Nossa Escola tem História

4,924 views

Published on

Histórias contadas pelos alunos no Projeto "Nossa Escola tem História.

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
4,924
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
14
Actions
Shares
0
Downloads
18
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Nossa Escola tem História

  1. 1. Histórias das 6ª séries
  2. 2. Rosa a Ursa N A y A R A Olá meu nome é Nayara, eu tenho 13 anos. Tenho uma Ursa chamada Rosa, ela tem 13 anos igual a mim, eu ganhei ela quando estava com 6 meses, e até hoje a tenho conservada linda e maravilhosa como sempre foi. Eu tive muitos brinquedos que hoje não tenho mais, pois cresci e não brinco mais disso, por isso doei tudo pra um orfanato. Gosto muito de pelúcias, e isso eu tenho muito, mas das Ursas e dos Ursos que eu tenho ela é a mais especial, ela faz parte da minha vida. Eu tenho uma história construída com ela, pra muitos, ela é só uma simples Ursa, mas pra mim ela é “a minha Ursa”. Já me acostumei com ela no meu quarto, pra mim o mais importante na hora de dormir é ela. Eu prefiro não ter o travesseiro, mas eu tenho que ter ela, se não a noite não vai ser a mesma, pois já me acostumei. Quero passar essa Ursa de geração a geração, começando por mim, pois é ela que me consolava quando eu estava triste, quando tive decepções ou uma discussão, e não com palavras mas com seu colo. Ela é muito especial, e nem com todo dinheiro do mundo eu a venderia, porque não ha dinheiro que pague uma felicidade e um amor.
  3. 3. Quando tinha dois meses, meu avô veio para São Paulo me ver, tirei uma foto para ele levar para Bahia, mas quando ele foi embora, esqueceu aqui. Quando tinha três anos, fui para a Bahia pela primeira vez com um colega do meu pai que eu nem conheço para ver minha avó. Meu tio que já morreu tinha uma moto, eu morria de medo, eu me lembro que um dia meu pai saiu com ele e eu levei um susto com barulho da moto e fui correndo para minha avó, só perdi o medo de moto quando tinha quatro ou cinco anos de idade, minha avó fazia umas comidas deliciosas, e faz até hoje, tanto que hoje ela é copeira de uma escola. No dia de vir embora tirei algumas fotos. G U S T A V O
  4. 4. Ola eu me chamo Maria Edilene, tenho 11 anos, eu nasci no dia 04/03/1997, já estudei aqui em São Paulo na Escola Mario de Andrade a 3ª série e a 4ª série, e agora aqui no MINISTRO CALÓGERAS a 5ª série e a 6ª série. Eu estou adorando estudar no MINISTRO CALÒGERAS conheci novos amigos e novos professores. Minha comida preferida é macarronada e minha melhor amiga é a Luana da 6ª A. Quando eu estou brava eu sou chata, agora quando eu não estou brava sou bem legal. Eu gosto de assistir novelas, filmes, DVD, e as vezes desenhos. Meus pais são bem legais, gosto muito deles. Eu me considero uma boa aluna, não sei se os professores também acham, espero que sim. Há duas coisas que eu mais gosto de fazer é ler e brincar com as minhas amigas . Minha vida Maria Edilane
  5. 5. Esta foto foi muito importante para mim porque eu acho que a infância de todas as pessoas deve ser muito marcante. No dia da foto estava muito feliz, pois eu sabia que se esta foto marcou a minha vida eu contaria a história dela com muita felicidade. M A R I A E D I L E N E Meu objeto é uma foto que lembra a minha infância. A foto foi tirada em Alagoas, não me lembro mais, acho que eu tinha uns 6 anos. Ela foi tirada em um sitio, eu estava com minha mãe e meus irmãos. Minha mãe na fotografia estava com meu irmão Willian, e eu estava do lado do meu irmão Dlvan, atrás da gente tinha uma pedra enorme e quase do lado da minha mãe tinha uma coisa eu não sabia o que era, pensei que era um pneu, então para tirar minha duvida perguntei para minha professora de português a Julia, e ela falou que aquilo era um cocho.
  6. 6. O Travesseiro Oi pessoal eu vou contar a historia do meu travesseiro! Quando eu tinha cinco anos o meu pai me deu um travesseiro daqueles de pena e na época eu tomava mamadeira, usava chupeta etc. Mas só que o tempo foi passando e eu fui crescendo e o travesseiro foi ficando velho a minha mãe chamava ele de “ babinha” , ai vocês se perguntam babinha? Porque eu babava por causa da chupeta. Nós nos mudamos, eu pensava em cuidar do meu travesseiro mais do que das minhas coisas e até hoje eu tenho ele. Estou agora com quatorze anos e já ganhei nesse tempo travesseiros novos, mas eu não dou o meu babinha por nada e eu vou guardar ele sempre comigo. Letícia
  7. 7. Minha infância, não me lembro direito mas eu acho que foi no dia do namorados no ano de 2002 em julho: uma tragédia. Pegou fogo onde eu moro. Queimou tudo: minha boneca Tifanny, minha roupas de neném , meu vestido de batismo e minha coleção de brinquedos e também os de meu irmão . Eu tinha várias bonecas e roupas, mas apenas me sobraram os documentos. Eu tinha apenas 8 anos, estava na segunda série. A professora me deu os materiais de novo. Hoje eu estou feliz com a minha família. Minha Infância J U L I A N A
  8. 8. Biografia O meu nome é Mauricio e eu estudo na 6ª série. Eu ajudo o meu padrasto e minha mãe no que eles precisam . Eu brinco de um monte de coisas, faço um monte de desenhos e lição no dia a dia. E eu quando era neném pedia para a minha mãe CARNE). Só que eu não falava carne eu falava “cati” e quando eu tinha oito anos eu comia cenoura pura sem nada. Quando ganhei a minha primeira bicicleta eu me machuquei. Varias vezes eu fui pro hospital com o meu pai e a mulher do hospital já conhecia só de olhar. Eu tenho uma cicatriz no queixo e uma nas costas. Um dia eu fui fritar HAMBÚRGUER e o óleo quente pingou no meu rosto e manchou . Eu tenho as manchas até hoje. M a U R i C Í o
  9. 9. Meu nome é Matheus da Silva Cavalcante Quando eu nasci minha mãe teve uma doença, meu pai ficou sem trabalhar um mês para ajudar minha mãe se recuperar. Quando ela ficou melhor meu pai voltou trabalhar normal. Quando fui evoluindo eu comecei estudar, quando eu chegava da escola eu tomava banho e ia brincar na rua com meus amigos. Quando chegava à noite tomava outro banho e ia dormir . No outro dia de manhã eu ia na padaria comprar pão para eu e minha mãe tomar café. Sábado e domingo eu ia jogar bola com meu pai. Quando eu fiquei mais velho minha mãe começou deixar eu sair com meus amigos. Minha história M A T H E U S
  10. 10. Meu nome é Allax, tenho 11 anos, vou fazer 12 anos dia 24 de junho e estou na 6ª B. Quando tinha um ano, teve meu batizado. Só que não tenho nenhuma foto. Quando tinha três anos ganhei um ursinho de pelúcia que quando balançava ele fazia um barulho que eu gostava muito, quando eu ia dormir, minha mãe ficava balançando ele para eu dormir e depois ela colocava ele no meu ladinho. Fiz creche, quando era para ir, eu chorava. Minha história A L L A X
  11. 11. Quando eu nasci a primeira coisa que eu ganhei foi um ursinho do Puuf e um vertido vermelho. Eu comecei a falar com 1ano e 7 meses . Eu nasci 12 de julho de 1996. No meu primeiro aniversário a minha festa foi da Cinderela , eu adorei e até hoje não esqueci . Foi muito legal, ganhei muitos presentes. Quando completei 7 anos entrei na escola e nunca repeti. Hoje tenho 11 anos e estou na 6ª serie e tenho muitos amigos. Meu sonho é ser modelo, penso em me inscrever numa escola para fazer o buque. Meu nome é Yslene e sou muito feliz. Y S L E N E Minha infância
  12. 12. Quando eu era pequena eu lembro que eu adorava cantar. Um dia quando eu estava indo pra casa da minha a vó, no ônibus, eu não parava de cantar. Eu adorava cantar a musica da barata. Eu até hoje adoro cantar, mas não a musica da barata.(né)  Minha história V I T Ó R I A
  13. 13. Projeto “Nossa Escola tem História” Formatação: Wilton Fagundes – 8ª série B EMEF Ministro Calógeras 2008

×