Tipos de Servidores

13,586
-1

Published on

Published in: Technology
0 Comments
14 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
13,586
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
691
Comments
0
Likes
14
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Tipos de Servidores

  1. 1. Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Norte de Minas Gerais – Campus Januária Tipos de Servidores Aluno: Aricélio de Souza Januária/MG Abril 2014
  2. 2. Sumário 1 Servidor de Arquivos..............................................................................................................01 1.1 O que é............................................................................................................................01 1.2 Serviços requeridos.........................................................................................................01 2 Servidor de Banco de Dados...................................................................................................03 2.1 O que é............................................................................................................................03 2.2 Serviços requeridos.........................................................................................................03 3 Servidor de E-mail..................................................................................................................04 3.1 O que é............................................................................................................................04 3.2 Serviços requeridos.........................................................................................................05 4 Servidor de Impressão............................................................................................................06 4.1 O que é............................................................................................................................06 4.2 Serviços requeridos.........................................................................................................07 5 Servidor de Fax.......................................................................................................................08 5.1 O que é............................................................................................................................08 5.2 Serviços requeridos.........................................................................................................08 6 Servidor Web...........................................................................................................................09 6.1 O que é............................................................................................................................09 6.2 Serviços requeridos.........................................................................................................10 7 Servidor Torre.........................................................................................................................10 7.1 Características Físicas.....................................................................................................10 7.2 Quando uma empresa necessitará de um servidor torre..................................................11 7.3 Como funciona................................................................................................................11 8 Referências...............................................................................................................................12
  3. 3. 1 Servidor de Arquivos 1.1 O que é. O servidor de arquivos fornece um ponto centralizado na rede para armazenamento e compartilhamento de arquivos entre os usuários. Quando desejarem usar um arquivo importante, como um planejamento de projeto, os usuários podem acessá-lo diretamente no servidor de arquivos, em vez de precisarem repassar o arquivo entre cada computador. Se os usuários da rede precisarem acessar os mesmos arquivos e aplicativos acessíveis pela rede, configure o computador como servidor de arquivos [1]. Com um servidor de arquivos, você não precisará mais ficar trocando arquivos com seus funcionários ou usuários toda vez que fizer uma alteração. Os arquivos de um servidor de arquivos aparecem para cada usuário para serem usados da mesma forma que os arquivos locais, mas são os mesmos arquivos para todos os usuários. Assim, os arquivos acessados estarão sempre atualizados [2]. Na figura 1 é demonstrado um servidor de arquivos em uma rede. Figura 1 – Representação de um Servidor de Arquivos em uma rede. Fonte: [3] 1.2 Serviços requeridos 1.2.1 Linux Para montar um servidor de arquivos Linux é preciso primeiramente de um computador com requisitos mínimos de hardware, como: • Uma placa-mãe (não precisa ser um modelo muito recente). • Um processador de pelo menos 2 GHz ; • No mínimo 512 MB de memória RAM; • Um disco rígido com uma capacidade referente a sua necessidade. Em relação ao sistema operacional, não é necessariamente preciso instalar um sistema próprio para servidores, como por exemplo o Ubuntu Server. Pode-se instalar um sistema operacional para desktops como o Ubuntu ou Xubuntu [5].
  4. 4. Com o sistema instalado é preciso limpá-lo, ou seja apagar todos os programas que já vem instalados no mesmo e também é preciso checar todas as suas atualizações. Feito isso é preciso mais 4 passos importantes que são: • Desativar o bloqueio de tela. • Instalar o software Samba, programa que fará com que seu computador atue como servidor e permita o compartilhamento de arquivos em rede. • Instalar o software ProFTPD e escolher o tipo de servidor “Standalone”. • Instalar o OpenSSH. • Instalar o VNC Server. • Configurar o IP do Servidor. • Instalar o PuTTy ou FileZilla, para se conectar ao Servidor. 1.2.2 Windows Ao contrário do Linux, para se criar um servidor de arquivos Windows, é preciso um sistema operacional Windows próprio para servidores, como por exemplo o Windows Server 2003. Os requisitos mínimos de hardware para a versão mais leve do Windows Server, são: • Memória mínima de RAM de 128 MB. • Espaço em disco para instalação: 1.5 GB. • Velocidade Mínima de CPU de 133 MHz. Para se usar o Windows Server como servidor de arquivos é preciso instalar e configurar o FTP (File Transfer Protocol), o qual permite que você configure o servidor para enviar e receber arquivos [6]. Também é altamente recomendável que você configure sua rede para acesso a internet, afim de manter o Windows Server sempre atualizado, através do Windows Update. Na figura 2 é representado um segundo esquema de um servidor de arquivos. Figura 2 – Representação de um servidor de arquivos Fonte: [4]
  5. 5. 2 Servidor de Banco de Dados 2.1 O que é. Um DBServer, ou Servidor de Banco de Dados, é o item do aplicativo que irá concentrar todas as gravações e consultas de dados em disco do projeto. Ele será o item responsável por passar a disco todos os dados vindos de Alarmes, Históricos e Fórmulas, assim como também será responsável pela visualização destes dados [7]. Pode ser fisicamente da mesma forma de um servidor de arquivos, mas com a responsabilidade especifica de servir a uma aplicação de bancos de dados e/ou arquivos de banco dedados para o ambiente de rede. Na figura 3 é demonstrado um esquema de servidor de banco de dados. Figura 3 – Esquema de um servidor de banco de dados Fonte: [8] 2.2 Serviços que requer 2.2.1 Windows Para a plataforma Windows pode-se usar o Windows Server juntamente com o SQL Server como um servidor de banco de dados ou instalar um software que faça com que um computador simples atue como um servidor. Dentre os software existentes, podemos citar: • WampServer. • MySQL. • IBM DB2. 2.2.2 Linux Para a plataforma Linux também temos as opções de escolher um sistema operacional próprio para servidores ou não. Dentre os software existentes para atuação de servidores de banco de dados, podemos citar: • MySQL. • PostGres.
  6. 6. 3 Servidor de E-mail 3.1 O que é. Um servidor de e-mail é um conjunto de máquina, sistema operacional e MTA (Mail Transfer Agent), o MTA nada mais é que um programa que usa o protocolo SMTP (Simple Mail Transfer Protocol) para se comunicar com outros servidores e enviar ou receber mensagens. O MTA também se comunica com clientes em nível de usuário, com o auxílio de programas como: Outlook, Thunderbird ou Seamonkey. Esses programas são chamados de MUA (Mail User Agent). O MUA usa o protocolo SMTP apenas para envio de uma mensagem, para receber mensagens ele usa, ou o protocolo POP (Post Office Protocol), ou o protocolo IMAP (Internet Messaging Access Protocol). A escolha do protocolo de envio de mensagens é feita pelo usuário, a diferença entre o POP e o IMAP, é que o POP puxa as mensagens do servidor para a máquina local e já o IMAP, as mensagens ficam no servidor até que sejam deletados pelo usuário. Uma conceito muito importante também é o MDA (Mail Delivery Agent), sua função é pegar as mensagens recebidas pelo MTA e distribui-las na caixa postal de cada usuário. Abaixo na figura 4 e na figura 5 é demonstrado o fluxo em um servidor de e-mail. Figura 4 – Representação da estrutura de entrada e saída de mensagens Fonte: [10]
  7. 7. Figura 5 – Representação mais detalhada da estrutura de entrada de mensagens. Fonte: [11] 3.2 Serviços que requer 3.2.1 Windows Para montar um servidor de e-mail Windows [12], os requisitos de software são: • Software GFI MailEssentials. • Serviço World Wide Web dos Serviços de Informações da Internet (IIS®). • Serviço SMTP dos Serviços de Informações da Internet (IIS®): exceto na instalação no servidor Microsoft® Exchange 2007/2010/2013. • Microsoft.NET® Framework 4. • ASP.NET® 4.0. • Ativação HTTP WCF: necessária quando o plug-in do SpamTag for usado no Microsoft Outlook. • MSMQ - Microsoft®Messaging Queuing Service. 3.2.2 Linux Para montar um servidor de e-mail Linux, tudo irá depender da demanda da empresa [11]. O que deve ser levado em conta são: • Quantas contas de e-mail. • Qual volume de mensagens diário. • Qual protocolo a ser usado. (IMAP ou POP). Já em relação aos programas a serem instalados, são recomendados: • Checkinstall. • MySQL. • Courier IMAP. • Maildrop. • Postfix. • Mailim. • Cyrus-SASL.
  8. 8. • PAM-MySQL. • Postix-Admin. • ClamAV. • Amavis_NEW. • Vacation. • Squirrelmail. 4 Servidor de Impressão 4.1 O que é. Um servidor de impressão é uma parte fundamental do gerenciamento de impressão, é composto de um aplicativo (software) rodando em um servidor(hardware), destinado a controlar as tarefas de impressão enviadas para as impressoras locais e de rede, pelas diferentes estações de trabalho que compartilham entre si o uso do equipamento de impressão. Sua maior importância é gerar um local centralizado na rede para impressão, propiciando aos usuários e ao administrador da rede o controle de páginas impressas, permitindo definir ordem de prioridade das solicitações. O Servidor de Impressão ainda permite monitorar todas as impressões realizadas a partir dos computadores da sua empresa, seja em impressoras locais ou na rede. Na figura 6 é representado a estrutura de uma rede com um servidor de impressão [13]. Figura 6 – Estrutura de Rede com um servidor de impressão. Fonte: [14]
  9. 9. 4.2 Serviços requeridos 4.2.1 Windows Para montar um servidor de impressão Windows, é preciso além do sistema operacional Windows Server, os programas: • Ambiente Java Runtime (JRE) v. 6U30. (Para o processamento prévio do arquivo). • SQL Server. (Banco de Dados). • .NET Framework. • Microsoft Office 2007 ou 2010. (Conversão de PDF). • Instalar o driver do servidor de impressão [15]. 4.2.2 Linux Caso você queira utilizar seu computador como um servidor de impressão, será preciso instalar um software específico, como por exemplo o CUPS. O CUPS (Sistema Comum de Impressão Unix) é um gerenciador de impressão para sistemas tipo *nix, ou seja, um ambiente de sistemas operacionais de software Livre / open source inspirado pelo Unix [18]. Seu objetivo é permitir que um computador seja um servidor de impressão na qual o gerenciador de impressão CUPS (hospedeiro) nativo no servidor receba diversas impressões dos PCs (clientes), processe-os e envie para a impressora correspondente. Além disso é possível monitorar impressões, relatar erros de impressões, visualizar relatórios sobre número de páginas impressas, data e horário da mesma. [16]. Na figura 7 é demonstrado um diagrama de bloco CUPS. Figura 7 – Diagrama de blocos CUPS Fonte: [17]
  10. 10. 5 Servidor de Fax 5.1 O que é. Um servidor de fax tem a função de gerenciar todo os dispositivos de fax em uma rede. Você pode usar um computador configurado como servidor de fax para gerenciar de forma centralizada os dispositivos de fax e permitir que os usuários enviem e recebam fax [19]. Abaixo na figura 8 é demostrado a estrutura de uma rede com um servidor de fax. Figura 8 – Estrutura de um rede com um servidor de fax Fonte: [22] Serviços requeridos 5.2.1 Windows Você pode usar um computador com o sistema operacional Windows 7 instalado, como um servidor de fax, para isso é preciso instalar um software que faça com que seu computador se transforme em um servidor de fax [19], podemos citar por exemplo: • Snappy Fax Network Server. • Servidor de Fax LFax Server 2.0. • RelayFax Server 7.0.5. • Lfax. [21]. 5.2.2 Linux Para montar um servidor de fax em um sistema operacional linux é preciso a instalação de um software que faça com que o computador atue como um servidor de fax, como exemplo desse software podemos citar o HylaFAX, um dos softwares de código aberto para criação de servidores de fax mais usados no mundo [20] e o Lfax, disponível para Linux e Windows [21]. Na figura 9 é possível ver o esquema de uma rede com um servidor Lfax.
  11. 11. Figura 9 – Esquema de uma rede com servidor Lfax Fonte: [21] 6 Servidor Web 6.1 O que é? Um servidor web é um programa de computador responsável por aceitar pedidos HTTP de clientes, geralmente os navegadores, e servi-los com respostas HTTP, incluindo opcionalmente dados, que geralmente são páginas web, tais como documentos HTML com objetos embutidos (imagens, etc.) ou um computador que executa um programa que provê a funcionalidade descrita acima. Assim, servidor web pode significar a máquina que executa o programa responsável pelos serviços de servidor ou o próprio programa [23]. Os pedidos HTTP que se referem habitualmente a páginas HTML são normalmente feitos através de browsers. O processo se inicia com a conexão entre o computador onde está instalado o servidor web e o computador do cliente; como na web não é possível prever a que hora se dará essa conexão, os servidores web precisam estar disponíveis dia e noite. A partir daí é processado o pedido do cliente, e conforme as restrições de segurança e a existência da informação solicitada, o servidor devolve os dados. Atualmente há cada vez mais programas que fazem pedidos HTTP e quase desde o inicio da web que os ficheiros servidos pelo webserver vão para além dos ficheiros HTML, incluindo imagens, ficheiros de som, PDFs, etc. Genericamente tudo o que se enquadre no conceito de ficheiro pode ser enviado como resultado de um pedido HTTP. Na figura 10 é demostrado como é a atuação de um servidor web. Figura 10 – Representação de atuação de servidor web Fonte: [24]
  12. 12. 6.2 Serviços requeridos 6.2.1 Windows Para a plataforma Windows, podemos usar o Windows Server, nele há uma função específica para servidor web [25], o Servidor Web (IIS) ou instalar um software que atue como um servidor web em um sistema Windows simples, como por exemplo o Windows 7. Há vários softwares que atuam como servidores web, dentre eles podemos citar: • Apache. • XAMPP. • TinyWeb Server. • Apache Tomcat. • AnalogX SimpleServer. 6.2.2 Linux Para a plataforma Linux também temos as duas opções, instalar um sistema operacional próprio para servidores como por exemplo o Ubuntu Server ou instalar um software que faça com que o computador atue como um servidor [26]. Dentre esses software podemos citar: • Apache. • XAMPP. • Apache Tomcat. • LiteSpeed Web Server. 7 Servidor Torre 7.1 Características Físicas Esse é o tipo de servidor mais básico do mercado. Seu custo e espaço necessário são mais ou menos próximos a um desktop comum. São unidades verticais e independentes que contém todos os componentes tradicionais de um servidor: disco rígido, placa-mãe, CPU’s, placa de rede, cabeamento e assim por diante. Existe também a possibilidade de adicionar um disco rígido ao servidor Torre [27]. Os servidores torre são ótimos para pequenos negócios que possuem um espaço limitado e precisam centralizar o processamento de dados sem uma sala própria de armazenamento. Necessitam de um monitoramento mais simples e manutenção dos recursos da rede corporativa, a fim de reduzir a suscetibilidade à invasões e ataques por meio de uma localização central. Na figura 11 é demostrado um servidor torre. Figura 11 – Servidor Torre Fonte: [28]
  13. 13. 7.2 Quando uma empresa necessitará de um servidor torre? Muitos especialistas recomendam o servidor Torre como o primeiro servidor para uma empresa que está iniciando suas operações. Isso porque o departamento de TI também pode adaptar o número de discos rígidos e processadores do servidor. Assim um servidor torre é mais indicado para pequenas empresas e empresas que estão acabando de iniciar suas operações [29]. 7.3 Como funciona? Funciona instalando baias nos servidores, podendo ser 1U (uma baia) até 6U (seis baias). Os servidores do tipo 1U são usados principalmente por empresas de hospedagem e data centers, por serem bastante compactos, permitindo a instalação de uma grande quantidade de servidores por rack [27]. Não precisam de muitos coolers para resfriar suas atividades, possui maior flexibilidade em adição de hardware e não precisam de uma sala própria para armazenamento de dados. Na figura 12 é visto um servidor torre aberto. Figura 12 – Servidor Rack IBM Fonte: [27]
  14. 14. 8 - Referências [1] Função do Servidor de arquivos: Configurando um servidor de arquivos. Disponível em: <http://technet.microsoft.com/pt-br/library/cc780253(v=ws.10).aspx>. Acesso em: 23 Abril. 2014. [2] Um Servidor é útil pra mim?. Disponível em: <http://www.infocaseinformatica.com.br/index.php?p=serv_server&m=2>. Acesso em: 23 Abril. 2014. [3] Servidor de Arquivos. Disponível em: <http://gratishospedagem.com.br/servidor-de- arquivos/servidor-de-arquivos/>. Acesso em: 23 Abril. 2014. [4] AUGUSTO, Fábio. Escalabilidade e Disponibilidade de arquivos utilizando o DFS – Windows 2008 R2. Jul 2012. Disponível em: <http://fabiozibiani.wordpress.com/2012/07/29/escalabilidade-e-disponibilidade-de-arquivos- utilizando-o-dfs-windows-2008-r2/>. Acesso em: 23 Abril. 2014. [5] DE SOUZA, Ramon. Como criar seu próprio servidor de arquivos em casa. Disponível em: <http://www.tecmundo.com.br/como-fazer/41291-como-criar-seu-proprio-servidor-de-arquivos-em- casa.htm>. Acesso em: 23 Abril. 2014. [6] BABOO, Aurélio. Instalando e configurando o Windows Server 2003. Fev 2004. Disponível em: <http://www.baboo.com.br/tutorial/instalando-e-configurando-o-windows-server-2003-e-iis-6- 0-2/>. Acesso em: 23 Abril. 2014. [7] O que é e para que serve um Servidor de Banco de Dados?. Disponível em: <http://kb.elipse.com.br/pt-br/questions/115/O+que+ %C3%A9+e+para+que+serve+um+Servidor+de+Banco+de+Dados%3F> . Acesso em: 24 Abril. 2014. [8] Produtos Ideal Soft. Disponível em: <http://www.idealsoft.com.br/site1/produtos_shop8_plus.aspx>. Acesso em: 24 Abril. 2014. [9] InfoMatik Internet Technology. Servidor E-Mail, SMTP, MTA ... hein?. Disponível em: <http://www.matik.com.br/content/view/84/25/>. Acesso em: 24 Abril. 2014. [10] BORGUETTI, Luciano. Estudo de caso – combatendo spam com qmail + spamdyke. Disponível em : <http://lucianoborguetti.wordpress.com/2010/05/15/combatendo-spam-com-qmail- spamdyke/>. Acesso em: 24 Abril. 2014. [11] MAZIERO, Carlos A..Serviços de e-mail. Disponível em: <http://dainf.ct.utfpr.edu.br/~maziero/doku.php/espec:servico_de_e-mail>.Acesso em: 24 Abril. 2014. [12] GFI Mail Essentials. Disponível em: <http://support.gfi.com/manuals/pt- br/me2014/Content/Administrator/Installation/System_requirements/System_requirements.htm>. Acesso em: 24 Abril. 2014.
  15. 15. [13] MACEDO, Thiarlei. O que é um Servidor de Impressão?. Fev 2013. Disponível em: <http://www.enttry.com.br/blog/servidor-de-impressao-porque-utilizar-um/>. Acesso em: 24 Abril. 2014. [14] VILHENA, Antônio. Instalando o servidor de impressão planet FPS-1010M. Nov 2007. Disponível em: <http://www.boadica.com.br/dica/566/instalando-o-servidor-de-impressao-planet- fps-1010m>. Acesso em: 24 Abril. 2014. [15] Como Configurar o Servidor de Impressão usando Windows 98SE e ME. Disponível em: <http://kb.linksys.com/Linksys/GetArticle.aspx? docid=44fe499ca98e4fbdad457d7a94c91f51_6290.xml&pid=104&converted=0>. Acesso em: 24 Abril. 2014. [16] RODRIGUEZ, Lucas de Souza. CUPS - Gerenciador de impressões. Ago 2010. Disponível em: <http://www.vivaolinux.com.br/artigo/CUPS-Gerenciador-de-impressoes>. Acesso em: 24 Abril. 2014. [17] Ficheiro:CUPS-block-diagram. Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:CUPS-block-diagram.svg>. Acesso em: 24 Abril. 2014. [18] CUPS Implementação do IPP. Disponível em: <http://www.cups.org/documentation.php/spec-ipp.html>. Acesso em: 24 Abril. 2014. [19] Servidor de Fax. Disponível em: <http://technet.microsoft.com/pt- br/windowsserver/dd448606.aspx>. Acesso em: 24 Abril. 2014. [20] HylaFAX mais avançado servidor de fax de código aberto do mundo. Disponível em: <http://www.hylafax.org/content/Main_Page>. Acesso em: 24 Abril. 2014. [21] Servidor de fax LFax para Windows e Linux. Disponível em: <http://www.delgrande.com.br/lfax/index.html>. Acesso em: 24 Abril. 2014. [22] Informatech : Servidor de FAX. Dez 2009. Disponível em: <http://www.intranet.informatech.com.br/informasoft/modules/news/index.php? storytopic=2&start=10>. Acesso em: 25 Abril. 2014. [23] O que é um Servidor web?. Abr 2010. Disponível em: <http://www.oficinadanet.com.br/artigo/servidores/o_que_e_um_servidor_web>. Acesso em: 25 Abril. 2014. [24] G., André .Instalando o Apache no Windows de maneira simples e rápida. Nov 2013. Disponível em: <http://www.novaaba.com.br/category/servidores/>. Acesso em: 25 Abril. 2014. [25] Visão geral do Servidor Web (IIS). Disponível em: <http://technet.microsoft.com/pt- br/library/hh831725.aspx>. Acesso em: 25 Abril. 2014. [26] TMME, Falko. The Perfect Server - Ubuntu 12.04 LTS (Apache2, BIND, Dovecot, ISPConfig 3). Abr 2012. Disponível em: <http://www.howtoforge.com/perfect-server-ubuntu- 12.04-lts-apache2-bind-dovecot-ispconfig-3>. Acesso em: 25 Abril. 2014.
  16. 16. [27] PASSOS, Eduardo. Servidores: Torre, Rack ou Blades? Abr 2011. Disponível em: <http://www.infob.com.br/site/hp/servidores-torre-rack-ou-blades/>. Acesso em: 25 Abril. 2014. [28] Tower. Disponível em:<http://www.acer.pt/ac/pt/PT/content/series/servers-tower>. Acesso em: 25 Abril. 2014. [29] Canal Comstor. Como escolher um servidor para a sua empresa? Fev 2014. Disponível em: <http://blogbrasil.comstor.com/blog/bid/372232/Como-escolher-um-servidor-para-a-sua-empresa>. Acesso em: 25 Abril. 2014.

×