Atividades
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Atividades

on

  • 960 views

 

Statistics

Views

Total Views
960
Views on SlideShare
960
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
6
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft Word

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Atividades Atividades Document Transcript

  • ATIVIDADES PARA EFEITO DE AVALIAÇÃO DO MÓDULO I – INTRODUÇÃO A EDUCAÇÃO DIGITALATIVIDADE 1. 1. Refletindo sobre a inserção das TIC na escola Página 49 (Atividade 1.1 - Momento 2 Elaborando seu Texto) O laboratório foi montado, os equipamentos instalados, os alunos motivados e os professores interessados na incorporação de tecnologias diversificadas para o desenvolvimento de suas atividades; porém a operacionalização real do Laboratório de Informática como espaço privilegiado de inserção das tecnologias nas práticas de ensino e de aprendizagem, requer ajustes na organização escolar, como: o Disponibilização de recursos humanos devidamente habilitados para responsabilizar-se pelo pleno funcionamento e organização do espaço do Laboratório de Informática; L Funcionamento diário do laboratório nos turnos matutino e vespertino; F Organização de agenda de atendimento individual aos alunos no acompanhamento de atividades de estudo e de pesquisa; a Elaboração de horário de atendimento para todas as turmas, possibilitando a utilização sistemática do laboratório por todos os alunos; u Planejamento conjunto entre os professores regentes de classe com o professor responsável pelo laboratório para desenvolvimento das atividades . A utilização desses recursos na escola oferece condições favoráveis para aproximar o professor (imigrante digital) do aluno (nativo digital); acessar informações em tempo real; diversificar estratégias de ensino que potencializam diferentes modos de aprender dos alunos (inteligências múltiplas), tornando mais dinâmico, atraente e interativo o processo educativo, despertando assim o interesse e alimentando a motivação do aluno pelo aprendizado.
  • ATIVIDADE 2. Projeto Integrado de Aprendizagem Página 52 (Atividade 1.3 - Projeto Integrado de Aprendizagem - definição do tema)A partir das potencialidades existentes na escola e das necessidades evidenciadas notrabalho de Coordenação Pedagógica, um projeto de aprendizagem integrado às TIC,poderia contribuir para a busca de resultados para problemas como:p Dificuldade de leitura e escrita, para alunos de 5ª e 6ª série)sD Educação Sexual e Prevenção ao uso de drogas, para 7ª série;E Orientação profissional, para 8ª série;O Convivência Escolar numa cultura de paz,Porém, reconhecendo a necessidade do aluno da escola pública concluir com êxito a suaformação básica, de modo a possibilitar-lhe oportunidades de exercício da sua cidadaniaplena, ao prepará-lo para concluir o ensino fundamental ensejamos possibilitar-lhe aapropriação do cenário de oportunidades de formação existente no Distrito Federal, demodo a que possa orientar-se no sentido de corresponder às expectativas demandadasno ensino médio e ainda apropriar-se das variadas possibilidades de formação que sãoofertadas nessa etapa de ensino.Nesse sentido, o tema do projeto se dirige à orientação e ao encaminhamento dos alunosda 8ª série, de modo a possibilitar ao aluno conhecer as alternativas de escolaridadeem nível de Ensino Médio existentes no Distrito Federal, ampliando assim aspossibilidades de êxito no prosseguimento de estudos.
  • ATIVIDADE 3. Blogs: O quê? Para quê? Como? Página 54 (Atividade 1.4 - Participação em Fórum de discussão on line) publicada no blog para divulgação. Página 95 (Atividade 2.4 - Sabendo aonde ir (nosso projeto) mensagem postada no blogExercitamos diretamente a possibilidade de publicarmos textos e imagens na Internet,por meio da criação de blogs. Pelo acesso do gmail foi possível criar a página,selecionar o layout, inserir relógio, postar comentários, e exercitarmos a escrita digital.Ao término da aula, alguns já conseguiram postar mensagens aos colegas para anunciaro novo endereço de comunicação eletrônica.Exercício das possibilidades de Configuração do blog pessoal:http://dona.cecil.blogspot.comATIVIDADE 3.1 - Visitando blogs Página 109 (respondendo as questões propostas na apostila do cursista) Além da sua utilização como diários eletrônicos, os blogs são utilizados como catálogos de produtos e serviços, na área comercial; como álbum de família, possibilitando a interatividade entre parentes distanciados geograficamente; como instrumento de troca de informações e experiências entre pessoas que partilham hobbies ou experiências diversas; como veículo de informações e divulgação de experiências científicas, no meio acadêmico; e, na nossa área específica – educacional, assume diferentes formatos para possibilitar a interatividade entre professores e alunos com o conhecimento.ATIVIDADES 3.3 e 3.4 - Projeto Integrado de Aprendizagem em blog Página 112 e 113 e 115 - para os que ainda não criaram seu blog e não fizeram postagens
  • Projeto “Orientando rumos... sinalizando caminhos” – uma orientação para o encaminhamento de alunos da 8ª série de uma escola pública do Distrito Federal. Postado em HTTP://donacecil.blogspot.com em 16/06/2011.ATIVIDADE 4.1 - Refletindo sobre leitura e escrita digital (Página 131) Inquestionávelmente grandes alterações têm sido introduzidas no processo de aquisição da leitura e da escrita com a introdução da era digital. Se considerarmos que há cinco ou seis décadas a criança aprendia a escrever utilizando a caneta bico-de-pena, o que exigia uma precisão de movimentos incompatível com o desenvolvimento da sua motricidade fina, como também o desafio que, futuramente, representou a precisão requerida pelos serviços de datilografia nas máquinas de escrever, nas quais um único toque impreciso resultava na perda de toda uma lauda já datilografada; os editores de textos com sua multiplicidade de recursos representam hoje, uma considerável economia de tempo, de esforço muscular e de precisão estética. Uma vez dispensado da preocupação com a ocorrência dos erros gráficos, o pensamento flui livremente, viabilizando a livre expressão das idéias e a leitura da “tela” familiariza-se com a perspectiva de visão globalizante dos atuais nativos digitais que captam num golpe de vista todos os ícones ali disponibilizados. Sem desconsiderar a necessidade de estratégias minimizadoras dos riscos de perda da habilidade da escrita manual e do fenômeno da mera cópia, as práticas docentes devem andar alinhadas à potencialização dos recursos necessários ao processamento das informações produzidas em ritmo cada vez mais acelerado, em conhecimentos significativos e necessários para a formação do cidadão crítico e reflexivo.
  • ATIVIDADE 4.2 - Registrando o Projeto Integrado de Aprendizagem (Página 135)PROJETO “Orientando rumos... sinalizando caminhos” – uma orientação para oencaminhamento de alunos da 8ª série de uma escola pública do Distrito Federal.1. IdentificaçãoNome do CECILIA VALENTINA SOUZA E SILVAcursistaNome da Escola: CEF 410 NORTE Local BRASêLIA/DFSérie: 8ª Número de alunos: 96Professores envolvidos: Projetos Interdisciplinares/Laboratório deInformática/Conselheiros de Turma/Orientadora Educacional/Coordenadora Pedagógica2. Problemática a ser estudada / Definição do Tema”Orientando rumos”... sinalizando caminhos” – uma orientação para o encaminhamento de alunos da 8ª série de uma escola pública do Distrito Federal”
  • 3. JustificativaMuito tem sido debatido a respeito do “buraco negro” que se configura hoje o EnsinoMédio, face à responsabilidade hercúlea que lhe é imputada para atender às finalidadesespecíficas dessa etapa final da educação básica, qual seja: consolidação eaprofundamento dos conhecimentos adquiridos no Ensino Fundamental, necessáriospara o prosseguimento de estudos no Ensino Superior e a preparação básica para otrabalho e a cidadania, mediante o aprimoramento do aluno como pessoa humana e acompreensão dos fundamentos científico-tecnológicos dos processos produtivos.Os resultados do desempenho escolar dos alunos na 1ª série do Ensino Médio revelamevidências da grave defasagem entre a expectativa do perfil de entrada, requerido paraessa etapa de consolidação da formação básica e o repertório dos conhecimentos queforam previamente construídos pelos alunos que concluem os anos finais do ensinofundamental.Resulta, portanto, a desmotivação pelos estudos, aumenta o sentimento de fracassoperante as novas exigências de desempenho - ingredientes favoráveis ao absenteísmo e àevasão escolar.Reconhecendo a necessidade de que o aluno da rede pública de ensino conclua com êxitoa sua formação básica, de modo a possibilitar-lhe oportunidades de exercício da suacidadania plena, ao prepará-lo para concluir o ensino fundamental ensejamospossibilitar ao aluno a apropriação do cenário de oportunidades de formação existentesno Distrito Federal, de modo a que possa orientar-se no sentido de corresponder àsexpectativas que demanda o ensino médio como ainda apropriar-se das variadaspossibilidades de formação que são ofertadas nessa etapa de ensino.Conhecer as escolas de Ensino Médio, seus currículos, ouvir professores e profissionaisdiversos, dialogar com os alunos do ensino médio, pesquisar sobre cursos, habilitaçõestécnicas, profissões, fazer o reconhecimento amplo do DF, que envolva desde alocalização geográfica das escolas, até a vocação do mundo do trabalho local, sãoconhecimentos que necessariamente devem perpassar essa preparação.Nesse sentido, será desenvolvido no âmbito do Projeto Interdisciplinar, o projeto deorientação para o encaminhamento dos alunos da 8ª série, contando com a parceria doServiço de Orientação Educacional e da Coordenação Pedagógica da escola emreferência.4. Objetivos • Ampliar as possibilidades de prosseguimento de estudos para estudantes que cursam a 8ª série; • Possibilitar ao aluno conhecer as alternativas de escolaridade em nível de Ensino Médio existentes no Distrito Federal;
  • • Contribuir para a reflexão do aluno a respeito de seus interesses e aptidões; • Promover o mapeamento dos cursos de ensino médio no Distrito Federal;5. ConteúdosProfissões de nível médio: cursos e habilitações técnicasLocalização geográfica das escolas do DFProdução de textos específicos: Roteiro de visitas, Entrevistas, Fichas de InscriçãoCritérios para escolher um cursoOrientações para navegação e pesquisa de fontes informativas na Internet;Interagindo pelo blog.6. Disciplinas envolvidasProjetos Interdisciplinares, Laboratório de Informática7. Metodologia / Procedimentos / Cronograma • Apresentação do projeto aos alunos; • Levantamento das escolas de ensino médio e de ensino técnico para mapeamento da oferta dos cursos de ensino médio no Distrito Federal; • Elaboração de Roteiro de Visita a escolas de ensino médio, destacando: Expectativas do perfil do aluno do Ensino Médio; currículo, estágios, ENEM, PAS e Vestibular, localização e endereço das escolas; • Elaboração de Roteiro de Visita a escolas de ensino médio integrado ao Ensino Técnico, destacando: • Habilitações Técnicas, currículo, estágios, localização e endereço das escolas • Realização de visitas monitoradas às escolas: CEM Setor Oeste, CEM Paulo Freire, CED GISNO; CEM CEAN; IFB, Colégio Agrícola, CEP Saúde, CEP- BEM, SENAC e SENAI; • Aplicação de testes vocacionais nos alunos de 8ª série; • Entrevistas / palestras com profissionais de áreas diversas; • Orientação aos anos para elaboração dos portfólios e do blog; • divulgação de editais de seleção às escolas técnicas;Cronograma de Atividades
  • CENEC 15 CEP-SAÚDE 22 CEM SETOR LESTE 29CEM ELEFANTE BRANCO
  • 8. Recursos a serem utilizados (tecnológicos ou não)Visitas, Palestras, Sites de busca, Blogs, Testes de Aptidão e Interesses Vocacionais,9. Registro do processoSerá adotado o portfólio individual para registro de relatório das atividades desenvolvidas.10. Avaliação e Resultados esperadosInteresse e participação dos alunos em cada etapa do projeto; Portfólio (relatório dasatividades)11. Divulgação / Socialização do Projeto realizadoPainel, portfólio e elaboração de blog.12. Referências BibliográficasFRIGOTTO, G, CIAVATTA, M., RAMOS, M. Ensino Médio Integrado – Concepção econtradições. São Paulo: Cortez, 2005.SOARES, D.H.P. O jovem e a escolha profissional. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1987.________ Orientação profissional em grupo na escola pública: direções possíveis, desafiosnecessários. Porto Alegre: Artes Médicas, 2002.ATIVIDADE 7.2 - Planejando sua apresentação (Página 238) Atividade editada no HTTP://donacecil.blogspot.com, em 16/06/2011.ATIVIDADE 7.3 - Criando a sua apresentação e o seu primeiro slide Página 240 Editado no HTTP://donacecil.blogspot.com, em 16/06/2011.