Breve História do Brasil no Século XX

15,341 views

Published on

História abreviada do Brasil no Século XX

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
15,341
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
218
Actions
Shares
0
Downloads
149
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Breve História do Brasil no Século XX

  1. 1. Elementos de História do Brasil no século XX
  2. 2. 1930: Revolução como resultado de insatisfacção popular e grave crise económica e política 1934: Elabora-se a 3.ª Constituição do Brasil (estrutura federativa, mandato presidencial de 4 anos, etc.) 1937: Getúlio Vargas decreta estado de guerra para perseguir os comunistas; transforma-se em ditador com o apoio das Forças Armadas, instaura o Estado Novo: partidos políticos extintos, abolição da liberdade de imprensa, pena de morte, etc.
  3. 3. Banditismo social / ciclo do cangaço (1870-1940) Final século XIX: concentração da propriedade da terra nas mãos de poucas famílias oligárquicas Conflitos de herança: o filho mais velho herdava tudo, lutas entre familiares tornaram-se rotina Surgiram bandos autónomos de cangaceiros, independentes dos proprietários e que também roubavam para distribuir à população Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião, chefiou o principal bando de cangaceiros 1940: Corisco, o Diabo Loiro, herdeiro e vingador de Lampião, prefere a morte a entregar-se: “ S’intrega, Corisco / Eu, não m’intrego, não / Não m’intrego ao tenente / Não m’intrego ao capitão / Só m’ integro à morte / de parabelo na mão.” (Sérgio Ricardo, músico do filme Deus e o diabo na terra do sol , Glauber Rocha, 1964)
  4. 5. Deus e o Diabo na Terra do Sol Glauber Rocha, 1964 Síntese de factos e personagens históricos concretos: o cangaço e o mandonismo local dos coronéis no Nordeste, o beatismo ou misticismo de base milenarista, a literatura de Cordel, Lampião e Corisco, Euclides da Cunha e Guimarães Rosa, etc. O vaqueiro Manuel se revolta contra a exploração de que é vítima por parte do coronel Morais e mata-o durante uma briga. Foge com a esposa Rosa da perseguição dos jagunços e acaba se integrando aos seguidores do beato Sebastião, no lugar sagrado de Monte Santo, que promete a prosperidade e o fim dos sofrimentos através do retorno a um catolicismo místico e ritual. Ao presenciar o sacrifício de uma criança, Rosa mata o beato. Ao mesmo tempo, o matador de aluguel Antônio das Mortes, a serviço dos coronéis latifundiários e da Igreja Católica, extermina os seguidores do beato. Em nova fuga, Manoel e Rosa juntam-se a Corisco, o diabo loiro, companheiro de Lampião que sobreviveu ao massacre do bando. Antônio das Mortes persegue de forma implacável e termina por matar e degolar Corisco, seguindo-se nova fuga de Manoel e Rosa, desta vez em direcção ao mar. http://www.youtube.com/watch?v=C60fDWJrYfE
  5. 6. 1944: Apesar de ter o Brasil um governo ditatorial, envia a Força Expedicionária Brasileira para os combates no norte da Itália 1945: Getúlio Vargas tem de aceitar uma reforma constitucional e permitir partidos políticos, industrialização do Brasil, mas à qual a maior parte do povo não tem acesso 1946: redemocratização através da 5.ª Constituição 1951: Vargas ganha eleições 1954: Ante as pressões militares para que renunciasse,Vargas se suicida
  6. 7. 1956-1961: Jucelino Kubitschek de Oliveira 1960: Inaugrada a nova capital, Brasília, planejada por Oscar Niemeyer e Lúcio Costa http://www.youtube.com/watch?v=BVcJ_T-gQiw
  7. 8. 1961-1964: João Belchior Marques Goulart “ Reformas de base”: Monopólio estatal sobre o petróleo, restringe facilidade spara empresas estrangeiras, nacionalização das refinerias, reforma agrária 1964: Conspiração dos militares e conservadores levam Goulart a exiliar-se no Uruguai para evitar uma guerra civil
  8. 9. 1964-1974: Regime Militar, concentração de poderes, repressão e controlo Resistência por parte de estudantes e trabalhadores Centenas de pessoas morreram ou desapareceram http://www.youtube.com/watch?v=S4awFBRXfNY http://www.youtube.com/watch?v=zqd4zbkNE2w
  9. 10. 1974: Eleições parlamentares 1979: Lei da Amnistia, apesar de não ser irrestrita e amnistiar também torturadores, possibilitou a volta de muitos exiliados 1982: Volta a haver eleições directas para governadores 1983: Manifestações a favor de eleições directas para preseidente da República 1985: Presidente José Sarney (ainda eleito por um colégio eleitoral) promove nova Constituição 1989: Fernando Collor de Melo 1994: Fernando Henrique Cardoso 2002: Luís Inácio Lula da Silva http://www.youtube.com/watch?v=gR2FTYeGJvw&feature=related

×