés dos Apóstolos. Estamos falando do Novo Testamento, da Nova Aliança, depois da graça salvadora de Jesus e a Sua grande misericórdia estar derramada na terra em profusão: “9 Então Pedro lhe disse: Por que é que combinastes entre vós provar o Espírito do Senhor? Eis aí à porta os pés dos que sepultaram o teu marido, e te levarão também a ti”.75 Alerta-nos o Senhor em Apocalipse como é que os que perseveraram até o fim venceram: “11 E eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho; e não amaram as suas vidas até a morte”.76 Ou seja, não amaram a sua vida ou qualquer outra coisa mais do que a Deus, não se economizaram, cortaram fora o que os estavam impedindo de herdar o Reino de Deus e não estavam divididos: “39 Quem achar a sua vida perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim achá-la-á”. “30 E, se a tua mão direita te faz tropeçar, corta-a e lança-a de ti; pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que vá todo o teu corpo para o inferno”.77 “25 Jesus, porém, conhecendo-lhes os pensamentos, disse-lhes: Todo reino dividido contra si mesmo é devastado; e toda cidade, ou casa, dividida contra si mesma não subsistirá”.78 Colocamos aqui também trechos do velho Testamento, pois Jesus disse que não veio abolir a Lei, mas cumpri-la e aprimorá-la,79, guardando, evidentemente, as devidas proporções, pois o Espírito de 75 Atos 5:9. Apoc 12:11. 77 Mateus 5:30. 78 Mateus 12:25. 79 Mateus 5:17. 76
  28. 28. 28 Deus ainda não fazia Sua residência na terra, pois Jesus ainda não havia feito o sacrifício eterno. O capítulo treze do Livro de Deuteronômio nos fala sobre algumas precauções sobre idolatria, e entre elas: “6 Quando teu irmão, filho da tua mãe, ou teu filho, ou tua filha, ou a mulher do teu seio, ou teu amigo que te é como a tua alma, te incitar em segredo, dizendo: Vamos e sirvamos a outros deuses!-deuses que nunca conheceste, nem tu nem teus pais, 7 dentre os deuses dos povos que estão em redor de ti, perto ou longe de ti, desde uma extremidade da terra até a outra- 8 não consentirás com ele, nem o ouvirás, nem o teu olho terá piedade dele, nem o pouparás, nem o esconderás, 9 mas certamente o matarás; a tua mão será a primeira contra ele para o matar, e depois a mão de todo o povo; 10 e o apedrejarás, até que morra, pois procurou apartar-te do Senhor teu Deus, que te tirou da terra do Egito, da casa da servidão. 11 Todo o Israel o ouvirá, e temerá, e não se tornará a praticar semelhante iniqüidade no meio de ti” .80 Não podemos deixar de frisar mais uma vez a graça e a Misericórdia de Deus que se chama JESUS DE NAZARÉ, mas também não poderemos deixar de alertar que Deus não é só AMOR, mas também FOGO CONSUMIDOR,81 é a ESPADA AFIADA DE DOIS GUMES,82 e que nos alerta sempre para não ter medo de nada, de ninguém e nem do diabo, mas apenas D’ELE.83 Fala o Senhor da Terra: “11 Por amor de mim, por amor de mim o faço; porque como seria profanado o meu nome? A minha glória não a darei a outrem”.84 Portanto, não nos enganemos quanto à reta justiça. Vamos colocar aqui também que há também pessoas que “torcem o nariz” quando repetimos as Palavras de Paulo quando fala que é melhor ficar sem casar, alegando inclusive a própria Palavra de Deus (o diabo conhece bem a Palavra): “1 Mas o Espírito expressamente diz que em tempos posteriores alguns apostatarão da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios, 2 pela hipocrisia de homens que falam mentiras e têm a sua própria 80 Deuteronômio 13:7/11. Hebreus 12:29; 10:31, etc. 82 Hebreus 4:12. 83 Mateus 10:28. 84 Isaías 48:11. 81
  29. 29. 29 consciência cauterizada, 3 proibindo o casamento, e ordenando a abstinência de alimentos que Deus criou para serem recebidos com ações de graças pelos que são fiéis e que conhecem bem a verdade”.85 Conhecemos o fato de que algumas igrejas torcem a Palavra de Deus proibindo o casamento de algumas pessoas, o que não é o caso aqui, pois as Palavras de Paulo que colocamos aqui na íntegra, são bastante claras quanto a isso. Temos então esclarecido que no céu não haverá mais lágrimas e nem dor, e lá, não haverá casamento, portanto, ninguém precisará se sentir discriminado, infeliz ou incapaz por não estar casado, depois de saber de tudo isso, pois o casamento, apesar de ser coisa muito séria e não para qualquer um como fala o Senhor em Mateus 19, é coisa deste mundo, e portanto, passará. Na Cidade Santa, não haverá lágrimas e nem casamento, pois este faz parte das primeiras coisas que já estarão passadas: “4 Ele enxugará de seus olhos toda lágrima; e não haverá mais morte, nem haverá mais pranto, nem lamento, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas”.86 É muito especial esta condição em que viveram muitos na Bíblia e muitos nos dias de hoje. Chega mesmo a fazer inveja a vida dessas pessoas. Leia o texto e confira o que afirmamos. Diante destes fatos, ou seja, diante destas afirmações tão claras e tão categóricas do Livro Sagrado, entendemos que a instituição do matrimônio foi idealizada por Deus, não é um projeto humano, e, sem sombra de dúvidas, não poderemos tomar para nós o direito que não foi outorgado a homem nenhum na terra: o de modificar, replanejar, alterar, modernizar, adequar, desqualificar, desfazer as regras que desde o princípio foram instituídas por Aquele que estabeleceu o casamento. Se assim não é, porque deveríamos então nos paramentar solenemente diante de toda a sociedade, para ir à presença do Todo Poderoso para pedir a Sua benção ao matrimônio, a Sua proteção, o Seu testemunho? 85 86 I a Timóteo 4:1/3. Apoc 21:4.
  30. 30. 30 3.2. A vida de solteiro (a) O que nos fala Deus sobre a vida solteira? “Disse o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só. Far-lhe-ei uma adjutora que lhe corresponda”.87 Há um plano de Deus para a vida solteira já que Deus fez tal declaração. Vemos que a mulher foi formada por causa do homem, no entanto o celibato é uma opção clara na Bíblia. Certamente esta expressão é muito mais abrangente do que o próprio casamento; ela envolve também a questão de que o homem, o ser humano, não foi criado como um ser gregário, para ter comunhão. É anti-natural uma pessoa viver totalmente isolado de outros seres humanos. Na história da igreja vemos que a busca de santidade levou alguns a fugir do mundo, levar uma vida eremita, porém esta será uma vida improdutiva, pois os homens são dependentes uns dos outros (como o fugitivo arrumaria dinheiro, roupas sem um outro?). Ora, não é bom que o homem esteja só. Em toda a Bíblia vemos que a vida solteira tem um lugar de respeito, de honra, e esta vida é baseada em um propósito divino, em um chamado de Deus, uma missão específica, quer dentro de funções do reino, quer dentro de funções proféticas e é um estado que tanto pode ser temporário quanto permanente. E não apenas só no contexto bíblico, mas também no contexto atual, pois o que é padrão bíblico se aplica à nossa vida hoje. Deus convoca alguns dos seus servos para cumprirem certas obras e a graça de Deus é especificamente citada neste sentido: 87 Gênesis 2:18.
  31. 31. 31 “Pois somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas”. 88 “... que nos salvou, e chamou com uma santa vocação; não segundo as nossas obras, mas segundo o seu próprio propósito e graça que nos foi dada em Cristo Jesus antes dos tempos eternos”.89 A graça de Deus vai direcionar certas pessoas para viverem uma vida solteira com um propósito específico, na prática de boas obras, sem um cônjuge. Este chamado pode ser temporário ou permanente. Seja como for, há princípios gerais que devem nortear a vida do solteiro, ou do que está sozinho (de pureza, de dedicação, etc.), e este chamado é sempre acompanhado da graça de Deus que vai assistir a pessoa para cumprir aquela vocação específica. Quando Deus chama alguém para ficar solteiro Ele vai providenciar para que a pessoa seja capacitada para cumprir aquela vocação. Daniel (da cova dos leões) levava uma vida solteira com o objetivo de servir ao governo. O Ap. Paulo também, por causa da obra missionária: “E disse o rei a Aspenaz, chefe dos seus eunucos, que trouxesse alguns dos filhos de Israel, e da linhagem real e dos príncipes, jovens em quem não houvesse defeito algum, de boa aparência, e instruídos em toda a sabedoria, e doutos em ciência, e entendidos no conhecimento, e que tivessem habilidade para assistirem 88 89 Efésios 2:10. II a Timóteo 1:9.
  32. 32. 32 no palácio do rei, e que lhes ensinassem as letras e a língua dos caldeus”. 90 Daniel e seus companheiros eram eunucos, para servirem no palácio real. Essa era a função dos tais: “Digo, porém, aos solteiros e às viúvas, que lhes é bom se ficarem como eu. E assim cada um ande como Deus lhe repartiu (com seu próprio dom), cada um como o Senhor o chamou. É o que ordeno em todas as igrejas”.91 O Ap. Paulo gostaria de ver todos se dedicando ao reino de Deus, no entanto ele reconhece que cada um tem o seu próprio dom: no caso, uns para o casamento e outros para o celibato (vida em pureza). No conceito de hoje o termo solteiro não diz mais nada, pois este vive muitas vezes uma vida sexual ativa e totalmente sem compromissos com a santidade ou aos princípios divinos. Dentro dos padrões bíblicos, a atividade sexual é exclusiva do casamento, ou seja, ela envolve uma aliança de compromisso, que 90 91 Daniel 1:3. I aos Cor 7:8,17.
  33. 33. 33 envolve a outorga da vida inteira, a despeito de qualquer circunstância, pois uma aliança de sangue é uma união permanente e indissolúvel. O sexo no casamento é o selo da aliança e instrumento de propagação da raça. 92 A Bíblia nos traz vários exemplos desses chamados: Elias e Elizeu (grandes profetas). Embora a Bíblia não descreva claramente que eles não possuíam mulher, a descrição do tipo de vida dos dois, deixa claro que eles viveram uma vida solteira. Elias é um profeta do tipo de João Batista que foi outro celibatário. Jeremias também levou uma vida fora dos padrões comuns. Os rabinos falam que o celibato é contra a natureza, no sentido de que não é algo comum e normal. São homens que são normalmente voltados a uma vida espiritual. Nem todos os profetas foram celibatários, porém certas missões cruciantes exigiam este tipo de vida, como no caso de Elias com incumbências bastante difíceis; depois Elizeu que o serve e o acompanha. Também Jeremias; os dois primeiros usados na crise do reino do norte e este no reino do sul (Judá), onde profetizava a destruição de Jerusalém, do templo: “Não tomarás para ti mulher, nem terás filhos nem filhas neste lugar. Porque assim diz o Senhor, acerca dos filhos e das filhas que nascerem neste lugar, acerca de suas mães, que os tiverem, e de seus pais que os gerarem nesta terra: morrerão de enfermidades dolorosas, e não serão pranteados nem sepultados; servirão de esterco sobre a face da terra; e pela espada e pela fome serão 92 Grifo nosso: “Eu o Senhor não mudo”, ou seja, Deus não fica moderninho e muda de opinião quanto ao que é certo ou errado.
  34. 34. 34 consumidos, e os seus cadáveres servirão de mantimento para as aves do céu e para os animais da terra”. 93 O chamado de Jeremias, vem, portanto, em uma situação que ter família era um desastre; gerar filhos seria só para destruição, ter mulher seria só para grandes preocupações, pois o juízo de Deus estava para vir. Daniel e seus amigos foram convocados pelo Rei da Babilônia na condição de eunucos. Jesus declara em Mateus 19:12: “Pois há eunucos que nasceram assim; outros foram feitos eunucos pelos homens. E há eunucos que se fizeram eunucos por causa do reino dos céus. Quem puder aceitar isto, aceite-o”. A palavra eunuco aqui vai muito mais além do que o problema de castração, que era o caso dos que eram forçados pelos reis a serem colocados nesta condição. João Batista não tinha espaço para um casamento com a responsabilidade do seu ministério que tinha mensagens contundentes: “Endireitai o caminho de Senhor”; “Raça de víboras, voltem e produzam frutos de arrependimento”; “Herodes 93 Jere,ias 16:2/4.
  35. 35. 35 (o rei), tu não podes estar casado com Herodias porque ela é mulher do réu irmão Felipe”. Isto é uma questão de vocação (chamado divino). Percebemos também que hoje Deus tem chamado muitas pessoas para viverem esta situação especial de viverem como solteiros, cujas vidas são inteiramente dedicadas a Deus. Não é para todos, mas é um grande privilégio, que visa a glória de Deus, uma concentração na obra de Deus, uma dedicação exclusiva a Ele e ao seu reino e à sua causa. Jesus disse: “Não vim para ser servido, mas para servir e dar a minha vida em resgate de muitos”. O chamado para ter uma família é muito especial e exige muita renúncia, dedicação e devoção. A diferença com os solteiros é que estes geram filhos espirituais: “O que não vive para servir, não serve para viver”.94 Esta ministração tem o objetivo de trazer luz sobre este assunto, para que possamos entender que Deus tem diferentes chamados para diferentes pessoas; quer na vida de casado ou na de solteiro, há padrões diferentes de vida. Não sabemos se o Ap. Paulo era viúvo ou solteiro, o fato é que ele vivia uma vida celibatária quando estava ministrando como apóstolo. Acrescentamos ao que já lemos: “Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se”.95 Paulo apesar de recomendar a vida solteira, ele reconhece que este chamado não é para todos, e que esta implica em pureza. O evangelista Filipe tem em sua casa quatro filhas virgens, e a Palavra nos informa que todas elas exerciam a profecia: 94 95 Adágio popular. I aos Cor 7:9.
  36. 36. 36 “E no dia seguinte, partindo dali Paulo, e nós que com ele estávamos, chegamos a Cesaréia; e, entrando em casa de Filipe, o evangelista, que era um dos sete, ficamos com ele. E tinha este quatro filhas virgens, que profetizavam”.96 Estas são vidas celibatárias que estão dentro do Ministério da Profecia, de forma temporária ou permanente. Jesus de Nazaré viveu uma vida celibatária, tanto antes como durante os seus três anos e seis meses de Ministério. Não temos conhecimento de que Jesus tivesse se casado ou gerado filhos, na realidade Ele chega a dizer que “... As raposas têm covis, e as aves do céu têm ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça”.97 Em outras palavras todos tem um lugar onde morar, mas o Filho do Homem é um solitário. Em Efésios 5 podemos ver que Jesus vive uma vida celibatária na terra, todavia Ele está destinado a viver uma vida de casado, sendo apresentado como o Noivo da Igreja. Jesus veio na terra com um propósito divino, tendo um Ministério curto, não constituindo família na terra; no entanto Ele realizou o Seu primeiro milagre em uma cerimônia de casamento, deixando claro que ele endossa o matrimônio. Além disto, quando os discípulos discutem a questão do divórcio Ele diz que no princípio Deus não projetou separação; Jesus toma as palavras de Adão “...Deixará o homem o seu pai e a sua mãe e unir-se-á a sua mulher e serão os dois uma só carne.” E acrescenta “...o que Deus ajuntou não o separe o Homem”.98 A vida solteira só pode ser vivida por um chamado específico e pela Graça de Deus. Para um chamado de vida celibatária exige-se a necessidade da aplicação da Graça Divina. Nós não podemos pensar na opção da vida celibatária por um egoísmo. Há pessoas que querem optar pela vida de solteiro por opções diversas do chamado divino. Ex: A pessoa que é egoísta não quer ter trabalho de cuidar do marido, dos filhos, ou seja, não quer ter 96 Atos 21:8,9. Mateus 8:20. 98 Mates 19. 97
  37. 37. 37 as obrigações do lar. Esta pessoa quer viver uma vida centralizada em si, alcançando uma vida independente, e, quanto mais velha, mais exigente se torna. No entanto, esta atitude é um campo muito escancarado para promiscuidade sexual. Se o indivíduo não foi chamado para a vida celibatária e não contar com a Graça Divina para viver solteiro, ele terá que lidar com as paixões da sua carne; isto é, é necessário que ele tenha estrutura, vocação e Graça. Deus sempre da a capacitação para se cumprir todo e qualquer chamado. Deus é Fiel, sendo assim, se não existe um chamado não há vocação; e se não há vocação não há unção; não havendo unção não há habilidade. Há muitas pessoas que por causa de traumas e/ou problemas emocionais provenientes de famílias bastante problemáticas, têm verdadeiro pavor ao casamento e necessitam de cura. No evangelho de Mateus99, podemos ver que a fuga responsabilidade de um matrimônio é uma coisa bastante séria: 99 Cap 19:11. da
  38. 38. 38 “Então chegaram ao pé dele os fariseus, tentando-o, e dizendo-lhe: É lícito ao homem repudiar sua mulher por qualquer motivo? Antigamente na sociedade oriental era muito fácil repudiar a mulher. Até nos dias atuais entre certos grupos orientais basta o homem chegar diante de duas ou três testemunhas e dizer para a mulher “eu te divorcio”, e ele estará divorciado. No caso da mulher samaritana, por exemplo, Jesus disse: “Já tiveste cinco maridos”. Isto não significa que esta mulher andava a procura de homens, mas ela era vítima de uma sociedade. Todavia a mulher samaritana se cansou desta situação na qual por qualquer motivo o homem despedia de uma mulher, e, com a mesma facilidade, se casava novamente: “Ele, porém, respondendo, disse-lhes: Não tendes lido que aquele que os fez no princípio macho e fêmea os fez, e disse: Portanto, deixará o homem pai e mãe, e se unirá a sua mulher, e serão dois numa só carne? Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem. Disseram-lhe eles: Então, por que mandou Moisés dar-lhe carta de divórcio, e repudiá-la? Disse-lhes ele: Moisés, por causa da dureza dos vossos corações, vos permitiu repudiar vossas mulheres; mas ao princípio não foi assim. Eu vos digo, porém, que qualquer que repudiar sua mulher, não sendo por causa de fornicação, e casar com outra, comete adultério; e o que casar com a repudiada também comete adultério. Disseram-lhe seus discípulos: Se assim é a condição do homem relativamente à mulher, não convém casar (ficaremos presos a uma mulher eternamente?) era muito fácil para o lado dos homens e Jesus põe um freio nesta situação). Ele, porém, lhes disse: Nem todos podem receber esta palavra, mas só aqueles a quem foi concedido. Porque há eunucos que assim nasceram do ventre da mãe; e há eunucos que foram castrados pelos homens; e há eunucos que se castraram a si mesmos, por causa do reino dos céus. Quem pode receber isto, receba-o”. 100 A vida celibatária é uma opção bíblica, justa e digna, com um propósito divino. A Igreja é a família de Deus, e o solteiro vai viver em família “... Faz com que a mulher estéril habite em casa, e seja alegre mãe de filhos”. A família da Igreja é família para todos os celibatários. Deus proveu uma família para aqueles que escolheram ou responderam a um chamado divino, especialmente quando o solteiro está unido a grupos 100 Mateus 19:3/12.
  39. 39. 39 pequenos dentro da Igreja,101 ele encontra uma verdadeira família. Muitas pessoas chegam à comunhão da Igreja e falam que encontraram uma família, porque há “amigos mais chegados do que um irmão” e os laços em Cristo Jesus une os cristãos de uma maneira profunda. O ponto central é que os solteiros, para viverem em paz e livre das tentações, devem se entregar inteiramente a Deus. Grifo nosso: Sabemos que há um número muito grande de pessoas fora da igreja e entre estes muitos que já se decepcionaram muito e realmente não encontraram esta família neste grupo. A autora, certamente está falando da Igreja de Cristo, esta que está fora do “status quo”, da que parece muito, mas absolutamente, não é. Ela está falando dos “...sete mil que estão escondidos dentro de cavernas” que não se dobraram diante de Baal, este trigo que está misturado com o joio, pessoas puras de coração que estão muitas vezes enganadas, seguindo uma religião, servindo à igreja, a um verdadeiro clube e não à Cristo. A vida de casado tem muitas restrições, por isto Paulo disse: “...Eu gostaria de voz poupar...”. Quando falamos que os solteiros devem entregar a sua vida inteiramente a Deus, estamos enfocando que os princípios para a vida celibatária aplica-se tanto ao celibato temporário quanto ao permanente. O entregar-se a Deus traz a provisão da Graça para viver de modo digno. Deus promete bênçãos especiais aos solteiros: “Porque assim diz o Senhor a respeito dos eunucos, que guardam os meus sábados, e escolhem aquilo em que eu me agrado, e abraçam a minha aliança: Também lhes darei na minha casa e dentro dos meus muros um lugar e um nome, melhor do que o de filhos e filhas; um nome eterno darei a cada um deles, que nunca se apagará”.102 Segundo a lei o eunuco não poderia sequer entrar na casa do Senhor, porém estes são os eunucos à serviço do Reino. Há solteiros que unem-se a Deus por amor, ao invés de se unirem a um cônjuge, a 101 Quando a autora fala de Igreja, está se referindo à Igreja de Cristo e não à apóstata. Ela direciona a igreja em células, ou seja, a igreja em casa. 102 Isaías 56:4,5.
  40. 40. 40 uma família física; há também pessoas viúvas, pessoas repudiadas que por opção, ao invés de constituírem família unem-se a Deus como disse Jesus: “...há eunucos que se castraram a si mesmos, por causa do reino dos céus. Quem pode receber isto, receba-o.103 Tudo isso em uma busca para agradar a Deus, conforme as palavras de Paulo: “... o solteiro cuida das coisas do Senhor, em como há de agradar ao Senhor; mas o que é casado cuida das coisas do mundo, em como há de agradar à mulher”. 104 Ainda que o casado também agrade a Deus, todavia ele é dividido, pois também tem que pensar na esposa e nos filhos. Para o solteiro é bem mais fácil servir a Deus, porque o marido tem a responsabilidade com seus filhos e com a esposa, e a esposa tem a responsabilidade com o seu marido e com os filhos, mas o solteiro tem a Deus como seu marido. Toda a atenção que o solteiro teria que desviar para cuidar da família ele a utiliza para cuidar de Deus. 103 104 Mateus 19:12-b. I aos Cor 7:32.
  41. 41. 41 3.2.a Quais são as bênçãos prometidas? a) um lugar na casa de Deus. Há um lugar para o solteiro na casa de Deus; b) dentro dos meus muros um lugar e um nome, melhor do que o de filhos e filhas. Há um memorial, algo especial porque a pessoa está realmente se dedicando ao Senhor; c) acesso ao Santo Monte de Deus. Deus está olhando para os solteiros que vivem uma vida santa diante Dele para servir o Seu Reino, para servir a Sua Igreja e aos homens; d) Alegria na casa de oração e “um nome eterno darei a cada um deles, que nunca se apagará”. Grifo nosso: Não podemos esquecer que há muitas pessoas que se fazem eunucos pela religião, para dar glória à religião (até com um coração sincero), porém não com entendimento e nem com o chamado divino, mas em um chamado de homens, e consequentemente vivem em hipocrisias, escândalos e perversões sexuais, ou muito infeliz, confundindo o entendimento das pessoas. Já vimos a vida de solteiro como um chamado de Deus, mas temos também a vida de solteiro como devoção. Davi orou para que pudesse gastar todas as suas energias dando toda a sua devoção a Ele. Fala o Apóstolo Paulo:
  42. 42. 42 “E bem quisera eu que estivésseis sem cuidado. O solteiro cuida das coisas do Senhor, em como há de agradar ao Senhor; mas o que é casado cuida das coisas do mundo, em como há de agradar à mulher. Há diferença entre a mulher casada e a virgem. A solteira cuida das coisas do Senhor para ser santa, tanto no corpo como no espírito; porém, a casada cuida das coisas do mundo, em como há de agradar ao marido. E digo isto para proveito vosso; não para vos enlaçar, mas para o que é decente e conveniente, para vos unirdes ao Senhor sem distração alguma. Aqui está um motivo nobre e elevadíssimo: sem distração alguma. >> “Mas, se alguém julga que trata indignamente a sua virgem, se tiver passado a flor da idade, e se for necessário, que faça o tal o que quiser; não peca; casemse. Todavia o que está firme em seu coração, não tendo necessidade, mas com poder sobre a sua própria vontade, se resolveu no seu coração guardar a sua virgem, faz bem. De sorte que, o que a dá em casamento faz bem; mas o que não a dá em casamento faz melhor. A mulher casada está ligada pela lei todo o tempo que o seu marido vive; mas, se falecer o seu marido fica livre para casar com quem quiser, contanto que seja no Senhor. Será, porém, mais bem-aventurada se ficar assim, segundo o meu parecer, e também eu cuido que tenho o Espírito de Deus”. 105 Esta é a palavra de Paulo a qual é muito clara. Que Deus possa ajudar aqueles que são solteiros, chamados e vocacionados para um serviço especial. Que Deus ajude cada um a encontrar o seu verdadeiro lugar no Reino de Deus. 105 I aos Cor 7:32/40.
  43. 43. 43 Grifo nosso: Há uma música antiga que fala mais ou menos assim (não me recordo da música toda e nem do autor infelizmente): “A vida de casado é boa/ mas a vida de solteiro é melhor/ o solteiro vai para onde quer/ e o casado tem que agradar a mulher”. => a lei de Deus está escrita no coração do homem. Em muitos há o desejo de só viver para Deus, de ter a sua afeição concentrada n’Ele: “Quem tenho eu no céu senão a ti? E na terra não há quem eu deseje além de ti. A minha carne e o meu coração desfalecem; mas Deus é a fortaleza do meu coração, e a minha porção para sempre. Pois eis que os que se alongam de ti, perecerão; tu tens destruído todos aqueles que se desviam de ti. Mas para mim, bom é aproximar-me de Deus; pus a minha confiança no Senhor Deus, para anunciar todas as tuas obras”. 106 O solteiro tem a oportunidade de se devotar à palavra de Deus. O tempo que o solteiro iria gastar na vida de casado buscando as coisas deste mundo tornam-se um sacrifício a Deus, e esse compromisso irrestrito ao Espírito, e dedicação às escrituras prepara a pessoa para estágios futuros dentro dos propósitos de Deus. Ainda que a vida do solteiro seja temporária uma das coisas que ele deve se ocupar é na dedicação ao estudo da Palavra de Deus: “Uma coisa pedi ao Senhor, e a buscarei: que possa morar na casa do Senhor todos os dias da minha vida, para contemplar a formosura do Senhor, e inquirir no seu templo”. 107 106 107 Sl 73:25/28. Sl 27:4.
  44. 44. 44 A própria exposição à Palavra de Deus vai ajudar o jovem a ter força em seu caminho: “Com que purificará o jovem o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra. Com todo o meu coração te busquei; não me deixes desviar dos teus mandamentos”. 108 “Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade”.109 A pessoa talvez não possa fazer isto em uma vida em família, mas o solteiro que tem a benção de morar sozinho pode comer ou fazer seus afazeres domésticos ouvindo a Palavra através de um gravador. Para mim (Valnice) é uma benção morar sozinha, eu amo morar assim porque não me sinto só, prefiro estar sozinha com o meu marido, o Senhor Jesus, sem distração alguma. Uma coisa que me refaz é estar sozinha com Ele. A vida de solteiro permite tempo para o serviço de Deus, seu povo, e aos necessitados. Em outras palavras, a pessoa que optou por uma vida celibatária tem mais tempo para servir a Deus. Em uma família, o marido e a esposa que trabalham fora do lar, por exemplo, ao chegarem em casa têm de cuidar do filho, da escola, ver os deveres das crianças, etc. 108 109 Sl 119:9,10. II a Timóteo 2:15.
  45. 45. 45 Quando a pessoa vive sozinha pouca coisa é necessária, até para fazer uma comida, tendo assim mais tempo disponível. O movimento missionário dos últimos dois séculos, analisando as estatísticas, teria sido grandemente prejudicado se não fosse o 60% das forças missionárias celibatárias. Nós fomos convidados por Deus a realmente fazer o bem, e é dentro deste âmbito que está à dedicação do solteiro. “Então, enquanto temos tempo, façamos bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé.”. 110 “A religião pura e imaculada para com Deus, o Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo.”. 111 “O amor seja não fingido. Aborrecei o mal e apegai-vos ao bem. Amaivos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros. Não sejais vagarosos no cuidado; sede fervorosos no espírito, servindo ao Senhor; Alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração; comunicai com os santos nas suas necessidades, segui a hospitalidade;.”112 “Recomendo-vos, pois, Febe, nossa irmã, a qual serve na igreja que está em Cencréia, Para que a recebais no Senhor, como convém aos santos, e a ajudeis em qualquer coisa que de vós necessitar; porque 110 Gal 6:10. Tiago 1:27. 112 Rom 12:9/13. 111
  46. 46. 46 tem hospedado a muitos, como também a mim mesmo”. 113 “E vós, irmãos, não vos canseis de fazer o bem”.114 A vida celibatária é para servir, servir o Reino de Deus servindo as pessoas: “A religião pura e imaculada para com Deus, o Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo”. 115 O solteiro tem mais condições, isto é, tem mais tempo disponível para fazer este trabalho assistencial. Fomos chamados para fazer o bem, para servir a outros, e certamente a vida de solteiro nos ajuda a fazer isto. A vida de solteiro permite que a pessoa tenha mais tempo para a oração e intercessão: “Ora, a que é verdadeiramente viúva e desamparada espera em Deus, e persevera de noite e de dia em rogos e orações;”. 116 Quando o casado chega em casa ele precisa falar com sua esposa e com seus filhos. A comunicação é o cotidiano da vida de casado; os cônjuges não podem se isolar, precisa haver uma comunicação no relacionamento do casal. A vida de solteiro é ao contrário; ao ouvir alguma coisa ele tem que orar, ou seja, a sua comunicação não é com o cônjuge, mas com Deus. Portanto, a vida celibatária permite uma dedicação maior à oração, especialmente quando a pessoa mora sozinha. Nós somos seres gregários, e podemos aprender a se agregar ao Senhor de uma 113 Rom 16:1,2. II a Tess 3:13. 115 Tiago 1:27. 116 I a Timóteo 5:5. 114
  47. 47. 47 maneira tão profunda que a sua vida será bastante frutífera, uma vida de bastante oração. A vida de solteiro, dentro do tempo e do propósito de Deus pode resultar em uma vida inteira comprometida com Deus. Às vezes há um período na vida da pessoa solteira, e essa vida é interrompida dentro dos propósitos divinos. Grifo nosso: Pedimos uma especial atenção a esta colocação a seguir, pois cremos que isto é “...buscar primeiro o reino de Deus e a sua justiça para que as demais coisas sejam acrescentadas”,
  48. 48. 48 ... ou seja, os bois estão sendo colocados na frente do carro e não ao contrário. Veremos que com absoluta fidelidade “as coisas” foram colocadas na vida de Rute. Rute faz uma opção, viver uma vida de solteira, com o propósito de servir a sua sogra: “Disse, porém, Rute: Não me instes para que te abandone, e deixe de seguir-te; porque aonde quer que tu fores irei eu, e onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus; onde quer que morreres morrerei eu, e ali serei sepultada. Faça-me assim o Senhor, e outro tanto, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti”. 117 Rute, nesta expressão, está fazendo uma dedicação voluntária. Quando ela vai se despedir de sua sogra, esta lhe diz: “Volta minha filha, eu não tenho mais filhos, então vai, reconstrói o teu lar, casa-te com alguém”. Todavia Rute lhe responde “Não”. Quando Rute toma esta decisão ela está se decidindo por causa de Deus e da sua sogra; por causa da fé de viver uma vida a serviço da sua sogra e a serviço ao Deus da sua sogra e do povo dela. Depois disto, Deus proveu um lar para Rute. Podemos ver neste caso que houve um tempo para o celibato. Lídia, a negociante, devotou o seu tempo e o seu lar aos apóstolos e a Igreja: “E no dia de sábado saímos fora das portas, para a beira do rio, onde se costumava fazer oração; e, assentandonos, falamos às mulheres que ali se ajuntaram. E uma certa mulher, chamada Lídia, vendedora de púrpura, da cidade de Tiatira, e que servia a Deus, nos ouvia, e o Senhor lhe abriu o coração para que estivesse atenta ao que Paulo dizia. E, depois que foi batizada, ela e a sua casa, nos rogou, dizendo: Se haveis julgado que eu seja 117 Rute 1:16,17.
  49. 49. 49 fiel ao Senhor, entrai em minha casa, e ficai ali. E nos constrangeu a isso”. 118 Neste trecho vamos encontrar Lídia na praia, e Paulo, ao chegar, ministra o evangelho do Senhor Jesus, e depois, Lídia insiste para que ele se hospede em sua casa. Estas são atitudes de dedicação a Deus, quer temporária ou permanente. Vamos pensar agora na situação do viúvo(a) cristão, o chamado especial de Deus e a sua proteção está sobre as viúvas. Há muitos textos que mostram o cuidado de Deus com viúvas, isto é, Deus protegendo e defendendo as viúvas e os órfãos “Pai de órfãos e juiz das viúvas é o Senhor”. Novamente vemos a Graça Divina entrando operação. As viúvas se apresentam na bíblia como verdadeiros exemplos de serviço cristão: “A nenhuma viúva nem órfão afligireis. Se de algum modo os afligires, e eles clamarem a mim, eu certamente ouvirei o seu clamor.” 119 Deus atenta de maneira especial para estes corações: “Aprendei a fazer bem; procurai o que é justo; ajudai o oprimido; fazei justiça ao órfão; tratai da causa das viúvas.” 120 “E estava ali a profetisa Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Esta era já avançada em idade, e tinha vivido com o marido sete anos, desde a sua virgindade; e era viúva, de quase oitenta e quatro anos, e não se 118 Atos 16:3/15. Êxodo 22:22,23. 120 Isaías 1:17. 119
  50. 50. 50 afastava do templo, servindo a Deus em jejuns e orações, de noite e de dia...” . 121 Ana era uma viúva que dedicava a sua vida para servir exclusivamente ao Senhor em Jejum e oração, a qual teve o privilégio de reconhecer o messias: “Honra as viúvas que verdadeiramente são viúvas. Mas, se alguma viúva tiver filhos, ou netos, aprendam primeiro a exercer piedade para com a sua própria família, e a recompensar seus pais; porque isto é bom e agradável diante de Deus. Ora, a que é verdadeiramente viúva e desamparada espera em Deus, e persevera de noite e de dia em rogos e orações;” 122 É muito interessante notar que a Palavra de Deus chama verdadeiras viúvas. Paulo fala que aquelas que não são verdadeiramente viúvas, não devem ser alistadas porque ficam muitos fogosas e querem logo se casar, ou ficam muito faladeiras, andando de casa em casa. Paulo devia ter muitos problemas com respeito às viúvas, o que o levou a estabelecer certos princípios: 121 122 Lucas 2:36/38. I a Timóteo 5:3/5.
  51. 51. 51 “Tendo testemunho de boas obras: Se criou os filhos, se exercitou hospitalidade, se lavou os pés aos santos, se socorreu os aflitos, se praticou toda a boa obra. Se algum crente ou alguma crente tem viúvas, socorra-as, e não se sobrecarregue a igreja, para que se possam sustentar as que deveras são viúvas”.123 A Bíblia nos fala das viúvas e da sua reputação de boas obras, de uma esperança fixa somente em Deus, de uma vida devotada à oração, de um compromisso com a hospitalidade, como uma amiga do aflito e do desamparado e de uma vida acima de reprovação. São características que a bíblia aponta para a vida daqueles que estão sozinhos. Vamos relacionar algumas vantagens da vida de solteiro: a) tempo maior e sem distração para os serviços e adoração a Deus;124 b) mobilidade com respeito à residência, a trabalho ou país. Deus pode usar livremente o tempo do solteiro, os seus recursos, e a sua energia. Deus pode chamar um solteiro para qualquer lugar e a qualquer hora. Há uma mobilidade maior, estamos falando da vida celibatária como um propósito, ou seja, como uma vocação divina. Se a pessoa vai optar pela vida solteira, ela não pode decidir pela vida celibatária pelo egoísmo, ou seja, querendo viver a vida em solteiro 123 124 I a Timóteo 5:10,16. I aos Cor 7.
  52. 52. 52 para si mesmo, para centralizar a sua vida em si. A pessoa tem que optar pela vida celibatária a fim de ter mais tempo e condições de servir. Queridos, a vida de qualquer pessoa é miserável se centralizada em si mesma. Quando falamos de mobilidade não falamos apenas de você se mover para ganhar mais dinheiro, pois qual seria o objetivo de se juntar riquezas aqui na terra? Para quem ficaria estas riquezas? Ao menos que estas riquezas fossem para serem utilizadas no trabalho de Deus. “Estes são os que não estão contaminados com mulheres; porque são virgens. Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vá...” .125 No livro de Rute126 (que lemos acima) também nos mostra a facilidade do celibatário se mover para qualquer lugar. Grifo nosso: É muito chocante o Salmo 49 quando nos fala deste assunto: “Ouvi isto, vós todos os povos; inclinai os ouvidos, todos os moradores do mundo, tanto baixos como altos, tanto ricos como pobres. A minha boca falará de sabedoria, e a meditação do meu coração será de entendimento. Inclinarei os meus ouvidos a uma parábola; declararei o meu enigma na harpa. Por que temerei eu nos dias maus, quando me cercar a iniqüidade dos que me armam ciladas?Aqueles que confiam na sua fazenda, e se gloriam na multidão das suas riquezas, nenhum deles de modo algum pode remir a seu irmão, ou dar a Deus o resgate dele (Pois a redenção da sua alma é 125 126 Apoc 14:4. Cap 1:16,17.
  53. 53. 53 caríssima, e cessará para sempre), para que viva para sempre, e não veja corrupção. Porque ele vê que os sábios morrem; perecem igualmente tanto o louco como o brutal, e deixam a outros os seus bens. O seu pensamento interior é que as suas casas serão perpétuas e as suas habitações de geração em geração; dão às suas terras os seus próprios nomes. Todavia o homem que está em honra não permanece; antes é como os animais, que perecem. Este caminho deles é a sua loucura; contudo a sua posteridade aprova as suas palavras. (Selá.) Como ovelhas são postos a sepultura; a morte se alimentará deles e os retos terão domínio sobre eles na manhã, e a sua formosura se consumirá na sepultura, a habitação deles. Mas Deus remirá a minha alma do poder da sepultura, pois me receberá. (Selá.) Não temas, quando alguém se enriquece, quando a glória da sua casa se engrandece. Porque, quando morrer, nada levará consigo, nem a sua glória o acompanhará. Ainda que na sua vida ele bendisse a sua alma; e os homens te louvarão, quando fizeres bem a ti mesmo, irá para a geração de seus pais; eles nunca verão a luz. O homem que está em honra, e não tem entendimento, é semelhante aos animais, que perecem”. => ...quem tem ouvidos para ouvir, ouve! Prosseguindo...
  54. 54. 54 b) simplicidade financeira, isto é, sem a responsabilidade de cônjuge e de filhos. A vida financeira do solteiro é bem mais simples. Podemos observar várias vantagens da vida de solteiro que demonstram a razão de Paulo ter falado que preferia que cada um escolhesse a vida no celibato, reconhecendo, no entanto, que isto é apenas para aqueles que são chamados. *Como fica a questão da sexualidade? Será que uma pessoa pelo fato de ser chamada para servir a Deus ela se torna assexuada, ou será que ela não tem sexo por causa da sua dedicação? Não. Não é isso. Como o solteiro pode manter a pureza sexual? Dizem que a questão do sexo é fisiológica, todavia ela é mais teológica do que fisiológica. Ainda que exista uma fisiologia, há em contrapartida, os princípios cristãos para nos socorrer (autodomínio, vida disciplinada e controlada). O solteiro tem que guardar os olhos, os ouvidos, o olfato, o paladar, o tato; guardar os sentidos e guardar o corpo para que ele se mantenha incontaminado. A questão de um descontrole ou de se descambar para ao pecado está relacionado diretamente com a exposição constante ao que desperta a sensualidade. Nós vivemos em uma sociedade altamente apelativa, e certamente ninguém pode confiar na sua própria carne. Se alguém quer viver uma vida pura não pode expor os seus sentidos a todo o tipo de apelação porque terá sérios problemas para manterse em uma vida de incontinência, porém, é perfeitamente possível controlar o corpo. Quando eu (Valnice) era estudante no seminário, li um livro escrito por um padre que tinha como título “Vida Sexual dos Solteiros e dos Casados”. Este padre falava neste livro sobre uma vida pura e de como se manter a virgindade; ele declarava que era necessário exercer controle sobre a vontade. Este autor dizia o seguinte: “A pessoa deve pôr sobre a mesa onde estiver estudando o seu chocolate predileto, e não comê-lo, mesmo que tenha muita vontade. Depois de se acostumar com o chocolate ela deve colocar outra coisa que também goste muito, todavia não deve comê-la. Desta forma a
  55. 55. 55 pessoa estará aprendendo a disciplinar os seus próprios desejos”. Isto é muito interessante é há muito de verdade nisto. Podemos aprender a disciplinar os nossos desejos, por exemplo, rejeitando um prato de comida por renúncia de nosso desejo de comer, ou no meio da refeição podemos dizer “basta”. Estas são formas de criarmos em nós mesmos limites e de aprendermos a não sermos dominados pelos impulsos da carne. De fato nós não devemos ser controlados por coisa alguma, Deus nos fez livres e não devemos deixar que absolutamente qualquer apetite da carne em qualquer área de nossas vidas nos domine. Qualquer dos nossos desejos podem ser controlados se nós desenvolvermos em próprio caráter e na nossa própria maneira de ser, não ser vítima de desejo algum, mas estar sempre por cima da situação. Cristo nos libertou, não devemos nos tornar escravos de coisa alguma, muito menos do sexo, mas estar sempre por cima da situação. A vida do solteiro deve ser uma vida de bastante cuidado nesta área para que as tentações da carne e para que os apelos deste mundo não tenham poder sobre a sua vida sexual. Os solteiros circunstancialmente, como a viúva, por exemplo, ou as pessoas separadas, talvez tenham um pouco mais de problemas, mais não quer dizer que isto seja impossível, ou seja, elas também podem colocar todos os desejos da carne em sujeição. Isto é uma boa maneira de aprender estar acima dos seus desejos, e sobretudo, ter uma vida com Deus. Paulo declara: “(...) andai em espírito e jamais satisfareis os desejos da carne”.
  56. 56. 56 Se a pessoa anda em um plano espiritual e se a sua mente estiver voltada para as coisas de Deus e para sua Palavra certamente os desejos da carne estão crucificados. Por isso é necessário que tomemos cuidado com os sentidos, porque se eles estiverem expostos, à tentação virá. Ex: A pessoa está em dia de jejum, ou sob a recomendação médica de não comer determinados tipos de alimentos. Se esta pessoa se assentar à mesa com todas aquelas comidas diante dela certamente o seu desejo será despertado, mas se ela for uma pessoa sábia não ficará provocando o desejo da sua carne para comer o que não deve o para comer quando não deve. O mesmo princípio vale para questão sexual; a pessoa quer vencer nesta área não deverá expor os seus sentidos à circunstâncias (situações, conversas, leituras, visões, etc.) de coisas que possam despertar os seus desejos sexuais, mas ela deverá sim, se voltar para coisas espirituais. Caso a pessoa seja acidentalmente exposto a um tipo de situação sensual ela não dará lugar em sua mente para pensamentos lascivos nem a imagens lascivas, mas aplicará imediatamente a Palavra, conservando os pensamentos naquilo que é puro, santo e que proceda de Deus:
  57. 57. 57 “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai”. 127 Grifo nosso: Dificilmente alguém não teria ficado com inveja dos solteiros vocacionados ou chamados. Certamente alguém poderá questionar o texto como sendo uma “beatice” ou uma “utopia”, porém sabemos que, como o sol nasce todos os dias, esta é uma realidade inquestionável. Como o mundo jaz no maligno e o apelo ao sexo se faz primordial e imprescindível, a “lavagem cerebral”, os sofismas, as idéias entranhadas, que são como disse o Ap. Paulo uma fortaleza formada desde a infância, os que se opõem se defendem e se unem para escarnecer do que é correto. A pureza fere a consciência dos que estão frágeis ou enganados, porém nada vai alterar o que é, pelo contrário: “Não é a minha Palavra é como fogo, diz o Senhor, e como o martelo que esmiúça a penha?”. Este que tenta viver uma vida livre, sem prisões e sem culpa, e se frustra porque não consegue, certamente receberá o socorro de Deus, pois: 127 Filipenses 4:8.
  58. 58. 58 ”... o que busca acha, o que bate a porta se abre e o que pede, recebe”128, e, “...aquele que perseverar até o fim, será salvo”129. >> “Jesus, porém, olhando para eles, disse: Para os homens é impossível, mas não para Deus; para Deus, todas as coisas são possíveis”. E para dar ênfase ao princípio bíblico que Deus odeia o divórcio colocamos mais esta parceria a seguir, para que o equilíbrio nos conforte e nos aprume quanto à vida de solteiro, de casados, e quanto ao perigo do divórcio. Temos um texto específico sobre o assunto com o título “Divórcio e adultério”, onde fundamentamos a questão biblicamente com mais largueza, e outro com o título “Namoro, noivado casamento” onde enfatizamos os princípios de Deus sobre a questão. 128 129 Mateus 7:8. Mateus 10:22.
  59. 59. 59 3.3 Divórcio, um atalho para a morte130 O Divórcio, um atalho para a morte J. Alvacir Campos, o autor deste DVD, também escreveu dois livros: “A união entre o homem e a mulher à luz de Deus” e “Religião, a segunda maior praga da humanidade”. Metade das crianças no mundo não se sabe quem é o pai, por conta da desagregação familiar, do divórcio e da religião que distorce sobremaneira a Palavra de Deus. Cristianismo não é religião, mas um modo de vida, um relacionamento entre o homem e Deus por intermédio de Jesus. “Buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça e as demais coisas vos serão acrescentadas”.131 Sua frase preferida: Deus forma o homem, a escola informa o homem, satanás deforma o homem, mas só Jesus cristo transforma o homem. A maioria das pessoas não gosta de ler, e passam o ano todo sem ler um livro sequer. Quem não lê, mal fala, mau ouve e mal vê. O pior analfabeto é o que sabe ler e não lê. Existe um véu de obscuridade que paira sobre todo o planeta que impede as pessoas, tanto intelectual como espiritualmente, de conhecer a verdade absoluta que vem de Deus. Hoje, entre cinco casamentos, quatro termina em divórcio, e o que casa já o faz com o pensamento de que se não ser certo, vai separar. A importância do verdadeiro conhecimento: Jesus é o único que tem duas naturezas, a humana e a divina (Filho do Homem e Filho de Deus). Se fosse só Deus não poderia ser tocado pelo homem, e se Jesus não tivesse nascido como homem não poderia ter autoridade sobre a terra, pois o Salmo 115:16 fala que Deus deu a terra para os homens reinarem. Satanás não tem direito algum, mas como ladrão que é, mentiroso e autor da mentira, engana os homens e arranca deles até a adoração que deveria ser só para Deus. A Bíblia revela como foi que Jesus nasceu. Antes da crucificação foi 100% homem e quando ressuscitou e ficou quarenta dias aqui na terra, foi 100% Deus. A ressurreição de Jesus, o fato mais extraordinária da história da humanidade, mudou o curso da história humana e deu ao homem a oportunidade de iniciar uma nova vida. Isto é fartamente comprovado pela história e está longe de ser uma lenda. Morreu, não para que o homem nunca mais morresse, mas para que ele não morresse para sempre. “25 Declarou-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que morra, viverá; 26 e todo 130 131 J. Alvacir Campos. Resumo do DVD (BV Filmes – DVD Vídeo) Mateus 3:16.
  60. 60. 60 aquele que vive, e crê em mim, jamais morrerá. Crês isto?”.132 Ele venceu a morte.133 Todos os líderes religiosos morreram e os seus ossos estão guardados, mas os de Jesus, não, pois ressuscitou. Só Jesus une os homens; toda e qualquer religião os divide, inclusive entre as denominações evangélicas, que dividem o corpo que Cristo une. “6 Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim”.134 ... ninguém mesmo! É impressionante como este nome afasta as pessoas, escandaliza e as deixa curiosas. Excluem Jesus nas escolas, mas incluem os preservativos. Os que querem ser como Jesus serão chamado de fanáticos e serão perseguidos.135 A Bíblia embora seja o livro mais lido do planeta e o próprio Deus falando ao ser humano, é também o mais odiado, o mais combatido e ignorado. Para combatê-la falam que é falha, pois é escrito por homens. Um cachorro poderia ter escrito? Na realidade foi o próprio Deus quem a escreveu através dos seus apóstolos, e é o segundo maior presente de Deus para a humanidade. As muitas versões diferentes acabam atrapalhando o entendimento, principalmente nos testos de Mateus 5:32 e Mateus 19:9. As características e a evolução natural do idioma vivo vão transformando as palavras e as resumindo nos seus diversos dialetos, porém o sentido original deveria ser muito mais conservado. O namoro: É só uma excitação à sensualidade. Normalmente, o jovem procura fazer a sua vontade e não a de Deus. O namoro, via de regra, é um momento mágico onde não se exige muita coisa um do outro. Depois do casamento, sofrem muita decepção. 132 João 11:25,26. Mateus 28:6. 134 João 14:6. 135 II a Timóteo 3:12. 133

×