Projeto descobrindo a fantasia e o encantamento do sitio do pica pau amarelo

49,514 views
49,087 views

Published on

Projeto descobrindo a fantasia e o encantamento do sitio do pica pau amarelo

  1. 1. MUNICÍPIO DE RIO VERDE- GOIÁSSISTEMA MUNICIPAL DE ENSINOSECRETARIAMUNICIPAL DE EDUCAÇÃOEMEI “PRINCÍPIO DO SABER” TEMA: DESCOBRINDO A FANTASIA E O ENCANTAMENTODO SITIO DO PICA PAU AMARELO. LINHA DO TEMPO JUSTIFICATIVAÉ a possibilidade de levar as crianças à riqueza de nossacultura, criando uma identidade nacional, inseri-los nos costumes denosso povo concentrando nossos próprios costumes e os de outrasregiões.Vamos entrar agora no mundo encantado do sitio do pica pauamarelo resgatando as cantigas de roda, as brincadeiras cantadas,os brinquedos da época bem como as receitas e jogos folclóricos.Apresentando as crianças o autor dessas maravilhosas históriasque encantam gerações em gerações.Mostrar que todos os personagens que fazem parte do sitioestão interligados com o nosso folclore relembrando as situaçõesvivenciadas quando crianças e nos dias atuais como, por exemplo,a vovó Benta nos lembra o aconchego, a Emilia a boneca de panobrinquedos antigos, o Visconde o estudioso, Narizinho e Pedrinho afantasia, inocência, sonhos, encantamento, Tia Anastácia osquitutes receitas diversas, tio Barnabé contos e causas, a Cuca osLANÇAMENTO05/03/2011DESENVOLVIMENTO08/03 À 31/05/2011FINALIZAÇÃO22/06/2011
  2. 2. medos, Saci as lendas e outros personagens cada um com suacaracterística. OBJETIVO GERAL:Favorecer o desenvolvimento das capacidades linguisticas ecriadora das crianças, fomentando nelas o gosto pela leitura eescrita, através das inesquecíveis histórias, músicas e personagensdo Sítio do Pica pau Amarelo. OBJETIVOS ESPECÍFICOS:*Resgatar a diversidade culturas através das brincadeiras;*Conhecer os brinquedos e brincadeiras dos tempos dos avôs,identificando os costumes da época e o respeito pelos idosos.*Despertar a curiosidade da vida no sitio e personagens trazendopara nossa realidade.*Familiarizar-se com a escrita por meio do manuseio de livros,sobre a biografia e obras de Monteiro Lobato;*Comentar as histórias ouvida, trocando opiniões sobre as mesmas;*Entrar em contato com as características do texto;*Oferecer um acervo sobre vida e obras de Monteiro Lobato;*Promover interações significativas entre as crianças nas atividadesde leitura;*Ampliar o repertório de textos que se sabe de cor, tendo comoconsequência à produção espontânea da escrita;*Identificar informações explícitas nos texto e discutir sobre elas;*Estabelecer semelhanças e diferenças entre a estrutura do gênerolido e de outros como, por exemplo, a música, entre um conto,poema, parlenda e textos narrativos etc.*Resgatar a diversidade cultural, através das brincadeiras;* Identificar os elementos que compõem a história, reconhecendo asuas características físicas e psicológicas;*Explorar possibilidades dos gestos e movimentos corporais;
  3. 3. *Incentivar a recontagem de histórias, produzindo idéiasdivergentes;*Conhecer as obras de Monteiro Lobato e a sua história. CONTEÚDOS:* Linguagem oral e escrita:- Biografia de Monteiro Lobato;Participação em situações em que o adulto é leitor.Participação em situações em que os aluno são os leitores, aindaque não convencionalmente.Manuseio de materiais impressos, como livros e textos.Características e recursos do texto narrativo;*Produção de textos.Natureza e sociedade:- O sítio e suas características ambientais, como: plantas e frutas,animais;- Costumes e tradições;* Matemática: contagens e números no contexto, cores,comparação e formas;* Música e Movimento: dramatizações, danças e brincadeiras;*Artes: confecção de máscaras, recorte e colagem, pinturas eoutros. SEQUENCIA DIDÁTICA- 05/03 – Lançamento do projeto com um vídeo de um episódio doSitio do Pica Pau Amarelo.- 08/03 - Colocar o grupo em contato com alguma historia do Livrode Monteiro Lobato Reinações de Narizinho. (contar história); ESTRATÉGIAS PARA EXPLORAR OS LIVROS- 12/03 – Leitura da biografia de Monteiro Lobato e exploração oral.
  4. 4. - 15/03 – Pesquisa junto aos familiares sobre lembranças do Sitiodo Pica Pau Amarelo com explanação oral de algum pai para ascrianças.- 19/03 – Trabalhar com os gêneros textuais músicas e narrativaspara que as crianças percebam a diferença, dando pistas para quese chegue ao objetivo almejado;- 21/03 – Apresentar cartaz com a letra música tema do programapara exploração da música,palavras, interpretação, ilustração edramatização.- 26/03 - Identificar na música tema do programa os espaços entreas palavras (separabilidade).- 28/03 - Conversa sobre uma determinada história do livroReinações de Narizinho abordando na história determinada palavraindentifiquando quais as informações explícitas que estão nela;- 02/04 - comentar sobre a estrutura do texto narrativo lido ( algumahistória de Monteiro Lobato sobre O Sitio do Pica Pau Amarelo)apresentação; complicação ou desenvolvimento; clímax;desfecho.Procurando identificar, com seus alunos, essesmomentos,na história lida.- 09/04 - Na “roda de leitura” ou “ hora do conto”:- leia em capítulos, por exemplo, as histórias do Sítio do Pica PauAmarelo.- Apresente o livro, converse sobre a capa: o que imaginamencontrar nele?- Crie um suspense, uma expectativa sobre o capítulo que vai serlido no dia seguinte.- Estimule a imaginação de seus alunos. Desfrute, com as crianças,do encantamento de uma boa leitura.- 11/04 - Na “hora do estudo”:- procure identificar quais os conhecimentos prévios que os alunosjá têm sobre as histórias do Sítio do Pica Pau Amarelo: assistiramao programa, na TV? Conhecem suas músicas, seus personagens?- converse, também, sobre o autor: já conhecem alguma outra obrade Monteiro Lobato?- verifique se eles estabelecem uma relação entre o autor do livro eo seriado da televisão.- 16/04 – Ilustrar a música tema da Cuca.
  5. 5. - 18/04 – Ilustrar a música tema do Sitio do Pica Pau Amarelo.- 23/04 - Apresente o texto reproduzido em papel e peça aos alunospara: sublinhar o título; o nome do livro de onde foi copiado; o autordo texto; contar o número de parágrafos; marcar os parágrafosonde ocorre mudança de assunto; marcar os sinais de pontuação;marcar as margens do texto. ( Texto em anexo final projeto)- 25/04 - Identificar sílabas do texto em estudo, ler palavras,identificar menor e maior palavra do texto.- 30/04 – Confeccionar gráfico de personagens preferido pelascrianças.- 02/05 – Identificar alimentos produzidos nos Sitio parasubsistência própria (trabalhar receita Dona Benta e as frutasexistentes no Sítio).- 07/05 – Dramatização de história.- 09/05 – Ilustração de história ouvida.-14/05 – Confecção de mascaras para caracterização personagens.- 16/05 - Ensaio da música tema do Sitio Pica Pau Amarelo comescrita espontânea.- 21/05 – Estudo sobre o resumo das características dospersonagens do Sítio.- 23/05 – Reprodução dos personagens do Sítio do Pica PauAmarelo.-28/05 – Reprodução dos personagens do Sítio do Pica PauAmarelo.- 30/05 à 19/05 - Início do ensaio para dramatização final de umepisódio do Sítio do Pica Pau Amarelo.20/05 – Apresentação de dramatização sobre um episódio do Sítioa comunidade escolar. PRODUTO FINALDramatização de um episódio do Sítio do Pica Pau Amarelo. BIBLIOGRAFIAMONTEIRO LOBATO O Pica Pau Amarelo, SP: Globo, 2010._______. Reinações de Narizinho vols.1 e 2, SP: Globo, 2008._______. Emília no País da Gramática. SP: Globo, 2008.Pesquisa a site Google sobre O sítio do Pica Pau Amarelo.Vídeos YOUTOBE
  6. 6. ANEXOS
  7. 7. NARIZINHOMONTEIRO LOBATONUMA CASINHA BRANCA, LÁ NO SÍTIO DO PICAPAUAMARELO, MORA UMA VELHA DE MAIS DE 60 ANOS. CHAMA-SE DONA BENTA. QUEM PASSA PELA ESTRADA E A VÊ NAVARANDA, DE CESTINHA DE COSTURA NO COLO E ÓCULOSDE OURO NA PONTA DO NARIZ, SEGUE SEU CAMINHOPENSANDO: “QUE TRISTEZA VIVER ASSIM TÃO SOZINHANESTE DESERTO…”.MAS ENGANA-SE. DONA BENTA É A MAIS FELIZ DASVOVÓS, PORQUE VIVE EM COMPANHIA DA MAISENCANTADORA DAS NETAS – LÚCIA, A MENINA DONARIZINHO ARREBITADO, OU NARIZINHO COMO TODOSDIZEM. NARIZINHO TEM SETE ANOS, É MORENA COMOJAMBO, GOSTA “MUITO DE PIPOCA E JÁ SABE FAZER UNSBOLINHOS DE POLVILHO BENS GOSTOSOS”.NA CASA AINDA EXISTEM DUAS PESSOAS – TIA NASTÁCIA,NEGRA DE ESTIMAÇÃO QUECARREGOU LÚCIA EM PEQUENA,E EMÍLIA, UMA BONECA DE PANO BASTANTE DESAJEITADADE CORPO. EMÍLIA FOI FEITA POR TIA NASTÁCIA, COMOLHOS DE RETRÓS PRETO E SOBRANCELHAS TÃO LÁ EMCIMA QUE É COMO VER UMA BRUXA. APESAR DISSONARIZINHO GOSTA MUITO DELA; NÃO ALMOÇA NEM JANTASEM A TER AO LADO, NEM SE DEITA SEM PRIMEIROACOMODÁ-LA NUMA REDINHA ENTRE DOIS PÉS DE CADEIRA.ALÉM DA BONECA, O OUTRO ENCANTO DA MENINA É ORIBEIRÃO QUE PASSA PELOS FUNDOS DO POMAR.“SUASÁGUAS, MUITO APRESSADINHAS E MEXERIQUEIRAS,CORREM POR ENTRE PEDRAS NEGRAS DE LIMO, QUE LÚCIACHAMA AS “TIAS NASTÁCIAS DO RIO”. TODAS AS TARDESLÚCIA TOMA A BONECA E VAI PASSEAR À BEIRA D’ÁGUA,ONDE SESENTA NA RAIZ DE UM VELHO INGAZEIRO PARA DAR FARELODE PÃO AOS LAMBARIS.NÃO HÁ PEIXE NO RIO QUE NÃO A CONHEÇA; ASSIM QUEELA APARECE, TODOS ACODEM NUMA GRANDE FAMINTEZA.OS MAIS MIÚDOS CHEGAM PERTINHO; OS GRAÚDOS PARECEQUE DESCONFIAM DA BONECA, POIS FICAM RESSABIADOS, AESPIAR DE LONGE. E NESSEDIVERTIMENTO LEVA A MENINA HORAS, ATÉ QUE TIANASTÁCIA APAREÇA NO PORTÃO DO POMAR E GRITE NA SUAVOZ SOSSEGADA:– NARIZINHO, VOVÓ ESTÁ CHAMANDO!...Reinacões de Narizinho, vol.1, SP: Globo, 2008,p.12.
  8. 8. EM CANTOS, EM CONTOSSÍTIO DO PICA PAU AMARELOGILBERTO GILMARMELADA DE BANANA, BANANADA DE GOIABAGOIABADA DE MARMELOSÍTIO DO PICA-PAU AMARELOSÍTIO DO PICA-PAU AMARELOBONECA DE PANO É GENTE, SABUGO DE MILHO É GENTEO SOL NASCENTE É TÃO BELOSÍTIO DO PICA-PAU AMARELOSÍTIO DO PICA-PAU AMARELORIOS DE PRATA, PIRATAVÔO SIDERAL NA MATA, UNIVERSO PARALELOSÍTIO DO PICA-PAU AMARELOSÍTIO DO PICA-PAU AMARELONO PAÍS DA FANTASIA, NUM ESTADO DE EUFORIACIDADE POLICHINELOSÍTIO DO PICA-PAU AMARELOHTTP://LETRAS.TERRA.COM.BR/GILBERTO-GIL/46244/HTTP://WWW.PROJETOMEMORIA.ART.BR/MONTEIROLOBATO/SITIODOPICAPAU/IMAGENS/SITIO1.JPG- INICIALMENTE, APRESENTAR O LIVRO;-CRIAR UMA EXPECTATIVA SOBRE A LETRA DA CANÇÃO,ANTECIPANDO O SEU TEMA;-DESPERTAR A IMAGINAÇÃO DE SEUS ALUNOS, PROPONDOQUE FALEM SOBRE OS ASPECTOS DOTEMA QUE PODEM TER SIDO ABORDADOS NA CANÇÃO;-LER O SEU TÍTULO: O QUE ELE SUGERE? CANTE ! DANCE !
  9. 9. QUE TAL FAZER UM MERGULHO NO “REINO DA IMAGINAÇÃO”,ABRINDO A “PORTEIRA DO SÍTIO DO PICAPAU AMARELO, ONDE AFANTASIA NÃO TEM LIMITES E TUDO PODE ACONTECER”?VOCÊ VAI CONHECER “UMA BONECA DE PANO QUE DESTRAVA ALÍNGUA COM PÍLULAS FALANTES DO DOUTOR CARAMUJO E NUNCAMAIS FECHOU A TORNEIRINHA DE ASNEIRAS; UMA ESPIGA DE MILHOQUE SE TRANSFORMA NO VISCONDE DE SABUGOSA, CHEIO DESABEDORIA.VAI SER APRESENTADO TAMBÉM À TIA NASTÁCIA, FAMOSA PORSEUS DELICIOSOS BOLINHOS; À DONA BENTA, UMA AVÓ MUITOESPECIAL; A SUA NETA LÚCIA, A MENINA DO NARIZ ARREBITADO, QUEESTÁ SEMPRE INVENTANDO NOVAS REINAÇÕES E AO SEU PRIMOPEDRINHO, QUE PASSA SEMPRE UMA TEMPORADA DE FÉRIAS NOSÍTIO.AO LADO DO SACI-PERERÊ, DO CAUBÓI DO CINEMA AMERICANOCHAMADO TOM MIX, DO GATO FÉLIX, SAÍDO DE UM DESENHOANIMADO, E DE MUITOS OUTROS PERSONAGENS INTERESSANTES, OSNETOS DE DONA BENTA FAZEM AS MAIORES TRAVESSURAS DOMUNDO.”FONTE: MONTEIRO LOBATO, REINACÕES DE NARIZINHO VOLS.1 E 2, SP:GLOBO, 2008.- IDENTIFICAR OS CONHECIMENTOS PRÉVIOS QUE OS ALUNOS TÊMSOBRE O ASSUNTO QUE VAI SER ABORDADO:.CONHECEM UM SÍTIO? O QUE ENCONTRAMOS NORMALMENTE EM UMSÍTIO? QUE ANIMAIS COSTUMAMMORAR NELE?.JÁ ASSISTIRAM NA TELEVISÃO OU ESCUTARAM ALGUMA HISTÓRIASOBRE O SÍTIO DO PICAPAU AMARELO?.CONHECEM ALGUNS DOS SEUS PERSONAGENS?- APRESENTAR OS MORADORES DO SÍTIO DO PICAPAU AMARELO:
  10. 10. CONHECENDO UM POUCO MAIS SOBR DONA BENTA E TIAANSTÁCIADONA BENTA ENCERRABODES DE OLIVEIRA, UMAGRANDE MESTRA NA GEOGRAFIA E NA ARTE DE CONTARHISTÓRIAS. ESSA SENHORA COM CERCA DE 60 ANOS ÉDONA DO SÍTIO DO PICAPAU AMARELO,UM LUGAR MUITO BONITO, COM UMA CASA GRANDE, MUITOANTIGA ONDE TUDO É MUITO AMPLO E FRESCO. ELA MORAAÍ COM A TIA NASTÁCIA, QUE CUIDA DA COZINHA E DALIMPEZA DA CASA E SUANETA LÚCIA, QUE TODO MUNDO CONHECE COMONARIZINHO.PEDRINHO, OUTRO NETO DE DONABENTA, NÃO TROCA O SÍTIO POR NENHUM OUTRO LUGAR DOMUNDO PARA PASSAR SUAS FÉRIAS.HTTP://WWW.GOOGLE.COM.BR/IMGRES?IMGURL=HTTP://WWW.PROJETOMEMORIA.ART.BR/MONTEIROLOBATO/SITIODOPICAPAU/IMAGENS/SITIO1.JPGA MELHOR QUITUTEIRA DESTE E DE TODOS OS MUNDOSQUE EXISTEM. ELA COZINHOU ATÉ PARA SÃO JORGE, NALUA. QUEM COMIA UMA VEZ OS SEUS BOLINHOS NÃO PODIANEM SEQUERSENTIR O CHEIRO DE BOLOS FEITOS POROUTRAS COZINHEIRAS. ALÉM DE CUIDAR DA COZINHA, ELA ÉFAZ-TUDO NA CASA. FOI ELA QUEM PRATICAMENTE CRIOU ANARIZINHO, E QUEM FEZ A EMÍLIA. É TAMBÉM UMA GRANDECONTADORA DE ESTÓRIAS. A TURMA DO SÍTIO ADORA FICARÀ NOITE OUVINDO SEUS "CAUSOS ", COMENDO ROSQUINHADE POLVILHO.-ORGANIZAR UM GLOSSÁRIO COM OS TERMOSDESCONHECIDOS PELOS ALUNOS.-INFERIR O SENTIDO DE PALAVRAS, TENDO COMOREFERÊNCIA O TEXTO LIDO: QUITUTEIRA, POR EXEMPLO.-LOCALIZAR INFORMAÇÕES EXPLÍCITAS NO TEXTO: O DONODO SÍTIO DO PICAPAU AMARELO, POR EXEMPLO.
  11. 11. MONTEIRO LOBATO É O INVENTOR DESSE FAZ DE CONTA!“DURANTE SUA INFÂNCIA, MONTEIRO LOBATO PASSAVAHORAS BRINCANDO, SUBINDO EM ÁRVORES E PESCANDONORIACHO. MAS ELE NÃO DISPENSAVA UM BOM LIVRO DEAVENTURAS, QUE LIA NA BIBLIOTECA DO SEU AVÔ. DESDEPEQUENO, ESCREVEU PARA OS JORNAIZINHOS DOSCOLÉGIOS QUE FREQUENTOU. CONTINUOU ESCREVENDODEPOIS DE FORMADO EM DIREITO E, EM VEZ DE TRABALHARCOMO ADVOGADO, TORNOU-SE ESCRITOR, CRIANDO O SÍTIODO PICA PAU AMARELO.”JOSÉ BENTO MONTEIRO LOBATO NASCEU EM 18 DEABRIL DE 1882 NA CIDADE DE TAUBATÉ, EM SÃO PAULO EMORREU EM 04 DE JULHO DE 1948, EM SÃO PAULO.FONTE: MONTEIRO LOBATO, REINACÕES DE NARIZINHOVOLS.1 E 2, SP: GLOBO, 2008.- OBSERVAR A ILUSTRAÇÃO DO TEXTO: É POSSÍVELINTERPRETÁ-LO, OBSERVANDO-A?- IDENTIFICAR O TEMA DO TEXTO ACIMA. DISCUTIR COM OSALUNOS.- LER UMA BIOGRAFIA RESUMIDA DE MONTEIRO LOBATOPARA SEUS ALUNOS. LER OUTRAS BIOGRAFIAS(VEJA A COLEÇÃO “CRIANÇAS FAMOSAS”, NA SALA DELEITURA DE SUA ESCOLA).- PROPOR QUE CADA UM ESCREVA A SUA “BIOGRAFIA”.
  12. 12. “REINACÕES DE NARIZINHO, UMA DAS OBRASDE MONTEIRO LOBATO, É MAIS QUEUM LIVRO. É UMACOLEÇÃO DE HISTÓRIAS, CADA QUAL COM SEU COMEÇO,MEIO E FIM ELAS PODEM SER LIDAS NO CONJUNTO OUSABOREADAS UMA A UMA, COMO FRUTAS COLHIDAS NO PÉ.”FONTE: MONTEIRO LOBATO, REINACÕES DE NARIZINHOVOLS.1 E 2, SP: GLOBO, 2008.QUE TAL CONTÁ-LAS EM CAPÍTULOS PARA SEUS ALUNOS?“...TODAS AS TARDES, LÚCIA, A MENINA DO NARIZINHOARREBITADO, VAI PASSEAR COM SUA BONECA EMÍLIA, FEITAPOR TIA NASTÁCIA, NO RIBEIRÃO QUE PASSA NO FUNDO DOPOMAR. NUM CERTO DIA, DEPOIS DE DAR COMIDA AOSPEIXINHOS, ELAS CONHECEM UM BESOURO DECASACÃO E O PRÍNCIPE ESCAMADO, REI DO REINO DASÁGUAS CLARAS, E VIVEM UMA GRANDE AVENTURA...ELAS CONHECEM, ENTÃO, A COSTUREIRA DAS FADAS,DONA ARANHA, O MAJOR AGARRA-E-NÃO-LARGA-MAIS E ODOUTORCARAMUJO, CAPAZ DE TUDO CURAR. ALÉM DO MAIS, EMÍLIA,A BONECA MUDA DE NARIZINHO, TOMA UMA PÍLULA MÁGICADO DOUTOR CARAMUJO E COMEÇA A FALAR, AINDA QUE DEMANEIRA CONFUSA E ATRAPALHADA.DE RETORNO AO SÍTIO, NARIZINHO, MUDADA, COMEÇA AIMAGINAR MIL E UMA AVENTURAS E DESCOBRE QUE EMÍLIAFALA A LÍNGUA DAS FORMIGAS E DAS ABELHAS. “A MENINAQUER CASAR EMÍLIA COM RABICÓ, UM PORQUINHO QUE AMENINA E SEU PRIMO PEDRINHO, RECÉM-CHEGADO DACIDADE, DIZEM SER MARQUÊS...”.HTTP://PT.SHVOONG.COM/BOOKS/CHILDREN-AND-YOUTH/1678459-REINA%C3%A7%C3%B5ES-NARIZINHO/VAMOS VIVER ESSAS E OUTRAS AVENTURAS COM A TURMADO SÍTIO DO PICAPAU AMARELO?
  13. 13. ROSQUINHA É UM TIPO DEBISCOITO. O TERMO BISCOITO VEM DAPALAVRA FRANCESA BISCUIT, QUESIGNIFICA ASSADAS DUAS VEZES.ANTIGAMENTE O BISCOITO ERA UMPÃO ASSADO DUAS VEZES PARA FICARSECO E DURO. ASSIM ELE DURAVA MAISTEMPO E PODIA SER LEVADO NABAGAGEM PARA ALIMENTAR OSVIAJANTES EM SUAS LONGAS JORNADAS.– VOCÊS SABEM O QUE É UMA ROSQUINHA? PERGUNTOUDONA BENTA.DONA BENTA PARA CRIANCAS. SP: CIA EDITORA NACIONAL;GLOBO,2005, P.61.CONVERSAR COM AS CRIANÇAS: ESSE É UM TEXTO QUETRAZ VÁRIAS INFORMAÇÕES.- QUAL O SEU TEMA?- O QUE APRENDEMOS, AO LÊ-LO?
  14. 14. – HOJE VOU FAZER ROSQUINHAS DE QUEIJO, DISSE TIANASTÁCIA.RECEITA DE ROSQUINHAS DE QUEIJOINGREDIENTES:-1/2 XÍCARA DE CHÁ DE QUEIJO PARMESÃO RALADO-1/2 XÍCARA DE CHÁ DE MARGARINA-1 XÍCARA DE CHÁ DE FARINHA DE TRIGO- MARGARINA PARA UNTAR- FARINHA DE TRIGO PARA POLVILHARCOMO FAZER:1-LIGUE O FORNO E DEIXE AQUECENDO EM TEMPERATURAMÉDIA.2- NA TIGELA, AMASSE COM AS MÃOS O QUEIJO RALADO E AMARGARINA.3-ACRESCENTE, AOS POUCOS, A FARINHA DE TRIGO ECONTINUE AMASSANDO ATÉ QUE TODA A FARINHA TENHASEMISTURADO AO QUEIJO E À MARGARINA.4-COLOQUE A MASSA EM UMA SUPERFÍCIE LIMPA. ENROLE-ACOM AS MÃOS ATÉ FORMAR ROLINHOS COMPRIDOS E NÃOMUITO FINOS.5- EM SEGUIDA, CORTE OS ROLINHOS EM PEDAÇOS E FAÇAARGOLINHAS.6- DISTRIBUA AS ROSQUINHAS EM UMA ASSADEIRA UNTADACOM MARGARINA E POLVILHADA COM FARINHA DETRIGO. ASSE-AS NO FORNO EM TEMPERATURA MÉDIA, PORMAIS OU MENOS 15 MINUTOS OU ATÉ FICAREMDOURADAS.7- RETIRE A ASSADEIRA COM AS ROSQUINHAS, ESPEREESFRIAR E SIRVA.

×