• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Proposta de  ampliacao_trd_ab 2013
 

Proposta de ampliacao_trd_ab 2013

on

  • 475 views

 

Statistics

Views

Total Views
475
Views on SlideShare
362
Embed Views
113

Actions

Likes
0
Downloads
1
Comments
0

1 Embed 113

http://www.saude.sp.gov.br 113

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

CC Attribution-NonCommercial-ShareAlike LicenseCC Attribution-NonCommercial-ShareAlike LicenseCC Attribution-NonCommercial-ShareAlike License

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment
  • Este modelo pode ser usado como arquivo de partida para apresentar materiais de treinamento em um cenário em grupo.SeçõesClique com o botão direito em um slide para adicionar seções. Seções podem ajudar a organizar slides ou a facilitar a colaboração entre vários autores.AnotaçõesUse a seção Anotações para anotações da apresentação ou para fornecer detalhes adicionais ao público. Exiba essas anotações no Modo de Exibição de Apresentação durante a sua apresentação. Considere o tamanho da fonte (importante para acessibilidade, visibilidade, gravação em vídeo e produção online)Cores coordenadas Preste atenção especial aos gráficos, tabelas e caixas de texto.Leve em consideração que os participantes irão imprimir em preto-e-branco ou escala de cinza. Execute uma impressão de teste para ter certeza de que as suas cores irão funcionar quando forem impressas em preto-e-branco puros e escala de cinza.Elementos gráficos, tabelas e gráficosMantenha a simplicidade: se possível, use estilos e cores consistentes e não confusos.Rotule todos os gráficos e tabelas.
  • Esta é outra opção para um slide de Visão Geral.
  • Esta é outra opção para um slide de Visão Geral usando transições.
  • Resuma o conteúdo da apresentação reafirmando os pontos importantes das lições.Do que você deseja que a audiência se lembre quando sair da sua apresentação?Salve sua apresentação em um vídeo para facilitar a distribuição (Para criar um vídeo, clique na guia Arquivo e clique em Compartilhar. Em Tipos de Arquivo, clique em Criar Vídeo.)
  • Use um cabeçalho de seção para cada um dos tópicos, para que a transição seja evidente ao público.
  • Adicione slides a cada seção de tópico conforme necessário, incluindo slides com tabelas, gráficos e imagens. Consulte a próxima seção para obter um exemplotabela, gráfico, imagem e layouts de vídeo.
  • Este modelo pode ser usado como arquivo de partida para apresentar materiais de treinamento em um cenário em grupo.SeçõesClique com o botão direito em um slide para adicionar seções. Seções podem ajudar a organizar slides ou a facilitar a colaboração entre vários autores.AnotaçõesUse a seção Anotações para anotações da apresentação ou para fornecer detalhes adicionais ao público. Exiba essas anotações no Modo de Exibição de Apresentação durante a sua apresentação. Considere o tamanho da fonte (importante para acessibilidade, visibilidade, gravação em vídeo e produção online)Cores coordenadas Preste atenção especial aos gráficos, tabelas e caixas de texto.Leve em consideração que os participantes irão imprimir em preto-e-branco ou escala de cinza. Execute uma impressão de teste para ter certeza de que as suas cores irão funcionar quando forem impressas em preto-e-branco puros e escala de cinza.Elementos gráficos, tabelas e gráficosMantenha a simplicidade: se possível, use estilos e cores consistentes e não confusos.Rotule todos os gráficos e tabelas.

Proposta de  ampliacao_trd_ab 2013 Proposta de ampliacao_trd_ab 2013 Presentation Transcript

  • PROPOSTA PARA AMPLIAÇÃO DA IMPLANTAÇÃO DE TESTESRÁPIDOS NA ATENÇÃO BÁSICA OUT 2012
  • Municípioscom maiorautonomiade escolha!
  • Existe uma EADsinergiaentre 3processos Multiplicadores Capacitação no municipio Tempo
  • As estratégias de capacitação devem serescolhidas pelos municípios segundo suasrealidades • Realização de 9 capacitações para 290 1 profissionais de saúde de 145 municípios nos meses de fev e mar 2013 • Utilização da EAD como estratégia de 2 formação - em fase de elaboração • Realização de capacitações com 3 profissionais habilitados que realizam testes rápidos (Avaliação local)
  • Realização de capacitações demultiplicadores para implantação detestes rápidos no ESP.• Realização de 9 capacitações nas 5 macrorregiões do ESP entre fevereiro e março de 2013.• Conjunto de facilitadores provenientes dos municípios de São Paulo, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Franca, Araraquara, Mauá, São Bernardo do Campo, Itanhaém, Bauru, São Caetano do Sul, Barretos, Mirassol, Sertãozinho, Diadema, Registro.• Capacitações realizadas nos municípios de São José dos Campos, Campinas, Presidente Prudente, São José do Rio Preto, São Caetano do Sul, Ribeirão Preto, Araraquara, Bauru, Itanhaém.
  • Elaboração e oferta de cursos àdistância com momentos presenciais.• Estratégia pactuada com CDRH• Inicio de elaboração 29 de out• Módulos HIV, Sífilis e Hepatites B e C• Inclui: parte teórica e prática em momentos presenciais• Inclui temática laboratorial + atendimento + organização de serviço+ aspectos éticos e legais• Tem potencial para atingirmos pelo menos 4 mil profissionais/ano
  • Resumo• Os municípios devem avaliar sua possibilidade de assumir a capacitação de profissionais para a realização de testes rápidos incluindo TRD HIV – levando em conta diretrizes nacionais e estaduais• O estado se compromete a instrumentalizar municípios com modelo de material didático e elaboração de EAD• CE DST/AIDS fará levantamento de necessidade remanescente de capacitação de multiplicadores terminada a primeira rodada.• As regiões são responsáveis pela capacitação de profissionais para a implantação testes rápidos em seus municípios.
  • E O MONITORAMENTO DOPROCESSO DE IMPLANTAÇÃO?
  • Monitoramento• Realização de reuniao anual com interlocutores regionais , coordenações municipais e multiplicadores para avaliação de processos.• Inicialmente fornecimento de informações bimestral via formsus sobre numero e tipos de unidades que implantaram e que modalidade teste• Interlocutores regionais – monitoramento regional da implantação em conjunto com grupo condutor regional do projeto Cegonha• Nos municípios monitoramento realizado pelo programa municipal de DST/AIDS em conjunto com parceiros identificados – grupo condutor local, coordenação da atenção básica, articuladores da at basica etc.
  • OBRIGADA PELA ATENÇÃO! KARINA WOLFFENBUTTELKARINA@CRT.SAUDE.SP.GOV.BR TEL 11 5087 9904