Pesquisas em Gado de Corte

1,004 views
902 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,004
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
31
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Pesquisas em Gado de Corte

  1. 1. Instituto de Zootecnia – APTA / SAAPesquisas em Gado de Corte Maria Lúcia Pereira Lima
  2. 2. CRITÉRIOS DE SELEÇÃO
  3. 3. REBANHOS SELEÇÃOSELEÇÃO ANUAL DE MACHOS• 3 machos + 2 reservasCRITÉRIOS:• > D.S. em P378• Ausência de defeitos e dentro os padrões raciais (ABCZ)• Não mais que 2 filhos mesmo reprodutor• Não mais que 3 filhos mesmo reprodutor (nos 2 anos)
  4. 4. Critério de Seleção: Rebanho Seleção
  5. 5. Critério de Seleção: Rebanho ControleRebanhoControle
  6. 6. TENDÊNCIAS DAS MÉDIAS DE P378 DE MACHOS 360 350 340 330 320P378 (Kg) 310 300 290 280 270 260 250 240 1982 1984 1986 1988 1990 1992 1994 1996 1998 2000 2002 Ano de Nascim ento NeC NeS GuS
  7. 7. RESULTADOS DE CARCAÇA
  8. 8. DESEMPENHO EM CONFINAMENTO (TERMINAÇÃO) DE AMOSTRAS POPULACIONAIS DE REBANHOS ZEBU DE SERTÃOZINHO Caráter NeS NeCNúmero de animais 125 107Peso final (kg) 495 424Peso da carcaça quente (kg) 291 250Rendimento (%) 58,8 58,8 Fonte: Bonilha, et al. 2008
  9. 9. RESULTADOS EM EFICIÊNCIA ALIMENTAR
  10. 10. RESULTADOS EM EFICIÊNCIA ALIMENTAR DEP - METANO
  11. 11. RESULTADOS EM EFICIÊNCIA ALIMENTAR
  12. 12. CAR Consumo Alimentar Residual “Medida alternativa de eficiência no uso de alimentos.”CAR = Consumo observado – Consumo predito** Predito por equação de regressão que leva em conta o ganho de peso e o peso metabólico do animal
  13. 13. Consumo Alimentar Residual• CAR médio = 0• CAR positivo = animal não eficiente (comeu mais que o predito para o ganho de peso X)• CAR negativo = animal eficiente (comeu menos que o predito para o ganho de peso X)
  14. 14. Conjuntocoletor
  15. 15. Cromatografia
  16. 16. % da carga 27 /3 /2 0 20 40 60 80 100 00 8 10 /4 /2 00 8 24 /4 /2 00 8 8/ 5/ 20 08 22 /5 /2 00 8 5/ Interpretação 6/ 20 08 19 /6 /2 00 8 3/ 7/ 20 08 17 /7 /2 00 8 31 /7 /2 00 8Pesagens 14 /8 /2 00 8 28 /8 /2 00 8 11 /9 /2 Taxas de emissão das cápsulas (% da carga) 00 8 25 /9 /2 00 8 9/ 10 /2 00 23 8 /1 0/ 20 08
  17. 17. 0.80 0.60Consumo Alimentar Residual -(kg/d) 0.40 0.20 0.00 170 190 210 230 250 270 290 -0.20 -0.40 -0.60 -0.80 Peso de Carcaça Fria (kg) Controle Seleção Figura 3. Distribuição do consumo de matéria seca (CMS) predito e observado de machos nelore submetidos à seleção para peso pós-desmame
  18. 18. Índice de Seleção
  19. 19. Utilização de Índices de Seleçãono Melhoramento de Bovinos da Raça Nelore Aluno: Heverton Luis Moreira Orientadora: Dra. Claudia Cristina Paro de Paz
  20. 20. Processo de Avaliação Genética MP120 + P365 + P450 + PE365 + PE450 + IPP + PG ÍNDICE DE SELEÇÃOMGT = 2 (MP120) + 2 (P365) + 2 (P450) + 1 (PE365) + 1 (PE450) + 1,5 (IPP) + 0,5(PG) PONDERADORES EMPÍRICOS MAXIMIZAÇÃO DO MÉRITO GENÉTICO TOTAL
  21. 21. OBJETIVOSPropor um ou mais índices de seleção a partir da obtenção de ponderadores econômicos e valores genéticos para as características de importância econômica que forem consideradas em um programa de seleção de bovinos de corte da raça Nelore. LUCRO = aPN + bP120 + cPD + dP365 + fP450 + gPA + hIPP + iPG + jQC PONDERADORES ECONÔMICOSRetorno econômico adicional por unidade de melhoramento na característica
  22. 22. MATERIAL E MÉTODOS• Financiamento: Edital MCT/CNPq nº14/210 – Universal• Dados: Pedigree e Desempenho (produtivo e reprodutivo) de fazendas do PMGRN;• Características: Peso (nascer, desmama, aos 365 ou 450 dias, adulto), Idade ao primeiro parto, período de gestação e qualidade de carcaça;• Estimação dos parâmetros genéticos: Máxima Verossimilhança Restrita, em modelo animal bi-característica;• Obtenção dos ponderadores econômicos e índice de seleção: derivadas parciais das equações de lucro.
  23. 23. RESULTADOS ESPERADOS• Avaliar e comparar o ganho obtido por índices empíricos e por índices obtidos por valores econômicos;• Ganhos satisfatório em todos os caracteres simultaneamente e maximização dos ganhos econômicos;• Projeções promissoras para melhoramento de bovinos de corte, pois permitirá ao melhorista escolher o melhor índice para seu sistema de seleção.
  24. 24. Índice Econômico de Seleção - IES H = ∑ viGiem que:H= genótipo agregado (objetivo de seleção);vi= quantidade de aumento no lucro que pode ser esperado para cada unidade de melhoramento na iésima característica (valor econômico);Gi= valor genético da iésima característica. I = ∑ bixiem que:bi = fator de ponderação para a iésima característica;xi = valor fenotípico da iésima característica, expresso com desvio da média da população.
  25. 25. home page: www.iz.sp.gov.br e-mail: corte@iz.sp.gov.br

×