6   a sensibilidade
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

6 a sensibilidade

on

  • 837 views

 

Statistics

Views

Total Views
837
Slideshare-icon Views on SlideShare
837
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
93
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    6   a sensibilidade 6 a sensibilidade Presentation Transcript

    • Fotografia Digital A sensibilidade
    • Fotografia Digital A sensibilidade Alguns filmes tem a necessidade de uma quantidade maior de luz do que outros para conseguirem reproduzir corretamente uma imagem. Essa variação é conhecida como sensibilidade do filme.
    • Fotografia Digital A sensibilidade Filmes que precisam de pouca luz para serem sensibilizados são considerados filmes “rápidos” Filmes que necessitam de mais exposição à luz serão considerados filmes “lentos”
    • Fotografia Digital A sensibilidade Esta terminação vêm do fato de com pouco tempo de exposição, ou seja mais rapidamente, os filmes os mais sensíveis atingirão a exposição “ideal”. Nos filmes menos sensíveis esta exposição ideal é alcançada com um tempo mais longo.
    • Fotografia Digital A sensibilidade A determinação da sensibilidade dos filmes se fez necessária a partir da industrialização do processo de fabricação dos filmes. O usuário então passa a necessitar de uma indicação da sensibilidade do filme através de uma tabela.
    • Fotografia Digital A sensibilidade Durante o desenvolvimento da indústria fotográfica foram utilizadas diversas tabelas para determinar a sensibilidade dos filmes, em alguns momentos existiam várias tabelas em uso ao mesmo tempo.
    • Fotografia Digital A sensibilidade A tabela DIN é uma tabela de origem alemã é foi determinada pela Deutsches Institut für Normung em 1931. Sua progressão é logarítimica.
    • Fotografia Digital A sensibilidade A tabela ASA A tabela ASA é uma tabela de origem americana é foi determinada pela America Standarts Association em 1947. A sua progressão é aritmética.
    • Fotografia Digital A sensibilidade Na escala ASA o aumento da sensibilidade em duas vezes se dá dobrando o número original. Na escala DIN o aumento da sensibilidade em duas vezes se dá adicionando 3 ao número anterior. A íris
    • Fotografia Digital A sensibilidade Como forma de uniformizar as medidas de sensibilidade dos filmes, então baseadas na tabela ASA (mercado americano e japonês) e na tabela DIN ( mercado europeu) a sensibilidade dos filmes foi determinada através de uma escala estabelecida pela Internacional Standarts Organization (ISO).
    • Fotografia Digital A sensibilidade A classificação da sensibilidade pelo ISO incorpora duas tabelas anteriores fazendo a fusão das duas, a tabela ASA e a tabela DIN. A escala ISO deve conter os dois números diferentes, mas usualmente apenas o primeiro é utilizado.
    • Fotografia Digital A sensibilidade ASA (ISO) 32 50 64 100 125 160 200 400 800 1000 1600 DIN 16 18 19 21 22 23 24 27 30 31 33
    • Fotografia Digital A sensibilidade A sensibilidade e a formação da imagem A escolha de uma sensibilidade alta vai possibilitar ao fotógrafo ter uma velocidade maior de obturação durante o ato de fotografar. Dobrando a sensibilidade ISO o filme pode capturar a mesma imagem com uma velocidade de obturação que será o dobro da necessária anteriormente sob um mesmo diafragma.
    • Fotografia Digital A sensibilidade Um filme ISO 100 necessita de uma exposição de 1/30 e f.8, Nesta mesma situação de luz poderia se operar utilizando 1/60 e f.8 com um filme ISO 200 ou 1/125 f.8 com um filme ISO 400
    • Fotografia Digital A sensibilidade Um filme de sensibilidade maior vai possibilitar a sua operação em situações de iluminação deficiente e onde necessitamos de uma velocidade de obturação maior, cenas em movimento por exemplo.
    • Fotografia Digital A sensibilidade Os filmes mais rápidos tem em sua estrutura uma particularidade que pode prejudicar a nitidez da imagens. Os grãos sensíveis a luz que formam a imagem são maiores e podem ser vistos mais facilmente nas ampliações
    • Fotografia Digital A sensibilidade A escolha do filme é determinada basicamente por dois fatores: 1- As condições de luz do ambiente fotografado 2- O tamanho da ampliação prevista para a imagem
    • Fotografia Digital A sensibilidade
    • Fotografia Digital A sensibilidade
    • Fotografia Digital A sensibilidade ISO 100 ISO 800
    • Fotografia Digital A sensibilidade A sensibilidade e a câmera Para um funcionamento correto do sistema de fotometria da câmera é necessário que a sensibilidade do filme seja ajustada. Em algumas câmeras o ajuste é feito manualmente em outras este ajuste é feito de forma automática Nas câmeras onde o juste é feito manualmente cada modelo tem sua forma particular de ajustar a sensibilidade, podendo ser em um botão no corpo da máquina ou em um menu eletrônico.
    • Fotografia Digital A sensibilidade A Codificação DX dos filmes Nos filmes 35mm existe um desenho em prata na lateral do cartucho. Formado por 12 quadrados em prato ou preto onde os quadrados em prata fazem contato com a interface com os sensores elétricos contidos na câmera. De acordo com o desenho contido no cartucho a câmera conseguirá identificar automaticamente a sensibilidade do filme utilizado.
    • Fotografia Digital A sensibilidade
    • Fotografia Digital A sensibilidade A sensibilidade e a câmera digital Apesar de não utilizar material sensível, as câmeras digitais utilizam uma nomenclatura igual aos filmes para a determinação da sua sensibilidade à luz. As câmeras digitais podem alterar sua sensibilidade operando de forma semelhante a uma câmera analógica carregada de um filme de sensibilidade mais alta. Este recurso amplia o sinal eletrônico do sensor possibilitando que ele captura imagens em situações de iluminação mais precária.
    • Fotografia Digital A sensibilidade A sensibilidade e a câmera digital O aumento da sensibilidade nas câmeras digitais provoca um efeito semelhante ao encontrado nos filmes. O aumento do sinal digital no sensor cria um ruído eletrônico que é semelhante ao aumento da granulação na imagem, quando se usa um filme mais rápido nas câmeras analógicas
    • Fotografia Digital A sensibilidade
    • Fotografia Digital A sensibilidade