Conhecida como micose, é uma infecção micótica
que afeta toda parte da lâmina ungueal, ocasionada pelo
ataque de fungos.
N...
É responsável por aproximadamente 40% das
anomalias ungueais, podendo ser encontradas em
crianças e no adulto, em particul...
São causadas por três grupos de fungos:
 Dermatófitos: São os agentes primordiais na onicomicose
responsável por aproxima...
Classificações e suas Características
1.- OSDL-Onicomicose Subungueal Distal Lateral:

• É a forma mais comum e mais frequ...
2. - OBS-Onicomicose Branca Superficial:
• O agente etiológico que mais afeta é o T. mentagrophyres;
• Mais comum nas unha...
3.- OSP- Onicomicose Subungueal Proximal:
• Os agentes etiológicos são T.rubrum e Mentagrophytes;
• Comuns em pacientes co...
4.- ODT – Onicomicose Distófica Total:
• É uma evolução de todos os tipos, resultando na destruição total
da unha;
• Obser...
5.- CU- Candidíase Ungueal:
• Os agentes etilógicos são a C. albicans, Parapsilosis e C.
Tropicalis;
• Mais comum nas unha...
Fatores Predisponentes
• Pacientes que apresentam imunodeficiência, como portadores de
HIV, anemias, tireoide, câncer e et...
Sinais e Sintomas
• Diminuição do crescimento da unha;
• Unhas quebradiças;
• Estrias longitudinais ou sulcos transversais...
Prevenção
Consiste basicamente nos cuidados de higiene pessoal:
• Não andar descalço em ambientes constantemente
úmidos ( ...
Diagnóstico
O diagnóstico das onicomicoses se baseia na
suspeita clínica, porém, a confirmação se faz
através de um exame ...
Tratamento
Geralmente, necessita-se de um período de
tratamento de 3 a 12 meses. Para se obter sucesso no
tratamento, o fu...
Triângulo terapêutico para o tratamento
Podólogo, Dermatologista e Paciente, completam um triângulo terapêutico.
• Dermato...
Referências Bibliográfica
• Disponível em: http://www.soulpes.com.br. Acesso em 28 Out.2013.
• Disponível em: http://www.d...
ONICOMICOSE (OM)
ONICOMICOSE (OM)
ONICOMICOSE (OM)
ONICOMICOSE (OM)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

ONICOMICOSE (OM)

3,470

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
3,470
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
169
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

ONICOMICOSE (OM)

  1. 1. Conhecida como micose, é uma infecção micótica que afeta toda parte da lâmina ungueal, ocasionada pelo ataque de fungos. Normalmente a infecção se inicia na unha do hálux e na do polegar, mas, no entanto todas as outras podem ser atingidas; é mais frequente nas unhas dos pododáctolos (unhas dos pés) devido ao uso constante de calçados fechados. O que propicia um ambiente favorável ao desenvolvimento dos fungos.
  2. 2. É responsável por aproximadamente 40% das anomalias ungueais, podendo ser encontradas em crianças e no adulto, em particular nas mulheres devido ao tratamento estético excessivo removendo as cutículas, e no idoso devido à dificuldade nos cuidados de higienização. A infecção se inicia superficialmente, mas pode agravar a outras complicações clínicas em especial no portador de Diabetes Mellitus, podendo levar a amputações.
  3. 3. São causadas por três grupos de fungos:  Dermatófitos: São os agentes primordiais na onicomicose responsável por aproximadamente 75% das infecções e atuam sobre as camadas queratinizadas ou semiqueratinizadas das unhas. É mais comum nas unhas dos pododáctilos (pés).  Leveduras:“Fungos oportunistas” responsáveis por aproximadamente 15% das infecções, não são queratolíticas,podendo infectar-se nas unhas mercê a um traumatismo, por alguma deficiência do sistema imunológico ou a um agente irritante prévio. A infecção pode ter origem endógena. Mais comum nas unhas dos quirodáctilos.  Mofos não dermatóficos: “Fungos filamentosos oportunistas” responsáveis por aproximadamente 10% das infecções, não são queratolíticos, invadem as unhas por meio de lesões prévias. A infecção é conhecida como onicomicose por mofo.
  4. 4. Classificações e suas Características 1.- OSDL-Onicomicose Subungueal Distal Lateral: • É a forma mais comum e mais frequente; • O agente etilógico que mais afeta é o T. rubrun; * A infecção se inicia na borda livre afetando primeiro o hiponíquio e, depois a zona distral do leito ungueal, estendendo-se no sentido proximal até a matriz; Características: Deslocamento da borda livre: a unha descola do seu leito, geralmente iniciando pelos cantos e fica oca ( onicólise). Pode haver acúmulo de material sob a unha; • Espessamento: as unhas aumentam de espessura, ficando endurecidas e grossas. Esta forma pode ser acompanhada de dor e levar ao aspecto de “unha em telha” ou “unha de gavião”; • Unha opaca, esbranquiçada, amarelada e espessa.
  5. 5. 2. - OBS-Onicomicose Branca Superficial: • O agente etiológico que mais afeta é o T. mentagrophyres; • Mais comum nas unhas dos pododáctilos; • Se inicia na superfície externa da lâmina ungueal que se apresenta rugosa, podendo infectar o leito e o hiponíquio. Características: • Surgem manchas brancas ( Leuconíquia); • Unhas quebradiças erosivas, secas em forma de pó, podendo ser facilmente raspada; • Posteriormente pode produzir uma invasão total da unha, bem como sua destruição.
  6. 6. 3.- OSP- Onicomicose Subungueal Proximal: • Os agentes etiológicos são T.rubrum e Mentagrophytes; • Comuns em pacientes com imunodeficiência e uma alta porcentagem em portadores do HIV; * A infecção se inicia na eponíquio, na zona proximal da lâmina; Características: • Surgem manchas esbranquiçadas na região da lúnula; • A superfície permanece intacta e os restos hiperceratóticos fazem a unha separar-se do leito ungueal.
  7. 7. 4.- ODT – Onicomicose Distófica Total: • É uma evolução de todos os tipos, resultando na destruição total da unha; • Observa-se em pacientes com imune deficiência muco cutânea crônica; Características: • Pode estilha-se ou desprender-se total ou parcialmente, mudar a coloração, e costuma ser uma onicomicose de vários anos.
  8. 8. 5.- CU- Candidíase Ungueal: • Os agentes etilógicos são a C. albicans, Parapsilosis e C. Tropicalis; • Mais comum nas unhas dos quirodáctilos, com predominância em mulheres. Mais conhecida como “unheiro”; • Ocorre em pessoas que vivem com as mãos na água: lavadeiras, jardineiros, cozinheiras. Características: •A região peri-ungueal fica inflamada, dolorida, inchada, avermelhada e pode se apresentar com coleção purulenta na base da unha; • Altera a formação da unha, que cresce ondulada e com alterações na superfície; • Modificação da coloração da unha para um castanhoamarelado, marrom ou amarelo-esverdeado, ocorre opacificação e destruição total das unhas.
  9. 9. Fatores Predisponentes • Pacientes que apresentam imunodeficiência, como portadores de HIV, anemias, tireoide, câncer e etc.; • Pacientes Diabéticos; • Angiopatias que acometem os membros, em particular os pés; •Tratamento estético excessivo (remoção de cutículas); • Uso de calçados fechados e apertados com meias sintéticas e falta de cuidados com os mesmos, propiciando um ambiente úmido e aquecido. Transmissão • É possível adquirir a infecção ao caminhar por solos contaminados; • Em lugares públicos, como piscinas, saunas e banheiros; •Uso de objetos sujo e acontecimentos (alicate de unha, tesouras, etc...).
  10. 10. Sinais e Sintomas • Diminuição do crescimento da unha; • Unhas quebradiças; • Estrias longitudinais ou sulcos transversais; • Ondulações; • Espessamento; • Odor; • Alteração na coloração da lâmina. E em alguns casos pode haver: • Dor; • Conteúdo purulento; • Destruição total ou parcial da unha.
  11. 11. Prevenção Consiste basicamente nos cuidados de higiene pessoal: • Não andar descalço em ambientes constantemente úmidos ( vestiários, saunas); • Usar material próprio, ou esterilizado; • Evitar ao máximo o uso de calçados fechados, preferindo os mais largos e ventilados; • Preferir as meias de algodão, que absorvem melhor a umidade dos pés, tocando-as frequentemente; • Após o banho, secar bem os pés, principalmente entre os dedos; • Utilize desodorante para os pés, reduzindo assim a transpiração excessiva.
  12. 12. Diagnóstico O diagnóstico das onicomicoses se baseia na suspeita clínica, porém, a confirmação se faz através de um exame microbiológico, que consiste na raspagem da unha acometida e exame do material em um microscópio. Ele permite que o médico visualize o fungo causador da infecção, que se torna imprescindível para o tratamento da unha infectada.
  13. 13. Tratamento Geralmente, necessita-se de um período de tratamento de 3 a 12 meses. Para se obter sucesso no tratamento, o fungo deve ser totalmente eliminado da unha. Para que isto ocorra, a unha doente deve ser totalmente substituída por uma saudável, livre do fungo. Como o crescimento da unha se faz de forma muito lenta, este processo demanda tempo: cerca de 12 meses para as unhas dos pododáctilos. Mesmo após o tratamento, são comuns as recidivas da onicomicoses, e o profissional deve insistir na higienização diária e na necessidade de ir eliminando os fatores predisponentes.
  14. 14. Triângulo terapêutico para o tratamento Podólogo, Dermatologista e Paciente, completam um triângulo terapêutico. • Dermatologista - faz o diagnóstico e se necessário poderá solicitar exames micológico direto ou cultural (com raspado de material da lesão), para confirmação laboratorial do agente causal que poderá consistir em medicações sob a forma de uso tópico (esmalte, cremes e loções) ou sistêmico (via oral), dependendo da intensidade do quadro. • Podólogo - faz uso de instrumentais apropriados, removendo com lixas, brocas ou produto químico a maior quantidade dos resíduos da lâmina da ungueal contaminada pelos fungos que costumam ficar manchadas, descolada e esfareladas. Faz também a assepsia do local para aplicação do medicamento de uso tópico e orienta o paciente quando ao procedimento do tratamento diário. • Paciente - A OM em geral é assintomática e os pacientes costumam buscar auxílio médico/podológico por razões estética. À medida que progride, pode causar dor e desconforto. A perda de autoestima e de interação social também são morbidades relevantes. •
  15. 15. Referências Bibliográfica • Disponível em: http://www.soulpes.com.br. Acesso em 28 Out.2013. • Disponível em: http://www.dermatologia.net. Acesso em 28 Out.2013. • Disponível em: http://www.madella.com.br. Acesso em 03 Nov.2913.
  1. Gostou de algum slide específico?

    Recortar slides é uma maneira fácil de colecionar informações para acessar mais tarde.

×