Your SlideShare is downloading. ×
Geometria Espacial: teoria e prática
Geometria Espacial: teoria e prática
Geometria Espacial: teoria e prática
Geometria Espacial: teoria e prática
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Geometria Espacial: teoria e prática

3,442

Published on

Este é um projeto de ensino para ser trabalhado em sala de aula com o conteúdo de geometria espacial.

Este é um projeto de ensino para ser trabalhado em sala de aula com o conteúdo de geometria espacial.

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
3,442
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
21
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  1. TEORIA X PRÁTICA: APLICAÇÃO DA GEOMETRIA ESPACIAL NO TERCEIRO ANO DO ENSINO MÉDIO Candida Aparecida MachadoINTRODUÇÃO Os profissionais que atuam no ensino fundamental e no ensino médio,devem ter um conhecimento sólido de geometria, que compreende osconceitos, suas propriedades e relações, sempre de acordo com osParâmetros Curriculares Nacionais (PCN). É importante que os professores conheçam porque se deve ensinargeometria na escola, com quais conceitos deve-se trabalhar em cada nível e asformas adequadas de ajudar as crianças a aprender para assim contribuir nodesenvolvimento das competências cognitivas e lógicas e na promoção das“bases para um pensamento avançado”. O ensino de geometria deve estarorientado no desenvolvimento de habilidades específicas nas cinco áreas:visualização, verbal, de desenho, de raciocínio lógico e de aplicação.RELATO Mostrar a partir da análise de embalagens, aplicações dos sólidosgeométricos, explorar a representação e visualização de objetos, partindo dosmateriais manipuláveis, em que os estudantes possam manusear, e conseguirfazer a classificação dos sólidos, a partir daí trabalhar com o recursoinformática o software wingeom.DETALHAMENTO DAS ATIVIDADESAs atividades desenvolvidas pelos alunos compreenderão:- Observação e identificação de propriedades das figuras geométricas.
  2. - Utilização de recursos pedagógicos na investigação das propriedades dasfiguras geométricas.- Manipulação de modelos didáticos construídos.- Comparação de propriedades utilizando exemplos e /ou contraexemplos.- Elaboração, enunciado e demonstração de conjecturas. As atividades dos alunos serão desenvolvidas preferivelmente emgrupos com no máximo cinco alunos, tanto na fase de experimentação comona de elaboração dos conceitos e das propriedades. As aulas serão divididasem etapas, para a aplicação do projeto, as quais descrevo sucintamenteabaixo. No total serão 4 horas/aulas.PRIMEIRA ETAPA:Como todo projeto, esse, iniciará com uma discussão coletiva sobre o que osalunos sabem ou conhecem a respeitos do assunto tratado (embalagens) ecom um levantamento de questões e dúvidas que gostariam de investigarsobre eles. Também serão tratadas questões sobre as embalagens e o meioambiente, por exemplo, o acúmulo de lixo presentes na sociedade atualmente.Serão levantadas algumas questões para o grande grupo, tais como:- Por que a maior parte das embalagens tem a forma cilíndrica ou deparalelepípedo retângulo?- Por que os produtos são transportados em caixas com a forma deparalelepípedo retângulo?- Quais as medidas que as empresas fabricantes de embalagens devem tomarpara evitar o acúmulo de lixo?Será proposto aos alunos se organizassem em grupos para pesquisar eresponder a essas questões.
  3. Extra classe:- Visita ao supermercado, para analisarem os diferentes tipos de embalagens,e as que mais prevalecem.- Visita à empresa responsável pela coleta de lixo seco da cidade, e coletadoalguns dados para análise.- Pesquise, na internet, a média de lixo produzida por ano no Brasil.- Visite e faça comentários no blog http://8areciclar.blogs.sapo.pt/SEGUNDA ETAPA:Nesta etapa será solicitado aos grupos de alunos para trazer de casa váriostipos de embalagens. Solicitar que façam a separação das mesmas, levandoem consideração quanto a sua forma. Nesta mesma etapa os alunos realizarãoa observação e a comparação dos objetos, após isto realizarão a planificaçãodas embalagens.Construção de figuras espaciais em que os alunos possam identificar asarestas, vértices, altura, faces, áreas, diagonal e volume. Logo em seguidamedindo as figuras construídas. Cálculos de áreas e volumes das figuras.TERCEIRA ETAPA:Nesta etapa os alunos irão ao laboratório de informática para trabalhar com osoftware gratuito Wingeom, trabalharão construções das figuras trabalhadasnas embalagens, medirão as arestas, alturas, faces, calcularão áreas evolumes.
  4. QUARTA ETAPA:Avaliação:Qualitativamente: descrição dos alunos de como foi o projeto, aspectospositivos e negativos, em forma oral em grande grupo e depois em formaescrita individualmente.Quantitativamente: cada aluno individualmente responderá um questionário,onde haverá questões algébricas do conteúdo.CONSIDERAÇÕES FINAIS Por meio deste projeto espera-se que os alunos consigam entender evivenciar os conceitos e aplicabilidades da geometria espacial e principalmentefazer o elo com o seu cotidiano, trabalhando com tecnologias informáticas emateriais manipuláveis, dentro da perspectiva enativa do conhecimento.REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICASPERRENOUD, P. As competências para ensinar no século XXI. Porto Alegre:ArtMed,176p. 2000.LINDQUIST, Mary Montgomery, SHULTE Albert P. Aprendendo e ensinandoGeometria. Editora Atual.SMOLE, Kátia Cristina Stocco. Matemática: Ensino Médio. São Paulo: Saraiva,2005PONTE, João Pedro da; BROCARDO, Joana; OLIVEIRA, Hélia. InvestigaçõesMatemáticas na Sala de Aula. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.ANEXOSSoftware Wingeom: <http://math.exeter.edu/rparris/wingeom.html>

×