• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Leitura, aprendizagem (in)comum
 

Leitura, aprendizagem (in)comum

on

  • 972 views

Conceição Aleixo - Professora Bibliotecária BE de São Bruno - Caxias; Sessão com pais e encarregados de educação dos alunos das turmas de 1.ºano de escolaridade. 2012/2013

Conceição Aleixo - Professora Bibliotecária BE de São Bruno - Caxias; Sessão com pais e encarregados de educação dos alunos das turmas de 1.ºano de escolaridade. 2012/2013

Statistics

Views

Total Views
972
Views on SlideShare
577
Embed Views
395

Actions

Likes
0
Downloads
9
Comments
1

4 Embeds 395

http://hora-do-blogue.blogspot.pt 294
http://www.blogger.com 91
http://hora-do-blogue.blogspot.com.br 7
http://hora-do-blogue.blogspot.com 3

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

11 of 1 previous next

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Parabéns. Além de muito interessante, está também com um aspecto magnífico. Ensina-me a fazer bonito! Obg..
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment
  • O fonema é uma unidade abstrata, subjacente aos sons da fala. É uma unidade mental que os humanos utilizam quando produzem e percebem a fala. O alfabeto é o conjunto das letras, mas os fonemas não correspondem exatamente às letras, eles correspondem aos grafemas (assim, o fonema /ʃ/ escreve-se “ch” em português), e o número e a identidade destes dependem do código ortográfico da língua, tal como o número e a identidade dos fonemas dependem do reportório fonológico da língua. [José Morais] Diz-se habitualmente que as letras representam sons. Isto é errado. As letras têm nome (por exemplo o nome da letra B é “bê”) e um valor fonológico associado (o valor fonológico da letra B pode escrever-se “be”, ou, no Alfabeto Fonético, /b /, mas, se elas representassem sons ou mesmo valores fonológicos, a leitura de “ba” daria bea (/b a/) e não ba (/ba/). Quando se pronuncia o segmento fónico correspondente ao valor fonológico da letra B/b pronuncia-se uma sílaba, e quando se combinam segmentos fónicos combinam-se sílabas. O fonema não é, obviamente, uma sílaba, não é um som nem um segmento fónico; é uma unidade abstrata, subjacente aos sons da fala, uma unidade mental que os humanos utilizam quando produzem e percebem a fala. O alfabeto é o conjunto das letras, mas os fonemas não correspondem exatamente às letras, eles correspondem aos grafemas (assim, o fonema /ʃ/ escreve-se “ch” em português), e o número e a identidade destes dependem do código ortográfico da língua, tal como o número e a identidade dos fonemas dependem do reportório fonológico da língua. [José Morais]

Leitura, aprendizagem (in)comum Leitura, aprendizagem (in)comum Presentation Transcript

  • BIBLIOTECA ESCOLAR LER, uma aprendizagem (in)comum Sessão para pais e encarregados de educação 1.º ano de escolaridade Conceição Aleixo Professora Bibliotecária
  • PlanoI. Importância da leituraII. Escola, a aventura (re)começaIII. «Mão cheia» de sugestões Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro 2012
  • I. Importância da leitura A leitura é uma das capacidades mais importantes do ser humano.A leitura é condição de autonomia e de sucesso na vida.Ler bem e depressa torna o estudo mais fácil e produtivo. Os bons leitores têm mais sucesso na escola. Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro 2012
  • Os prazeres da leitura são múltiplosLemos para saber, para compreender, para refletir.Lemos também pela beleza da linguagem, para nos comovermos,para nos inquietarmos. Lemos para partilhar. Lemos para sonhar epara aprender a sonhar. José Morais, 1997 Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro 2012
  • Aprender a ler e a gostar de livros… que nos fazem recordar [pausa I] Avô, conta outra vez de José Jorge Letria e André Letria (il.), Editora Caminho, 2009 Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro 2012
  • Aprendemos a ler… Muito antes de irmos para a escola Quando aprendemos a falar, por imitação dos adultos. Quando vemos os adultos ler. Quando temos a boa sorte de ouvir ler em voz alta. Quando conversamos sobre leituras que ouvimos. Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro 2012
  • II. Escola, a aventura (re)começa… Existem várias metodologias de ensino da leitura LEITURADesafio (in)comum Cada professor/escola faz a sua opção de ensino.  Independentemente da forma de ensino, a colaboração das famílias é um fator-chave para o desenvolvimento da aprendizagem! Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro 2012
  • A variedade de métodos é saudável O foco da iniciação à leitura pode ser diferente: LEITURA Relação entre Relação entre Várias «entradas» letra e som sentido e escritapara uma saída feliz! A partir de materiais A partir de textos que os previamente preparados, os alunos «ditam», os professores vão ensinando a professores vão ensinando a relação de uma sequência de relação entre o que se diz e o fonemas/letras/frases. que se escreve. letra  palavra  frase  texto Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro 2012
  • Resultados esperados Válidos para todos os alunos, seja qual for a metodologia de ensino: LEITURA  Ler com clareza textos variados com extensão e vocabulário adequados.1.º e 2.º ano  Compreender o essencial dos textos lidos. 1.º ciclo  Ler textos variados com fins recreativos. Programa de Português – 1.º Ciclo do Ensino Básico Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro 2012
  • Português - Metas Curriculares http://www.portugal.gov.pt/media/695217/20120803%20metas%20eb%20pt%20atualizado.pdfOralidade (…) Referir o essencial de um pequeno texto ouvido.Leitura (…) Ler um texto com articulação e entoação razoavelmente corretas e uma velocidade de leitura de, no mínimo, 55 palavrase por minuto.Escrita (…) Transcrever em letra de imprensa, utilizando o teclado de um computador, um texto de 5 linhas apresentado em letra cursiva.Iniciaçãoà Educação (…) Ler, por iniciativa própria, textos disponibilizados na Biblioteca Escolar.LiteráriaGramática (…) Formar femininos e masculinos de nomes e adjetivos de flexão regular. Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro 2012
  • eitura, atividade complexa (I)Em qualquer posição, um pato é um… pato. Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro 2012
  • eitura, atividade complexa (II)Em qualquer direção, reconhecem-seos objetos. Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro 2012
  • eitura, atividade complexa (III)Grande e pequeno, distinguem-se bem. A a Mas as letras maiúsculas podem ser mais pequenas do que as minúsculas. Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro 2012
  • Aprender a ler e a gostar de livros… que nos fazem olhar [pausa II] A charada da bicharada de Alice Vieira e Madalena Matoso (il.), Editora Texto, 2008 Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro2012
  • Contributo(s) da famíliaTal como qualquer outra destreza, a leitura exige prática!  Quanto mais cedo se começa melhor.  Ler bem exige muito treino. Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro 2012
  • Ler em família é importanteA leitura em voz alta em que as crianças pequenas: - escutam - observam - perguntam - respondemreforça a relação entre a oralidade e a escrita. Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro 2012
  • III. Uma «mão cheia» de sugestões1. Incluir os livros no dia-a-dia das crianças2. Tornar a leitura uma atividade divertida3. Guardar alguns minutos para ler4. Visitar as Bibliotecas5. Oferecer livros aos jovens aprendizes de leitor Plano Nacional da Leitura (adapt.) Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro 2012
  • Como se incluem os livros no dia-a-dia?É possível incluir livros e leitura… À noite, à hora de deitar antes de adormecer. Em momentos de pausa ou de convívio. Nos transportes públicos. Nos dias de sol, nos dias de chuva! Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro 2012
  • Como fazer da leitura um divertimento?A leitura torna-se uma atividade divertida se ascrianças puderem: Mexer nos livros à vontade. Conversar sobre as imagens e as histórias dos livros. Descobrir letras, palavras - ouvir ler histórias. Escolher o livro que querem ler. Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro 2012
  • Como dar tempo à leitura?Para dar tempo à leitura… É fundamental reservar alguns minutos do dia para lerem a par. Tornar os momentos de leitura calmos e carinhosos. Recordar os livros que já se leram em conjunto. Descobrir o tipo de livros mais a gosto do jovem aprendiz de leitor. Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro 2012
  • Como visitar as bibliotecas?Aproveite e aprecie as bibliotecas locais… O atendimento é muito agradável e o empréstimo é gratuito! Requisite livros para lerem em casa a par. Mantenha-se informado sobre as atividades para crianças que asbibliotecas organizam. Encoraje também a utilização intensiva da biblioteca da escola. Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro 2012
  • Como escolher os livros?Ao oferecer livros aos jovens aprendizes de leitor… Pense na diversidade de livros que eles têm lido na escola. Nas livrarias, supermercados e feiras do livro: - Deixe-os mexer nos livros expostos. - Convide-os a observar, folhear. - Sugira que escolham livros. - Oiça as razões das escolhas que fazem. Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro 2012
  • Aprender a ler e a gostar de livros… que falam de nós [pausa III] Ainda falta muito? de Carla Maia de Almeida e Alex Gozblau (il.), Editora Caminho, 2009 Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro 2012
  • Que recursos existem? Com os professores, da turma e bibliotecário, é bom partilhar opiniões e encontrar orientações úteis. Mantenha-se atento às informações que vão sendo publicadas em jornais, revistas, agendas culturais,… De outros pais e amigos virão também boas sugestões. E não esqueça as leituras que foram importantes para si! Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro 2012
  • Recursos com informação útilPlano Nacional da Leiturahttp://www.planonacionaldeleitura.gov.pt/index1.phpCasa da Leitura – FCGhttp://www.casadaleitura.org«Hora-do-blogue» - Blogue da Biblioteca Escolar do Agrupamentohttp://hora-do-blogue.blogspot.pt«Roteirinho» da Agenda 30 dias da Câmara MunicipalCatálogo online das Bibliotecas Municipaishttp://catalogo.cm-oeiras.pt/screens/mainmenu_por.htm Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro 2012
  • Recursos a experimentar em famíliaBiblioteca de livros digitais - PNLhttp://www.planonacionaldeleitura.gov.pt/bibliotecadigitalCata-livros - FCGhttp://catalivros.orgCaminho da letras - PNLhttp://e-livros.clube-de-leituras.pt/cdlCentro Virtual Camões - Aprenderhttp://cvc.instituto-camoes.pt/aprender-portugues.htmlAquário Vasco da Gama – Jogos onlinehttp://aquariovgama.marinha.pt Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro 2012
  • LER é uma aprendizagem fundamental e comum! Mas cada um de nós aprende a ler a seu modo, ritmo e saber, seguindo as pistas da sua individualidade. Por isso, LER, é sem dúvida, uma aprendizagem (in)comum.Prática + Escolha(s) + Diálogo = LEITURA FLUENTE
  • Leitura, prática com futuro! Leia alto aos seus filhos. Ajude-os a ler consigo!Faça da leitura ummomento agradável nodia-a-dia da sua família.  Bastam apenas alguns minutos por dia. Ler, uma aprendizagem (in)comum Biblioteca Escolar AE de São Bruno - Caxias setembro 2012
  • Estamos juntos nesta viagem! conceicao.aleixo@saobruno.pt