Semanal   21 11 11
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Semanal 21 11 11

on

  • 285 views

 

Statistics

Views

Total Views
285
Views on SlideShare
285
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Semanal   21 11 11 Semanal 21 11 11 Document Transcript

  • Relatório Semanal 21 Nov 2011Destaque de alta na semanaMarfrig ON 6,8% - Ainda que tenha registrado resultado bastante negativo no terceiro trimestre de2011, explicado pelo elevado endividamento e pelo impacto contábil negativo da desvalorizaçãodo real frente ao dólar sobre os passivos em moeda estrangeira, a evolução da geração de caixada Marfrig surpreendeu positivamente no período. De fato, a geração de caixa da Marfrigsurpreendeu positivamente no período. De fato, a geração de caixa expressa pelo Ebtida dacompanhia atingiu no terceiro trimestre de 2011 R$ 566 milhões, significando crescimento 200,7%ante o terceiro trimestre de 2010, totalizando nos nove meses de 2011 R$1,069 bilhão, 50,8%maior comparativamente com o mesmo período de 2010. Ressaltamos que o desempenho doEbtida da Marfrig no terceiro trimestre de 2011 foi bastante melhor comparativamente com oregistrado nos quatro trimestres imediatamente anteriores, ficando acima das expectativas gerais.Um dos aspectos que contribuiu positivamente para a evolução da geração de caixa da Marfrig noterceiro trimestre de 2011 foi a redução das despesas operacionais, motivada pelo início dacaptação de sinergias das operações da Seara e da Keystone. Tal fato gera expectativas de quenos próximos trimestres a companhia possa seguir apresentando gerações de caixa ascendentes,o que se confirmado poderá contribuir para a gradual redução do elevado grau de alavancagemda empresa. 1/15
  • Relatório Semanal 21 Nov 2011JBS PN 5,3% - Na semana, a JBS divulgou comunicado informando que poderá se desfazer deativos que não estejam alinhados com as atividades de produção de carnes e lácteos e tambémque irá adotar uma postura mais conservadora em relação aos investimentos. Neste sentido, acompanhia sinalizou que pretende focar no alcance dos seguintes objetivos: na aceleração dacaptação de sinergias dos diversos negócios adquiridos no período compreendido entre 2009 e2010, reduzir custos e despesas no processo de produção e adotar uma política financeira maisconservadora.De fato, o resultado no terceiro trimestre de 2011, ainda que dentro das expectativas gerais,seguiu fraco, tendo a companhia registrado prejuízo líquido de R$101,3 milhões ante lucro líquidode R$246,5 milhões no terceiro trimestre de 2010. Os fatores que explicam este resultado ruimsão: o desempenho operacional da subsidiaria norte-americana Pilgrim’s Pride, que foi aindabastante fraco; os altos custos com a aquisição de boi e a forte alavancagem financeira do GrupoJBS, que seguiu determinando registro de elevada despesa financeira. Desta forma, a noticia deuma postura mais focada em aumentar a eficiência, reduzir custos e despesas e a posturafinanceira mais conservadora foi interpretada positivamente, visto que tende a contribuir para quea companhia possa melhor concorrer num mercado que tem se mostrado cada vez maiscompetitivo.Destaque de queda na semanaGafisa ON (17,5%), Rossi Resid ON (11,5%), Brookfield ON (10,6%) – A maior parte dasincorporadoras divulgou bons resultados referente ao terceiro trimestre de 2011. A Cyrela e Gafisareportaram boa recuperação da margem bruta, após um primeiro semestre bastante ruim. Asdemais principais incorporadoras reportaram resultados em linha com o esperado, sem surpresasnegativas. Portanto, cremos que o desempenho desses ativos na semana não se relacionepropriamente com os resultados trimestrais. A desvalorização está ligada às menoresperspectivas de crescimento operacional das empresas. Muitas Companhias estão desacelerandoo ritmo de compra de terrenos e lançamentos, entre outros motivos, para reduzir o consumo decaixa. Os números de lançamentos e vendas contratadas de algumas delas deve ficar abaixo dameta para 2011. A Gafisa, destaque de baixa na semana, anunciou forte redução do guidance, oque motivou a substancial queda das ações. 2/15
  • Relatório Semanal 21 Nov 2011 RESULTADOS 3º TRIMESTRE – SEMANA 14 a 18 NOVEMBRO/2011Anhanguera Educacional - Anunciou lucro líquido de R$ 17,6 milhões no terceiro trimestre de2011. O valor é 63,6% menor do que o registrado no mesmo período de 2010, de R$ 48,3milhões. A receita líquida aumentou 22,9% em um ano, somando R$ 309,2 milhões de julho asetembro de 2011, ante R$ 251,7 milhões. O Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciaçãoe amortização) foi de R$ 80,2 milhões, 32,1% maior que o registrado no terceiro quarto do anoanterior, de R$ 60,7 milhões. (14/11/2011)Banco Cruzeiro do Sul - Apresentou queda de 47% no lucro líquido do terceiro trimestre para R$24 milhões, contra os R$ 45,2 milhões do mesmo período do ano anterior. O total da carteira decrédito consignado da instituição atingiu a marca de R$ 7,791 bilhões, um avanço de 26% nocomparativo de julho a setembro de 2010. Já o total da carteira de crédito Middle Market somouR$ 296,7 milhões, maior 2,2%, ante os R$ 290,3 milhões do mesmo período de 2010. Enquantoisso, o índice de basileia registrou 13,7 pontos percentual, classificação menor ante aos 14,7pontos percentual do ano anterior. O ROAE (taxa de retorno do capital próprio), marcou 8,2%.(14/11/2011)Bic Banco - Registrou lucro líquido de R$ 53,5 milhões no terceiro trimestre deste ano, comqueda de 46,8% sobre os R$ 100,6 milhões do mesmo período do ano passado. A carteira decrédito atingiu R$ 12,4 bilhões no período, 1,5% superior ao reportado de julho a setembro de2010, de R$ 12,2 bilhões. Os depósitos a prazo somaram R$ 7,91 bilhões, com crescimento de13% ante o ano anterior. O retorno sobre patrimônio líquido médio anualizado (ROAE) de 13,9%dos nove primeiros meses de 2011 ficou 6,6 ponto percentual abaixo da taxa de 20,5% de igualintervalo de um ano antes. O patrimônio líquido atingiu R$ 1,99 bilhões e o índice de Basiléiaapresentou queda, indo de 18% em 2010 para 17,5% agora. (14/11/2011)Brasil Brokers - Apresentou lucro líquido de R$ 33,5 milhões no terceiro trimestre deste ano, anteos R$ 19,4 milhões de igual período do ano anterior, representando um crescimento de 72%. Areceita líquida da companhia atingiu também marca positiva, somando R$ 111,5 milhões, contra 3/15
  • Relatório Semanal 21 Nov 2011os R$ 84,2 milhões de 2010. O Ebitda seguiu em alta e somou R$ 43,8 milhões, contra os R$ 30,9milhões de julho a setembro do ano anterior, crescimento de 42%. (14/11/2011)Cemig - Registrou lucro líquido de R$ 657 milhões no terceiro trimestre de 2011, um recuo de0,30% ante igual período do ano passado, que marcou lucro de R$ 659 milhões. Nessa mesmabase de comparação, a receita líquida subiu 11%, para R$ 4,04 bilhões de julho a setembro de2011, ante R$ 3,65 bilhões em 2010. O Ebitda da companhia ficou em R$ 1,5 bilhão, um aumentode 21% ante o mesmo período do ano passado, que marcou R$ 1,2 bilhão. (14/11/2011)CR2 Empreendimentos - Apresentou crescimento expressivo no lucro líquido do trimestre, quepassou de R$ 426 mil de julho a setembro de 2010 para R$ 8,2 milhões neste ano. A receitaoperacional líquida da companhia caiu 21%, somando R$ 55,05 milhões no trimestre ante R$ 69,2milhões em igual período de 2010. O Ebtida cresceu 172% , saindo de R$ 7,8 milhões para R$21,2 milhões. (14/11/2011)MRV Engenharia - Anunciou lucro líquido de R$ 208,6 milhões entre julho e setembro de 2011,segundo balanço divulgado pela empresa. O valor é 3,4% menor que o registrado no terceirotrimestre de 2010, de R$ 189,7 milhões. A receita operacional líquida da companhia foi de R$1,056 bilhão no período, 19,9% acima do registrado há um ano, que marcou R$ 881,1 milhões. OEbitda foi de R$ 301,1 milhões, ante R$ 269,8 milhões relativos ao terceiro quarto de 2010, o querepresenta um aumento de 11,6%. Os ativos totais da construtora cresceram 14,6% nos noveprimeiros meses do ano, chegando ao valor de R$ 8,701 bilhões. Destes, R$ 2,795 bilhões sãonão circulantes. A dívida líquida da MRV aumentou totalizou R$ 2,671 milhões até setembro.(14/11/2011)São Martinho - Registrou aumento no lucro líquido de 16,8% no segundo trimestre da safra de2012, passando de R$ 41,6 milhões no exercício anterior para R$ 48,6 milhões. A receita líquidano período ficou em R$ 398,1 milhões, contra R$ 338,7 milhões, avanço de 17,5%. O Ebitdasomou R$ 188,5 milhões, crescimento de 29,6%. (14/11/2011)Tereos - Registrou lucro líquido de R$ 2,4 milhões no segundo trimestre da safra 2011/201 anteprejuízo de R$ 18,1 milhões registrado no mesmo período em 2010. A receita líquida total daempresa somou R$ 1,64 bilhão no trimestre, 10% maior do que o montante de R$ 1,49 bilhão 4/15
  • Relatório Semanal 21 Nov 2011verificado um ano atrás. O Ebitda ficou em R$ 282 milhões, com crescimento de 24,4% noconfronto com o trimestre correspondente de 2010, de R$ 226 milhões. (14/11/2011)Transmissão Paulista - Apresentou lucro líquido 41,3% maior no terceiro trimestre deste ano,somando R$ 344,8 milhões, contra os R$ 244,01 milhões de igual período do ano anterior. Areceita líquida da companhia teve crescimento de 44,4%, somando R$ 896,5 milhões, frente aosR$ 620,7 milhões de julho a setembro de 2010. O Ebitda também teve apresentação positiva,somando R$ 509,4 milhões, ante os R$ 364,09 milhões do terceiro trimestre de 2010, elevação de39,9%. (14/11/2011)Viver - Anunciou prejuízo líquido ajustado de R$ 1,2 milhão entre julho e setembro de 2011. Ovalor é 104,3% menor que o lucro registrado no terceiro trimestre de 2010, de R$ 28,6 milhões. Areceita líquida da companhia foi de R$ 176,5 milhões no período, 12,6% abaixo dos R$ 202,004milhões registrados há um ano. O Ebitda foi de R$ 32,4 milhões, recuo de 31,4% comparado aosR$ 47,2 milhões do mesmo período de 2010. (14/11/2011)Gafisa - O lucro da construtora Gafisa apresentou retração de 60% no terceiro trimestre de 2011,referente ao mesmo período de 2010, ao passar de R$ 116,6 milhões para R$ 46,2 milhões. Areceita líquida da companhia no terceiro quarto do ano foi de R$ 1,005 bilhão, 5% maior que entrejulho e setembro de 2010, quando marcou R$ 957,1 milhões. O Ebidta ajustado foi de R$ 202,2milhões, avanço de 3% ante o mesmo período em 2010, de R$ 197,2 milhões. As vendascontratadas da Gafisa atingiram R$ 1,04 bilhão, ante R$ 1,01 bilhão referentes ao ano passado,aumento de 3%.(14/11/2011)Disclaimer iAtendimento Souza BarrosSão Paulo (11) 32492-6900 - 0800 77 123 00www.souzabarros.com.br – www.investtrader.com.brClodoir Vieira – CNPIFonte: Economática, Infomoney, Lopes Filho & Associados.i Declaração do analista de valores mobiliários de investimento, nos termos do art. 17 da ICVM 483 - 5/15
  • Relatório Semanal 21 Nov 2011As informações financeiras utilizadas neste relatório foram obtidas diretamente das empresas. Todas as informações foramobtidas de fontes públicas que acreditamos confiáveis e de boa fé, mas não foram independentemente conferidas e nenhumagarantia expressa ou implícita, é feita sobre sua exatidão, ou se a informação é completa. Este documento foi preparado peloanalista da Souza Barros e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões,estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas a mudanças como resultado de alterações nas condições demercado, sem aviso prévio.O analista de investimento ou de valores mobiliários, envolvido na elaboração deste relatório “Clodoir Gabriel Vieira” ousimplesmente “Clodoir Vieira”, declara que as recomendações contidas neste refletem exclusivamente suas opiniões pessoaissobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação àCorretora Souza Barros Câmbio e Títulos S.A. e demais empresas do Grupo.O analista de investimentos, envolvido na elaboração deste relatório, tem vínculo como cotista do “Clube de investimentoSB”, porém não participa da administração. A empresa analisada pode fazer ou não parte da carteira. As operações realizadaspodem ou não seguir a tendência da recomendação. 6/15