4   abertura e exposição
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

4 abertura e exposição

on

  • 2,273 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,273
Views on SlideShare
2,273
Embed Views
0

Actions

Likes
4
Downloads
250
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

4 abertura e exposição Presentation Transcript

  • 1. Fotografia DigitalAbertura e exposição
  • 2. Fotografia Digital Abertura e exposição Ao fotografarmos, permitimos que uma certa quantidade de luz entre através da objetiva atingindo o filme ou o sensor (no caso das câmeras digitais) por um determinado período de tempo. Para conseguirmos uma boa fotografia precisamos controlar esta relação entre quantidade de luz e o tempo que esta luz atinge o filme ou sensor digital
  • 3. Fotografia Digital Abertura e exposição Modo de exposição Automático Trabalha sugerindo o ajuste completo da exposição baseado na leitura e/ou na informação dada pelo fotógrafo faz os ajustes que provavelmente surtirão um melhor efeito.
  • 4. Fotografia Digital Abertura e exposição Automático Retrato Paisagem Macro Sport Noturno s/ flash
  • 5. Fotografia Digital Abertura e exposição A combinação do tamanho da abertura e o tempo que esta abertura permanece aberta é chamada de exposição. Na exposição o tamanho da abertura é determinada pelo diafragma, e o tempo que a luz atinge o filme pela velocidade de obturação
  • 6. Fotografia Digital Abertura e exposição A íris
  • 7. Fotografia Digital Abertura e exposição O diafragma. Conjunto de lâminas sobrepostas As diferentes aberturas do diafragma estão relacionadas com um número-f ou pontos. Sua seqüência é: 1 - 1.4 - 2.8 - 4 - 5.6 - 8 - 11 - 16 - 22 - 32 Quanto maior o número menor a abertura. A passagem de um número-f para outro indica que a luminosidade foi duplicada ou reduzida à metade
  • 8. Fotografia Digital Abertura e exposição f16 f11 f8 f5.6 f4 f2.8 f2 O diafragma e suas aberturas
  • 9. Fotografia Digital Abertura e exposição O obturador A principal função do obturador é controlar o tempo que a luz iluminará o sensor ou filme. Nas câmeras reflex o obturador consiste numa cortina que se abre e fecha por um determinado período de tempo.
  • 10. Fotografia Digital Abertura e exposição Obturador Central ou Concêntrico : Usado nas câmeras reflex de objetiva dupla, situa-se entre as lentes da objetiva, um pouco à frente do diafragma. É formado por um conjunto leve e compacto de lâminas, que se abrem quando o botão de disparo é acionado.
  • 11. Fotografia Digital Abertura e exposição Obturador de plano focal "ou de cortina": Encontrado nas câmeras monoreflex de 35mm, situa-se imediatamente defronte ao filme. É constituído por duas cortinas que se movem uma após a outra, separadas por um espaço regulável. O Obturador de cortina protege o filme contra a exposição à luz, quando as objetivas são trocadas
  • 12. Fotografia Digital Abertura e exposição O obturador de cortina
  • 13. Fotografia Digital Abertura e exposição As unidades de tempo da velocidade de obturação podem ser designadas desde frações de segundo até vários segundos.
  • 14. Fotografia Digital Abertura e exposição Por exemplo, se você regular a velocidade em 1, a luz entrará por um segundo; quando mudar para 2, reduz o tempo para meio segundo. Assim, se você regular a velocidade para 60 (1/60 de segundo), a luz entrará pela metade do tempo que entraria em 30 (1/30 de segundo) e assim sucessivamente.
  • 15. Fotografia Digital Abertura e exposição Medida e ajuste da exposição Para conseguirmos uma correta exposição precisamos escolher corretamente o par Diafragma x Velocidade, e a luz que chega ao filme seja suficiente para que nossa imagem não tenha áreas nem claras nem escura demais. A câmera nos auxilia nesta tarefa já que possui uma célula fotossensível que mede a luminosidade da cena convertendo luz em eletricidade - quanto maior a eletricidade mais luminosa é a cena.
  • 16. Fotografia Digital Abertura e exposição A câmera nos auxilia nesta tarefa já que possui uma célula fotossensível que mede a luminosidade da cena convertendo luz em eletricidade - quanto maior a eletricidade mais luminosa é a cena. A câmera analisa a luminosidade da cena e indica de acordo com esta análise se, para ela, o ajuste utilizado está “correto” ou não.
  • 17. Fotografia Digital Abertura e exposição sistema nikon sistema canon
  • 18. Fotografia Digital Abertura e exposição Em uma imagem a luminosidade pode ter uma variação bastante grande de uma área para a outra. Ajustando a exposição manualmente precisamos decidir que resultado gostaríamos de ter na luminosidade da imagem. Normalmente este ajuste é feito em um meio termo entre as duas áreas extremas de luminosidade da cena.