Slides atualizados psicologia social (2)

15,500 views

Published on

Trabalho apresentado no curso de pós-graduação de Psicologia Social e Comunitária.

0 Comments
8 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
15,500
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
633
Actions
Shares
0
Downloads
319
Comments
0
Likes
8
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Slides atualizados psicologia social (2)

  1. 1. IDEOLOGIA E ALIENAÇÃO<br />DISCIPLINA: PRINCÍPIOS DA PSICOLOGIA SOCIAL: <br />AFETIVIDADE,IDENTIDADE,REPRESENTAÇÃO SOCIAL , IDEOLOGIA E ALIENAÇÃO.<br />Prof. Deyseane Lima<br />GEYRLANE-LOURENÇO-NAZAÍTE-ROBERTA-MARIA-CONCEIÇÃO<br />
  2. 2. IDEOLOGIA:<br />TERMO CRIADO POR DESTUTT DE TRACY NO TEMPO DA REVOLUÇÃO <br />FRANCESA- SIGNIFICA A CIÊNCIA QUE ESTUDA A GÊNESE DA S IDEÍAS.<br />MARX- COM SUA “IDEOLOGIA ALEMÔ CONCEBE O CONCEITO COMO EQUIVALENTE A ILUSÃO, FALSA CONSCIÊNCIA, ALIENAÇÃO.<br />A IDEOLOGIA DESENVOLVE A ALIENAÇÃO SOCIAL E HISTÓRICA QUANDO CONSIDERA AS DESIGUALDADES SOCIAIS COMO “ NORMAIS”.<br />
  3. 3. ALIENAÇÃO: <br />DESCONHECIMENTO DAS CONDIÇÕES <br />HISTÓRICO-SOCIAIS EM QUE VIVEMOS.<br />IDEOLOGIA NO PLANO SUPERESTRUTURAL<br /> É ARTICULADA PELAS INSTITUIÇÕES QUE <br />RESPONDEM PELAS FORMAS JURÍDICAS, <br />POLÍTICAS, RELIGIOSAS, ARTÍSTICAS E FILOSÓFICAS.<br />“NO PLANO INDIVIDUAL, ELAS SE REPRODUZEM<br /> EM FUNÇÃO DA HISTÓRIA DE VIDA E DA INSERÇÃO<br /> ESPECÍFICA DE CADA INDIVÍDUO(LANE, P.41)”<br />A CONCEPÇÃO PSICOLÓGICA DE ALIENAÇÃO – DEFINIDA COMO NEUROSE, LOUCURA, SE APROXIMA DA TEORIA SOCIOLÓGICA,POIS O INDIVÍDUO “ALIENADO”, ESTÁ INCONSCIENTE DA SUA REALIDADE, E DAS IDEOLOGIAS QUE O MANTÉM “ FORA DO REAL”<br />
  4. 4. FORMAS DE ALIENAÇÃO SOB O PONTO DE VISTA SUPERESTRUTURAL<br /> ALIENAÇÃO SOCIAL- OS HOMENS NÃO SE RECONHECEM COMO PRODUTORES DAS INSTITUIÇÕES SÓCIO-POLÍTICAS E OSCILAM ENTRE DUAS ATITUDES:<br />-Aceitação passiva considerando tudo como natural, divino ou racional, ou se rebelam individualmente, julgando que, por sua própria vontade e inteligência, podem mudar a realidade.<br />Considera- se nesses dois casos a sociedade como o outro (alienus), ALGO SEPARADO DE NÓS, DIFERENTE DE NÓS E COM PODER TOTAL OU NENHUM PODER SOBRE NÓS.<br />
  5. 5. 2. ALIENAÇÃO ECONÔMICA<br />OS HOMENS NÃO SE RECONHECEM COMO PRODUTORES, NEM NOS OBJETOS PRODUZIDOS PELO SEU TRABALHO.<br />-Vendem sua força de trabalho para os proprietários do capital e são transformados em mercadoria e como toda mercadoria tem um valor, isto é, os salários, OS HOMENS SÃO COISIFICADOS. <br />Os trabalhadores produzem alimentos,objetos de consumo,máquinas, inúmeros trabalhos- a mercadoria trabalhador produz mercadorias, que , no final, são “alienadas” dele. Seus salários não lhes permite consumir a maioria das coisas que eles produzem, estas não lhes pertencem.<br /> AS MERCADORIAS SÃO EXTERIORES AO HOMEM- UM OUTRO(ALIENUS)<br />
  6. 6. 3-ALIENAÇÃO INTELECTUAL-SEPARAÇÃO SOCIAL ENTRE TRABALHO MATERIAL( QUE PRODUZ MERCADORIAS) E TRABALHO INTELECTUAL (QUE PRODUZ IDÉIAS).<br />Supõe que o trabalho material é uma tarefa que não exige conhecimento, mas apenas habilidade manuais, enquanto que o trabalho intelectual é responsável pelos conhecimentos.<br /> A tripla alienação dos intelectuais:<br /> 1-Ignoram o conteúdo classista de suas idéias e <br />não se percebem reprodutores do pensamento da<br /> classe dominante- <br />2-Ignoram ou esquecem que as idéias são produzidas por eles.<br />3-Acreditam que as idéias são entidades existentes por si mesmas, e não criação deles. As idéias se tornam separadas de seus autores. <br />
  7. 7. A IDEOLOGIA<br /><ul><li>A Alienação social se exprime numa “teoria” do conhecimento espontânea- senso comum da sociedade- explicações imaginadas para justificar a realidade tal como ela é percebida –
  8. 8. Explicação da pobreza: “ pobre é pobre por sua culpa, por preguiça, por vontade divina ou inferioridade natural.” </li></ul> - Isto é uma idéia incutida na cabeça das pessoas que explica o mundo do ponto de vista de uma classe, a esta elaboração intelectual elaborada pelo senso comum é chamada de ideologia.<br /><ul><li> a aparência de indivisão- a ilusão de que somos todos iguais.
  9. 9. diferenças naturais: as desigualdades não são causadas pela divisão de classes, mas por culpa das nossas “ incapacidades”
  10. 10. A “ILUSÃO SOCIAL”- ACOMODAÇÃO DAS CLASSES, ACEITANDO SUAS CONDIÇÕES DE VIDA COMO NATURAIS</li></li></ul><li>COMO A IDEOLOGIA PROCEDE?<br />1-INVERSÃO- Coloca o efeito no lugar das causas e transforma causas em efeitos .<br />O mito da mulher feminina e frágil-dentro da divisão sexual –social do trabalho coube ao homem o lugar do domínio e da autoridade e criou-se a ideologia do “ser feminino” e da “função feminina”. A mulher passa a se reconhecer frágil e subordinada ao homem ,por achar que esta diferença vem da natureza. <br />
  11. 11. 2-PRODUÇÃO DO IMAGINÁRIO SOCIAL<br /> A criação de imagens de como vivemos a relações sociais de acordo com as regras ditadas pela classe dominante, cria-se um conjunto coerente lógico e sistemático de idéias que prescrevem para a sociedade como ela deve agir.<br /> Representações da realidade e normas e valores de conduta formam este tecido de imagens inquestionáveis, eliminando dúvidas e causando uma sensação de tranquilidade . Assim , as contradições não são percebidas.<br /> 3-O SILÊNCIO <br />O Imaginário social para se manter precisa<br /> do que não é dito, do que não pode ser dito,<br /> o silêncio assim, funciona como suporte da<br /> ideologia, mantendo a alienação.<br />“o adultério é crime”A virgindade feminina é <br />preciosa”“a homossexualidade é uma perversão <br />e uma doença grave”. <br />VOCÊ SABE O QUE HÁ POR TRÁS DESTAS AFIRMAÇÔES?<br />
  12. 12. IDEOLOGIA E INCONSCIENTE<br />Pode-se dizer, que a ideologia é semelhante ao <br />inconsciente freudiano:<br /><ul><li>Adotamos crenças opiniões, idéias , sem saber </li></ul>de onde vieram.<br /><ul><li>-Ambos operam através do imaginário e do silêncio. Falamos, agimos, </li></ul>Pensamos, temos comportamentos e práticas que nos<br /> parecem perfeitamente naturais e racionais porque<br /> a sociedade os pratica e todas as instituições sociais : família, escola, práticas políticas, religião criam um véu de imagens que se interpõem entre a consciência e a realidade.<br /><ul><li>Ambos não são deliberações voluntárias- </li></ul>O inconsciente precisa de imagens, substitutos, sonhos, lapsos,atos falhos, sintomas, sublimação para manifestação e, ao mesmo tempo, esconder-se da consciência.<br />A ideologia precisa das idéias-imagens, da inversão das causas e dos efeitos e do silêncio para manifestar os interesses da classe dominante e escondê-los como interesse de uma única classe social.<br />
  13. 13. IDEOLOGIA E INCONSCIENTE- DUAS FORÇAS PODEROSAS-COMO COMBATÊ-LOS? <br /><ul><li>FREUD NOS DAR A RESPOSTA EM </li></ul>RELAÇÃO AO INCONSCIENTE , <br />ATRAVÉS DA PRÁTICA MÉDICA E <br />DA BUSCA TERAPÊUTICA- <br /><ul><li>DESCOBRIU O INCONSCIENTE E </li></ul>ELABOROU UM TRABALHO QUE <br />CULMINOU COM A CRIAÇÃO DA <br />PSICANÁLISE;<br /><ul><li>MARX , A PARTIR DA ANÁLISE COMPREENSIVA DA CLASSE SOCIAL DOS TRABALHADORES( OS EXPLORADOS) DESVENDOU O VEÚ E CRIOU A TEORIA DA IDEOLOGIA.
  14. 14. A BUSCA DA CURA DOS SOFRIMENTOS PSÍQUICOS EM FREUD E A LUTA PELA EMANCIPAÇÃO DOS EXPLORADOS EM MARX CRIARAM AS CONDIÇÕES PARA UMA TOMADA DE CONSCIÊNCIA E UMA SAÍDA DA ALIENAÇÃO.</li></li></ul><li>AS ATIVIDADES SUPERS ESTRUTURAIS DA SOCIEDADE E SUA REPRODUÇÃO A NÍVEL INDIVIDUAL.<br />Individualmente, cada homem incorpora e reproduz a ideologia presente nas atividades superestruturais da sociedade . <br />Estas atividades delineam o ser social, <br />e a individualidade é forjada de acordo <br />com estas superestruturas.<br /> Se, no plano superestrutural a ideologia é articulada pelas instituições que respondem pelas formas jurídicas,políticas, religiosas, artísticas e filosóficas; no plano Individual elas se reproduzem em função da história de vida e da inserção específica de cada indivíduo<br />
  15. 15. Ideologia e alienação- relação com as temáticas: afetividade, identidade, representação social.<br /> Identidade “É movimento, é desenvolvimento do concreto...é metamorfose.(Ciampa)<br />Afetividade: “é a relação de carinho ou cuidado que se tem com alguém íntimo ou querido.” (Ciampa)<br /> As representações alimentam-se não só das teorias científicas, mas também dos grandes eixos culturais, das ideologias formalizadas, das experiências e das comunicações cotidianas” <br />
  16. 16. A SUPERAÇÃO DA ALIENAÇÃO SE DÁ QUANDO O HOMEM SAI <br />DA INCONSCIENCIA QUE A IDEOLOGIA LHE CAUSA- ESTE <br />DESPERTAR SE DÁ ATRAVÉS DO PENSAR, REFLETIR, QUESTIONAR <br />A REALIDADE.<br />O PSICÓLOGO SOCIAL TEM A MISSÃO DE CONTRIBUIR NA TAREFA <br />DE DESVENDAR O VÉU DA INCONSCIÊNCIA <br />E CAMINHAR JUN TO COM OS INDIV ÍDUOS <br />RUMO À TRANSFORMAÇÃO.<br />
  17. 17. GERAÇÃO COCA COLA<br />Quando nascemos fomos programadosA receber o que vocêsNos empurraram com os enlatadosDos U.S.A., de nove as seis.<br />Desde pequenos nós comemos lixoComercial e industrialMas agora chegou nossa vezVamos cuspir de volta o lixo em cima de vocês<br />Somos os filhos da revoluçãoSomos burgueses sem religiãoSomos o futuro da naçãoGeração Coca-Cola<br />Depois de 20 anos na escolaNão é difícil aprenderTodas as manhas do seu jogo sujoNão é assim que tem que ser<br />Vamos fazer nosso dever de casaE aí então vocês vão verSuas crianças derrubando reisFazer comédia no cinema com as suas leis<br />Somos os filhos da revoluçãoSomos burgueses sem religiãoSomos o futuro da naçãoGeração Coca-ColaGeração Coca-ColaGeração Coca-ColaGeração Coca-Cola<br />Depois de 20 anos na escolaNão é dificil aprenderTodas as manhas do seu jogo sujoNão é assim que tem que ser<br />Vamos fazer nosso dever de casaE aí então vocês vão verSuas crianças derrubando reisFazer comédia no cinema com as suas leis<br />Somos os filhos da revoluçãoSomos burgueses sem religiãoSomos o futuro da naçãoGeração Coca-colaGeração Coca-cola<br /> <br />

×