Varnish3, plone4: discutindo a relação

3,356 views
3,375 views

Published on

Slide da palestra ministrada no Plone Symposium 2012.

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
3,356
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2,722
Actions
Shares
0
Downloads
10
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Varnish3, plone4: discutindo a relação

  1. 1. Varnish 3, Plone 4: Discutindo a Relação. Plone Symposium South America 2012 Brasília - Brasil @cleberjsantos cleber@simplesconsultoria.com.br
  2. 2. VARNISHMakes WebSites Fly 3 @cleberjsantos cleber@simplesconsultoria.com.br
  3. 3. VARNISH [3]- Tudo que você precisa saber. Inicialmente desenvolvido e liberado na versão 1.0 pelo dinamarquês Poul‐ Henning Kamp. Open source, distribuído sob a licença BSD. Acelerador HTTP projetado para sites web dinâmicos com alto volume de conteúdo. Servidor de proxy reverso. Balanceador de cargas. @cleberjsantos cleber@simplesconsultoria.com.br
  4. 4. VARNISH [3]- Algumas das principais características. Alta performance. Controle sobre cada resposta às requisições. Controle sobre o que deverá ser cacheado. Ferramentas de apoio e gerenciamento do sistema de cache. Log centralizado em memória. @cleberjsantos cleber@simplesconsultoria.com.br
  5. 5. VARNISH [3]- Alta performance. Desenvolvido especificamente para servir de proxy reverso para sistemas de gerenciamento de conteúdo lentos. Foco 100% em performance. Capacidade de trabalhar em 32 ou 64 bits aproveitando ao máximo cada operação do processador. Multi-cpu e multi-core. @cleberjsantos cleber@simplesconsultoria.com.br
  6. 6. VARNISH [3]- Controle sobre cada resposta às requisições. Podemos sobrescrever o TTL dos pacotes, adicionar ou remover cabeçalhos, remover cookies, reescrever urls e invalidar objetos no cache. Suporte a balanceamento de carga inclusive com checagem da saúde dos servidores. Capacidade de trabalhar com múltiplos arquivos de configuração VCL. Controle sobre o que deverá ser cacheado. @cleberjsantos cleber@simplesconsultoria.com.br
  7. 7. VARNISH [3]- Controle sobre o que deverá ser cacheado. Implementa parcialmente suporte à ESI (edge side includes ), a qual permite se definir, no código da aplicação, como deverá funcionar o cache para as diversas partes de uma página Web. Com isso é possível definir propriedades de cache diferentes para parte diferentes de uma mesma página. @cleberjsantos cleber@simplesconsultoria.com.br
  8. 8. VARNISH [3]- Ferramentas de apoio e gerenciamento dosistema de cache. Interface telnet para gerenciamento da aplicação CLI (Command Line Interface). Ferramentas de gerenciamento de administração em modo texto (console). VarnishHist, VarnishLog, VarnishCsa, VarnishStat, VarnishTest, VarnishSizes,Varnishtop. @cleberjsantos cleber@simplesconsultoria.com.br
  9. 9. VARNISH [3]- Log centralizado em memória. Para evitar chamadas de gravação em disco desnecessárias, todo o gerenciamento do log é feito em memória. VarnishLog e VarnishCsa para uma análise mais profunda. Possibilidades de armazenagem de logs no padrão Apache por exemplo. @cleberjsantos cleber@simplesconsultoria.com.br
  10. 10. VARNISH [3]- Não foram incluídas funcionalidade extrasnormalmente encontradas em outros servidoresde proxy, com suporte a diversos protocolos. @cleberjsantos cleber@simplesconsultoria.com.br
  11. 11. VARNISH [3]- Por que não tem suporte SSL? Há uma série de razões pelas quais não há planos em vista que irá crescer suporte SSL no Varnish. Primeiro, eu tenho para ver ainda uma biblioteca de SSL, onde o código fonte não é um Pesadelo. Enquanto escrevo isto, a árvore de código fonte do Varnish contém 82,595 de linhas .c e arquivos .h, incluindo Jemalloc (12,236 linhas) e Zlib (12,344 linhas)... @cleberjsantos cleber@simplesconsultoria.com.br
  12. 12. VARNISH [3]- Por que não tem suporte SSL? https://www.varnish-cache.org/docs/trunk/phk/ssl.html Second, it is not exactly the best source-code in the world. Even if I have no idea what it does, there are many aspect of it that scares me. Take this example in a comment, randomly found in s3-srvr.c: /* Throw away what we have done so far in the current handshake, * which will now be aborted. (A full SSL_clear would be too much.) * I hope that tmp.dh is the only thing that may need to be cleared * when a handshake is not completed ... */ @cleberjsantos cleber@simplesconsultoria.com.br
  13. 13. VARNISH [3]Edge-Side-Includes (”ESI”) @cleberjsantos cleber@simplesconsultoria.com.br
  14. 14. VARNISH [3] (PASS) TTL = 5minTTL = 1h TTL = 1 month TTL = 2d @cleberjsantos cleber@simplesconsultoria.com.br
  15. 15. @cleberjsantoscleber@simplesconsultoria.com.br
  16. 16. PLONE [4.2]- Python 2.7 agora é suportado.- Totalmente eggficado- Plone mais rápido que o Plone- Mais uma camadas de velocidade comChameleon @cleberjsantos cleber@simplesconsultoria.com.br
  17. 17. PLONE [4.2]- Diazo.- plone.app.caching @cleberjsantos cleber@simplesconsultoria.com.br

×