A política de Open Access da Universidade de Coimbra

1,021
-1

Published on

António Gomes Martins, Vice-Reitor da Universidade de Coimbra - A política de Open Access da Universidade de Coimbra, elemento de estratégia institucional

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,021
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
11
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A política de Open Access da Universidade de Coimbra

  1. 1. 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25-26 Novembro 2010 A política de Open Access da Universidade de Coimbra Elemento de estratégia institucional A. Gomes Martins
  2. 2. 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25-26 Novembro 2010 Mudança • Antes – Bibliotecas da UC • dispersas • em grande número • não coordenadas • Depois de deliberação do Senado – Reorganização do universo das bibliotecas para • Racionalizar uso dos espaços • Racionalizar o uso dos recursos humanos • Harmonizar métodos de gestão • Unificar e universalizar pesquisa nos fundos fisicamente dispersos • Digitalizar para facilitar acesso transversal – Coordenação técnica e fomento da cooperação entre bibliotecas • SIBUC
  3. 3. 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25-26 Novembro 2010 SIBUC • Serviço Integrado de Bibliotecas da UC – Prestar serviço de consultadoria e apoio às bibliotecas nas áreas da especialidade – (…) – Promover a criação do Repositório da produção científica da UC e coordenar a sua implementação – Fomentar e coordenar a divulgação da informação em suporte digital – Coordenar o Sistema de Informação Bibliográfica da UC – (…) – Centralizar o serviço de apoio ao utilizador – Desenvolver e manter actualizado o portal das bibliotecas
  4. 4. 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25-26 Novembro 2010 Instituto de Investigação Interdisciplinar • Unidade orgânica de novo tipo – Expressão orgânica própria das Unidades de I&D da UC avaliadas pela FCT – Objectivos do IIIUC • (…) • Manter informação pública actualizada sobre a produção científica dos investigadores da UC • (…) • => articulação entre o IIIUC e o SIBUC
  5. 5. 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25-26 Novembro 2010 Duas peças de uma estratégia • Curricula dos investigadores - Plataforma De Góis • Publicações - Estudo Geral (inserido no RCAAP) – De Góis • Além de suporte a candidaturas diversas • Gestão de informação relevante das UnI&D, das UO e da UC • Suporte à avaliação dos docentes – Estudo Geral • Visibilidade da produção científica da UC • Base de apuramento de indicadores
  6. 6. 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25-26 Novembro 2010 Concerto • Articulação entre – SIBUC – IIIUC para a promoção conjunta do uso das duas plataformas tirando partido da ligação entre elas da reorganização dos sistemas de informação da UC do contexto de reorganização profunda da Administração da UC
  7. 7. 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25-26 Novembro 2010 Operativa • Organização de sessões itinerantes de esclarecimento e formação – Nas UnI&D – Nas UO • Em proactividade • Em reacção a pedidos • Organização de documentos online – Manuais – Videos de demonstração • Helpdesk • Exagerando, – Organização, em back-office, dos dados de Unidade de I&D para demonstrar e seduzir pelo exemplo - carregamento de informação em De Góis e em Estudo Geral em simultâneo
  8. 8. 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25-26 Novembro 2010 Política • Intervenientes
  9. 9. 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25-26 Novembro 2010 Política Prescrições – A comunidade científica da UC deve concretizar a inclusão no Estudo Geral de toda a produção científica – Teses, dissertações e relatórios de projecto/estágio • depósito obrigatório em texto integral pelos Serviços de Gestão Académica da UC • excepto pedido expresso em contrário – Depósito pelo Autor em três modalidades • directamente, em http://estudogeral.sib.uc.pt; • enviando a informação para o endereço repositório@sib.uc.pt ; • entregando a informação à Biblioteca associada à(s) Unidade(s) Orgânica(s), Departamento(s) ou Centro(s) de Investigação correspondente(s) – Estudo Geral: fonte de informação privilegiada sobre a produção científica de todos os investigadores da UC
  10. 10. 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25-26 Novembro 2010 Política Contrapartidas – Com base na informação existente no Estudo Geral são atribuídos prémios pecuniários a investigadores da UC • um por cada Unidade Orgânica por ano • segundo método e critérios estabelecidos pelo Reitor • com auscultação aos Conselhos Científicos das Unidades Orgânicas e • consulta ao Senado
  11. 11. 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25-26 Novembro 2010 Política - quem faz o quê SIBUC • Administrar, com os serviços de TIC da UC, o sistema informático • Garantir interoperabilidade do Estudo Geral com o RCAAP • Assegurar divulgação de teses, dissertações e relatórios de projecto/estágio de mestrado • Fazer o levantamento da restante produção científica da UC • Promover o auto-arquivo por parte dos autores • Colaborar com – As UnI&D@IIIUC – a Imprensa da UC • Promover acções de divulgação e formação para utilizadores • Assegurar formação técnica dos profissionais de biblioteca • Caracterizar a produção científica global da UC, de cada Unidade Orgânica e de cada Unidade de I&D, com base num painel de indicadores que deve propor. • Tratar tecnicamente a informação existente no Estudo Geral com o objectivo de suportar o(s) processo(s) de atribuição de prémio(s)
  12. 12. 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25-26 Novembro 2010 Política - quem faz o quê Serviço de Gestão Académica • Registar e arquivar no Estudo Geral todas as teses de doutoramento e as dissertações e relatórios de projecto/estágio de mestrado
  13. 13. 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25-26 Novembro 2010 Política - quem faz o quê Bibliotecas • Zelar pela qualidade dos metadados relativos às publicações da comunidade académica de cada Unidade Orgânica, Departamento ou Unidade de I&D. • Apoiar os utilizadores de cada Unidade Orgânica, Departamento ou Unidade de I&D no registo e arquivo de documentos no Estudo Geral • Registar e arquivar no Estudo Geral os documentos que lhes forem entregues para esse fim
  14. 14. 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25-26 Novembro 2010 Política - quem faz o quê Divisão de Planeamento, Gestão e Desenvolvimento (DPGD) do CSE da Administração • Incluir os resultados da caracterização da produção científica apurados pelo SIBUC no relatório anual de actividade da UC e nas publicações de natureza estatística aplicáveis.
  15. 15. 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25-26 Novembro 2010 Política • Mandato aprovado em 23 de Setembro de 2010 • Entrada em vigor a 24 de Outubro • O que falta concluir: – Sistema de indicadores e metodologia de apuramento – Proposta ao Reitor para aprovação – Publicação dos primeiros resultados sobre desempenho – Metodologia de selecção de investigadores a premiar

×