Apoio inovacao jp paulo

  • 91 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
91
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
2
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide
  • O apoio às exportações brasileiras e a internacionalização de nossas companhias tem sido uma das grandes prioridades do BNDES e do governo brasileiro. Nesse contexto, o Banco inaugurou em 27 de agosto de 2009 o seu escritório em Montevidéu, no Uruguai, cidade considerada "capital" do Mercosul. Trata-se de uma demonstração efetiva de nosso compromisso com o crescimento da indústria brasileira e com a integração latino-americana. A partir do escritório do BNDES em Montevidéu, serão identificadas oportunidades para aumentar o acesso de empresas brasileiras ao mercado regional e ampliar sua competitividade. As companhias brasileiras já atuam de maneira intensa como fornecedoras de bens e serviços em projetos de infraestrutura financiados pelo Banco em toda a América Latina, e nossa presença no país vizinho ensejará o surgimento de novas associações saudáveis com outras empresas do continente, com benefícios mútuos. O empenho que viabilizou a abertura do escritório no Uruguai continua, agora para permitir que comece a funcionar em 2009 a subsidiária de Londres, em mais uma etapa do processo de internacionalização do BNDES.
  • Nas operações diretas, o risco da operação é do BNDES. A análise do projeto é realizada pelo seu próprio corpo técnico.
  • No primeiro trimestre de 2010, o BNDES liberou R$ 25,5 bilhões em financiamentos, resultado sem precedentes para o período, com incremento de 37% na comparação com janeiro/março de 2009. No primeiro trimestre, a Indústria respondeu por 30% dos desembolsos totais do BNDES, com R$ 7,7 bilhões e destaque para alimentos e bebidas (R$ 2,6 bilhões desembolsados no trimestre). À Infraestrutura foram liberados R$ 9,9 bilhões, com 40% do total, sendo R$ 5,5 bilhões para transporte rodoviário e R$ 2,3 bilhões para energia elétrica. Comércio e Serviços, com R$ 5,2 bilhões, teve participação de 20% no montante global desembolsado pelo  BNDES.
  • Em 2007, as aprovações, que servem de termômetro para o volume de futuros desembolsos, atingiram 98,8 bilhões, superando os desembolsos em quase R$ 34 bilhões. O diferencial entre as aprovações e os desembolsos do BNDES acumulados em 12 meses, em valores superiores a R$ 30 bilhões, representam os valores mais elevados que se tem registro. E representam cerca de 50% dos desembolsos totais realizados pelo Banco em 2007. Isso indica que há uma ampla pressão de demanda efetiva pelos recursos do BNDES. Essa situação reflete a forte expansão dos investimentos em curso na economia brasileira, sinalizando que esse movimento é sustentável. Nos oito primeiros meses de 2008, houve expressiva concentração de desembolsos e aprovações, revelando crescimento da demanda em relação ao último semestre de 2007. Boa parte do desempenho pode ser atribuído ao aumento do consumo das famílias, gerado pelo crescimento do emprego, da renda e do crédito, e que resultou em novos investimentos por parte das empresas com produção voltada para a demanda doméstica. Apesar dos desembolsos crescentes, a expectativa é que o Banco encerre 2010 com liberações inferiores às registradas no ano anterior, de R$ 137,4 bilhões. Isso porque o crescimento excepcional do BNDES em 2009 foi, em grande medida, consequência das medidas anticrise implementadas pelo governo federal, das quais o BNDES é um dos principais instrumentos.

Transcript

  • 1. Reunião do CONSECTI e CONFAPBNDES e o Apoio à Inovação Tecnológica João Pessoa, 26/08/2011 Paulo Guimarães Chefe do Departamento Regional Nordeste 1
  • 2. Escritórios Subsidiária BNDES Limited Recife Brasília São Paulo Rio de Janeiro 2.723 empregados (Março de 2011) Escritório Montevideo 2
  • 3. Como apoiamos Operações Diretas Operações Indiretas Contratadas diretamente com Instituições financeiras credenciadas o BNDES pelo BNDESEMPRESÁRIO Informação e Relacionameto Instituição Financeira Credenciada EMPRESÁRIO 3
  • 4. Quem pode tomar financiamentos •Empresas em geral Pessoas Jurídicas •Empresários individuais •Associações e Fundações •Produtor rural •Transportador autônomo de carga Pessoas Físicas •Transportador escolar •Micro-empreendedor •Municipal Administração Pública •Estadual •Federal 4
  • 5. Evolução dos desembolsos - BRASIL 609 mil operações 390 mil operações 204 mil operações 5
  • 6. Aprovações vs Desembolsos - BRASIL 6
  • 7. Operações em 2010Número de Operações (Quantidade) Desembolsos (Valor)609.894 R$ 168,4 bilhões 104. 053 122, 8 46. 857 17% 73% 8% 41. 836 7% 8, 4 5% 417. 148 13, 5 23,7 68% MPME + PF = 93% 8% 14% 7
  • 8. Produtos para o Apoio à Inovação FUNTEC InovaçãoCRIATEC Valor Inicial Capital Tecnológic R$ 184 R$ 80 Milhões Inovador a Milhões R$ 1 Bilhão R$ 1 Bilhão BNDES PSI BNDES PSIFUNTTEL Fundo de (31.12.2012) (31.12.2012) Biotecnologia Finem Finem eFundo NE de Nanotecnologi PROSOFT Inovação a Apoio à R$ 5 Bilhões Fundo de Inovação 31.07.2012 BNDES PSI PROFARMA Inovação em R$ 3 Bilhões Meio Ambiente 31.07.2012 Proplástico Cartão PAISS R$ 700 milhões R$ 1 Bilhão 30.09.2012 BNDES PROTVD IES R$ 1 Bilhão BNDES R$ 1 Bilhão 31.12.21013 Pró-Aeronáutica BNDES PSI Proengenharia¹Automátic R$ 4 Bilhões R$ 100 Milhões o 31.03.2013 31.03.2013 BNDES PSI BNDES PSI 81. Setores: Bens de Capital, Defesa, Automotivo, Aeronáutico, Aeroespacial, Nuclear, Petróleo e Gás e Naval.