Organização da Informação e do Conhecimento nas empresas: desenvolvimento e uso das taxonomias . Camila Ribeiro
Introdução <ul><li>Crescimento informacional. </li></ul><ul><ul><ul><li>Brasil 8º no Ranking mundial de público “ on line ...
 
Do grego: verbo  tassein  = “arranjo, ordem&quot; e  nomos  = “lei, ciência, administrar” “ Teoria das Classificações” Int...
Carlan (2010).
“ Teoria das Classificações” Campo da Ciência que classifica a vida Linguagem controlada Lista organizada de palavras e fr...
<ul><li>Facilitar o acesso à informação </li></ul><ul><ul><li>Representar conceitos através de termos; </li></ul></ul><ul>...
<ul><li>No mundo dos negócios </li></ul><ul><ul><li>Taxonomias são regras de alto nível para organizar e classificar infor...
<ul><li>No mundo dos negócios </li></ul><ul><ul><li>As boas taxonomias devem facilitar a busca por documentos, permitindo ...
<ul><li>Aspectos da Taxonomia </li></ul><ul><ul><li>Comunicabilidade : os termos utilizados devem transparecer os conceito...
Figura 2: Metodologia de Desenvolvimento de Taxonomia: Visão Geral Fonte: VOGEL (20--)
<ul><li>A maior parte das informações em uma empresa estão sob a forma de textos, seu tratamento é um assunto essencial, e...
 
<ul><li>CARLAN, E.  Sistemas de Organização do Conhecimento:  uma reflexao no contexto da ciência da informação. 2010. 195...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Organização da Informação e do Conhecimento nas empresas: desenvolvimento e uso da taonomia

1,328 views

Published on

Trabalho final da disciplina de Gestão do Conhecimento.

Published in: Technology, Business
0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,328
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
56
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • SOC - Sistema de Organizacao do Conhecimento.
  • Organização da Informação e do Conhecimento nas empresas: desenvolvimento e uso da taonomia

    1. 1. Organização da Informação e do Conhecimento nas empresas: desenvolvimento e uso das taxonomias . Camila Ribeiro
    2. 2. Introdução <ul><li>Crescimento informacional. </li></ul><ul><ul><ul><li>Brasil 8º no Ranking mundial de público “ on line ” (COMSCORE, 2011; NIELSEN COMPANY, 2010). </li></ul></ul></ul><ul><li>Principais desafios para as pessoas e para as organizações </li></ul><ul><ul><li>Saber detectar e gerenciar a informação eficaz, em busca de melhor posicionamento no espaço competitivos no qual atua (LIRA et al , 2008). </li></ul></ul>
    3. 4. Do grego: verbo tassein = “arranjo, ordem&quot; e nomos = “lei, ciência, administrar” “ Teoria das Classificações” Introduzida em 1813 por Candolle.
    4. 5. Carlan (2010).
    5. 6. “ Teoria das Classificações” Campo da Ciência que classifica a vida Linguagem controlada Lista organizada de palavras e frases, ou sistemas de notação que se usam para iniciar um processo de indexação e recuperação de informação. Se organiza em níveis controlados Esquema de navegação ordenado hierarquicamente Estruturas conceituais adequadas para seu uso na Web semântica O que organiza de forma temática variada, criando níveis taxonômicos apropriados para o processamento informático O que cria ordem no caos de unidades conceituais, advindas de documentos extremamente variados Tipo de vocabulário controlado
    6. 7. <ul><li>Facilitar o acesso à informação </li></ul><ul><ul><li>Representar conceitos através de termos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Agilizar a comunicação entre especialistas e entre especialistas e outros públicos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Encontrar o consenso; </li></ul></ul><ul><ul><li>Propor formas de controle da diversidade de significação; e </li></ul></ul><ul><ul><li>Oferecer um mapa de área que servirá como guia em processos de conhecimento. </li></ul></ul>
    7. 8. <ul><li>No mundo dos negócios </li></ul><ul><ul><li>Taxonomias são regras de alto nível para organizar e classificar informação e conhecimento. </li></ul></ul><ul><ul><li>Organizações que não conseguem fazer isto acabam não compreendendo as atividades agregadoras de valor dentro delas mesmas; atividades estas que crescentemente estão baseadas na produção e uso de informação e conhecimento (TERRA et al , 20--) . </li></ul></ul>
    8. 9. <ul><li>No mundo dos negócios </li></ul><ul><ul><li>As boas taxonomias devem facilitar a busca por documentos, permitindo que as pesquisas possam ser conduzidas por diferentes critérios (ex: autor, data, formato de arquivo, domínio de conhecimento, etc.). </li></ul></ul><ul><ul><li>A taxonomia deve ajudar a criar caminhos (categorias) múltiplos para encontrar a mesma informação, de acordo com o ponto de vista adotado (TERRA et al , 20--). </li></ul></ul>
    9. 10. <ul><li>Aspectos da Taxonomia </li></ul><ul><ul><li>Comunicabilidade : os termos utilizados devem transparecer os conceitos carregados, de acordo com a linguagem utilizada pelos usuários do sistema. </li></ul></ul><ul><ul><li>Utilidade : deve apresentar somente os termos necessários. </li></ul></ul><ul><ul><li>Estimulação : apresentar termos que induzem o usuário a continuar a navegação pelo sistema. </li></ul></ul><ul><ul><li>Compatibilidade : deve conter somente estruturas do campo que se está ordenando e que façam parte das atividades ou funções da organização. </li></ul></ul>
    10. 11. Figura 2: Metodologia de Desenvolvimento de Taxonomia: Visão Geral Fonte: VOGEL (20--)
    11. 12. <ul><li>A maior parte das informações em uma empresa estão sob a forma de textos, seu tratamento é um assunto essencial, e seu uso correto no dia-a-dia deverá favorecer o desempenho de outras atividades corporativas. </li></ul><ul><li>A taxonomia do conhecimento nas organizações favorece a criação de novos conhecimentos por seus colaboradores. </li></ul>
    12. 14. <ul><li>CARLAN, E. Sistemas de Organização do Conhecimento: uma reflexao no contexto da ciência da informação. 2010. 195 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Programa de Pos-Graduacao em Ciencia da Informação, UNB, Brasília, 2010. </li></ul><ul><li>COMSCORE. The Brazilian online audience . Fevereiro, 2011. Disponível em: < http://www.comscore.com/por/Press_Events/Presentations_Whitepapers/2011/State_of_the_Internet_in_Brazil >. Acesso em: 15 fev. 2011. </li></ul><ul><li>CURRÁS, E. Ontologías, taxonomía y tesauros : manual de construcción y uso. Gijón: Ediciones TREA, 2005. </li></ul><ul><li>LIRA, W.S.; et al. A busca e o uso da informação nas organizações. Perspectivas... , v. 13, n. 1, p.166-183, jan./ abr. 2008. </li></ul><ul><li>NIELSEN COMPANY. Social networks/blogs now account for one in every four and a half minutes online. Nielsenwire . Junho, 2010. Disponível em: < http://blog.nielsen.com/nielsenwire/global/social-media-accounts-for-22-percent-of-time-online/ >. Acesso em: 10 fev. 2011. </li></ul><ul><li>SOUZA, G.M. Taxonomia: do planejamento à implantação. Belo Horizonte: Experiência Semântica, 2011. </li></ul><ul><li>TERRA, J.C.C.; et al . Taxonomia: elemento fundamental para a gestão do conhecimento. São Paulo: TerraFórum Consultora, [20--]. Disponível em: < http://biblioteca.terraforum.com.br/Paginas/Taxonomia-elementofundamentalparaaGC.aspx >. Acesso em: 30 maio 2011. </li></ul><ul><li>VOGEL, M.J.M. Taxonomia: produto ou processo? São Paulo: Terrafórum consultores, [20--]. Disponível em: < http://www.terraforum.com.br/biblioteca/Documents/libdoc00000192v001taxonomia_%20produto_ou_processo.pdf >. Acesso em: 30 maio 2011. </li></ul>

    ×