Tecnicas para-falar-em-publico 2

3,868 views
3,698 views

Published on

Published in: Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,868
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
73
Actions
Shares
0
Downloads
271
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Tecnicas para-falar-em-publico 2

  1. 1. Apresentando: Uma breve abordagem de Técnicas para Falar Publicamente Curso de Gestão de Marketing Professora Alessandra
  2. 2. Pontos Abordados <ul><li>VOCÊ S/A </li></ul><ul><li>Púlblico-alvo </li></ul><ul><li>Propósito </li></ul><ul><li>Apresentação Visual </li></ul><ul><li>Postura </li></ul><ul><li>Linguagem </li></ul><ul><li>Gestos – Leitura Corporal </li></ul><ul><li>Medo </li></ul><ul><li>Mapa da Mina </li></ul>
  3. 3. VOCÊ S/A <ul><li>Carisma, magnetismo e capacidade de persuasão? </li></ul><ul><li>Autoconhecimento e auto-estima? </li></ul><ul><li>Disposição para se comunicar com sucesso? </li></ul><ul><li>Poder de sua comunicação para o sucesso e o MKT pessoal? </li></ul><ul><li>Clareza e assertividade diante de perguntas da platéia? </li></ul><ul><li>Compreensão rápida do perfil da platéia? </li></ul><ul><li>Oportunidades às perguntas ou expressões da platéia? </li></ul><ul><li>Se veste adequadamente? </li></ul><ul><li>Domina o MKT visual? </li></ul><ul><li>Gestos corporais? </li></ul><ul><li>Linguagem? </li></ul><ul><li>Bem informado sobre atualidade? </li></ul><ul><li>Domina os equipamentos e recursos audiovisuais? </li></ul><ul><li>Usar habilidades criativas (no planejamento e na organização)? </li></ul>
  4. 4. Formas de Comunicação <ul><li>Palavra escrita </li></ul><ul><li>Palavra falada </li></ul><ul><li>Gestos simbólicos </li></ul><ul><li>Imagens </li></ul><ul><li>Multimídia </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Regras da clareza na comunicação : </li></ul><ul><li>tenha bem claro o que você pretende comunicar; </li></ul><ul><li>seja direto ao transmitir sua mensagem; </li></ul><ul><li>verifique se a mensagem foi entendida pelo receptor. </li></ul>
  6. 6. Público-alvo e Propósito <ul><li>Quem faz parte da platéia </li></ul><ul><li>Qual o nível das pessoas? </li></ul><ul><li>O que elas esperam de você, do conteúdo e da forma de apresentação? </li></ul><ul><li>Por que você vai proferir a palavra/objetivo? </li></ul><ul><li>O que você espera de si mesmo? </li></ul><ul><li>O que você espera que as pessoas sintam com sua performance e com seu conteúdo? </li></ul>
  7. 8. Você como COMUNICADOR EVITE: <ul><li>“ Se achar” – você não é melhor que os demais </li></ul><ul><li>Timidez </li></ul><ul><li>Demora de se expressar – acalme-se, use palavras simples </li></ul><ul><li>Preconceito – julgar sem conhecer, achar que um vale menos por sua escolha sexual, raça, classe social. Também achar que estão te odiando.. </li></ul><ul><li>Distrações – celular, conversas paralelas da platéia </li></ul><ul><li>Ser ditador da comunicação – não mande, conquiste a platéia </li></ul><ul><li>Passar do tempo – cumpra seu tempo planejado </li></ul>
  8. 9. Usando o tempo disponível de forma equilibrada <ul><li>Tempos de exposição </li></ul><ul><li>15% para a INTRODUÇÃO </li></ul><ul><li>75% para o DESENVOLVIMENTO </li></ul><ul><li>10% para a CONCLUSÃO </li></ul><ul><li>Se o tempo não for este, use a mesma proporção </li></ul>
  9. 10. Outras ações Muito Importantes <ul><li>Quebrar o gelo no início da apresentação – Uma piada sobre sua chegada ao evento, ou relacionando algo do momento com um fato de grande repercussão, falando da vitória de um time local, etc </li></ul><ul><li>Ter uma boa articulação vocal </li></ul><ul><li>Dar à voz um timbre ideal </li></ul><ul><li>Utilizar expressões de acordo com a mensagem </li></ul><ul><li>Teatralizar para despertar atenção </li></ul>
  10. 11. Mas como faço para exercitar a articulação das palavras?
  11. 12. Articulando as Palavras É com Vocês... <ul><li>1 – O prestidigitador prestativo e prestatário está prestes a prestar a prestidigitação prodigiosa e prestigiosa. </li></ul><ul><li>2 – A prataria da padaria está na pradaria prateando prados prateados. </li></ul><ul><li>3 – Os quebros e requebros do samba quebram os quebrantos dos falsos santos </li></ul><ul><li>4 – Brito britou brincos de brilhantes brincando de britador. </li></ul><ul><li>5 – Branca branqueia as cabras brabas nas barbas das bruacas e bruxas branquejantes </li></ul>
  12. 13. Articulando as Palavras É com Vocês... <ul><li>6 – Trovas e trovões trovejam trocando quadros trocados entre os trovadores esquadrinhados nos quatro cantos. </li></ul><ul><li>7- O grude da gruta gruda a grua da gringa que grita e, gritando, grimpa a grade da grota grandiosa </li></ul><ul><li>9 – O cricrilar do grilo é devido ao atrito de seus élitros </li></ul><ul><li>10 – O lavrador é livre na palavra e na lavra </li></ul><ul><li>mas não pode ler o livro que o li­vreiro quer vender </li></ul>
  13. 14. Articulando as Palavras É com Vocês... <ul><li>1 – O bispo de Constantinopla é bom constantinopolizador. Quem o desconstantinopolizar, bom constantinopolizador será. </li></ul><ul><li>2- Num ninho de mafagafos tem cinco mafagafinhos. Tem também magafaços, maçagafas, maçagafinhos, mafafagos, magaçafas, maçafagas, magafinhos, magafafos e magafagafinhos. </li></ul>
  14. 15. Plantão Gramatical
  15. 16. Os Gestos ... O Teatro <ul><li>Use as mãos para ênfases – cuidado com elas! </li></ul><ul><li>Use sua face para facilitar a interpretação da platéia </li></ul><ul><li>Brinque com os termos ou expressões corriqueiras – aquelas que muitos da platéia entenderão rápido e, provavelmente estão pensando – “Mas porque essa informação é importante pra mim?” </li></ul><ul><li>Aponte, mostra o slide, conduza o raciocínio dos ouvintes com seus gestos </li></ul><ul><li>Use o olhar </li></ul><ul><li>Seja simpático </li></ul><ul><li>Dramatize, sorria, se ponha sério, esguie-se, franza as sobrancelhas, encare – tudo isso é mais fácil quando se está seguro de si </li></ul>
  16. 17. MKT Pessoal <ul><li>Roupas </li></ul><ul><li>Acessórios – sem exageros, cuidado com os sapatos (lustre-os) e nada de carteira no bolso </li></ul><ul><li>Cabelos arrumados (na moda, um estilo equilibrado com a ocasião) – em qualquer ocasião </li></ul><ul><li>Perfume </li></ul><ul><li>Hálito </li></ul><ul><li>Linguagem também é MKT pessoal </li></ul><ul><li>Nada de cuspir na platéia </li></ul>
  17. 18. O MEDO
  18. 19. FALANDO EM PÚBLICO O QUE VOCÊ SENTE? <ul><li>Tensão, nervosismo, timidez, olhar perdido, boca seca, tremedeira, mãos suadas, vontade de desistir, adrenalina apostando corridas nas veias, tudo parece uma bolha gigante e ameaçadora? </li></ul><ul><li>Não se preocupe: você é absolutamente normal! </li></ul>
  19. 20. Os motivos desse temor são:  falta de treino, bem como de conhecimentos, habilidades e atitudes necessárias à comunicação eficaz  cobranças internas e externas;  desmotivação para superar desafios;  medo da responsabilidade proveniente do sucesso;  apresentações anteriores frustrantes;  barreiras verbais e não-V.;  inexperiência na função;  instabilidade emocional;  sensação de ridículo;  excesso de autocrítica;  auto-imagem negativa;  nervosismo;  perfeccionismo;
  20. 21. Administrando medos e inibições <ul><li>Treine antes a apresentação </li></ul><ul><li>Vista roupas discretas para evitar que o olhar das pessoas lhe encabule mais ainda </li></ul><ul><li>Repita para si mesmo que vai dar certo, que vai valer a pena, que você vai conseguir </li></ul><ul><li>Conhecendo a platéia, faça uma piada, ou aja para que as pessoas se soltem </li></ul><ul><li>Use slides ou materiais de explanação, e procure, durante os picos de medo, apontar para o material, ou tirar a atenção do público de você </li></ul><ul><li>Fale para uma cadeira vazia, como se estivesse olhando para alguém </li></ul>
  21. 22. Administrando medos e inibições <ul><li>Fortaleça a auto-estima </li></ul><ul><li>O que a pessoa pensa de si própria centraliza as chances de equilíbrio, ou não, perante as tensões </li></ul><ul><li>Tome a decisão de vencer as dificuldades típicas de quem se apresenta em público </li></ul><ul><li>Reconheça e identifique suas barreiras e bloqueios </li></ul><ul><li>Procure enfrentar seus sentimentos corajosamente </li></ul><ul><li>Deixe a mente solta e registre todos os sentimentos que o ato de falar em público desperta em você </li></ul><ul><li>PLANEJE-SE </li></ul>
  22. 25. O Mapa da Mina Como faço para Apresentar MUITO bem meu Trabalho em Sala de Aula?
  23. 29. As etapas da exposição GERAL <ul><li>Destaque a importância do assunto. </li></ul><ul><li>Relacione o tema com o passado, presente e futuro. </li></ul><ul><li>Lance várias perguntas a ser respondidas durante a explanação. </li></ul><ul><li>Conte uma pequena parábola, uma história. </li></ul><ul><li>Comece interpretando o verso de um autor famoso. </li></ul><ul><li>Inicie com uma citação de alguém respeitado. </li></ul><ul><li>Faça a ligação do tema com a vida das pessoas da platéia. </li></ul><ul><li>Relacione o tema com um fato histórico </li></ul>
  24. 30. As etapas da exposição GERAL <ul><li>Apresente-se, expondo os motivos que o levaram a escolher o tema em pauta, transmita aos espectadores o seu interesse pelo tema, revele o que o habilita a estar ali, quais os objetivos do trabalho, o que a platéia ganhará por ouvi-lo, quais são as suas expectativas de troca com o público. </li></ul><ul><li>Determine quais são os três pontos principais da palestra. </li></ul><ul><li>Esquematize: quanto tempo durar a apresentação, que metodologia você vai adotar, quais os recursos que vai usar e se haver espaço para perguntas. </li></ul><ul><li>Comece fazendo uma pergunta instigadora à platéia (desde que você conheça a resposta e esteja preparado para a participação da platéia). </li></ul>
  25. 31. NO FINAL É SÓ COMEMORAR POIS...
  26. 32. NO FINAL É SÓ COMEMORAR POIS... VOCÊ JÁ TEM PARTE DO MUNDO NAS MÃOS

×