DISSERTAÇÃO     Cassandra Cruz
A todo instante nos deparamos com situações queexigem a exposição de ideias, argumentos e pontosde vista, muitas vezes pre...
Mas o que é dissertar?Dissertar é, por meio da organização de palavras, frasese textos, apresentar ideias, desenvolver rac...
A elaboração de textos dissertativos requer domínio da modalidadeescrita da língua, desde a questão ortográfica ao uso de ...
Passos para escrevero texto dissertativo      Cassandra Cruz
 O texto deve ser produzido de forma a satisfazer  os objetivos que o escritor se propôs a alcançar. Há uma estrutura co...
IntroduçãoA introdução deve apresentar de maneira clara oassunto que será tratado e delimitar as questões,referentes    ao...
DesenvolvimentoÉ a parte do texto em que as ideias, pontos de vista,conceitos,   informações      de       que       dispõ...
ConclusãoÉ o momento final do texto, este deverá apresentar umresumo forte de tudo o que já foi dito. A conclusãodeve expo...
Cada uma dessas partes se relacionam umas com asoutras, seja preparando-as ou retomando-as, portanto,não são isoladas.A pr...
É importante destacar que a obtenção deinformações, referentes aos diversos assuntos,seja por intermédio da leitura, de co...
1. Expositiva          Estado de São Paulo desperdiça 20 usinas hidrelétricasAna Paula MargaridoO Estado de São Paulo tem ...
Estamos estudando uma forma de cassar a concessão das pequenas usinasparadas ", disse o comissário chefe do grupo comercia...
2. Argumentativa                     O drama silencioso dos sem-carteiraOs trabalhadores informais não têm carteira assina...
O fenômeno não assusta apenas por seu crescimento vertiginoso. Umestudo recém-concluído pelo economista Marcelo Neri, chef...
OBJETIVOSA dissertação é um texto que analisa, interpreta,explica e avalia dados da realidade.Esse gênero textual requer r...
A objetividade é um fator importante,pois dá ao texto um valor universal,por isso geralmente o enunciador nãoaparece porqu...
Palavra é o início da expressão, logoescolha-a         muito          bem.Imagine o seu leitor - especialista.Primeiro pas...
Sentido denotativo e conotativoSentido Denotativo – sentidoreal.Sentido Conotativo – sentidofigurado           Cassandra C...
RECOMENDAÇÕESOs vestibulares esperam dos candidatos textosem sentido denotativo, com poucas palavras, mascoerentes, concis...
EVITAR:  Ambiguidades  Polissemias  Neologismos  Arcaísmos ou gírias     Nosso texto não é literário, é             disser...
Estrutura dissertaçãoTese: ideia inicial e algumas sugestões de assuntos a seremtratados na argumentação. Ocupa de 5 a 8 l...
ArgumentaçãoComprova a sua ideia inicial. Apresente fatos objetivosque servem de base para sua abordagem. Seja coerente.O ...
ConclusãoRetomada da tese, arremate de ideias ou pode-seapresentar uma solução, demonstrando respeito aosdireitos humanos....
Elementos de coesãoAlgumas palavras e expressões facilitam a ligação entre as idéias, seguemalgumas sugestões:assim, desse...
Aspectos importantesNão faça menos que o exigido e nem ultrapasse o máximo delinhas da folha de Redação;Repetir muitas vez...
RECURSOS LINGuÍSTICOS USADOS PARA CONFIRMAR A VALIDADE DAS IDÉIAS:Argumentos de autoridade: citar autores renomados dá cr...
 Argumentos com base nas relações de causa econsequência. Argumentos baseados em exemplos. Argumentos baseados em oposi...
LEMBRETES QUE PODEM MELHORAR SEU                          TEXTO1. antes de começar a escrever, faça um esquema de seu text...
3. Não tenha preguiça de refazer seu texto váriasvezes. É a melhor maneira de se chegar a um bomresultado. Procure redigir...
ATENÇÃO:Respeite os limites indicados na prova: eviteescrever demais; você corre o risco de entediar ocorretor e cometer e...
Importância da leitura   “Não ler ou não ser capaz de interpretar o que  lê equivale a impor limites à relação do sujeito ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Dissertação

1,052 views
976 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,052
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
148
Actions
Shares
0
Downloads
45
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Dissertação

  1. 1. DISSERTAÇÃO Cassandra Cruz
  2. 2. A todo instante nos deparamos com situações queexigem a exposição de ideias, argumentos e pontosde vista, muitas vezes precisamos expor aquilo quepensamos sobre determinado assunto.Em muitas situações somos induzidos a organizarnossos pensamentos e ideias e utilizar a linguagempara dissertar. Cassandra Cruz
  3. 3. Mas o que é dissertar?Dissertar é, por meio da organização de palavras, frasese textos, apresentar ideias, desenvolver raciocínio,analisar contextos, dados e fatos. Neste momento temosa oportunidade de discutir, argumentar e defender o quepensamos utilizando-se da fundamentação, justificação,explicação, persuasão e de provas. Cassandra Cruz
  4. 4. A elaboração de textos dissertativos requer domínio da modalidadeescrita da língua, desde a questão ortográfica ao uso de umvocabulário preciso e de construções sintáticas organizadas, alémde conhecimento do assunto que se vai abordar e posição crítica(pessoal) diante desse assunto.A atividade dissertadora desenvolve o gosto de pensar e escrever oque pensa, de questionar o mundo, de procurar entender etransformar a realidade. Cassandra Cruz
  5. 5. Passos para escrevero texto dissertativo Cassandra Cruz
  6. 6.  O texto deve ser produzido de forma a satisfazer os objetivos que o escritor se propôs a alcançar. Há uma estrutura consagrada para a organização desse tipo de texto. Consiste em organizar o material obtido em três partes: a introdução, o desenvolvimento e a conclusão. Cassandra Cruz
  7. 7. IntroduçãoA introdução deve apresentar de maneira clara oassunto que será tratado e delimitar as questões,referentes ao assunto, que serão abordadas.Neste momento pode-se formular uma tese, que deveráser discutida e provada no texto, propor uma pergunta,cuja resposta deverá constar no desenvolvimento eexplicitada na conclusão. Cassandra Cruz
  8. 8. DesenvolvimentoÉ a parte do texto em que as ideias, pontos de vista,conceitos, informações de que dispõe serãodesenvolvidas; desenroladas e avaliadasprogressivamente. Cassandra Cruz
  9. 9. ConclusãoÉ o momento final do texto, este deverá apresentar umresumo forte de tudo o que já foi dito. A conclusãodeve expor uma avaliação final do assunto discutido. Cassandra Cruz
  10. 10. Cada uma dessas partes se relacionam umas com asoutras, seja preparando-as ou retomando-as, portanto,não são isoladas.A produção de textos dissertativos está ligada àcapacidade argumentativa daquele que se dispõe a essaconstrução. Cassandra Cruz
  11. 11. É importante destacar que a obtenção deinformações, referentes aos diversos assuntos,seja por intermédio da leitura, de conversas, deviagens, de experiências do dia e dia e dos maisvariados veículos de informação pode sanar acarência de informações e consequentementedar suporte ao produzir um texto. Cassandra Cruz
  12. 12. 1. Expositiva Estado de São Paulo desperdiça 20 usinas hidrelétricasAna Paula MargaridoO Estado de São Paulo tem 20 pequenas centrais hidrelétricas (PCHs)desativadas que poderiam gerar pelo menos 16.715 kW de energia potencialsuficiente para abastecer a população de uma cidade como Atibaia (SP), com111,3 mil habitantes.O levantamento é da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, que informa quemetade das usinas desativadas no Estado pertence à Cesp (CompanhiaEnergética de São Paulo). A outra metade pertence à CPFL (Companhia Paulistade Força e Luz), à Eletra e à Emae (Empresa Metropolitana de Águas eEnergia). As PCHs são usinas com potência instalada entre 1.000 kW e 30.000kW que podem funcionar com o reservatório igualou inferior a 3 km quadrados.. Cassandra Cruz
  13. 13. Estamos estudando uma forma de cassar a concessão das pequenas usinasparadas ", disse o comissário chefe do grupo comercial e de tarifas daCSPE (Comissão de Serviços Públicos em Energia), Moacyr Trindade deOliveira Andrade, 50. Fechadas em sua maioria no período do regimemilita1; as PCHs são hoje um dos principais focos de prioridade da Aneel(Agência Nacional de Energia Elétrica) para aumentar o abastecimento nopaís.Um estudo feito pela CSPE aponta que somente os rios Pardo, na região deMogi-Guaçu, e Peixe, entre Sorocaba e Paranapanema, têm potencialhidráulico para construção de pequenos empreendimentos de 50 gigawatts.Se todo esse potencial fosse explorado, o Estado, que atualmente importa70% da energia que consome, conseguiria garantir o abastecimentoresidencial de uma cidade como Ribeirão Preto, com 504,9 mil habitantes,sem considerar seu parque industrial.Só em São Paulo, as pequenas centrais hidrelétricas são responsáveis pelageração de 0,55% do potencial energético do Estado.(Folha de São Paulo Online, 19/1/2003) Cassandra Cruz
  14. 14. 2. Argumentativa O drama silencioso dos sem-carteiraOs trabalhadores informais não têm carteira assinada, não contribuem para aPrevidência e estão completamente desassistidos pela legislação social. Mas osbrasileiros habituaram-se a vê-los como um mal necessário. Principalmente nosúltimos três anos, quando o problema do desemprego entrou na ordem do dia, osinformais passaram a ser classificados como trabalhadores que, na falta de umemprego, arranjaram um jeito de ganhar a vida fora da economia oficial. Nessegrupo estão camelôs, empalhadores de cadeiras, bóias-frias, bombeiros eeletricistas. Todos trabalhando sem direito a aposentadoria, auxílio-doença,licença-maternidade, FGTS ou outro benefício social. É uma casta tãodesconsiderada que não consta sequer das estatísticas do Ministério do Trabalho.Nada mais equivocado. Dos 69 milhões de brasileiros que trabalham, 60%, ou seja,41 milhões, estão no mercado informal. Na década de 80, os informais nãoultrapassavam 40% da população ativa. Cassandra Cruz
  15. 15. O fenômeno não assusta apenas por seu crescimento vertiginoso. Umestudo recém-concluído pelo economista Marcelo Neri, chefe do Centro dePolíticas Sociais da Fundação Getúlio Vargas, revela que a informalidade, enão o desemprego, é o problema mais grave do mercado de trabalhobrasileiro. É entre os trabalhadores informais que a pobreza se fazpresente de forma mais acachapante. "A situação é tão grave que odesemprego pode ser considerado um mal de luxo, enquanto o trabalhoinformal é um mal de pobre ",afirma ele. Para chegar a essa conclusãosurpreendente, o economista fez um extenso mapeamento da situação dostrabalhadores brasileiros. Descobriu que 51 % dos 46 milhões de pobresestão em famílias chefiadas por informais."Algumas pessoas não podem sequer dar-se ao luxo de ficar procurandoemprego. Vão logo para a informalidade ", diz Neri. É gritante como o paístrata o problema do desemprego com justa preocupação e usa tons pastelpara descrever o emprego informal.(Consuelo Dieguez, Veja, 18.10.2000) Cassandra Cruz
  16. 16. OBJETIVOSA dissertação é um texto que analisa, interpreta,explica e avalia dados da realidade.Esse gênero textual requer reflexão, pois asopiniões sobre os fatos e a postura crítica emrelação ao que se discute têm grandeimportância. Cassandra Cruz
  17. 17. A objetividade é um fator importante,pois dá ao texto um valor universal,por isso geralmente o enunciador nãoaparece porque o mais importante é oassunto em questão e não quem faladele. Cassandra Cruz
  18. 18. Palavra é o início da expressão, logoescolha-a muito bem.Imagine o seu leitor - especialista.Primeiro passo: expressar a ideia requerescolha de tema adequado de forma clarae objetiva. Não escreva de forma prolixa. Cassandra Cruz
  19. 19. Sentido denotativo e conotativoSentido Denotativo – sentidoreal.Sentido Conotativo – sentidofigurado Cassandra Cruz
  20. 20. RECOMENDAÇÕESOs vestibulares esperam dos candidatos textosem sentido denotativo, com poucas palavras, mascoerentes, concisas e objetivas.Escreva para qualquer um ler, não escrevapalavras, frases difíceis, que não são de fácilentendimento. Cassandra Cruz
  21. 21. EVITAR: Ambiguidades Polissemias Neologismos Arcaísmos ou gírias Nosso texto não é literário, é dissertativo! Cassandra Cruz
  22. 22. Estrutura dissertaçãoTese: ideia inicial e algumas sugestões de assuntos a seremtratados na argumentação. Ocupa de 5 a 8 linhas. Divida em2 ou 3 períodos. O segundo período deve lançar as ideias aserem explicitadas no desenvolvimento. Cassandra Cruz
  23. 23. ArgumentaçãoComprova a sua ideia inicial. Apresente fatos objetivosque servem de base para sua abordagem. Seja coerente.O primeiro parágrafo apresenta a ideia. Os próximosargumentam. Aqui demonstra-se conhecimento sobre oassunto principal.Dados, estatísticas, raciocínio lógico, exemplos, causa econsequência, prós e contras. Cassandra Cruz
  24. 24. ConclusãoRetomada da tese, arremate de ideias ou pode-seapresentar uma solução, demonstrando respeito aosdireitos humanos.Deve manter relação muito forte com o parágrafo inicial.Nada de cópia, mas retome com embasamento. Cassandra Cruz
  25. 25. Elementos de coesãoAlgumas palavras e expressões facilitam a ligação entre as idéias, seguemalgumas sugestões:assim, desse modo - valor exemplificativo e complementar.ainda - introduz mais um argumento.aliás, além do mais, além de tudo, além disso - introduzem um argumentodecisivo.mas, porém, todavia, contudo, entretanto... (conj. adversativas) -marcam oposição entre dois enunciados.embora, ainda que, mesmo que - servem para admitir um dado contráriopara depois negar seu valor de argumento.este, esse e aquele - referência a termos anteriormente expressos. Cassandra Cruz
  26. 26. Aspectos importantesNão faça menos que o exigido e nem ultrapasse o máximo delinhas da folha de Redação;Repetir muitas vezes as mesmas palavras empobrece o texto.Lance mão de sinônimos e expressões que representem a ideiaem questão;Repetir ideias mudando apenas as palavras resulta emredundância. Cassandra Cruz
  27. 27. RECURSOS LINGuÍSTICOS USADOS PARA CONFIRMAR A VALIDADE DAS IDÉIAS:Argumentos de autoridade: citar autores renomados dá credibilidadesobre um ponto de vista.Argumentos baseados no consenso: citar proposições aceitas comoverdadeiras, numa certa época.Argumentos baseados em provas concretas: apoiar as posições pessoaisem fatos. Comprová-las por dados pertinentes e adequados. Cassandra Cruz
  28. 28.  Argumentos com base nas relações de causa econsequência. Argumentos baseados em exemplos. Argumentos baseados em oposição: apontaroposições entre idéias e fatos. Argumentos baseados em semelhanças; aproximar doiselementos com base na semelhança entre eles. Cassandra Cruz
  29. 29. LEMBRETES QUE PODEM MELHORAR SEU TEXTO1. antes de começar a escrever, faça um esquema de seu texto,dividindo em parágrafos as ideias que pretende expor. Issoevita repetição ou esquecimento de alguma ideia;2. Cheque se os pontos de vista que você vai defender não sãocontraditórios em relação à tese. Elabore as relações decausa e consequência ou os polos positivos e negativos dotema; Cassandra Cruz
  30. 30. 3. Não tenha preguiça de refazer seu texto váriasvezes. É a melhor maneira de se chegar a um bomresultado. Procure redigir em aproximadamente umahora;4. Enquanto escreve em casa, tenha sempre à mãoum dicionário para checar a grafia das palavras edescobrir sinônimos que evitem a repetição; 5. Não fuja do tema proposto; Cassandra Cruz
  31. 31. ATENÇÃO:Respeite os limites indicados na prova: eviteescrever demais; você corre o risco de entediar ocorretor e cometer erros.No vestibular, comece pelo rascunho, depoisresponda às questões da prova. Conclua essa etapa,retome seu rascunho. Releia-o, faça as alteraçõesnecessárias e passe o texto a limpo. Não seesqueça do título. Cassandra Cruz
  32. 32. Importância da leitura “Não ler ou não ser capaz de interpretar o que lê equivale a impor limites à relação do sujeito com o mundo. É condená-lo a assumir os valores de outrem, ditados oralmente com o poder da voz. É incorporar a história dos outros como se fosse a sua própria. Enfim, é alienar o indivíduo de si mesmo.” Marta M. Costa Cassandra Cruz

×