• Save
www.CentroApoio.com - Biologia - Membrana Plasmática - Vídeo Aula
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

www.CentroApoio.com - Biologia - Membrana Plasmática - Vídeo Aula

on

  • 9,042 views

www.CentroApoio.com - Biologia - Membrana Plasmática - Vídeo Aula ...

www.CentroApoio.com - Biologia - Membrana Plasmática - Vídeo Aula

Assista essa vídeo aula em nosso site : www.centroapoio.com

Visite também nosso blog : www.aulasdebiologiaapoio.blogspot.com

Statistics

Views

Total Views
9,042
Views on SlideShare
9,042
Embed Views
0

Actions

Likes
11
Downloads
0
Comments
1

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

www.CentroApoio.com - Biologia - Membrana Plasmática - Vídeo Aula www.CentroApoio.com - Biologia - Membrana Plasmática - Vídeo Aula Presentation Transcript

  •  
  • MEMBRANA PLASMÁTICA
  • Ao final desta aula será importante entender os seguintes conceitos:
    • Composição da Membrana Plasmática;
    • As funções dos componentes membranares;
    • As características principais da Membrana Plasmática;
    • O transporte de substâncias pela membrana.
  • MEMBRANA PLASMÁTICA
    • Estrutura;
    • Modelo Mosaico-fluido;
    • Composição.
  • MEMBRANA PLASMÁTICA
    • Formada por duas camadas moleculares de fosfolipídios e proteínas mergulhadas nessas camadas.
  • CONSTITUIÇÃO MOLECULAR
    • BICAMADA DE FOSFOLIPÍDEOS
    Moléculas anfipáticas Cabeça hidrofílica polar Cabeça hidrofóbica apolar
  • MODELO MOSAICO FLUIDO
    • O que podemos entender por tal modelo?
    • R: Corresponde a uma estrutura composta por várias substâncias (lipídios, proteínas e glicídios) intercalados.
  • COMPONENTES DA MEMBRANA PLASMÁTICA
    • Lipídios – Formação da dupla camada
    • Proteínas – Mergulhada na bicamada de fosfolipídios
    • Externa (região polar)
    • Ácido fosfórico
    • Base nitrogenada
    Interna Proteínas Integrais Proteínas Periféricas
    • Glicídios – Estão ligados aos lipídios ou às proteínas formando glicolipídios e glicoproteínas (glicocálix).
    Glicocálix
    • Agora vamos responder esta questão referente a composição da Membrana Plasmática.
    • Em relação às células animais, denominam-se glicocálix :
    • a) Os microfilos das células que revestem o intestino delgado;
    • b) Todas as células acinosas de glândulas secretoras;
    • c) O colo do espermatozóide;
    • d) A estrutura lipoprotéica das membranas celulares;
    • e) Uma camada com proteínas e carboidratos que recobre a membrana plasmática.
    •  
  • Resposta : Letra E. Glicocálix são glicídios ligados aos lipídios ou as proteínas.
  • FUNÇÕES:
    • Manutenção da integridade da estrutura da célula;
    • Permeabilidade seletiva : controle da movimentação de substâncias para dentro e para fora da célula;
    • Regulação das interações célula-célula;
    • Receptores: reconhecimento de antígenos, células estranhas e células alteradas;
    • Estabelecimento de sistemas de transporte para moléculas específicas.
  • TRANSPORTE DE SUBSTÂNCIAS PELA MEMBRANA PLASMÁTICA
    • Transporte Passivo
    Osmose Difusão Simples Difusão Facilitada Quando não envolve o consumo de energia do sistema, sendo utilizada apenas a energia cinética das moléculas; a movimentação dá-se a favor do gradiente de concentração (do meio hipertônico para o meio hipotônico ).
    • Transporte Ativo
    Bomba de Sódio e Potássio Ocorre com um gasto de energia, do local de menor concentração para o local de maior concentração ( contra o gradiente de concentração ).
  • TRANSPORTE DE SUBSTÂNCIAS PELA MEMBRANA PLASMÁTICA Transporte Passivo Osmose é um caso especial de difusão em que apenas o solvente, a água, se difunde através de uma membrana semipermeável que separa soluções de diferentes concentrações em solutos.
  • Transporte Passivo
    • Difusão Simples é uma consequência da movimentação contínua e casual das partículas materiais. (átomos, moléculas, íons etc.) em solução; estas tendem sempre a se espalhar, isto é, a se difundir. Esse processo ocorre da região em que as partículas estão mais concentradas, (em quantidade relativamente maior), para regiões em que sua concentração é menor.
  • Transporte Passivo Difusão Facilitada é o transporte passivo de substâncias pela membrana plasmática, sem gasto de energia metabólica da célula, permitindo a passagem de substratos (moléculas ou íons) de um meio mais concentrado para um menos concentrado, através da específica mediação de proteínas transportadoras, enzimas carreadoras ou permeases, existentes ao longo da membrana plasmática . Legenda: Difusão facilitada. Passo 1 - ligação da molécula a transportar à permease; Passos 2 e 3 - alteração conformacional da permease, para permitir a passagem da molécula através da membrana.
  • TRANSPORTE DE SUBSTÂNCIAS PELA MEMBRANA PLASMÁTICA Transporte Ativo Bomba de sódio-potássio - a concentração do sódio é maior no meio extracelular enquanto a de potássio é maior no meio intercelular. A manutenção dessas concentrações é realizada pelas proteínas transportadoras que capturam íons sódio (Na+) no citoplasma e bombeia-os para fora da célula. No meio extracelular, capturam os íons potássio (K+) e os bombeiam para o meio interno. Se não houvesse um transporte ativo eficiente, a concentração destes íons iria se igualar.
  •  
  • Relembrando: Solução Hipotônica: Maior concentração de solvente, ou seja, água. Solução Hipertônica: Maior concentração de soluto.
  • CÉLULA VEGETAL
    • Quando uma célula vegetal é mergulhada numa solução hipertônica, perde água. Esse processo se chama PLASMÓLISE (murcha).
    • Quando a célula é retirada desta solução e colocada numa solução HIPOTÔNICA, num primeiro instante volta a sua condição original, num processo chamado DEPLASMÓLISE.
    • A célula é mantida nesta solução e ganha aumento de volume, num processo chamado TURGÊNCIA (incha), caso continue nesta solução a membrana plasmática NÃO irá se romper devido a presença da PAREDE CELULAR, que é rígida e impermeável. Portanto na célula vegetal NÃO OCORRE PLASMOPTISE.
    • Caso, seja retirada desta solução e mergulhada numa solução HIPOTÔNICA, ocorrerá o acúmulo de água em seu interior provocando o rompimento da membrana plasmática, esse processo se chama HEMÓLISE.
  • MEIO HIPERTÔNICO vacúolo núcleo vacúolo núcleo Célula plasmolisada CÉLULA VEGETAL EM SOLUÇÃO HIPERTÔNICA. MEMBRANA PLASMÁTICA
  • VACÚOLO NÚCLEO MEIO HIPOTÔNICO Célula túrgida CÉLULA VEGETAL EM SOLUÇÃO HIPOTÔNICA. MEMBRANA PLASMÁTICA
  • RESUMO plasmólise meio hipertônico deplasmólise meio hipotônico protoplasma retraído PLASMÓLISE E DEPLASMÓLISE. MEMBRANA PLASMÁTICA
    • Vamos praticar o que acabamos de aprender!
    • A membrana plasmática apresenta uma propriedade típica: a permeabilidade seletiva. No que consiste essa propriedade?
  • Resposta: Consiste em regular a entrada e saída de substâncias na célula, mantendo uma composição química específica.
    • (VUNESP) - A membrana plasmática que delimita a célula permite a passagem seletiva de substâncias do meio externo para o meio interno da célula e vice-versa. O que se entende por transporte ativo e difusão facilitada?
    •  
  •   Resposta: O transporte ativo é feito contra gradiente de construção e consumo de ATP (energia).  A difusão facilitada é feita sem ATP, com o auxílio de permeases, moléculas protéicas.
    • O que acontece quando as hemácias são colocadas em: 
    •  
    •       a) Água destilada.
    •       b) Solução hipertônica.    
  • Resposta: a) Hemólise b) Crenação (desidratação)
  • MEMBRANA PLASMÁTICA TRASPORTE EM QUANTIDADE GRANDES MOLÉCULAS ENDOCITOSE ENGLOBAMENTO EXOCITOSE FAGOCITOSE SÓLIDOS PINOCITOSE LÍQUIDOS ELIMINAÇÃO CLASMOCITOSE RESÍDUOS
  • Englobamento de micropartículas ou gotículas líquidas A partícula englobada será, posteriormente, digerida pelos lisossomos. PINOCITOSE MEMBRANA PLASMÁTICA Partícula líquida Canal de pinocitose pinossomo
  • Englobamento de partículas sólidas . Posteriormente a partícula será digerida pelos lisossomos. FAGOCITOSE MEMBRANA PLASMÁTICA Partícula sólida Pseudópodes Fagossomo Lisossomos
  • É a eliminação dos resíduos da digestão intracelular. CLASMOCITOSE MEMBRANA PLASMÁTICA Vacúolo resídual RESÍDUOS