Solidus Educacional

242 views
204 views

Published on

Guia Educacional 1

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
242
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Solidus Educacional

  1. 1. Solidus educacionalGuia 1 – Fundamentos e Conceitos
  2. 2. Solidus educacionalUm mercado de capitais forte implica em benefícios para aatividade econômica do país, como, por exemplo, a deduçãode custos de investimento por parte das empresas e tambémo aumento de competitividade da economia como um todo.Isto porque, ao abrir capital, uma empresa capta recursosfinanceiros que podem ser utilizados para projetos einvestimentos, trazendo maior competitividade para amesma. Implicando, assim, em maiores oportunidades tantopara as empresas como para as pessoas aplicarem seusrecursos disponíveis.A Solidus elaborou este material para que você possacompreender de forma mais clara o que é e como funciona omercado de ações.
  3. 3. FUNDAMENTOS E CONCEITOS SOCIEDADE ANÔNIMA (S/A) Uma Sociedade Anônima é uma empresa em que o capital social da empresa se encontra dividido em ações. É o tipo de sociedade que pode ter ações negociadas em bolsa. A Sociedade Anônima pode ser de capital fechado, onde a captação dos recursos se dá através dos próprios acionistas, ou ser de capital aberto, onde a captação dos recursos se dá junto ao público. E é através do lançamento de ações no mercado que uma empresa aumenta o número de acionistas.Solidus educacional
  4. 4. FUNDAMENTOS E CONCEITOS O QUE SÃO AÇÕES? A ação corresponde a uma pequena fração de uma empresa, e, no momento em que você compra ações, você se torna sócio. A sua parcela na sociedade, é proporcional à quantidade de ações que você possui. Tipos de ações Os tipos básicos de ações são as preferenciais (PN) e as ordinárias (ON): o PN Ações Preferenciais: As ações preferenciais, conforme o nome indica, dão preferência aos acionistas no recebimento de pagamento de dividendos e em caso de liquidação da empresa. No entanto, estas não concedem ao acionista o direito de voto. o ON Ações Ordinárias: São aquelas que dão direito de voto ao acionista em assembléias deliberativas da companhia.Solidus educacional
  5. 5. FUNDAMENTOS E CONCEITOS Níveis de ações As ações, além da classificação em ON e PN, também são classificadas em níveis. o Blue Chips ou de 1ª linha: são ações com grande liquidez no mercado de ações e, geralmente, de grande porte e consolidadas no mercado nacional (exemplos: Vale e Petrobrás); o 2ª linha: ações pouco menos líquidas no mercado, de ótima qualidade, no entanto, representam maior risco em comparação com as blue chips. Em geral, são empresas de grande e médio porte; o 3ª linha: São ações de baixa liquidez, no entanto, não quer dizer que possuam menor qualidade que as de 2ª linha. Caracterizam-se por serem empresas de médio e pequeno porte.Solidus educacional
  6. 6. FUNDAMENTOS E CONCEITOS DIVIDENDOS Dividendos correspondem à distribuição dos lucros auferidos no período aos acionistas, no mínimo de 25% do valor do lucro líquido ajustado. O pagamento é proporcional à quantidade de ações detida pelo acionista e, em geral o valor varia de acordo com o resultado da empresa no período e de sua política de pagamento de dividendos. A periodicidade pode ser trimestral, semestral ou anual, variando de acordo com cada companhia. Os acionistas são isentos de IR ao recebimento dos dividendos.Solidus educacional
  7. 7. FUNDAMENTOS E CONCEITOS BONIFICAÇÕES Emissão de novas ações em função de aumento de capital decorrente da incorporação de reservas que são distribuídas gratuitamente aos sócios. Geralmente não traz efeitos positivos sobre a posição em ações do investidor já que o aumento na quantidade de papéis acaba sendo compensado pela queda de preço do mesmo. Portanto, ter 400 ações a R$ 50,00 cada ou 800 a R$ 25,00 faz pouca diferença já que o valor da posição de R$ 20.000,00 segue o mesmo. A bonificação aumenta o capital social e o número de ações da empresa, porém, sem afetar o valor do patrimônio líquido. A distribuição é proporcional à quantidade de ações possuídas pelo acionista.Solidus educacional
  8. 8. FUNDAMENTOS E CONCEITOS DESDOBRAMENTO (STOCK SPLIT) A exemplo da bonificação é a emissão de novas ações que são distribuídas gratuitamente aos sócios. A diferença entre as duas é que, no caso do desdobramento, não há aumento de capital social, pois o desdobramento é a divisão das atuais ações em uma nova quantidade sem que haja capitalização de reservas. Seu principal objetivo é dar mais liquidez ao papel.Solidus educacional
  9. 9. FUNDAMENTOS E CONCEITOS SUBSCRIÇÕES DE NOVAS AÇÕES É o ato de adquirir novas ações emitidas em decorrência do aumento de capital da companhia. O acionista pode comprar a quantidade de ações a partir de um valor pré-estabelecido, em um período determinado. Divide-se em subscrição pública e privada (particular). o Privada: novas ações são vendidas preferencialmente aos atuais acionistas, na proporção do número de ações que possuírem. o Pública: aberta a não acionistas. Qualquer investidor interessado pode adquirir as ações.Solidus educacional
  10. 10. FUNDAMENTOS E CONCEITOS JUROS SOBRE CAPITAL PRÓPRIO São recursos pagos aos acionistas como “retribuição ao aporte de capital que fizeram”. A empresa pode deduzir esse montante como custos de capital, enquanto que os acionistas, quando recebem, pagam 15% de IR na fonte. Ao contrário dos dividendos, não é pago de acordo com o desempenho da empresa no período, sendo baseado nas reservas de lucros. Seu pagamento é vantajoso, pois como o valor é descontado sob forma de despesa financeira, e quanto maior a despesa menor é o lucro, já que a incidência do IR é sobre o lucro da empresa, ela consegue pagar menos imposto.Solidus educacional
  11. 11. FUNDAMENTOS E CONCEITOSMercado Primário e SecundárioÉ no mercado primário que a empresa obtém O mercado secundário é onde os títulos já existentes se transferem de um proprietário pararecursos para seus investimentos, que os bancos outro. O valor transacionado nesse mercado nãoobtêm recursos para financiar empresas, etc. é canalizado para a empresa ou banco, etc. AApenas no mercado primário é que ocorre o fluxo função do mercado secundário é dar liquidez aosde recurso dos fornecedores de fundos para papéis (ativos financeiros) negociados noaqueles que necessitam, tanto para investimento mercado primário. O mercado secundário équanto consumo. É, também, no mercado primário dividido em Mercado de Balcão e Bolsa deonde ocorre a colocação de ações ou outros valores.valores mobiliários, provenientes de novasemissões. Mercado de balcão: é um mercado onde são transacionadas ações de empresas listadas em Bolsa e outras espécies de títulos. O SOMA é um exemplo de entidade administradora de mercado de balcão organizado. Bolsa de Valores: São centros de negociação de ações que atuam como auxiliares da CVM, para garantir transparência das ofertas e operações realizadas. As bolsas de valores utilizam sistema eletrônico de negociação para efetuar as operações de compra e venda de ações. As bolsas possuem autonomia na esfera de sua responsabilidade. No Brasil, a BM&FBOVESPA é o mercado de Negociação.
  12. 12. FUNDAMENTOS E CONCEITOS INVESTIDORES Os investidores podem ser tanto instituições, como indivíduos que operam por intermédio de Corretoras de ações. CORRETORAS DE AÇÕES São instituições financeiras, credenciadas pelo Banco Central e CVM, e que são membros da Bolsa de Valores e, por isso, estão habilitadas a negociar valores mobiliários.Solidus educacional

×