• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Solnapanelafinal 110323092902-phpapp02
 

Solnapanelafinal 110323092902-phpapp02

on

  • 538 views

Manual de confecção de forno solar com receitas a serem feitas no mesmo. Fácil confecção em papelão.

Manual de confecção de forno solar com receitas a serem feitas no mesmo. Fácil confecção em papelão.

Statistics

Views

Total Views
538
Views on SlideShare
538
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Solnapanelafinal 110323092902-phpapp02 Solnapanelafinal 110323092902-phpapp02 Document Transcript

    • Sol na panelaSol na panelaRECEITAS DELICIOSAS NO FOGÃO SOLARANA CLAUDIA LEÃOMARY BARRETOTERESA ANDRÉSANA CLAUDIA LEÃOMARY BARRETOTERESA ANDRÉS
    • Autoras:Ana Claudia Andrade LeãoMary Barreto DóriaTeresa Rolim Andrésa1 EdiçãoSergipe, BrasilEditora J Andrade2009Sol na panelaRECEITAS DELICIOSAS NO FOGÃO SOLAR
    • Sol na panelahttp://osolnapanela.blogspot.com/cozinharcomsol@vital.srv.brAutoras:Ana Claudia Andrade LeãoMary Barreto DóriaTeresa Rolim AndrésProjeto Gráfico:Ana Claudia Andrade LeãoIlustrações:Ananda Barreto Dória FreireRevisão:Maria Cândida Santos e MouraPatrocinadores:SegipeTec - Sergipe Parque TecnológicoEWEL - Indústria de Esmaltados Werner LtdaImpressão:Gráfica J AndradeLEÃO, Ana Claudia Andrade.L476s Sol na panela: receitas deliciosas no fogão solar/ Mary Barreto Dória, Ana Claudia Andrade Leão, Teresa RolimAndrés. Aracaju: Editora J. Andrade, 2009.82 p.; il.; col.ISBN -1. Tecnologia 2. Ciência doméstica I DÓRIA, Mary Barreto II -ANDRÉS, Teresa Rolim III - TítuloCDD 640Catalogação na FonteElaborada pela Biblioteca da Faculdade São Luís de FrançaTodos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução total ou parcial desta obra,por qualquer meio ou processo, sem prévia autorização do autor. (Lei n. 5.988, de 14/12/73,art.122-130-D.O.U.-18/12/73)641
    • PrefácioSol no céu, comida na panela e pés no chão:essas moças desenvolveram o que há de melhor emmatéria de bom, bonito e barato. Tem sol? Poisvamoscozinharcomele.Qualquer um faz, basta ter caixas de papelão,papel de alumínio, fita adesiva, tesoura - parecebrincadeira de criança, e é brincando e rindo queelas foram desenvolvendo o projeto, criandoreceitas, ensinando o pessoal dos acampamentos,das roças, da cidade ensolarada. Doces, salgados,secos e molhados: para tudo ele serve. Do cozido àfeijoada, do peixe com ervas à moqueca de ostra.Sopadefrutas.Pé-de-moleque.Éverparacrer.Se preparar comida já é um movimentomágico, transformador, cozinhar usandosimplesmente a luz do sol é mais mágico ainda. Essefogão solar marca território na contramão de tudoquanto é mais valorizado pela sociedade deconsumo, com sua tecnologia de aço inox emicroondas. É o simples e fácil em ação. Não estánada distante dos primeiros processos de
    • cozimento que permitiram ao ser humanoaproveitar os grãos duros e as raízes secas. Atéentão, o sólido se comia e o líquido se bebia. Foi ocalor que juntou os dois para obter uma terceiracoisa mais apetitosa. E que prazer nos dá umacomidaquente!O calor do sol cozinha mais devagar. Asmoléculas dos alimentos se mexem menos do quenas altas temperaturas. Os nutrientes ficam maispreservados. Não é preciso ficar mexendo, e tem oseguinte:acomidanãoqueima.As receitas, testadas e aprovadas, são de darágua na boca. O sotaque nordestino aparece no usodos temperos e do indispensável leite de coco,refletindo a cultura tradicional de Sergipe, onde secomemuitobem.Não acreditem no que eu estou dizendo.Leiam, experimentem, façam seu fogãozinho.Trata-se sim de economizar lenha, gás eeletricidade. Mas trata-se também de algo maissutil - de nos reconectarmos às raízes da civilizaçãoem pleno século 21, com ótimos resultados. Isso dáprazerefelicidade.Eosol,afinal,édetodos.Sonia Hirschwww.soniahirsch.com
    • SumárioApresentação 09Fogão Solar 11Utilização do Fogão Solar 13Receitas Solares 17Pastas 21Arroz 25Bolos, Tortas, Assados e Pães 31Carnes 41Peixes e Mariscos 45Leguminosas, Raízes e Sopas 51Doces 59Fazendo o Fogão Solar 65Ditados Populares 79
    • ApresentaçãoO que nos impulsionou a escrever esselivro, além do interesse por energias renováveis,qualidade do alimento e da arte culinária, foiprincipalmente a experiência vivida por nós nasoficinas de tecnologia social de construção e uso dofogãosolar.Essas oficinas foram realizadas no período de2007 a 2008 pelo governo do estado de Sergipe,como mecanismo parapossibilitar aapropriaçãodouso da energia solar pela população de baixa renda.O acompanhamento desses eventos possibilitouanalisar a dinâmica de cozimento dos alimentosatravésdaenergiasolar.No decorrer das oficinas foram encontradasalternativas para as questões relacionadas aotempo de cozimento, quantidade de água, temperose outros detalhes de fundamental importância parao bom desempenho do fogão solar. Esse trabalhonos induziu a desenvolver novas receitas e a utilizarofogãosolarnapráticacotidiana.A nova forma de cozinhar fez com que muitos09
    • amigos e familiares curiosos e entusiasmadoscompartilhassem esses momentos, contribuindocom receitas antigas da vovó. Isso nos propor-cionou momentos agradáveis, permitindo-nosrememorarpratosprediletosdainfância.Assim, selecionamos receitas que fazem atodas nós lembrar pessoas queridas. Esta seleçãonos possibilitou utilizar o fogão solar de modo maiseficiente e criativo, a partir de receitas previamentetestadas.O livro Sol na Panela é destinado a pessoasque se interessam por energias renováveis, cozinhasolar e alimentação saudável. Destina-se também aprofessores,ecoeducadoresemultiplicadores.Também selecionamos alguns textos deGilberto Freyre e de Câmara Cascudo, pesquisa-dores ilustres que perceberam a importância dealguns alimentos para a formação da nossaidentidade. Foram também selecionados algunsditados populares relacionados à alimentação,falados por pessoas do nosso cotidiano eincorporadosportodosnós.No livro mostraremos também o passo apasso da confecção de um fogão solar, commateriais simples e que pode ser feito com toda afamília.10
    • Fogão SolarO fogão solar permite o aproveitamento daenergia solar para cozinhar. É usado por váriospovos do mundo e os tipos mais conhecidos são três;oparabólico,opaineleotipocaixa.A construção e utilização mais simples é o dotipo caixa, construído com papelão, papel alumínio,vidro e chapa metálica, pintada com tinta óleo pretae fosca, permite cozinhar e assar alimentos comtemperaturamédiade120ºC.O funcionamento físico do fogão solar tipocaixa reside no efeito estufa, a luz do sol (energia)que entra na caixa pela superfície de vidro (tampa) éabsorvida pela chapa de metal pintada de preto e11
    • pela panela, transformando-se em energiacalorífica que vai sendo acumulada na estufa(interiordacaixa).Os benefícios na utilização do fogão solar sãoinúmeros tanto para o meio ambiente, quanto paranossa saúde. O cozimento é feito em baixatemperatura e por um período mais longo,conservando mais o aroma e o sabor, diminuindo aperdadevitaminasemineraisdosalimentos.12
    • Utilização do fogão solarUm fogão solar feito com cuidado eatenção pode atingir uma temperatura de 120º C, oalimento começa a cozinhar a partir de 80º C. Nofogão solar tipo caixa é possível cozinhar e assar,mas não fritar. Para utilizá-lo de forma correta énecessárioseguiralgumasrecomendações:1 - Observar o melhor horário de cozimento, entre9h e 15h;2 - Escolher um lugar ensolarado e protegido doventoduranteotempodecozimento;3-Orientarofogãosolaremdireçãoaosol;4 - Conhecer o tempo de cozimento para não abrir ofogãosolarantesdeoalimentoestarcozido;5 -Usar panelas escuras, de preferência esmaltadas,já que são mais saudáveis e eficientes, bem comomantê-lastampadasparaconservarmelhorocalor;6 - Colocar apenas um tipo de alimento por vez nofogãosolar.13
    • “Obrigatoriamente, uma sociologia daalimentação decorre como princípio lógico dospróprios fundamentos do fato social. Nenhumaoutra atividade será tão permanente nahistória humana. Qualquer concepção doconjunto social no plano econômico oumetafísico, implica necessariamente odesenvolvimento dos processos aquisitivos daalimentação. Caça, pesca, a técnica dasprimeiras armadilhas neolíticas, barragens,cerco, acosso, envenenamentos, conservação etransporte de víveres, determinam os primeirosatos refletivos da inteligência humana. Odisfarce, a simulação, o troféu, o bailado, apintura e gravação rupestres, a representaçãoanimal, a imitação das vozes e dos rumores dasbestas ariscas, esculturas, a emboscada, nãoforam fórmulas propiciatórias para a capturade alimentos? A arte pré-histórica é apenas umdocumentário plástico de conquista alimentar.Magia, canto, dança de roda, vale manobraspara dominar a indispensável alimentaçãoquando em estado natural, correndo, voando,nadando.”Câmara Cascudo15
    • PastasArrozBolos, Tortas, Assados e PãesCarnesPeixes e MariscosLeguminosas, Raízes e SopasDocesReceitas Solares17
    • “A terra (comida) quando se come se tor-na tríplice. Sua porção mais densa se converteem fezes, sua porção média, se converte em car-ne,esuaporçãomaissutilseconverteemmente.A água quando se bebe se torna tríplice.Sua porção mais densa se converte em urina,sua porção média se converte em sangue, e suaporção mais sutil se converte em alento (vapordeágua).O fogo (presente nos alimentos azeitosos)quando se consome se torna tríplice. Sua porçãomais densa se converte em osso, sua porçãomédia se converte em tutano, e sua porção maissutilseconverteemfala.De maneira que a mente provem daterra,oalentodaágua,eafaladofogo.”Channdogya Upanishad19
    • “Como a música e a própria arquiteturae até o futebol, o doce mais caracteristicamentebrasileiro tende a ser, também ele, expressão,cada dia menos, de divisões de classes, de raçase de culturas brasileiras e, cada vez mais, doprocesso de interpenetração de etnias e deinterpenetraçõesdeculturaseatédeclassesquevêm crescentemente caracterizando odesenvolvimentodoBrasil.”Gilberto Freyre20
    • Pastas“É melhor dormir com fome do queacordar endividado”.Lilia
    • Ingredientes:2 beringelas médias picadas em quadradinhos1 pimentão verde picado1 pimentão amarelo picado1 pimentão vermelho picado2 tomates picados (de preferência sem pele e semsementes)½ cebola picada4 dentes de alho1 ramo de alecrim1 xícara de azeitonas picadas sem caroçosal a gosto1 fio de azeiteSugestão para variação:alcaparrassalsinha, cebolinha, manjericão, orégano, tomilhocastanha de cajuuva passadamascosalsãoabobrinhapimentas frescas ou em póCaponata(antepasto de berinjela)22
    • 23Modo de preparo:Deixar as beringelas picadas de molho por 10minutos, trocar a água uma vez e depois escorrer.Misturar todos os ingredientes, temperar, jogar o fiode azeite por último, colocar em panela tampada elevar ao fogão solar. Quando retirar do fogão, mexeracrescentandomaisumfiodeazeite.Tempo de cozimento: entre 2h e 2h30 min.
    • Ingredientes:6 tomates madurosazeite de oliva a gosto1 ramo de alecrim frescopimenta do reino a gostoModo de preparo:Dê preferência aos tomates cajá que têm maispolpa. Retire o umbigo dos tomates e corte-os emduas bandas. Espalhe-os em uma assadeira, emseguida vá untando um por um com o azeite deoliva, o sal, a pimenta e, por fim, coloque umraminho de alecrim fresco em cada banda. Bote aforma no fogão solar.Depois de pronta, use parapassar no pão, coloque em cima do arroz e onde suacriatividadealcançar.Tempo de cozimento: entre 2h e 2h30 min.24Pasta de tomatecom alecrim
    • Arroz“Maldita seja a pança que não cabe duasjantas.”Vô Geraldo
    • Ingredientes:3 xícaras de arrozsal a gostoModo de preparo:Lavar o arroz. Para cada xícara de arroz, acrescenteuma xícara e meia de água. Adicione o sal a gosto eleveapanelaaofogãosolar.Tempo de cozimento: entre1h30min.e2hArroz integralIngredientes:3xícarasdearrozintegralsalagostoModo de preparo:Lavar o arroz. Para cada xícara de arroz, acrescenteduas xícaras de água. Adicione o sal a gosto e leve apanelaaofogãosolar.Tempo de cozimento: entre2he2h30min.26Arroz branco
    • 27Ingredientes:3 xícaras de arroz2 rodelas de limão1 ramo de manjericãosal a gostoModo de preparo:Lave o arroz. Para cada xícara de arroz, acrescentaruma xícara e meia de água. Acrescentar as rodelas eo sal e levar para o fogão solar. Quando retirar,coloquefolhasdemanjericãosobreoarroz.Tempo de cozimento: entre 2h e 2h30 min.Creme de arrozIngredientes:2xícarasdearrozintegral2folhasmédiasdelourosalagosto2 colheres de sopa de azeite de oliva ou 1 colher desopadegergelimArroz de limãoe manjericão
    • Modo de preparo:Deixar o arroz de molho por duas horas, escorrer eacrescentar quatro xícaras de água. Adicione o sal agosto e as folhas de louro. Leve a panela ao fogãosolar. Quando estiver pronto, coloque duas colheresde sopa de azeite de oliva ou uma colher de sopa deazeite de gergelim, mexa, tampe a panela por maiscincominutosesirva.Tempo de cozimento: entre2he2h30min.Ingredientes:3 xícaras de arroz branco2 dentes de alho picados3 colheres(sopa) de azeite200ml de leite de coco80g de coco fresco ralado finosal e pimenta do reinoModo de preparo:Colocar na panela o alho, o azeite, o arroz, o leite, osal e a pimenta do reino. Levar para cozinhar nofogão solar. Quando retirar, salpique o coco raladosobreoarroz.Tempo de cozimento: entre 2h e 2h30 min.Arroz de coco28
    • Risoto de shitakeIngredientes:3 xícaras de arroz para risoto6 cogumelos grandes300 gramas de queijo parmesão100 ml de creme de leite fresco6 dentes de alho5 tomates maduros1 colher de sopa de manteiga geladaModo de preparo:Lave o arroz, retire a pele dos tomates e corte-os emtiras, corte os cogumelos em quatro pedaços,amasse o alho, rale o queijo na parte grossa do ralo,coloque tudo isso na panela, acrescentando o cremede leite, o arroz e o sal a gosto. Mexa tudo comdelicadeza, espalhe na panela. Para cada medida dearroz use uma medida e meia de água, torne amisturar e coloque no fogão solar. Depois de prontoacrescente a manteiga gelada, misturedelicadamente, tampe a panela e sirva depois de 15minutos.Tempo de cozimento:entre1h30min.e2h29
    • Ingredientes:3xícarasdearrozagulhinha200gdetâmaras3vagensdecardamomo1 colher de sobremesa de canela em pau, quebra-dinha4cravos1/2xícaradeaçúcar1/2litrodeleiteintegral1xícaradeamêndoas1xícaradeáguadelaranjeiraModo de preparo:Tire os caroços das tâmaras, corte-as ao meio ecoloque-as de molho na água de laranjeira por meiahora. Quebre-as as amêndoas em pedaços e bote-asna panela junto aos demais ingredientes. Adicione aágua de laranjeira, misture tudo com uma colher depau e vá acrescentando, aos poucos, o leite semparardemexer.Leveaofogãosolar.Tempo de cozimento: entre2he2h30min.Arroz ao leite comamêndoas e especiarias30
    • Bolos, Tortas,Assados e Pães“Deus quando criou omundo deixou uma vacaamarrada num pé demandioca.”Dinha Adélia
    • Bolo de macaxeiraIngredientes:1 kg de macaxeira ralada5 ovos2 xícaras de açúcar4 colheres de manteiga2 xícaras de coco ralado1 colher de sobremesa de fermento1 pitada de salModo de preparo:Em uma vasilha, coloque os ovos, o açúcar, amanteiga e o sal. Mexa bastante até a massa ficarlisinha. Em seguida, acrescente a macaxeira raladae torne a mexer. Por último, acrescente o coco e ofermento e coloque em uma assadeira furada euntadacommanteiga.Paraessa receita,aconselha-se que o fogão solaresteja pré-aquecido. Paraisso,épreciso colocá-lo por meia hora ao sol. Quando forcolocar a massa do bolo no fogão solar, faça oprocedimento com certa rapidez para que nãopercaocaloracumulado.Tempo de cozimento: entre 3h e 4 h32
    • Ingredientes:1copode300mldeleite2ovos150mldeóleo12colheresdesopadefarinhadetrigo1 xícara de queijo ralado (minas, parmesão, coalho,mussarela)1colherdesopadefermentoempó1colherdechádesalModo de preparo:Bater todos os ingredientes no liquidificador,colocar em forma untada com manteiga epolvilhada farinha, cubra com queijo e levar aofogãosolarpré-aquecido.Tempo de cozimento: entre2he3h33Torta de queijo
    • Pastel de coalhada secaIngredientes:3 xícaras de farinha de trigo4 colheres cheias de manteigasal a gostoleite3 xícaras de coalhada seca1 dente de alho2 colheres de sopa de azeite de oliva6 folhas de manjericão frescoModo de preparo:Prepareprimeiramenteorecheiodopastel.Para coalhada seca, use um litro de iogurte naturalsem sabor, despeje em um pano de algodão, façauma trouxinha, pendure e deixe escorrer o soro porumanoite,estaprontaasuacoalhada.Misture à coalhada seca um dente de alho bemamassado, uma pitada de sal, duas colheres deazeite de oliva e seis folhas de manjericão fresco.Reserve a mistura. Em outra tigela, coloque trêsxícaras de farinha de trigo (integral ou branca),quatro colheres bem cheias de manteiga, sal emisturebem,sovandoamassacomvigor.Seelanãoficar uniforme, acrescente um pouco de leite.34
    • Enrole a massa em um pano úmido e deixe-adescansarportrêshoras.Depois de pronta, abra-a bem fina e corte-a emformato de discos (no diâmetro desejado). Recheiee feche os pasteizinhos para que o recheio nãoescorra.Asse-onofogãosolar.Tempo de cozimento: entre3he3h30min.OvoIngredientes:1 ovo1 colher de sobremesa de azeite de olivasal a gostoModo de preparo:Em um recipiente pequeno e fundo, coloque umacolher de sobremesa de azeite de oliva, quebre o ovoem cima e coloque sal, é importante cobrir orecipiente.Leveaofogãosolar.Tempo de cozimento: entre40e50min.35
    • Pão solarIngredientes:1 colher de sobremesa de fermento biológicofresco1 colher de chá cheia de salfarinha de trigo2 ovos½ xícara de óleo1 colher de sobremesa rasa de açucar2 xícaras de leite mornoModo de preparo:Em um recipiente fundo, coloque o fermentobiológico, o açúcar, o leite morno , os ovos, o óleo e osal. Misture os ingredientes delicadamente eacrescente aos poucos a farinha de trigo,amassando com as mãos até desgrudar. Cubra orecipiente com um pano e deixe a massa descansarpor meia hora. Corte-a em pequenos pedaços e façao formato do pão que desejar. Com o forno préaquecido ao sol por aproximadamente meia hora,coloque rapidamente o tabuleiro com os pães efecheofogãoimediatamenteparanãoperdercalor.Tempo de cozimento: entre3he3h30min.36
    • Quiche da JeanneIngredientes:Modo de preparo:6 cogumelos shitake médios, frescos oudesidratados, podendo substituí-los por rúcula ,abobrinha, espinafre ou o que quiser de verduras namesmaproporção2 cebolas1 ovo1 xícara de creme de leite fresco ou iogurte3 colheres de sopa de salsa picada2 xícaras de farinha de trigo6 colheres de sopa de manteiga1 colher de sopa de óleoMassa:Misture a manteiga amolecida com o óleo, afarinha, o sal e um pouco de água até obter umamassa firme. Fazer uma bola e envolver num panoúmido. Deixar repousar por uma hora. Espalhar amassa na forma. Perfurar a massa com um garfo edeixarassarporumahoranofogãosolar.37
    • Recheio:Corte os cogumelos em pequenos pedaços. Se forusar os desidratados, deixe-os previamente demolhopordezminutoseescorra-os.Pique as cebolas em pequenos cubinhos, junte àsalsaeaoscogumelosecoloquesalagosto.Misture os cogumelos temperados ao creme de leitefresco e ao ovo já ligeiramente batido com clara egema juntos, derrame sobre a massa, previamenteassada, e leve novamente ao fogão solar por duashorasetrintaminutos.1 ½ xícara de farinha de trigo integral1colherchádesal1xícaradeaçúcar3xícarasdecocobatidonoliquidificador3xícarasdeaveiafina3bananasamassadas1colherdechádebaunilhaTempo de cozimento: entre3he3h30min.Ingredientes:38Biscoito de aveiacom banana
    • 39Modo de preparo:Tempo de cozimento: entre 3h e 3h30 min.Ingredientes:Modo de preparo:Tempo de cozimento: entre 3h e 3h30 min.Misture tudo e coloque em colheradas na assadeiraeleveaofogãosolar.6 cascas de banana lavadas e picadas2xícarasdeaçúcar2xícarasdefarinhaderosca1/2 xícara de chá de água com 3 colheres de sopa delinhaça1colherdesopadefermentobiológicoBata no liquidificador com água as cascas debanana e a linhaça. Depois misture os demaisingredientes e coloque-os em assadeira untada.Leve ao fogão solar, deixe esfriar e desenforme comcuidadoBolo de cascade banana
    • 40Ingredientes:Modo de preparo:Tempo de cozimento: 2h1kg de macaxeira cozida1 xícara de leite1/2 kg de queijo mussarela ou coalho2 colheres de manteiga1 pitada de salEscolhaasmacaxeirasmaisbemcozidas,amasse-ase junte-as ao leite, à manteiga e ao sal, de modo aobter uma massa cremosa. Em uma forma, coloqueuma camada de macaxeira e outra de queijo. Pinceleaúltimacamadacommanteigaeleveaofogãosolar.Sugestão: A macaxeira pode ser substituída porinhame, seguindo o mesmo procedimento dareceitaacima.Torta de macaxeira
    • Carnes“Quem quiser que a morte deixe comacarne depois peixe.”Dinha Adélia
    • Ingredientes:20 quiabos verdinhos2 kg de alcatra1 tomate sem pele1 cebola roxa pequena1/2 pimentão vermelho3 dentes de alho amassados2 colheres de sopa de óleo de girassol ou de milhopimenta do reinosal a gostoModo de preparo:Lave os quiabos e bote para escorrer em umapeneira. Corte todos os temperos em pequenospedaços e coloque-os em uma panela com óleo.Trate a carne, corte-a em cubinhos e misture-a bemaos temperos, deixando marinar por meia hora. Emseguida, corte em pequenos pedaços os quiabos,junte-os aos demais ingredientes, acrescentandouma xícara de água antes de levar a panela ao fogãosolar.Tempo de cozimento: entre 2h30 min. e 3 h42Quiabada
    • Ingredientes:1 kg de carne de boi com osso (partes maismacias)½ repolho pequeno4 folhas de couve1 batata doce3 batatas inglesas½ kg de macaxeira3 bananas da terra1 pimentão1 molho de cebolinha1 cebola pequena4 dentes de alho amassados2 tomates bem maduros sem casca e cortados empedaços pequenos1 trouxinha de alecrim amarrado3 colheres de sopa de azeite de olivapimenta do reinoModo de preparo:Limpe e corte a carne em tamanhos pequenos,conservando o osso e o tutano e reserve. Em outravasilha, coloque o azeite, a pimenta, a cebolinha pi-43Cozido
    • 44cada, a cebola, o pimentão, o tomate e o alho e soquetudo com uma mão de pilão e em seguida jogue atrouxinha de alecrim sem precisar amassar. Misturea carne aos temperos, acrescente o osso e o tutano edeixe marinar por duas horas. Ponha tudo em umapanela, espalhe bem em todo o fundo, coloque duasxícarasdeáguaeleveaofogãosolar.Tempo de cozimento: entre 3h30 min. e 4 hIngredientes:1 kg de maminha com gordurasal grossoModo de preparo:Misture a maminha inteira ao sal grosso e leve-apara o fogão solar numa assadeira com a gorduravoltada para cima. Assar na própria gordura.Tempo de cozimento: entre 2h30 min. e 3 hChurrasco dovovô Josias
    • Peixes emariscos“Pouca farinha,meu pirão primeiro!”Dinha Adélia“Ora veja só! Peixe morre pela boca.”Comandante Josias
    • Ingredientes:½ kg de ostras sem casca5 colheres de sopa de azeite de dendê3 tomates maduros3 colheres de sopa de cebolinha verde picado1 pimentão vermelho3 colheres de sopa de coentro picado1 xícara de leite de coco frescosal a gosto2 colheres de chá de açafrão da terraModo de preparo:Laveasostrasemágua correntee deixe-as de molhoem uma vasilha com um pouco de limão e escorra.Misture na panela os tomates, a cebolinha, opimentão e o coentro bem picados. Misturetambém no leite de coco, o açafrão, o dendê, o sal edespeje na panela junto com as ostras. Leve amoquecaaofogãosolar.Tempo de cozimento: entre 2h e 2h30 min.Sugestão: No lugar da ostra pode usar camarão,quebrado de siri, caranguejo, aratu ou sururu.46Moqueca de ostra
    • Ingredientes:1kg de peixe (pode ser robalo, vermelha ousalmão)1 limãotomilhopimenta do reinosal a gosto5 colheres de sopa de azeite de olivafolhas lavadas de bananeira verdeModo de preparo:Limpe o peixe e deixe-o por 15 minutos no limão. Opeixe pode ser inteiro ou em postas, se for inteirofaça alguns cortes transversais para melhorpenetrar os temperos. Lave-o e escorra. Coloque afolha de bananeira em cima da assadeira que vaipara o forno, o peixe em cima da folha e temperecom sal, pimenta do reino, tomilho e, por fim, azeitede oliva. Lembre-se de que todo peixe deve sertemperado, inclusive a barriga. Embrulhe o peixecom a folha da bananeira, amarre de modo que nãosolte eleveaofogãosolar.Tempo de cozimento: entre2h30min.e3hPeixe na folhade bananeira47
    • Ingredientes:½kgdepeixedecarnebrancaemfatias2colheresdesopadeazeitedeolivapimentabrancaagostoraspasdelimãoagosto2colheresdeóleodegergelim1punhadocapimcidreira3dentesdealho1ramocoentro5fatiasdegengibre300mldeleitedecocofrescoegrossosalagostoModo de preparo:Unte uma assadeira com azeite de oliva e arrumeem camadas as fatias de peixe, intercalando-as comorestantedosingredientes,deixandooleitedecocopor último. Arrume de modo que fique tudoconcentrado para que penetre o molho. Evite queeste se espalhe, ressecando o peixe. O peixe deve seruntado com o óleo de gergelim e acrescido dostemperos esalagosto.Leveaassadeiraparaofogãosolar.Tempo de cozimento: entre2h30min.e3h48Peixe ao molhode raspa de limão
    • 49Ingredientes:5espigasdemilhoverde3fatiasfinasdegengibrepimentacalabresaagostocanelaempau(1colherdesobremesa)2estrelasdeanisestreladosalagosto3colheresdesopadeazeitedeoliva1/2kgdecamarãofrescosemcabeçaesemrabo3dentesdealhomachucados1tomatesempeleModo de preparo:Com uma faca, retire o milho da espiga, coloque-oem uma panela junto com os demais ingredientes,cubradeáguaeleveaofogãosolar.Tempo de cozimento: entre2h30min.e3hMilho verde com camarãoà moda colombiana
    • LeguminosasRaízesSopas“Papagaio do sertãoCome queijo e requeijãoA coalhada cai no chãoDê cá um beijo coração,Eh heim, tão doceO beijo do papagaioNa boca da moça.”Dinha Adélia
    • Ingredientes:½ Kg de feijão1 folha de louro e salModo de preparo:Ponha o feijão de molho de véspera com bastanteágua, no dia seguinte, escorra-a toda e cozinhe ofeijão em duas medidas de água para cada três damesma medida de feijão devidamente hidratado.Acrescente a folha de louro e o sal só será acrescidodepoisdocozimento.Tempo de cozimento: entre 4h e 4h30 min.Ingredientes:1 Kg de inhame bem madurosal a gostoModo de preparo:Retire a casca do inhame e corte-o em rodelas finas.Coloque água tendo o cuidado de não ultrapassar o52FeijãoInhame
    • limite do inhame. Leve a panela ao fogão solar.Coloqueosaldepoisqueoinhamejáestivercozido.Tempo de cozimento: entre 2h e 2h:30 min.Sugestão: Pode substitur por macaxeiraBatatas aos murrosIngredientes:6 batatas médiassal a gostoazeite de oliva a gosto1 ramo de alecrimpimenta calabresa a gostoModo de preparo:Coloque as batatas, inteiras e com casca, em umaassadeira, de preferência de cor preta. Leve-a para ofogão solar e, quando as batatas estiveremdouradas, retire a assadeira. No mesmo recipiente,amasse as batatas com casca e junte o sal, o alecrim,apimenta,oazeitedeolivaeestáprontaparaservir.Tempo de cozimento: entre 3h30 min. e 4h53
    • 54Ingredientes:1 mamão pequeno3 bananas2 mangas4 goiabasaçúcar ou mel a gostoModo de preparo:Coloque em ½ litro de água as frutas cortadas emcubo, adoce a gosto e tempere como preferirusando folhas de hortelã, capim santo,manjericão, canela, cravo, etc. Pode por umsaquinho de chá também.Tempo de cozimento: entre 2h30 min. e 3hSopa de frutas da Iara
    • Tomates recheados deOsa MachadoIngredientes:1kgdetomate1xícaradequeijocremoso1dentedealhoazeitonasagosto1ramodecoentro10folhasdemanjericãocebolinhaagosto1limão100gdequeijoparmesãooréganoagostoModo de preparo:Depois de lavados os tomate, corte horizontalmenteum tampo na parte onde estava preso ao caule.Retire as sementes e parte da polpa interna com afinalidade de formar um espaço para receber orecheio.Reserve.Para o recheio, misture uma porção de queijocremoso com alho ralado ou socado, azeitonas,coentro, manjericão e cebolinha, todos picadinhos.Acrescente ainda suco de limão e queijo parmesão.Coloque essa mistura nos tomates já preparados esalpique orégano em cada um deles. Unte uma55
    • Sopa de vegetaisLaboratório de Comida Saudável Divânia MirandaIngredientes:1xícaraderepolhopicado1cebolapicada½xícaradecenourapicada1xícaradetomatepicado1xícaradebatatapicada1colherdesopadesalsapicada1colherdechádeaçúcarmascavosalagostoModo de preparo:Depois de lavados e picados os ingredientes,acrescenteumlitrodeáguaeleveaofogãosolar.Tempo de cozimento: entre 3h e 4 h56forma com um pouco de azeite. Leve ao fogão solaraté que seja observado que os tomates estejamamolecidosdourados.Tempo de cozimento: entre 3h e 4 h
    • 57Legumes ao dentecom molho de ervasIngredientes:3rabanetes1nabopequeno5buquêsdebrócoles2batatasbaroaspequenas6vagensbemverdinhas3folhasdeacelga2folhasdecouve1berinjelapequena1abobrinhapequenabemverdinha2batatasinglesaspequenas5colheresdeazeitedeoliva1pitada deaçafrão1dentedealho1colherdesopadealhoporropicado1pitadadetomilho1punhadodemajericãooualecrimsalagostoModo de preparo:Corte osrabanetesaomeioe poressamedidacorteorestantedosvegetais.
    • Comasfolhasfaçaumatrouxinhaeamarre.Polvilhe um pouquinho de sal delicadamente emcada um dos vegetais e coloque no fogão solar. Énecessário que sobre a assadeira tenha uma grelhaonde vão ser colocados os vegetais. Deixe cozinharpor1he30min.Enquanto isso, prepare o molho para que quandoestiveremprontososvegetais,elejáestejaapurado.Em um recipiente um pouco fundo, coloque o azeitee o dente de alho descascado inteiro e furado com apontinha do garfo, o açafrão e o tomilho. O alhoporró, o majericão ou alecrim devem ser picados eacrescentados ao molho. Deixe marinar por meiahoraeregueosvegetaisaindaquentinhos.Tempo de cozimento: entre 1h30 min. e 2h58
    • Doces“ Quem nunca comeu melado, quandocome se lambuza.”“Sempre se deve levantar da mesa comum pouquinho de fome.”Vó Dina
    • Ingredientes:1/2 kg de massa-puba (massa resultante de umafermentação da raiz da mandioca e encontrada nasfeirasdeSergipe)4xícarasdecocosecoralado5colheresdesopadeaçúcarsalagosto7cravos1folhaverdedebananeira(lavada)Modo de preparo:Separe duas xícaras do coco ralado e acrescente 50ml de água morna. Com o auxílio da mão, esprema oleite de coco, que deve estar bem concentrado,sobre uma peneira. Coloque em um recipiente amassa, o coco ralado, o leite de coco, o açúcar, o sal eo cravo. Misture tudo até formar uma massa lisacom consistência. Corte pedaços da folha debananeira com mais ou menos 20x20 cm, coloque amassa, enrole como uma panqueca deixando aabertura para baixo e arrume na forma. Leve aofogãosolar.Tempo de cozimento: entre 2h30 min. e 3 hPé de molequesergipano60
    • Meloto(Creme de abóbora ou batata docecom coco)Ingredientes:4 batatas doce ou 4 fatias de abóboraleite fresco de um coco seco médio3 colheres de sopa de açúcar1 pitada de salModo de preparo:Corte a batata ou a abóbora em pequenos pedaços,cubra com água e bote para cozinhar no fogão solar.Em seguida, rale o coco, acrescente meia xícara deágua morna e retire o leite espremendo com umpano de algodão ou bata no liquidificador com meiaxícara de água morna e faça o mesmoprocedimento. Quando a batata ou a abóboraestiver cozida e ainda quente, coloque-a num prato,amasse com um garfo, acrescente o leite de coco, osal e o açúcar e torne a amassá-la até que fique naconsistência desejada, mais cremosa ou maisdurinha. Esse prato pode ser usado como purê nospratos quentes, se preferir sem açúcar ou como umasobremesa.Tempo de cozimento: entre 1h30 min. e 2h61
    • Ingredientes:2 dúzias de bananas maduras1 xícara de açúcarcravo e canela a gostoModo de preparo:Descasque as bananas e reserve uma das cascasbemlavada.Emumapaneladefundolargo,arrumeas bananas inteiras, coloque o cravo e a canela agosto, a casca limpa que foi reservada e em seguidadespeje delicadamente o açúcar. Cubra e coloquenofogãosolar.Tempo de cozimento: 2 hBananas inteirasem calda62
    • Baba de moçaIngredientes:2 cocos grandes (escolha os cocos maduros, nãosecos)3 xícaras de açúcarcravo e canela a gostoModo de preparo:Rale os cocos. Num recipiente, misture com oaçúcar, acrescente o cravo e a canela, coloque emumapanelacomtampaeleveaofogãosolar.Tempo de cozimento: 3 h63
    • 64Torta de batata doceIngredientes:Modo de preparo:Tempo de cozimento: 2 h1kg de batatas cozidas4 colheres de sopa de mel1 pitada de sal3 maçãs descascadas1 vagem de cardamomo ou canela em pau1 xícara de leite de coco frescoEm uma tigela, amasse as batatas e junte o mel e oleite de coco. Em outra tigela corte em camadasbem finas as maçãs retirando os caroços, misturecom o cardamomo ou a canela, (escolha uma delaspois não é coveniente usar as duas já que ocardamomo tem um gosto muito particular). Forreuma camada fina dessa massa em uma assadeiramédia. Coloque outra camada fina da massa debatata, faça trilhos em cima com um garfo erespingueumpoucodemelporcima.
    • Fazendo ofogão solar
    • Aí está o material necessário para fazer umfogão solar eficiente. Como podemos ver, sãomateriais simples que podemos conseguir em nossaprópria casa, como régua, cola branca, estilete,tesoura, papel alumínio, fita adesiva, chapametálica pintada de preto fosco, vidro transparentede 3mm e duas caixas de papelão com o mesmoformato e tamanhos diferentes. A caixa pequenadeve ter espaço para caber a panela que se pretendecozinhar.Como fazer67
    • 68Posicione a caixa menor em cima da caixamaior, onde elas deverão se encaixar, e combastante cuidado, devidamente medidos os quatrolados, marque com uma caneta e em seguida cortecomumestilete.Corte com atenção a abertura, a caixa menordeveráentrarbemajustada.
    • 69A caixa menor deverá ter um dos lados aberto,paraissocorteasabas.Posicione a caixa menor do lado da maior,como se vê na foto, medindo o distanciamento dofundo das duas caixas para o devido isolamentotérmicoentreelas.MEDIDA ALTURA
    • 70Com as tiras de papelão pode se fazer umcírculo colando as pontas.Cole os suportes no fundodacaixaexterna(amaior).Corte as abas na medida tirada anterior-mente, que deixará as aberturas de ambas as caixascom a mesma altura e apoiará a caixa menor paraquenãotopenofundodamaior.
    • Espalhe a cola por todo o interior da caixainterna.71Dissolva, em um recipiente, duas partes decola branca e uma de água. Essa diluição facilitacolaropapelalumínionacaixainterna(amenor).
    • 72O papel alumínio deve ficar bem esticado.Useumpanoseconasuperfície,ajudabastante.Depois de colar os suportes no fundo da caixaexterna e o papel alumínio na caixa interna , é horade colocar a caixa menor dentro da maior.Comovocê já sabe, elas precisam ter um espaço vazioentre todos os lados mas as suas aberturas devem seencontrar perfeitamente na superfície do fogãosolarparareceberovidro.
    • 73Dê o acabamento na borda do fogão solar comfita adesiva ou tiras de papel alumínio para vedar oencontrodasuperfíciedasduascaixas.Ao receber o vidro é necessário que asuperfície da caixa esteja perfeitamente plana.Assim, o ar quente de dentro do fogão solar nãoescapa. Para uma melhor adesão do vidro com acaixa, pode-se colocar uma borracha entre eles oupassar um cordão fazendo uma pequena pressão dovidrocontraacaixa.
    • 74É hora de colocar os espaçadores na chapapreta, sempre lembrando que a chapa não podeestaremcontatodiretocomacaixainterna.Achapapretavainofundodofogãosolar.
    • 75É opcional o uso do rebatedor que serve paradirecionar mais luz do sol sobre o fogão solar. É umpedaço de papelão de formato retangular revestidode papel alumínio. Para usar basta amarrar umbarbante em volta do fogão solar e prender orebatedoremumdosladosdofogão.O fogão solar está pronto para receber o vidroqueteráaespessurade3mm.
    • 76Está pronto o fogão solar. Procure um lugarbastante ensolarado, protegido do vento e comece acozinhar.
    • 77“A tradição é constante na literatura orale fala-se da água, árvore, fruto da vida, conce-dendo a imortalidade nas estórias populares dequalquerpaís.”“O ato de alimentar-se transcendeu dopróprio imediatismo fisiológico da nutrição.Virtudes e vícios, a vida e a morte, contêm-senos alimentos e são levados ao organismo empotênciaespiritual.”“Receber o prato com a mão direita edevolver com a mão esquerda. A direita é debênção para o prato cheio. A esquerda é demaldiçãoparaopratovazio.”Câmara Cascudo" A metade do estômago há de ser para acomida e os condimentos, um quarto para aágua, deixando a quarta parte reservada paraos gases. Falando de forma mais poéticadiríamos. Coma e beba até que seu estômagoesteja cheio em três quartos, e deixe o resto paraapresençadoDivino."Yogashastra
    • Ditados popularesDitado popular é a expressão que através dosanos se mantém imutável, aplicando exemplosmorais,filosóficosereligiosos.Os provérbios e os ditados popularesconstituemumaparteimportantedecadacultura.Selecionamos alguns ditados do universoculturalpopularrelacionadosàalimentação.79“Quem tem pressa come cru.”“ Quem ao filho agrada, a boca do pai adoça.”“Não se oferece o primeiro nem o último bocado.”“Beber sobejos é saber os segredos de quem odeixou.”“Vinho derramado é alegria. Sal derramado éagouro.”“Comer e coçar, é só começar.”“A laranja de manhã é ouro, à tarde é prata e ànoite, mata.”
    • 80“A água corrente não mata a gente.”“Onde se ganha o pão, não se come a carne.”“Casa onde entra o sol não se entra o médico.”“Cada panela tem a sua tampa.”“Com papa e bolos se enganam os tolos.”“Da mão à boca vai a sopa.”“Guardado está o bocado para quem o há decomer.”“Guardes o que comer, não guardes o que fazer.”“Nem tudo que vem à rede é peixe.”“Quem parte e reparte e não fica com a melhorparte, ou é tolo ou não sabe da arte.”“Quem comeu a carne que roa os ossos.”“Pimenta nos olhos dos outros é refresco.”“É de verde que se torce o pepino.”“O pão do pobre quando cai,é com a manteiga para baixo.”
    • 81Autoras:Ana Claudia Andrade Leão - Assistente Social (UFS).Especialista em Educação Ambiental (FANESE).Facilitadora nos projetos: Desenvolvimento e adaptação defogões solares aplicados à comunidades populares(FAPTEC); Inclusão social e meio ambiente: Reciclagem depapel e associativismo (Tudo em Caixa - Cumbe/SE); Perfilsócio-ambiental do Baixo São Francisco (Projeto Margens);Oficinas de formação de Tecnologia Social: cozinhando comaenergiasolar(SEIDES).Mary Barreto Doria - Pedadoga (Universidade Valedo Acaraú). Especialista em Arte Educação (FSLS).Musicista, compositora, ducadora desde 1990. È integrantee diretora musical do grupo de teatro de bonecos.“Mamulengo de Cheiroso “. Participa do projeto de oficinasde formação de tecnologia social:“ Cozinhando com aenergia solar” (SEIDES). Compõe a equipe do projeto “Cozinha Escola Experimental Solar” ( SEIDES/SERGIPETEC).Teresa Rolim Andrés - Nutricionista (UniversidadeFederal de Ouro Preto). Consultora em AlimentaçãoNatural. Participou do Projeto de Oficinas de Formação deTecnologia Social: “Cozinhando com a energiasolar”(SEIDES).
    • Centro Catalizador de Competênciasem Energia