Vi encontro cpfl renováveis - miguel

479 views
442 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
479
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Vi encontro cpfl renováveis - miguel

  1. 1. CPFL Energias RenováveisMiguel Abdalla SaadPresidente da CPFL Renováveis
  2. 2. DisclaimerEsta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultadosfuturos de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira e internacional. Essasdeclarações estão baseadas em certas suposições e análises feitas pela Companhia de acordo com a suaexperiência e o ambiente econômico e nas condições de mercado e nos eventos futuros esperados, muitosdos quais estão fora do controle da Companhia. Fatores importantes que podem levar a diferençassignificativas entre os resultados reais e as declarações de expectativas sobre eventos ou resultadosfuturos incluem a estratégia de negócios da Companhia, as condições econômicas brasileira einternacional, tecnologia, estratégia financeira, desenvolvimentos da indústria de serviços públicos,condições hidrológicas, condições do mercado financeiro, incerteza a respeito dos resultados de suasoperações futuras, planos, objetivos, expectativas e intenções, entre outros. Em razão desses fatores, osresultados reais da Companhia podem diferir significativamente daqueles indicados ou implícitos nasdeclarações de expectativas sobre eventos ou resultados futuros.As informações e opiniões aqui contidas não devem ser entendidas como recomendação a potenciaisinvestidores e nenhuma decisão de investimento deve se basear na veracidade, atualidade ou completudedessas informações ou opiniões. Nenhum dos assessores da Companhia ou partes a eles relacionadas ouseus representantes terá qualquer responsabilidade por quaisquer perdas que possam decorrer dautilização ou do conteúdo desta apresentação.Este material inclui declarações sobre eventos futuros sujeitas a riscos e incertezas, as quais baseiam-senas atuais expectativas e projeções sobre eventos futuros e tendências que podem afetar os negócios daCompanhia.Essas declarações podem incluir projeções de crescimento econômico, demanda, fornecimento de energia,além de informações sobre posição competitiva, ambiente regulatório, potenciais oportunidades decrescimento e outros assuntos. Inúmeros fatores podem afetar adversamente as estimativas e suposiçõesnas quais essas declarações se baseiam.
  3. 3. AgendaEnergias Renováveis no BrasilA CPFL RenováveisPerformance OperacionalMP 579
  4. 4. AgendaEnergias Renováveis no BrasilA CPFL RenováveisPerformance OperacionalMP 579
  5. 5. Energia Renovável com alto potencial de crescimento Previsão de crescimento de renováveis no Brasil ao CAGR de 8,5%, partindo de 13,7 GW em 2011 para 36,1 GW em 2021, com mercado ainda altamente fragmentado Potencial a ser Explorado no Brasil Mercado Altamente Fragmentado Market Share de Energia Renovável no Brasil, com base na energia contratada (18 GW) Evolução da Capacidade Instalada por Fonte | GW CAGR = +4,6% 182 116 2011 2021 Hidro Gás Natural Outros RenováveisFonte: ANEEL; PDE 2021 e Companhia; 1) Projetado para 2021
  6. 6. O segmento de energias renováveis ainda representa uma parcela pequena (~12%) do parque gerador nacional Distribuição por Fonte da Capacidade Instalada no Brasil, 2011 (%) Outras (2) Renováveis Gás Natural 8,9 GW 13,7 GW Eólica PCH 10,2 GW 1,4 GW 4,6 GW Hidro(1) Biomassa 83,6 GW 7,8 GW Apesar da fonte eólica representar apenas 10% da capacidade instalada das renováveis, esta fonte alcançará 9,4 GW em 2016 - considerando os projetos contratadosFonte: Plano Decenal de Expansão de Energia, PDE 2021.(1) Hidro considera importação de Itaipu. (2)Outras: urânio, carvão, óleo combustível, óleo diesel e gás de processo
  7. 7. O Brasil tem condições privilegiadas de vento,além de beneficiar-se da Evolução Tecnológica Posição diferenciada para energia eólica no Brasil devido às condições naturais privilegiadas de vento aliadas às recentes melhorias tecnológicas Características dos ventos do Brasil são as mais adequadas para geração de energia Área Área Área 89% 95% 99% Melhorias tecnológicas significativas nos últimos anos 180 100m 160 3.000kW 140 Rotor Diameter (m) 80m Rating (kW) 1.800kW 120 70m 1.500kW 100 + + Altura (m) 50m 80 750kW 30m 60 300kW 17m 40 75kW 20 0 1980 - 1990 - 1995 - 2000 - 2000 - 2010 1990 1995 2000 2005 2005
  8. 8. Comparação de fatores de carga dos parques do Brasil e do mundo A combinação de tecnologia superior feita sob medida para o país com condições eólicas favoráveis permite ao Brasil apresentar os maiores fatores de capacidade do mundo Curva de Potência por Tecnologia por GeografiaFatores de CargaEquip. Antigo1: 24% - 30% 25% - 36% 33,8%1Equip. Atual: 37,0% 42,2% 49,2% (2009-2011) | 53,2% (2011-2012) Estudo de Caso 51,30%² 39,24% 39,61% Parques Eólicos SIIF 1) Taxa de aproveitamento considerando turbinas menores. Não existem tais modelos em operação ou construção no Brasil. Taxa de aproveitamento líquido – desconta perdas aerodinâmicas e elétricas e indisponibilidade; 2) Simulação feita pela CPFL Renováveis baseada nas certificações eólicas. Taxa de aproveitamento líquido – desconta perdas aerodinâmicas e elétricas e indisponibilidade
  9. 9. Fatores positivos favorecem as fontes renováveis O segmento de energia renovável no Brasil possui benefícios que maximizam os retornos e são sustentáveis no longo prazoFonte: Companhia; 1) Imposto sobre receita
  10. 10. AgendaEnergias Renováveis no BrasilA CPFL RenováveisPerformance OperacionalMP 579
  11. 11. Visão Geral da CPFL Renováveis # 1 em energia renovável no Brasil, com 1,7GW de capacidade contratada Capacidade de desenvolver 3,0 GW de pipeline de alta qualidade Capacidade instalada já contratada (MW) Pipeline(2) Total1) Considera a conclusão dos 7 (sete) parques eólicos do Complexo Santa Clara, no total de 188 MW que já estão aptos a gerar energia e estãorecebendo a receita correspondente ao faturamento contratado no Leilão de Energia de Reserva (LER) 2009 - Pendente ainda do término da construçãoda ICG (Instalação de Transmissão de Interesse Exclusivo de Centrais de Geração para Conexão Compartilhada)2) Projetos altamente confiáveis são definidos como projetos que estão prontos para vender energia e apresentam licença ambiental prévia e estudostécnicos concluídos. Projetos prováveis são aqueles que estarão prontos para vender energia em 2 ou 3 anos e já possuem aceite técnico pela ANEEL.Projetos possíveis são projetos que estarão prontos para vender energia em 4-5 anos e já possuem aceite do estudo preliminar da ANEEL.
  12. 12. Track Record de Execução1) Diferença entre capacidade total contratada de 1.735MW e 1.611MW (em construção + aquisições) é devida a algumas PCHs anteriormente detidas pela CPFL Energia
  13. 13. Liderança com Portfólio Diversificado e de Alta Qualidade Diversificação Geográfica e por Fontes Maior Escala e Único Player com Diversificação de Fontes no Setor de Energia Renovável1Fonte: Companhia e BIG – Banco de Informações de Geração – ANEEL; 1) Estará em operação até o final de 2015
  14. 14. Projetos concluídos em 2012 Em 2012 a CPFL Renováveis concluiu a construção de 4 ativos, 284 MW de capacidade instalada em operação foram adicionados ao portfólioIpê Pedra Santa Clara Tanquinho• Fonte: Biomassa • Fonte: Biomassa • Fonte: Eólica • Fonte: Solar• Capacidade • Capacidade • Capacidade • Capacidade Instalada: 25MW Instalada: 70MW Instalada: 188MW Instalada: 1,1MW• Energia • Energia • Energia Contratada: • Energia Contratada: Contratada: 75,8MW Contratada: 8,2MW 24,4MW • Operação: Julho 0,19MW (2)• Operação: Maio • Operação: Maio 2012 (1) • Operação: 2012 2012 Novembro 2012 (1) Tais parques estão aptos para operar e gerar energia, porém aguarda-se o término da construção da ICG para o início efetivo das operações. A companhia esta recebendo a receita correspondente ao faturamento contratado no Leilão de Energia de Reserva (LER) 2009 (2) PPA de jan/2013 a dez/2037
  15. 15. Aquisições concluídas em 2012Foram adquiridos 318 MW de projetos em construção e operação durante o ano de 2012Complexo Complexo UsinaBons Ventos Atlântica Ester• Fonte: Eólica • Fonte: Eólica • Fonte: Biomassa• Em Operação • Em Construção • Em Operação• Capacidade Instalada: • Capacidade Instalada: • Capacidade Instalada: 157,5MW 120MW 40MW• Energia Contratada: • Energia Contratada: • Energia Contratada: 62,8MW 52,7MW 7,0MW• Fechamento da • Fechamento da • Fechamento da Operação: Junho/2012 Operação: Março/2012 Operação: Outubro/2012
  16. 16. Outros ativos em operação PCH Biomassa Eólica Ninho da Águia – MG (10 MW) Baia Formosa– RN (40 MW) Icaraizinho– CE (55 MW) Americana – SP (30 MW) Bio Buriti – SP (50 MW) Paracuru – CE (25 MW)
  17. 17. Projetos em Construção Entrada em operação no 1º semestre de 2013 | 120 MW/47 MWmédios 96% concluídaPCH Salto Góes 46% concluídaUTE Coopcana 49% concluídaUTE Alvorada
  18. 18. Projetos em Construção (Cont.) Entrada em operação no 2º semestre de 2013 | 228 MW/105 MWmédios 37% concluídaComplexo Macacos I 23% concluídaComplexo Atlântica 9% concluídaComplexo Campos dos Ventos II
  19. 19. Projetos em Construção (Cont.) Entrada em operação em 2015 | 254 MW/129 MWmédios 9% concluída 8% concluída1) Campo dos Ventos I, III, V 2) Ventos de São Benedito, Ventos de Santo Dimas, Santa Mônica, Santa Úrsula São Domingos e Ventos de São Martinho
  20. 20. AgendaEnergias Renováveis no BrasilA CPFL RenováveisPerformance OperacionalMP 579
  21. 21. Performance da Geração Eólica da CPFL Renováveis CPFL Renováveis já apresenta um histórico com alta taxa de eficiência. A produção real dos últimos 12 meses está superior ao fator de capacidade certificado. Parques SiiF 55,3% 54,6% 46,4% 45,6% 41,2% 32,7% 30,3% 34,6% Parques Bons Ventos 46,5% 49,7% 48,1% 44,6% 41,1% 41,2% 41,2% 38,3%Fonte: Companhia; (1) Últimos 12 meses a partir de Nov/11
  22. 22. Performance da Geração Hídrica da CPFL Renováveis O ano de 2012 tem apresentado níveis pluviométricos muito abaixo da média histórica. No entanto, as nossas PCH’s fazem parte do MRE, mitigando o impacto. 58,2 65,5 52,3 43,3 50,2 22,4(1) Últimos 12 meses a partir de Nov/11
  23. 23. Performance da Geração à Biomassa da CPFL Renováveis As usinas termoelétricas movidas a biomassa somam uma capacidade instalada em operação de 270 MW setembro/2011 59,1(3) outubro/2011 7,4 maio/2012 maio/2012 outubro/2012 68,3 (incorporação) 51,7 • Ajustes no sistema de produção de vapor da Bio Pedra no inicio da safra; e • A seca no nordeste que afetou a produção de bagaço na Bio Formosa. Em ambos os casos, os efeitos estão mitigados:(1) Não inclui Usina Ester em Bio Pedra com a realização menor do capex,(2) Acumulado até outubro/2012 e em Baia Formosa através das proteções(3) Estimativa até 31/12/2012 contratuais.
  24. 24. AgendaEnergias Renováveis no BrasilA CPFL RenováveisPerformance OperacionalMP 579
  25. 25. Impactos da MP 579 na CPFL Renováveis A Medida Provisória nº 579, divulgada pelo Governo Federal em11 de setembro de 2012, não trará impactos relevantes na CPFL Renováveis • Primeiras concessões vencem 2027 (58,6 MW médios) • Autorizações vencem de 2029 a 2046 • Redução do preço de recontratação de energia (não afeta PPAs atuais) • Incertezas sobre a renovação das concessões e autorizações
  26. 26. CPFL Energias RenováveisMiguel Abdalla SaadPresidente da CPFL Renováveis

×