Angiospermas
CARACTERÍSTICAS <ul><li>Órgãos reprodutores bem visíveis </li></ul><ul><li>Produzem semente e frutos </li></ul><ul><li>Imp...
COTILÉDONES <ul><li>Principal função: transferir as reservas da semente para o embrião </li></ul><ul><li>Classificação: </...
Diferenças básicas
Caules <ul><li>Monocotiledôneas, de um modo geral, não são ramificados, pertencendo aos tipos:  </li></ul><ul><li>estipe, ...
 
Raízes <ul><li>Função: fixação e absorção </li></ul><ul><li>Partes de uma raiz </li></ul><ul><li>Coifa: capuz que protege ...
 
Tipos de raízes <ul><li>Raízes respiratórias: pneumatóforos, são raízes adaptadas a viver em regiões alagadiças </li></ul>...
 
Tipos de raízes <ul><li>Raízes escoras ou suporte: partem do caule e se fixam no solo, aumentando a capacidade de sustenta...
 
Tipos de raízes <ul><li>Raízes tabulares: são achatadas que lembram ajudam na sustentação. Possuem poros que permitem a en...
 
 
Caule e suas funções <ul><li>No interior do caule há um sistema de vasos condutores encarregado do transporte de substânci...
Caule e suas funções <ul><li>A seiva elaborada (glicose), circula em vasos liberianos. </li></ul><ul><li>O conjunto dos va...
Partes do caule <ul><li>Gema apical ou terminal: na extremidade do caule ou dos ramos, formada por células que se reproduz...
 
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Angiosperma

12,458
-1

Published on

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
12,458
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
196
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Angiosperma

  1. 1. Angiospermas
  2. 2. CARACTERÍSTICAS <ul><li>Órgãos reprodutores bem visíveis </li></ul><ul><li>Produzem semente e frutos </li></ul><ul><li>Importância na alimentação: raízes, caules, folhas, flores e frutos servem de alimento </li></ul><ul><li>Matéria prima para diferentes áreas </li></ul>
  3. 3. COTILÉDONES <ul><li>Principal função: transferir as reservas da semente para o embrião </li></ul><ul><li>Classificação: </li></ul><ul><li>Monocotiledôneas (milho e arroz) – possui apenas um cotilédone </li></ul><ul><li>Dicotiledôneas (mamona e feijão) – possuem dois cotilédones </li></ul>
  4. 4. Diferenças básicas
  5. 5. Caules <ul><li>Monocotiledôneas, de um modo geral, não são ramificados, pertencendo aos tipos: </li></ul><ul><li>estipe, como o do coqueiro, </li></ul><ul><li>colmo, como, o da cana-de-açúcar. </li></ul><ul><li>Dicotiledôneas, os caules são, geralmente, ramificados, podendo ser do tipo tronco </li></ul>
  6. 7. Raízes <ul><li>Função: fixação e absorção </li></ul><ul><li>Partes de uma raiz </li></ul><ul><li>Coifa: capuz que protege as células do atrito </li></ul><ul><li>Zona Lisa: região intenso crescimento </li></ul><ul><li>Pelífera ou Absorção: pêlos absorventes – água e minerais </li></ul><ul><li>Suberosa: raízes secundárias - fixação </li></ul>
  7. 9. Tipos de raízes <ul><li>Raízes respiratórias: pneumatóforos, são raízes adaptadas a viver em regiões alagadiças </li></ul><ul><li>Em solo lamacento, rico em detritos, porém pobre em oxigênio. </li></ul><ul><li>As raízes crescem verticalmente para fora do nível da água. </li></ul><ul><li>Possuem pequenos furos que permitem a entrada do oxigênio do ar. </li></ul><ul><li>Realizam a fixação e a absorção de oxigênio </li></ul>
  8. 11. Tipos de raízes <ul><li>Raízes escoras ou suporte: partem do caule e se fixam no solo, aumentando a capacidade de sustentação da planta, como o milho, por exemplo. </li></ul><ul><li>Raízes tuberosas: armazenam grande quantidade de substâncias nutritivas. São elas: cenoura, beterraba, mandioca, batata-doce, nabo e outras </li></ul>
  9. 13. Tipos de raízes <ul><li>Raízes tabulares: são achatadas que lembram ajudam na sustentação. Possuem poros que permitem a entrada do oxigênio. </li></ul><ul><li>Raízes sugadoras: encontrado em plantas parasitas, penetram no caule das plantas hospedeiras, sugando-lhes a seiva. </li></ul>
  10. 16. Caule e suas funções <ul><li>No interior do caule há um sistema de vasos condutores encarregado do transporte de substâncias. </li></ul><ul><li>A seiva bruta (água e sais minerais) transportada por vasos lenhosos. </li></ul><ul><li>O conjunto dos vasos lenhosos é chamado de xilema. </li></ul>
  11. 17. Caule e suas funções <ul><li>A seiva elaborada (glicose), circula em vasos liberianos. </li></ul><ul><li>O conjunto dos vasos liberianos recebe o nome de floema. </li></ul><ul><li>Os caules também dão sustentação às folhas e as posicionam nas melhores condições para que recebam a luz do Sol. </li></ul><ul><li>Duas funções principais: condução e sustentação. </li></ul>
  12. 18. Partes do caule <ul><li>Gema apical ou terminal: na extremidade do caule ou dos ramos, formada por células que se reproduzem intensamente. </li></ul><ul><li>Gema lateral ou axial: originam os brotos, folhas ou flores. </li></ul><ul><li>Nó: local de onde partem as folhas ou ramos laterais. </li></ul><ul><li>Entrenó ou gomo: local que fica entre dois nós sucessivos. </li></ul>
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×