Mobilização Nacional Dia da Saúde - Teste Rápido HIV-Sífilis

1,173 views
1,050 views

Published on

Orientações aos profissionais de saúde

Utilizar a metodologia rápida na realização do diagnóstico do HIV e da triagem da sífilis.
Os testes rápidos devem ser realizados por profissionais de saúde de nível superior devidamente capacitados.
São candidatos a participar da mobilização municípios que informaram no cadastramento de municípios via formsus em dezembro de 2012 que implantaram o testes rápido como diagnóstico. (relação em anexo)

Published in: Health & Medicine
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,173
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Mobilização Nacional Dia da Saúde - Teste Rápido HIV-Sífilis

  1. 1. COMEMORANDO O DIA MUNDIAL DA SAÚDE (7 DEABRIL) –MOBILIZAÇÃO NACIONAL DE PREVENÇÃO ETESTAGEM DE SÍFILIS E HIV NO PERÍODO DE1 A 7 DE ABRIL DE 2013Planejando e organizando a mobilização do estado deSão Paulo....
  2. 2. RECOMENDAÇÕES GERAIS Utilizar a metodologia rápida na realização do diagnóstico do HIV e da triagem da sífilis. Os testes rápidos devem ser realizados por profissionais de saúde de nível superior devidamente capacitados. São candidatos a participar da mobilização municípios que informaram no cadastramento de municípios via Formsus em dezembro de 2012 que implantaram o testes rápido como diagnóstico. (relação em anexo)
  3. 3. RELAÇÃO DE 179 MUNICÍPIOS DO ESTADO QUE REFERIRAM EM DEZDE 2012 TER IMPLANTADO O TRD HIV Americana  Buri  Fernandópolis  Itupeva Amparo  Buritama  Ferraz de Vasconcelos  Ituverava Andradina  Caçapava  Franca  Jaborandi Araçatuba  Cajamar  Francisco Morato  Jaboticabal Araraquara  Cajati  Garça  Jacareí Araras  Campinas  Glicério  Jales Arujá  Campo Limpo Paulista  Guararema  Jardinópolis Assis  Campos do Jordão  Guarujá  Jarinu Atibaia  Capivari  Guarulhos  Jaú Avaré  Caraguatatuba  Hortolândia  José Bonifácio Bariri  Carapicuíba  Iguape  Jundiaí Barra Bonita  Catanduva  Ilha Bela  Laranjal Paulista Barra do Turvo  Cerquilho  Ilha Comprida  Lençóis Paulista Barretos  Charqueada  Ipauçu  Limeira Barueri  Conchal  Itanhaém  Lins Bastos  Conchas  Itapecerica da Serra  Lorena Batatais  Cotia  Itapetininga  Louveira Bauru  Cruzeiro  Itapeva  Luís Antônio Bebedouro  Cubatão  Itapevi  Mairiporã Bertioga  Diadema  Itapira  Marília Birigui  Divinolândia  Itapuí Boa Esperança do Sul  Dobrada  Itaquaquecetuba Botucatu  Embu  Itatiba Bragança Paulista  Engenheiro Coelho  Itu
  4. 4. RELAÇÃO DE 179 MUNICÍPIOS DO ESTADO QUE REFERIRAM EM DEZ DE 2012 TER IMPLANTADO O TRD HIV Matão  Piracicaba  Santa Bárbara d`Oeste  Sertãozinho Mauá  Pirajuí  Santa Branca  Sorocaba Miracatu  Pirangi  Santa Fé do Sul  Sumaré Mirandópolis  Pirassununga  Santa Isabel  Suzano Mirassol  Pitangueiras  Santa Lúcia  Tabatinga Mococa  Poá  Santa Rita do Passa Quatro  Taboão da Serra Moji-Guaçu  Porto Ferreira  Santo André  Taiaçu Moji-Mirim  Praia Grande  Santo Antônio de Posse  Taquaritinga Mongaguá  Presidente Alves  Santos  Tatuí Monte Alto  Presidente Epitácio  São Bernardo do Campo  Taubaté Morro Agudo  Presidente Prudente  São Caetano do Sul  Torrinha Olímpia  Presidente Venceslau  São João da Boa Vista  Tremembé Osasco  Queluz  São Joaquim da Barra  Tupã Palmeira d`Oeste  Registro  São José do Rio Pardo  Ubatuba Paraguaçu Paulista  Ribeirão Pires  São José do Rio Preto  Uchoa Pariquera-Açu  Ribeirão Preto  São José dos Campos  Valinhos Patrocínio Paulista  Rio Claro  São Paulo  Vargem Grande Paulista Paulínia  Riolândia  São Roque  Várzea Paulista Pederneiras  Roseira  São Sebastião  Vinhedo Penápolis  Salesópolis  São Sebastião da Grama  Votorantim Peruíbe  Saltinho  São Vicente  Votuporanga Piedade  Salto  Serrana
  5. 5. RECOMENDAÇÕES GERAIS Os municípios devem avaliar a possibilidade de participar da mobilização em um ou mais dias da semana proposta. A mobilização pode ser realizada em unidades de saúde do município e/ou em estratégias extramuros de testagem. Devem ser priorizadas populações vulneráveis que usualmente possuem menos acesso aos testes. Toda pessoa testada com resultado reagente ou com necessidade de repetir o teste deve ser devidamente encaminhada para unidade de referência. A abordagem consentida deve ser utilizada em quaisquer estratégias de testagem adotadas.
  6. 6. RECOMENDAÇÕES GERAIS Os municípios participantes devem organizar suas referências para elucidação diagnóstica dos casos reagentes na triagem de sífilis e posterior tratamento dos casos de sífilis identificados. Os GVE são responsáveis pela distribuição dos testes rápidos de sífilis e HIV para os municípios participantes da mobilização. O fluxo de solicitação de kits para a mobilização é o mesmo da rotina. Municípios solicitam aos GVE que por sua vez solicitam à CE DST/AIDS.
  7. 7. PRÓXIMOS PASSOS Levantamento de necessidades de insumos. Prazo para solicitação dos GVE – 10 de março. Entrega dos kits descentralizada nos GVE. GVE fornecem o que tem até o momento – não estocar. Cadastramento dos municípios que aderirem à mobilização - link formsus Prazo para cadastramento dos municípios na mobilização 8 a 28 de março.
  8. 8. OBRIGADA PELA ATENÇÃO. Karina Wolffenbüttel – Gerência de Prevenção fiquesabendo@crt.saude.sp.gov.br Tel 11 5087 9904 Márcia T F dos Santos – Gerência de Apoio testerapido@crt.saude.sp.gov.br Tel 11 5087 9840 Tania Corrêa de Souza - Gerência de Assistência tania@crt.saude.sp.gov.br Tel 11 5087 99 12

×