Camões   crase
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Camões crase

on

  • 751 views

 

Statistics

Views

Total Views
751
Views on SlideShare
751
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
11
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Camões   crase Camões crase Presentation Transcript

    • Língua PortuguesaProfessores: Silas e Christiane CRASE
    • Na sintaxe:1)Vou a + a feira da esquina.Vou à feira da esquina.2) Referiu-se a + aquele livro.Referiu-se àquele livro.3) Fizeram alusão a + a de azul.Fizeram alusão à de azul.
    • Regra geral:Ocorrerá crase da preposição mais artigo:a) Se o termo regente exigir a preposição a;b) Se o termo regido aceitar o artigo feminino a (as)Exemplo:Dirigiu-se A + A cidade = Dirigiu-se À cidade.Conheço (x) + A cidade = Conheço A cidade. (artigo)Vou A + (x) Brasília = Vou A Brasília. (preposição)
    • Artifício para saber se uma palavra aceita ou não oartigo:• Se pudermos usar a combinação da antes dapalavra, é sinal que ela aceita o artigo;• Se pudermos usar apenas a preposição de, é sinal deque não aceita o artigo.Exemplos:Vim da Bahia – Vou à Bahia.Vim de Brasília – Vou a Brasília.A partir dessa regra podemos estabelecer que:
    • A) NUNCA OCORRE CRASE:a) Antes de masculino.Ex.: Andei a pé.b) Antes de verbo.Ex.: Estou apto a discutir.c) Antes de pronome de tratamento, exceção feita a senhora, senhorita e dona.Ex.: Dirigiu-se a V. Sª. com aspereza.Dirigiu-se à senhora com aspereza.d) Antes de pronomes em geral.Ex.: Não me referia a ela.Falava a qualquer pessoa.
    • Obs.: Obviamente, se o pronome aceitar o artigo, ocorrerá a crase.Ex.: Fiz alusão à mesma pessoa.e) Nas expressões formadas de palavras repetidas.Ex.: Ficou cara a cara com o criminoso.f) Antes dos nomes de cidades.Ex.: Fiz uma viagem a Roma.Obs.: Se o nome da cidade vier determinado, ocorrerá a crase.Ex.: Fiz uma viagem à Roma antiga.
    • g) Quando um a (sem o s de plural) preceder umnome plural.Ex.: Não falo a pessoas estranhas.Obs.: Havendo o s de plural, é sinal de que ocorreu oartigo e haverá crase.Ex.: Não falo às pessoas estranhas.B) Sempre ocorre crase:a)Na indicação do número de horas.Ex.: Cheguei às dez horas.
    • b) Na expressão à moda de, mesmo que a palavra moda venha oculta.Ex.: Usava sapatos à (moda de) Luís XV.c) Nas expressões adverbiais femininas.Ex.: Cheguei à tarde. (tempo)Falou à vontade. (modo)Ficou à direita. (lugar)
    • d) Nas locuções conjuntivas e prepositivasconstituídas de palavras femininas: à medidaque, à proporção que, à força de, à beira de.Ex.: À força de pensar, acabou adormecendo.À medida que ele falava, o público aplaudia.
    • C) Casos facultativos:a)Antes de nomes próprios femininos de pessoa.Ex.: Não te refiras a (à) Maria Clara.b) Antes de pronomes possessivos femininos.Ex.: Não te dirijas a (à) tua gente.Obs.: Note que os nomes próprios femininos de pessoa aceitam ou não o artigo antes de si. Por isso é que pode ocorrer a crase ou não.
    • c) Depois da preposição até.Se a preposição até vier seguida de um nome feminino que aceite o artigo a, poderá ou não ocorrer a crase. Isto porque essa preposição pode ser empregada sozinha (até) ou em locução com a preposição a (até a)Exemplos:Cheguei até a muralha..Cheguei até à muralha.
    • Casos especiais de crase:a)Crase antes de casa A palavra casa, no sentido de lar, residência própria da pessoa, se não vier determinada por um adjunto adnominal, não aceita o artigo, portanto não ocorre a crase. Por outro lado, se vier determinada por um adjunto adnominal, aceita o artigo e ocorre a crase.Exemplos:Voltei a casa cedo.Voltei à casa de meus pais.
    • b) Crase antes de terraA palavra terra, no sentido de chão firme, tomada em oposição a mar ou ar, se não vier determinada, não aceita o artigo e não ocorre a crase. Se vier determinada, aceita o artigo e ocorre a crase.Ex.: Os marinheiros voltaram a terra.Os marinheiros já voltaram à terra dos seus sonhos.c) Crase antes dos pronomes relativos- Antes dos relativos quem e cujo não ocorre crase.Ex.: Achei a pessoa a quem você procurava.
    • Compreendo a situação a cuja gravidade você sereferiu.-Antes dos relativos o qual ou os quais ocorrerá acrase, se o masculino correspondente for ao qual, aosquais.Ex.: Esta é a festa à qual me referi.Este é o filme ao qual me referi.
    • d) Crase nos pronomes demonstrativos aquele (s),aquela (s), aquilo.Sempre que o termo regente exigir a preposição a evier seguido dos demonstrativos aquele, aquela,aqueles, aquelas e aquilo, haverá crase da preposiçãoa com o a inicial desses pronomes.Ex.: Falei àquele amigo.Dirijo-me àquela cidade.Aspiro a isto e àquilo.Fez referência àquelas situações.
    • e) Crase da preposição a com o pronomedemonstrativo a: A crase da preposição a com opronome demonstrativo a ocorre sempre antes dopronome relativo que (à que) ou da preposição de (àde).Artifício:- se, com o antecedente masculino, ocorrer ao que,aos que, com o feminino ocorrerá a crase.
    • Ex.: Houve um palpite anterior ao que você deu.Houve uma sugestão anterior à (a+a) que você deu.- se, com o antecedente masculino, ocorrer a que, nofeminino não ocorrerá a crase.Não gostei do filme a que você se referiu.Não gostei da peça a que você se referiu.
    • - antes da preposição de, pode ocorrer o mesmo tipo de crase.Ex.:Meu palpite é igual ao de todos.Minha opinião é igual à (a+a) de todos.