Your SlideShare is downloading. ×
Jornal UCDB
Jornal UCDB
Jornal UCDB
Jornal UCDB
Jornal UCDB
Jornal UCDB
Jornal UCDB
Jornal UCDB
Jornal UCDB
Jornal UCDB
Jornal UCDB
Jornal UCDB
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Jornal UCDB

601

Published on

Já está no ar a Edição do mês de Outubro de 2012

Já está no ar a Edição do mês de Outubro de 2012

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
601
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. CAMPO GRANDE-MS, OUTUBRO/2012Informativo mensal - Ano XII No 268 - Campo Grande - MS - Outubro/2012
  • 2. 02 editorial CAMPO GRANDE-MS, OUTUBRO/2012 JORNAL UCDB dutivos do país. Nossos pesquisadores já foram convidados para apresentar os re- ÍNDICE sultados de seus trabalhos em mais de 15 países, como Canadá, França, Inglater- 03 GRADUAÇÃO Iniciado há 15 anos, o curso de Educação Física da UCDB comemora o crescimento do mercado ra, Portugal, Espanha, Estados Unidos, de trabalho e a boa formação de licenciados e bacharéis. México e Chile. A qualidade na produção de no- 04 ENTREVISTA vos conhecimentos pelos docentes da Circe Maria Fernandes Bittencourt é professora da Universidade de São Paulo e da UCDB também pode ser medida pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e esteve na UCDB, no início do mês, para aceitação de seus trabalhos em diversas participar do XI Encontro de História de Mato Grosso do Sul. Nessa entrevista, ela fala revistas nacionais e internacionais de sobre o ensino da História nas escolas e sobre as licenciaturas. alto impacto, cujo processo de seleção é bastante rigoroso. A própria UCDB 05 SAÚDE ANIMAL também possui seus periódicos científi- Projeto de extensão Esterilização de Pequenos Animais atende comunidade acadêmicaHemerson Pistori cos, todos bem consolidados, recebendo e externa realizando a castração de cães e gatos para evitar doenças e a superpopu- submissões de pesquisadores de todo o lação destes animais. UCDB comemora país e também do exterior. Entre esses conquistas na área da periódicos, destacamos a revista Tellus, 06 DESTAQUE que obteve um conceito bastante eleva- Equipe de TV da Inglaterra esteve no Biotério para filmar os animais do ser- pesquisa científica do nas áreas da Educação (A2) e Antro- pentário. O lançamento mundial do documentário está previsto para 2013. pologia/Arqueologia (B2) no Qualis da No ano em que comemoramos nos- CAPES. 07 MESTRADO E DOUTORADOsos 50 anos de presença na educação São inúmeras as conquistas da Programas de Pós-graduação Stricto Sensu da Católica estão com inscriçõessuperior, muito nos alegra a informação UCDB nos últimos anos, na área da pes- abertas até o dia 9 de novembro.divulgada recentemente pela Folha de quisa científica, e, para citar apenas al-São Paulo de que somos a universida- gumas, destacamos os prêmios FINEP e Santander, a classificação de melhor 08 COMUNICAÇÃOde que mais publica artigos científicos Acadêmicos de Publicidade e Propaganda continuam se destacando em premiações.com colaboração internacional no Mato programa de iniciação científica do Cen- Na última edição da Intercom, realizada em Fortaleza, acadêmica venceu na catego-Grosso do Sul, à frente, inclusive, de tro-Oeste e a aprovação de apoio para ria Outdoor.todas as universidades governamentais. projetos de pesquisa por instituiçõesEsse resultado é fruto de uma estruturajá muito bem consolidada de pesquisa, renomadas como Fundação Ford, PE- TROBRAS, CNPQ, FINEP e CAPES. 09 ESPORTES Hegemonia da UCDB nos Jogos Abertos de Campo Grande é confirmada com o oitavocom mais de 30 grupos distribuídos nas Esta edição traz uma matéria espe- título consecutivo de campeã geral. Os atletas da Instituição somaram 104 pontos nomais diversas áreas do conhecimento, cial sobre os programas de mestrado e total, bem acima do segundo colocado.como agronomia, biotecnologia, ciên- doutorado da UCDB que estão com ascias ambientais, desenvolvimento local,educação, engenharias e psicologia, en- inscrições abertas para os interessados em uma formação de alta qualidade e 10 PASTORAL reconhecida excelência. Para finalizar, Artigo relata a importância dos cooperadores salesianos na família criada por Domtre outras. Bosco. A UCDB possui em seus progra- enquanto escrevíamos este editorial re-mas de mestrado e doutorado uma cebemos ainda a notícia de mais umaproporção altíssima de docentes com importante conquista da UCDB para o 11 AGENDA UNIVERSITÁRIAbolsa-produtividade do CNPQ, quando nosso estado: a aprovação pela CAPES Eventos, dicas de sites e livros.comparada a outras universidades do es- do primeiro Doutorado em Psicologiatado. Essas bolsas são concedidas pelo no Mato Grosso do Sul ! Boa Leitura ! 12 SANTIDADE SALESIANAgoverno federal através de um processo Biografia dos Servos de Deus Maria Troncatti e Atílio Giordani, salesianos que tiveramde seleção nacional bastante concorrido Hemerson Pistori iniciado o processo de canonização pela Santa Sé. Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduaçãoe que premia os pesquisadores mais pro- da UCDB ucdb.br. Telefones: (67) 3312-3355 e 3312-3359. Fax: (67) 3312-3353. Site: www.ucdb.br. Jornalistas: Jakson Pereira (DRT: 467/MS) e Silvia FRASE DE DOM BOSCO Tada (DRT:33/17/13). Diagramação: Designer - Maria Helena Be- nites. Revisão: Maria Helena Silva Cruz. Tiragem: 8.000 exemplares. Instituições ou pessoas interessadas em receber esta publicação, “Que adianta ficar chorando Chanceler: Pe. Lauro Takaki Shino­ ara Reitor: Pe. José Marinoni h entrar em contato pelo e-mail: noticias@ucdb.br. A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB - não se responsabiliza pelos males deste mundo? Pró-Reitor de Administração: Ir. Altair Monteiro da Silva pelos artigos assinados ou de origem definida. Os textos, mesmo quando não publicados, não serão devolvidos aos autores. Pró-Reitor de Pastoral: Pe. Pedro Pereira Borges Pró-Reitora de Ensino e Desenvolvimento: Conceição Apare- Entidade filiada à : É melhor que lutemos com todas cida Butera IUS - Instituições Salesianas de Educação Pró-Reitor de Pes­ uisa e Pós-Graduação: Hemerson Pistori q Superior Pró-Reitora de Extensão e Assuntos Comunitários: Luciane ANEC - Associação Nacional de Educação as forças para minorá-los.” Pinho de Almeida Católica Brasileira JORNAL UCDB: elaborado pela Assessoria de Imprensa da Universidade ABRUC - Associação Brasileira das Universidades Católica Dom Bosco - UCDB. Periodicidade mensal. E-mail: noticias@ Comunitárias
  • 3. graduação 03JORNAL UCDB CAMPO GRANDE-MS, OUTUBRO/2012 COMEMORAÇÃOEducação Física completa 15 anosInfraestrutura, corpo docente e ampla participação dos acadêmicos em projetos de extensão são diferenciais do curso Michelle Akamine SILVIA TADAP raticar exercícios físicos de maneira correta e orientada é a forma mais segura de entrarem forma com saúde e sem riscos.Com isso, cresce e se consolida afunção do profissional de EducaçãoFísica, e o cenário é comemoradopor acadêmicos e professores docurso da Universidade Católica DomBosco, que neste ano completa 15anos de funcionamento. Coordenada pela professora Lu-ciane Coelho Rabel, a graduaçãoforma bacharéis e licenciados emEducação Física, com diferenciais,tais como ampla participação dosacadêmicos em projetos de extensão,realização de seminários, atividadesintegradas, infraestrutura completa,entre outros. “Há inúmeros proje-tos de extensão ligados ao curso deEducação Física ou interdisciplina-res que permitem a participação dosnossos acadêmicos. Essa bagagemque acumulam é um diferencial im-portante na hora de se colocar nomercado de trabalho”, enfatizou acoordenadora. Parceria com Corpo de Bombeiros possibilitou treinamento dos acadêmicos, em atividade realizada em agosto deste ano Acadêmicos interessados ematuar no ensino podem optar pela mercado, lançando o primeiro cur- Região - MS/MT, Domingos Sávio profissional de educação física, prin-licenciatura, que tem a duração de so de bacharelado do Centro-Oeste, da Costa, que também é docente da cipalmente no interior do Estado”,três anos. Já aqueles que pretendem além de buscar, no mercado, profis- Instituição, o curso da Católica está indicou.atuar em academias, em unidades de sionais reconhecidos e com experi- entre os melhores do País. “A infra- A UCDB oferece o curso nos pe-saúde, clubes esportivos, entre ou- ência para compor o corpo docen- estrutura disponibilizada é difícil de ríodos matutino e noturno. Para astros muitos locais, podem cursar a te”, relembrou. Em sua opinião, há ser encontrada em outras faculdades aulas, os acadêmicos contam com pis-modalidade de bacharel. solidez nas duas formações, além de no Brasil, e o acadêmico tem essa cina, pista de atletismo, ginásio, aca- um campo de trabalho que só cresce. vantagem”, enfatizou. Para ele, os demia, quadras cobertas, além de pro-Ensino “Levando-se em conta que 70% da profissionais formados pela UCDB fessores mestres e doutores. “Damos O professor Marcelo Ferreira Mi- população adulta é sedentária e que unem as duas grandes áreas: escola ênfase aos estágios supervisionados eranda foi o primeiro coordenador da o profissional de educação física é e saúde, saindo preparados e com às pesquisas de campo, promovemosgraduação na UCDB e destaca a qua- quem pode orientar para que as pes- experiência nas duas vertentes. Ele a qualificação dos trabalhos de con-lidade do ensino. “Desde o início, soas pratiquem exercícios, sabemos também falou sobre o bom momen- clusão de curso e, por fim, a defesa.houve a disposição da Instituição que o campo profissional pode se to da carreira: “As pessoas querem Esse modelo de trabalho tem dadoem criar um curso de qualidade, que expandir”. praticar exercícios nas praças, nas certo e contribuído para a formaçãofosse referência. Nós antecipamos o Para o presidente do Conselho ruas e precisam de orientação. Há dos nossos alunos”, afirmou a coor-que seria uma grande mudança no Regional de Educação Física – 11ª uma demanda muito grande pelo denadora Luciane Rabel.
  • 4. 04 entrevista CAMPO GRANDE-MS, OUTUBRO/2012 JORNAL UCDB Circe Maria Fernandes Bittencourt “É preciso rever o currículo das escolas” Jakson Pereira JAKSON PEREIRA Educação USP e da Pontifícia Universidade Católica- PUC SP. Tem experiência na área deA professora Dra. Circe Maria Fernan- des Bittencourt é a nossa entrevistadadeste mês. A pesquisadora participou, no história das disciplinas e currículos escolares e educação indígena, além de atualmente de- senvolver pesquisas sobre a história dos livrosúltimo mês, do Simpósio Internacional e didáticos, mantendo a organização do bancoSemana de História da UCDB e discutiu de dados LIVRES referente aos livros didáti-diversos temas, principalmente sobre his- cos brasileiros de 1810 a 2007, sobre ensinotória e diversidade. A pesquisadora é pro- de história e história da educação, em especialfessora de pós-graduação da Faculdade de história da educação indígena.JORNAL UCDB: A senhora acredita principal mensagem que buscou pas-que a Lei 11.645/2008, que institui o sar?ensino obrigatório de História Indí- CIRCE: Aqui no Brasil, ou melhor, nagena e Afro-brasileira nas escolas, América toda, somos ligados e damosestá sendo cumprida? muito valor ao conhecimento científicoCIRCE: Acredito que o cumprimento produzido pelos europeus, inclusive noda lei ainda está um pouco lento. Existe pensamento histórico. Acho que temosuma ligação que já vinha de estudos so- que descolonizar esse pensamento parabre escravidão no Brasil, uma sensibili- voltar às nossas problemáticas. Temoszação que vinha desde a discussão mais que repensar se precisamos estudar tan-antiga dos anos 60 e 70, mas acho que ta Idade Média nas aulas de história. Sa- Professora Dra. Circe Maria Bittencourt participou de evento na UCDBainda tem muita coisa para se fazer, tan- ber como ensinar história do Brasil. Porto no ponto de vista de pesquisas por exemplo, como podemos estudar a his- evento, mas o modo como houve essa de ganhar pouco, estão questionando aparte dos historiadores, antropólogos tória do Brasil começando por Portugal? compreensão é mais complicado e difícil própria ciência do seu trabalho, e achoe sociólogos, até as variações de pesqui- Como estudamos a história de um país avaliar, pois demandaria um certo tempo que isso está fazendo com que o jovemsadores, contagem de várias temáticas, começando por outro lugar? E aqui a para perceber como esses conteúdos, de- não coloque no seu universo a perspec-por exemplo, até entender melhor sobre gente faz isso. Discutimos sempre como bates, foram recebidos pelos participan- tiva de se tornar professor.a história da África, discussões sobre o os portugueses chegaram e estamos sem- tes. Da forma como foi apresentado, foique se vai ensinar sobre a história afro, pre “de lá para cá, nunca daqui para lá” e tudo ótimo. JORNAL UCDB: Então como fazersobre o que tem ligação com o Brasil. esse fator também gera dificuldade para com que o jovem se interesse nova-Mas hoje já existem muitos cursos obri- introduzir a história da África e a indí- JORNAL UCDB: A gente percebe mente pela docência?gatórios nas universidades que têm a gena. As categorias de análise, a forma que, nos últimos anos, caiu um pou- CIRCE: Acho que passa por uma sig-história da África, e isso ajuda para for- como se analisa o mundo dentro dos gru- co o interesse dos jovens pelas licen- nificativa melhoria salarial, plano demação de professores. pos sociais, está fundamentada no olhar ciaturas em geral, e parece que os jo- carreira e, sem dúvida, a valorizaçãoPorém, em relação à história indígena, europeu e, por isso, que estou tentando vens não querem mais dar aula. O que do profissional. Na vida cada vez maisestá ainda mais devagar, apesar de haver quebrar essa maneira de olhar a história, aconteceu e como a senhora avalia dependemos do dinheiro. Então, porum avanço na organização das escolas a forma de ensinar nossa história. Não esse quadro nacionalmente? que o professor tem que ganhar menos?indígenas nas fronteiras e hoje existir estou dizendo que não temos que estudar CIRCE: Basicamente não é que não quei- baseado em quê? Acho que as políticasuma discussão sobre como estudar es- a história da Europa, temos que olhar a ram dar aula, mas a desvalorização do pro- públicas têm que mudar muito. Eu vejocolas indígenas. Embora pouco, o tema Europa daqui, não olhar daqui com olhar fessor foi intensa nos últimos governos, muitos projetos para inserção de inter-está entrando nos materiais didáticos europeu, aí nascem equívocos ─ inclusive não só do federal, que até tentou aprovar net e novas tecnologias nas escolas, mascomuns, porém ainda estão introdu- no ponto de vista da pesquisa, do pon- um salário mínimo para professores, mas só isso não resolve o problema da edu-zindo o assunto dentro do mesmo es- to de vista metodológico ─ sobre como pelos governos locais, com tamanho des- cação. É preciso rever os currículos dastereótipo antigo, ou seja, só se estuda analisar. caso diante do profissional, com irrisórios escolas, investir em formação de pro-índio no período colonial; não existem salários. Além disso, a situação das escolas fessores, melhorar salário; é muito maisnos séculos 19 e 20 e muito menos na JORNAL UCDB: Ensino e Pesquisa está cada vez mais complicada, com péssi- que melhorar só a tecnologia. Acho queatualidade. Parece que esse lapso de nas Fronteiras foi o tema central do mo estado e estrutura, além de problemas tem que acompanhar, mas não essen-tempo não tem história do índio, não Simpósio. Como a senhora avalia esta de relação com alunos e professores, mui- cial, não é só por aí, pois não é apenasconsideram os índios como sujeitos im- temática? Foi possível compreender a tas vezes até de agressividade. o investimento em tecnologia que vaiportantes na configuração da história importância do assunto? Hoje os jovens têm mais opções de tra- resolver o problema do bom ensino, te-do Brasil. CIRCE: Foi uma discussão interessante balho, antes a docência era um trabalho mos que repensar a forma de transmis- e sobre temas importantes. Acredito que, considerado significativo, hoje perdeu são de conhecimento que a escola pro-JORNAL UCDB: Durante o encon- dentro das temáticas que foram apre- muito. Até quem se arrisca se pergunta: fissional está fazendo, mas o fato puro etro, a senhora falou sobre diversida- sentadas, dos debates que foram feitos, Será que estou ensinando algo? Ou: o simplesmente de oferecer acesso a essasde e as questões indígenas. Qual a foi possível compreender o objetivo do que estou fazendo na escola? Então, além tecnologias não garante nada.
  • 5. JORNAL UCDB saúde animal 05 CAMPO GRANDE-MS, OUTUBRO/2012 VETERINÁRIAEsterilização de pequenos tros. A esterilização deve ser feita an- tes da idade adulta, entre dois e cin- co meses de idade. O pré-operatório exige apenas algumas horas de jejumanimais é feita na Católica e, quanto mais novo o animal é este- rilizado, mais simples é a cirurgia, e mais rápida é a recuperação. O foco do projeto são os animaisProjeto de extensão é desenvolvido todas as sextas-feiras no Hovet da UCDB de funcionários da UCDB e de pes- soas de baixa renda, mas qualquer Michelle Akamine AMANDA BARZOTTO pessoa interessada pode marcar noU Hovet uma avaliação do seu animal, ma das maiores causas do desde que não seja de rua. No dia abandono de animais, atu- da consulta, é agendada a cirurgia, almente, é a superpopula- realizada gratuitamente. O procedi-ção — gatos se reproduzem a cada mento é realizado por acadêmicostrês meses, e cães, a cada seis. Para do último semestre de Medicinase ter uma ideia, para cada ser hu- Veterinária, que se dividem entre omano que nasce são 15 novos cães processo da anestesia geral e a cirur-e 45 gatos, e não há lares para to- gia, supervisionados pelo professordos. Além disso, há doenças desses responsável pelo projeto, Lucianoanimais que não podem ser evitadas Pereira de Barros. “Com esse pro-com vacinas e são difíceis de cuidar, jeto, proporcionamos treinamentoquando não são fatais. cirúrgico aos acadêmicos”, explica Uma das formas de se evitar a o docente.superpopulação é a castração. Para “O projeto é muito bom paraorientar a população e realizar o nós pelo aprendizado que ele nosprocedimento, em todas as sextas- proporciona, além da parte cirúrgi-feiras, das 7h às 16h, acontece no ca, a gente faz também a parte clíni-Hospital Veterinário (Hovet) da ca, falamos com o dono, fazemos osUniversidade Católica Dom Bosco exames”, relatou a acadêmica do 8º(UCDB) a campanha do Projeto de semestre de Medicina Veterinária,Extensão de Esterilização de Peque- Acadêmicos participam dos atendimentos sob a orientação de professores Alana Sandim. Ela explica tambémnos Animais, do curso de Medicina nos pets, garantindo seu bem-estar mal, diminui o risco de doenças, que o processo cirúrgico consiste naVeterinária. A medida ajuda a conter e de seus donos. evita-se a continuidade de doenças retirada das tubas uterinas, ovárioso avanço da leishmaniose, previne Os benefícios continuam: au- hereditárias, diminui a agressividade e útero nas fêmeas e, nos machos, édoenças e evita possíveis tumores menta a expectativa de vida do ani- e a ansiedade do animal, entre ou- feita a retirada dos testículos.
  • 6. 06 destaque CAMPO GRANDE-MS, OUTUBRO/2012 JORNAL UCDB INTERNACIONAL Biotério participa de documentárioEquipe de TV inglesa esteve na UCDB para gravação com animais do serpentário; lançamento será em 2013 Arquivo MARIA CAROLINE PALIERAQUI presente”, explicou um dos biólogosO da equipe de TV internacional. Biotério da Universida- de Católica Dom Bosco Biotério (UCDB), único serpentário Criado em 2003 e com 742 m²de Mato Grosso do Sul devidamente de extensão, o Biotério da UCDBcredenciado pelo Instituto Brasileiro desenvolve controle alimentar, con-de Meio Ambiente e Recursos Reno- trole parasitológico, pesagem dováveis (Ibama), é reconhecido nacio- animal, ultrassom, laserterapia, ma-nalmente e será mostrado ao mundo. nutenção individual e biometria.No início deste mês, uma equipe in- O setor foi criado primeiramen-glesa de TV esteve no campus para te com intuito ambiental e possuigravação de um documentário inter- grande importância em cursos ofe-nacional sobre vida silvestre, e retra- recidos pela UCDB. No local sãotar a vida das serpentes foi o foco das realizados estudos práticos, enri-filmagens no laboratório da Católica. quecendo o conhecimento dos aca-O material será lançado mundialmen- dêmicos. O Biotério presta tambémte entre abril e agosto de 2013. serviços de utilidade pública: os O local abriga aproximadamen- funcionários fazem a remoção dete 400 serpentes, entre peçonhentas Um dos procedimentos realizado no Biotério é a extração de veneno das serpentes serpentes encontradas por morado-e não peçonhentas, criadas em cati- um lugar para atração de pessoas. O mostra que o trabalho que o Biotério res em todo o Estado.veiro, além de alguns exemplares de nosso interesse é trabalhar em função exerce é reconhecido nacionalmente Quando o animal chega ao labo-anfíbios, cágados, jabutis, jacaré e ca- da educação ambiental”, relatou a bi- e, agora, internacionalmente”. ratório, é feita a medição, pesagemmundongos, que servem de material óloga e médica veterinária, professora “O Brasil é um dos lugares mais e é extraído o primeiro veneno dode estudo e pesquisa de acadêmicos e coordenadora do Biotério Paula He- incríveis do mundo para se trabalhar réptil. Em seguida, o animal recebee docentes. lena Santa Rita. Para ela, o reconheci- com vidas silvestres, e o Biotério é um número de controle que é passa- “O Biotério não é só um local mento do Biotério pela mídia inter- um Laboratório de Ciência onde uma do para o Ibama. O local está abertoonde se confinam animais vivos ou nacional abrirá novas portas. “Isso grande variedade de serpentes está à visitação, mediante agendamento.PARCERIA recursos para sustentar a Casa, par- desenvolvimento, gestão e criação, ticipando de festivais, seminários, atendendo as demandas do públi- Cria Design desenvolve identidade festas, e sempre mantendo o foco no universo infanto juvenil. co da Universidade, como depar- tamentos, setores, administrativos visual da Casa de Ensaio Já o II Festival de Brincaturas e Teatrices, que acontecerá entre os e agora também o público externo. “Para os acadêmicos, essa opor- FRANCINE FARIAS arte, educação, cultura, social e meio dias 12 e 14 de dezembro, tem o ob- tunidade de vivenciar a experiência ambiente. jetivo de criar um grupo de discussão de mercado de trabalho, entender o O curso de Design da Uni- A Biblioteca Áurea Alencar, por sobre as metodologias de educação procedimento de como conversar versidade Católica Dom Bosco exemplo, é um projeto de ponto de com arte, voltadas para o desenvol- com os clientes e de como vender (UCDB), por meio do projeto Cria leitura especializado em livros para vimento da infância e da juventude. o seu produto é de extrema impor- Design, desenvolverá toda a identi- infância e juventude, e estabelece um Todos esses projetos ganharão tância. Tenho certeza que todos dade visual dos projetos desenvol- forte vínculo de interação por meio “cara nova” por meio do Cria De- estão com uma expectativa muito vidos pela Casa de Ensaio de Cam- das atividades de incentivo à leitura e sign, núcleo do curso de Design boa de participar do projeto dessa po Grande, uma organização social contadores de história. Outro proje- da Católica, que tem por objetivo maneira”, afirma o coordenador fundada em 1996 que se apresenta to é a Trupe da Casa, que existe para proporcionar aos acadêmicos uma do curso, professor José Francisco como um centro de referência de ajudar na divulgação e captação de prática profissional de mercado no Sarmento.
  • 7. JORNAL UCDB mestrado e doutorado 07 CAMPO GRANDE-MS, OUTUBRO/2012 Michelle Akamine PSICOLOGIA A Universidade Católica Dom Bosco teve aprovado o Programa de Doutorado em Psicologia pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CA- PES), com nota 4. A concentração será Psicologia da Saúde e o início das aulas está previsto para 2013. “A avaliação foi muito boa, tanto da infraestrutura quanto da qualidade corpo docente, suas pro- duções e pesquisas”, afirmou a co- ordenadora Sonia Grubits. Este é o primeiro doutorado em Psicolo- gia de Mato Grosso do Sul e deve contar com a colaboração de 12 docentes. A Instituição já oferece o Mestrado em Psicologia desde 1997. de promover atividades de pesquisa. Já o Doutorado visa certificar aTodos os anos, dezenas de pesquisas são desenvolvidas nos programas de pós-graduação Stricto Sensu da UCDB capacidade do candidato para desen- PÓS-GRADUAÇÃO volver investigação num determina- do campo da ciência e tem a duraçãoProgramas da Católica média de quatro anos para o cumpri- mento das disciplinas, realização da pesquisa e para a elaboração da tese.estão com inscrições abertas Inscrições Os interessados em fazer par- te dos cursos de Pós-graduação da UCDB têm até o dia 9 de novembro para efetuar a inscrição. Entres asInteressados devem fazer a adesão até 9 de novembro, com início das aulas em 2013A etapas de seleção, destacam-se a pro- MARIA CAROLINE PALIERAQUI “Temos um corpo docente alta- mercado de trabalho. “O título de va escrita e o exame de suficiência em Língua Estrangeira. Mais infor-E mente capacitado com excelente in- mestre ou doutor ajuda a desenvol- ncontram-se abertas as ins- serção internacional e reconhecido ver diversas habilidades e caracterís- mações podem ser obtidas pelo site crições para os Programas da externamente por sua qualidade, tan- ticas muito úteis não só na academia, www.ucdb.br/mestrado-doutorado. Universidade Católica Dom to através da obtenção de investimen- mas também no mercado de traba-Bosco de Mestrado em Educação, to para desenvolvimento de pesquisa, lho em geral, como por exemplo: co- VAGASDesenvolvimento Local, Psicologia, quanto pela grande quantidade de municação oral e escrita, capacidade Mestrado em Educação – 17 vagasBiotecnologia e Ciências Ambientais convites que estes professores rece- de planejamento, análise e síntese, Mestrado em Psicologia - 20 vagase Sustentabilidade Agropecuária; e de bem para proferir palestras e apresen- espírito crítico e trabalho em equi- Mestrado em Desenvolvimento LocalDoutorado em Educação, Ciências tar os resultados de seus trabalhos nas pe, além de poder contribuir para o - 20 vagasAmbientais e Sustentabilidade Agro- diversas regiões do país e também no avanço do conhecimento humano”. Mestrado em Biotecnologia - 15 vagaspecuária e Psicologia (veja box). exterior”, destacou o Pró-Reitor de Na Católica, os mestrados têm Mestrado em Ciências Ambientais e Com professores qualificados Pesquisa e Pós-graduação da UCDB, duração mínima de dois anos. Os Sustentabilidade Agropecuária – 30e excelente estrutura de ensino, os Dr. Hemerson Pistori. programas têm como objetivo, além vagasprogramas estão entre os melhores Ainda segundo o Pró-Reitor, é de possibilitar uma formação maisda região, com avaliação positiva da fundamental a importância da pes- profunda, preparar professores para Doutorado em Educação - 7 vagasCoordenação de Aperfeiçoamento de quisa e da continuidade dos estudos lecionar em nível superior, seja em Doutorado em Ciências AmbientaisPessoal de Nível Superior (Capes). para se ter uma boa colocação no faculdades ou nas universidades, além e Sustentabilidade – 15 vagas
  • 8. 08 comunicação CAMPO GRANDE-MS, OUTUBRO/2012 JORNAL UCDB DESTAQUESAcadêmicos de PP são premiadosem eventos estaduais e nacionaisEstudantes de Publicidade e Propaganda foram destaques no Intercom e também no Prêmio Morena Divulgação LARISSA RACHEL em pesquisa”.P No primeiro semestre do ano, em um or que o Curso de Publicidade dos concursos de maior prestígio do Es- e Propaganda da Universida- tado, a Católica conquistou na categoria de Católica Dom Bosco é uma Universitária, pela segunda vez consecuti-escolha privilegiada? Aos interessados va, o Prêmio Morena de criação Publicitá-pela área, a Católica oferece sólida base ria, promovido pela filiada da Rede Globoteórica, em que a incessante inovação em Mato Grosso do Sul, TV Morena. Adestaca-se como um de seus diferen- produção foi feita por Guilherme Pereiraciais, do que têm resultado valiosas da Rosa e Martin D’Estefani Martinelli,conquistas aos universitários. Neste ambos do 4º semestre, e Gabriel Macha-ano, como fruto do trabalho de aca- do Domingues, do 8º semestre, com odêmicos, direcionados por professores tema Coleta Seletiva.qualificados, fortalecidos pela estrutu- Todos esses prêmios são consequên-ra de qualidade oferecida pela UCDB, cias da formação com excelência ofere- Acadêmicos apresentam premiação da conquista do Prêmio Morena de 2012o curso foi finalista e ganhou as mais cida pela UCDB, que garante estruturaimportantes premiações estaduais, re- Intercom, outros acadêmicos tinham Valorizando a Pesquisa física de qualidade, proporcionando aosgionais e nacionais. sido vencedores nas categorias: Agên- Como fator influente para a forma- acadêmicos ir além da teoria.Como exem- No congresso científico mais im- cia Júnior (Flávio Domeniche), Cartaz ção na área, o professor Elton Tamiozzo plo disso, o projeto de extensão Agênciaportante da área — a Intercom (Socie- (Ana Caroline Irala), Anúncio Impresso afirma que a participação em congressos Experimental Mais Comunicação, loca-dade Brasileira de estudos interdiscipli- (Guilherme Rosa) e Outdoor (Letícia abre os horizontes dos acadêmicos e faz lizada no Laboratório de Comunicaçãonares da Comunicação), realizado em Monteiro). com que compreendam a importância (Labcom). Nessa agência, os acadêmicossetembro, em Fortaleza (CE) — a aca- “Ganhar prêmios, produzir projetos da pesquisa. “Participar do congresso criam, sem fins lucrativos, peças para adêmica do 6º semestre, Letícia Montei- inéditos e uma forte base teórica, são faz com que os acadêmicos entendam comunidade interna (Cursos, projetos dero conquistou o primeiro lugar na etapa elementos que nos tornam os melhores a Publicidade e Propaganda como ciên- extensão e setores) e a comunidade exter-nacional, na categoria Outdoor. Seu tra- do Centro-Oeste, segundo o Ministério cia e percebam, entre outras coisas, que na (Terceiro Setor). Oportunidades assimbalho tinha como tema “Sem outdoor da Educação (MEC)”, afirma a coorde- todas as escolhas feitas, seja para uma é que possibilitam aos acadêmicos desta-seu negócio pode fechar”. nadora do curso de Publicidade e Pro- campanha publicitária completa ou para carem-se em seus trabalhos, e ao curso, Anteriormente, na etapa regional da paganda, Me. Cláudia Ruas. uma peça isolada, devem ser baseadas consolidar-se com distinção.MISSA 50 ANOS UCDB Michelle Akamine Jakson Pereira Em comemoração aos 50 anos da todo o Brasil. UCDB, uma missa especial foi reali- “Esse é um ano especial para zada no último dia 8 e contou com UCDB, pois é uma festa pelos seus cin- a participação dos pró-reitores, cola- quenta anos. Quero agradecer todos boradores, coordenadores de curso, os salesianos que passaram por aqui e docentes e alunos. ajudaram na construção do que é hoje A cerimônia foi celebrada pelo a universidade, e também os funcio- Reitor, Pe. José Marinoni, que agra- nários e professores que ajudaram e deceu ao trabalho de todos que, ao vão continuar ajudando neste nosso longo desses 50 anos, fizeram da Ins- desenvolvimento”, disse o Reitor que tituição uma referência em educação também foi homenageado pelos seus superior não só no Estado, mas em 70 anos, completados no dia 7 . Celebração contou com a participação de colaboradores e docentes
  • 9. JORNAL UCDB esportes 09 CAMPO GRANDE-MS, OUTUBRO/2012 DOMÍNIOUCDB conquista Silvia Tadao 8º título dosJogos AbertosInstituição somou 104 pontos na classificação JAKSON PEREIRA Encerrando seu segundo manda-P to como prefeito da Capital, Nelson elo oitavo ano consecutivo, a Trad lançou um desafio. “Nesses oito Universidade Católica Dom anos que entreguei a premiação como Bosco conquistou o título de prefeito da cidade, apenas a UCDB foicampeã geral dos Jogos Abertos de campeã, então existe um desafio paraCampo Grande, que está na 34ª edição. as outras equipes: acabar com esta he-No total a UCDB somou 104 pontos, gemonia que já dura oito anos”, dissecom título em seis modalidades. o prefeito, que logo depois falou sobre A premiação de entrega do troféu os méritos e investimentos que fazemcontou com a presença do prefeito o esporte da Universidade destaqueNelson Trad Filho, que, após entregar na competição. “É um trabalho forte,o prêmio ao coordenador do setor de bem feito, que valoriza os acadêmicosEsporte e Lazer da UCDB, Luis Maga- e a cidade”.lhães, comentou sobre a conquista da Para ficar com o título, a UCDB Prefeito Nelson Trad Filho entrega troféu para o professor Luís MagalhãesCatólica. venceu no judô (masculino e femini- “A UCDB está de parabéns por no), basquete (masculino), futsal (fe- "A UCDB, em razão do próprio nais, e isso é excelente para a cidade,mais esta conquista, o que demonstra minino), handebol (masculino) e vôlei projeto, tem se destacado na formação um exemplo a ser seguido por outrasseu trabalho voltado não apenas para a (feminino). A natação ainda ficou com de equipes e na descoberta de talentos instituições e empresas", destacou oeducação, mas para o desenvolvimen- segundo lugar no masculino e femini- desportivos. Dessa forma, tem sido a diretor-presidente da Fundação Muni-to cultural, do esporte e do lazer”, des- no, e o futsal e vôlei, ambos masculi- principal equipe a representar Cam- cipal de Esporte (Funesp), Silvio Lobotacou o prefeito. nos, terminaram em terceiro. po Grande em competições nacio- Filho. Divulgação Divulgação FunespEquipe de vôlei feminino garantiu o título e ajudou a UCDB a ser campeã geral Handebol masculino também foi um dos destaques e terminou com o ouro
  • 10. pastoral JORNAL UCDB10 CAMPO GRANDE-MS, OUTUBRO/2012 A ideia de cooperador na mente de Dom Bosco: Níveis de pertença e compromisso de uma intuição genial “ Eu sempre precisei de todos” Dom Bosco não tem receio de pedir. uma bandeja de prata nas mãos fez um a recristianização da sociedade; a ideia de Para poder ir ao seminário faz a primeira giro pela igreja pedindo. Durante a opera- beneficência às obras salesianas; a ideia de coleta da sua vida, a primeira de uma longa ção aconteceu um incidente digno de re- "voluntariado" leigo católico, pastoral (fa- série. levo. Um operário, no ato de Dom Bosco zer catequese, cooperar com os párocos) «Restava provê-lo de hábitos clericais apresentar-lhe o prato, virou o rosto para ou social (educar, assistir, formar, prote- que a pobre Margarida não teria o outro lado, levantando grosseiramente ger). Ações e conferência de Dom Bosco podido comprar-lhe. O padre os ombros. Dom Bosco, adiantando-se, integram a identidade, as formas e os sig- Cinzano falou sobre disse-lhe com toda a amabilidade: "Deus nificados da ação da cooperação. Os des- isso com alguns paro- o abençoe". O operário, então, pôs a mão tinatários são cooperadores e benfeitores, quianos, e estes acei- no bolso e colocou uma pequena moeda mas também pessoas empenhadas em di- taram rapidamente concorrer para na bandeja. Dom Bosco, fixando-o, disse- versas iniciativas de apostolado (autôno- a boa obra. O senhor Sartoris deu- lhe: "Deus o recompense". O outro, refei- mas ou inseridas em ambientes eclesiais). lhe a batina, o cavalheiro Pescar- to do gesto, oferece duas moedas. E Dom A caridade material ocupa grandes espa- mona ofereceu o chapéu, o próprio Bosco: "Ó, meu caro, Deus o recompense ços nas ações e nas palavras, com apelos padre Cinzano deu-lhe a capa, outros sempre mais". O homem, tendo ouvido sempre mais insistentes e exigentes. lhe compraram a gola e o barrete, outros, isso, tira fora o porta moedas e oferece um Na solene conferência de 1º de junho as meias, e uma boa senhora recolheu o franco. Dom Bosco dirige-lhe um olhar de 1885, Dom Bosco afirma: «Ser Coo- dinheiro necessário para dotá-lo, ao cheio de comoção e vai adiante; mas o perador salesiano quer dizer concorrer que parece, de um par de sapatos. homem, como que atraído por uma força junto com os outros para apoiar uma Essa é a maneira com que mágica, segue-o pela igreja, vai até a sacris- obra que tem por finalidade ajudar a S. a divina Providência usará tia, sai atrás dele pela cidade e não deixa de Igreja em suas mais urgentes necessida- em seguida com o nosso estar perto dele, enquanto não o vê desa- des; quer dizer concorrer para promover João, servindo-se da parecer» (Memórias Biográficas XV, 63). uma obra muito recomendada pelo San- ajuda de muitos para Quanto aos cooperadores de Dom to Padre, porque educa os jovenzinhos à sustentar o seu Bosco, termo usado para designar os seus virtude, ao caminho do Santuário, porque servo fiel e to- ajudantes não religiosos, Dom Bosco hesi- tem por finalidade principal instruir a ju- das as obras tou muito antes de resolver assumir a de- ventude que hoje em dia tornou-se alvo em que ele nominação de "cooperadores salesianos", dos maus, porque promove em meio ao porá as surgida apenas ao final de uma longa ca- mundo, nos colégios, nos internatos, nos mãos. E deia de acontecimentos. A introdução do oratórios festivos, nas famílias, promove, nós ou- texto do regulamento, publicado em Al- digo, o amor à religião, o bom costume, as vimos benga, em 1876, abria-se com as palavras: orações, a frequência aos Sacramentos, e Dom « Ao leitor. Assim que a Obra dos Ora- assim por diante». Bos- tórios começou em 1841, alguns piedosos c o e zelosos padres e leigos vieram em ajuda No século XXI r e - para cultivar a messe que, desde então, Aprovado pela Santa Sé em 9 de maio petir, se apresentava copiosa entre os jovenzi- de 1986 e promulgado pelo Reitor-Mor P. mais nhos em perigo. Esses Colaboradores ou Egídio Viganò, no sucessivo 24 de maio, de uma Cooperadores foram sempre o apoio das o Novo regulamento delineia a imagem vez: – Eu Obras Pias que a Divina Providência nos renovada do cooperador salesiano no al- sempre punha entre as mãos». Não só Cooperado- vorecer do século XXI, em referência à precisei de res com promessa, mas uma vasta rede de sua identidade, ao seu espírito, à sua mis- todos!» (Me- cooperação, apoio, simpatias, beneficên- são e à organização da associação. «O Co- mórias Biográfi- cia..., cuidadíssima. operador é um católico que vive a sua fé cas I, 367). Deve-se recuperar essa intuição genial inspirando-se, dentro da própria realida- Dom Bosco de Dom Bosco, potenciada pelo padre Rua de secular, no projeto apostólico de Dom jamais se enver- e sucessores, que tornou possível a difusão Bosco: empenha-se na mesma missão gonhou de pe- mundial da Obra salesiana. Ultimamente, juvenil e popular, de maneira associada e dir esmola. Em procurou-se dar mais consistência ao Coo- fraterna; sente viva a comunhão com os Toulon, 1881, perador, valorizando uma componente da outros membros da Família Salesiana; tra- depois de uma visão de Dom Bosco (a do salesiano "ex- balha para o bem da Igreja e da sociedade; conferência, terno"). Há em Dom Bosco a ideia que lhe de maneira adequada à própria condição e «com a capa e vinha da reorganização dos católicos para às suas possibilidades concretas".
  • 11. JORNAL UCDB agenda 11 CAMPO GRANDE-MS, OUTUBRO/2012 Simpósio Nacional de História, maior e Anatomia humana, Botânica, Citologia, é uma sociedade científica sem fins CONECTE-SE mais importante evento da área na Amé- Doenças, Ecologia, Genética, Microbiolo- lucrativos que reúne pesquisadores, www.anpuh.org rica Latina. Semestralmente, a associação gia, pesquisadores, saúde, Zoologia e muito professores, estudantes e profissio- Acadêmicos, professores publica a Revista Brasileira de História e mais O portal conta ainda com resumos nais que atuam em pesquisa científica, e apreciadores da História podem a revista eletrônica História Hoje. Confira de Biologia e um mundo de conhecimen- educação e desenvolvimento tecnoló- conhecer um pouco mais da Associação outras novidades no site. tos científicos à disposição dos amantes da gico na área genérica de Computação. Nacional dos Professores Universitá- área. A SBC faz parte da Sociedade Bra- rios de História, a Anpuh. Entre as ati- www.todabiologia.com sileira para o Progresso da Ciência vidades desenvolvidas pela associação, Informações sobre os diversos temas da www.sbc.org.br (SBPC) e da International Federation a ANPUH realiza, a cada dois anos, o ciência da vida. Textos e imagens sobre A Sociedade Brasileira de Computação for Information Processing (IFIP). IX MOSTRA DE Trabalhos de Conclusão de EVENTOS A Universidade Católica Dom Bosco SESSÃO EDUCAÇÃO FÍSICA Curso de Educação Física III COPA A III Copa Interestadual sediará uma audiência do Tribunal TRIBUNAL serão apresentados durante a INTERESTADUAL UCDB/UMI acontece nos dias do Júri, no dia 24, a partir das 7h30, DO JÚRI IX Mostra de Educação Física, UCDB/UMI 19 e 20 de outubro, no campus no anfiteatro do bloco C. A iniciativa na Universidade Católica Dom da Universidade Católica Dom possibilitará que acadêmicos e estagi- Bosco. O evento será no dia 29 Bosco, promovendo o intercâm- ários do curso de Direito conheçam de outubro, das 7h30 às 22h30, bio de atletas, a prática saudável técnicas e procedimentos de uma no anfiteatro da Biblioteca Pe. do esporte e a integração dos sessão real. Mais informações pelo Félix Zavattaro. Mais Informa- participantes. O evento também telefone 3312-3706 ou pelo e-mail ções: 3312-3464 ou pelo e-mail tem como objetivo contribuir renatoferreira@ucdb.br. ef@ucdb.br. para fortalecer a nova imagem do idoso na sociedade. As ativida- 4º SEMINÁRIO DE A Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul – campus Glória de Doura- des acontecem no anfiteatro do AGROECOLOGIA dos, sedia o 4º Seminário de Agroecologia e 3º Encontro de Produtores Agro- bloco B e nas quadras poliespor- DE MATO GROSSO ecológicos de MS, de 16 a 18 de outubro, com o tema “O saber tradicional e tivas, das 8h às 19h. Mais Infor- DO SUL E 3º o saber científico: a interação encurtando caminhos para o desenvolvimento mações: 3312-3431 ou leiner@ ENCONTRO DE sustentável”. Segundo os organizadores, será uma oportunidade para conhecer ucdb.br. PRODUTORES resultados de pesquisa e para trocar experiências. As mesas-redondas, palestras AGROECOLÓGICOS e oficinas terão temas como adubação verde, fruticultura, olericultura, produção De 30 de outubro a 1º de no- 7º CONGRESSO de derivados de cana, sistema agroflorestal com café, entre outros. Mais infor- vembro, acontece no Centro de INTERNACIONAL mações: http://www.cpao.embrapa.br/seminarioagroecologia2012/principal. Exposições Imigrantes, em São DE BIOENERGIA php# Paulo, o 7º Congresso Interna- cional de Bionergia. O evento será um fórum de discussões DICAS DE LIVROS sobre energias renováveis do Título: Série-Estudos Brasil. São aguardados mais de Título: Interações - Re- n. 332.000 congressistas participantes. vista Internacional de Desenvolvi- Autores: VVAAParalelo ao congresso, acontecem mento Local, v. 13, n. 2 Autores: VVAA É com prazer que apresento maisoutros eventos, como seminários, um número de nossa Revista Série- No ano em curso, a INTERA- rodada de negócios, mostra e Estudos, primeiro pelo que ela repre- ÇÕES – Revista Internacional de exposição, apresentações de tra- Desenvolvimento Local – parabe- senta de produção científica, e sobre- balhos técnicos orais, premiação. niza a Universidade Católica Dom tudo porque dentro dela retumba, O objetivo é discutir o aprovei- Bosco, pela comemoração dos 50 para os que têm ouvidos para ouvir, anos de Educação Salesiana em que a educação não é só mercado, tamento racional dos resíduos Mato Grosso do Sul, com o propósito dos salesianos em se como insinuam alguns, nem a docência mera repetição de con- da indústria, da agricultura e lixo fazerem presentes com a Universidade em meio à juventude teúdos pasteurizados. Os trabalhos aqui enfeixados divulgam e urbano, bem como estimular no- sul-mato-grossense e brasileira. [...] aprofundam os traços marcantes e essenciais de uma Univer- vas tecnologias como fontes de As temáticas abordadas no presente exemplar contemplam sidade que atua e é atuante no âmbito da pesquisa e da práxis energias alternativas, colocando as especificidades do desenvolvimento local, enquanto pro- educativa. Este número abre com mais um dossiê, já uma marca cesso interativo no contexto dos territórios e territorialida- consolidada de nossa revista, o 3o Seminário sobre Impactos defrente a frente técnicos e especia- des por meio da promoção contínua de gerenciamento e Políticas Públicas nas Redes Escolares (SIPERE), cujo objetivo listas do Brasil e de outros países soluções criativas e sustentáveis na localidade. foi debater os impactos das políticas de avaliação, tendo como com interesse nesta tecnologia. [...] foco o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). [...] Mais informações: Site: http:// Maria Augusta Castilho Jefferson Carriello do Carmo www.bioenergia.net.br/congres- Editor da Revista Série-Estudos Editora da Revista Interações so/br/index.php
  • 12. 12 santidade salesiana CAMPO GRANDE-MS, OUTUBRO/2012 JORNAL UCDB 1883, numa numerosa famí- da Cruz Vermelha no hospital tribo Shuar ao operar com um dos jovens esposos. Desenvol- lia de criadores de gado em militar. Depois de uma violenta canivete a filha de um cacique, veu sua atividade, sobretudo no montanhas. Cresceu alegre tempestade, Maria prometeu a ferida por uma bala. campo da formação e da saúde, e laboriosa no campo e no Nossa Senhora que, se lhe sal- As irmãs se estabeleceram no Hospital Pio XII de Sucúa e cuidado dos irmãozinhos, vasse a vida, partiria para as mis- definitivamente em Mácas, vila em numerosos dispensários. Era num clima cálido de afeto sões. Nossa Senhora a ouviu e Ir. de colonos cercada de habita- a mãe das missões do Vicariato de seus exemplares pais. Maria pediu à Madre Geral para ções coletivas dos Shuar, numa apostólico de Méndez: Mácas, Em Corteno chegava o ir trabalhar entre os leprosos. pequena casa na colina. Como Méndez, Sevilla Don Bosco e Boletim Salesiano, e Maria, Todavia, sete anos mais tarde, Dom Bosco foi Pai e Mestre, Sucúa. Suas andanças pela flo- rica de valores cristãos, pen- Madre Caterina Daghero a en- Ir. Maria tornou-se mãe, e por resta eram incansáveis. sava na vocação religiosa. viou para o Equador. quarenta e quatro anos seria No dia 25 de agosto de 1969, Inicialmente o pai não esta- Em 1925, desembarcou na chamada por todos Madrecita. Ir. Maria foi de avião para Sucúa va de acordo, mas apenas a baía de Guayaquil e chegou a Deu início a um difícil trabalho a fim de fazer o retiro espiritu- filha chegou à maioridade, Chunchi, onde foi enfermeira e de evangelização em meio a ris- al: o avião caiu pouco depois de 21 anos, ele deu seu consen- farmacêutica por pouco tempo. cos de todo tipo. Foi enfermei- decolar. A rádio da Federação timento. Maria pediu para Acompanhadas pelo bispo mis- ra, cirurgiã, ortopedista, dentista Shuar deu a triste notícia: “Nos- ser admitida no Instituto sionário D. Domingos Comin e anestesista, mas, de modo espe- sa Madre, Ir. Maria Troncatti, MARIA TRONCATTI das Filhas de Maria Auxi- liadora e emitiu a primeira por uma pequena expedição, Ir. Maria e outras duas Irmãs se en- cial, catequista, rica de maravi- lhosos recursos de fé, paciência está morta”. Seu corpo repousa em Mácas. 1883 - 1969 profissão em 1908, em Ni- brenharam pela floresta amazô- e bondade salesiana.M zza Monferrato. nica. Seu campo de missão era a Sua obra de promoção da Início do processo diocesa- aria Troncatti nasceu Durante a Primeira Guerra terra dos índios Shuar, na parte mulher Shuar floresceu em cen- no em 7 de setembro de 1986. em Corteno Golgi na Mundial, acompanhou em Vara- sul oriental do Equador. Logo tenas de novas famílias cristãs, Concluído em 25 de outubro de província de Brescia, zze cursos de assistência sanitá- que chegou em Méndez, Ir. Ma- formadas, pela primeira vez, res- 1987.Itália, no dia 16 de fevereiro de ria e trabalhou como enfermeira ria conquistou a estima de uma peitando a livre escolha pessoal Nesta edição, iniciamos a publicação dos históricos das santidades salesia- ATÍLIO GIORDANI nas. Os primeiros são os chamados “Servos de Deus”, tratamento dado àqueles que tiveram iniciado o processo de canonização pela Santa Sé. 1913 - 1972 descobriu Dom Bosco Atílio organizava pas- Após a guerra, casou-se No Brasil, continuou a e o oratório salesiano seios com os jovens do ora- com Noemi Davanzo, que ser catequista e animador. No de Milão, pelo qual se- tório, compunha cantos, acompanharia e apoiaria por dia 18 de dezembro de 1972, ria sempre um grande encenações, criava rifas de toda a vida. Para suscitar no- em Campo Grande, durante apaixonado. Ali rece- beneficência, caças ao tesou- vas esperanças nos jovens uma reunião, estava falando beu sua primeira for- ro, competições paroquiais e destroçados pela guerra, deu com entusiasmo e ardor do mação e, jovem para os olimpíadas para rapazes, sem início à Cruzada da Bondade, dever de dar a vida pelos ou- jovens, se empenhava nunca esquecer o centro da que se difundiria em toda a tros, quando improvisamen- com perseverança na alegria cristã: o amor a Deus Itália. te desmaiou. Teve apenas animação alegre dos e ao próximo. Amava a Deus Em casa era um marido tempo para dizer ao filho: grupos: por várias de- com todo o seu coração e en- sempre presente, rico de fé “Pier Giorgio, agora continue zenas de anos foi um contrava na vida sacramental, intensa e serenidade, vivendo você...”, e morreu, vitimado catequista dedicado e na oração e na direção espi- em consciente austeridade e por um infarto.A um admirador salesia- ritual os recursos para a vida pobreza evangélicas em favor Seu corpo, levado para a tílio Giordani nasceu no genial, simples e sereno. da graça. dos mais necessitados. Todos Itália, agora repousa na Basíli- em Milão, Itália, no Como bom cooperador Começou o servidor mi- os dias permanecia fiel à sua ca de Santo Agostinho de Mi- dia 3 de fevereiro de salesiano, conhecia e usava litar em 1934 e o terminou, meditação, à Eucaristia e ao lão. Na homilia de exéquias, o1913. Seu pai trabalhava nas todos os instrumentos edu- em fases alternadas, em 1945. terço. pároco disse: “A cada um deferrovias, e sua mãe, Amália, cativos do Sistema Preventi- Demonstrava senso apostó- Seus três filhos viajaram nós Atílio repete a frase que,foi obrigada a ficar de cama vo para animar seus meninos: lico entre os colegas de ar- para o Brasil para um tempo ao morrer, disse ao teu filho:depois do nascimento de um cuidava da liturgia e da for- mas. Encontrou emprego na de voluntariado missionário. “Agora, continue você!”.dos filhos. Atílio era um ra- mação; estava sempre presen- indústria da Pirelli em Milão, De acordo com a esposa, No-paz luminoso e dinâmico. te no meio dos jovens e nos onde também procurava di- emi, marido e mulher decidi- Início do processo dioce-Depois da escola elementar, jogos do pátio; educava para fundir a alegria e o bom hu- ram também viajar, a fim de sano em 21 de novembro defrequentou os três anos da es- o aproveitamento do tempo mor, com grande senso do partilhar totalmente a vocação 1994. Concluído em 19 de ja-cola técnica. Ainda pequeno, livre e animava teatro. dever. dos filhos ao voluntariado. neiro de 1996

×