Your SlideShare is downloading. ×
Falsificación de medicinas
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Falsificación de medicinas

386
views

Published on

Falsificación de medicinas …

Falsificación de medicinas
Por Alana Rizzo


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
386
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. A Cura Falsificada No rastro da dor e da impunidade provocada pela máfia dos medicamentos Alana Rizzo – Jornal Estado de Minas - Brasil
  • 2. A PAUTA A falsificação de produtos médicos transformou-se em problema de saúde pública, com status de crime organizado e cada vez mais infiltrado nas estruturas do Estados. Grupos conseguem abastecer até mesmo o Sistema Único de Saúde (SUS). Há ligações próximas com o narcotráfico e o roubo de cargas. 313 toneladas apreendidas nos seis primeiros meses de 2009 45 toneladas apreendidas em 2008
  • 3. O Brasil não produz estatísticas que mostrem o número total de vítimas. Só no Rio Grande do Sul, estima-se que 7 mil pessoas foram prejudicadas pelas próteses falsificadas. Em outros três casos, foram registradas 40 mortes.
  • 4. A CARA DA MORTE ● Ana Carla de Souza Nascimento,9meses, antibiótico falsificado ● Ricardo Diomedes, de 57 anos, contraste para raio X ● Júlio Gonçalves Corrêa Filho, 79anos, remédio para câncer ● Enéas Faria Souto, de84anos, remédio para câncer ● Alvina Teixeira Clezar, prótese falsificada ● Geraldo Ferreira, de 70 anos, remédio para câncer ● Belarmino Moura, 73 anos, remédio para câncer ● Theodoro de Lima, 77 anos, remédio para câncer ● Cyro Amâncio dos Santos, 77 anos, remédio para câncer ● Almir Lopes Filho, de60anos, remédio para câncer ● Antônio Dias Martins, de62 anos, remédio para câncer ● Agenor Gomes do Nascimento, 58anos, remédio para câncer ● José Guimarães Horta, de61 anos, remédio para câncer ● Antônio Augusto de Paula, de 80 anos, remédio para câncer ● Otávio Assis Martins, de83 anos, remédio para câncer ● Raimundo Nonato de Souza, de 63 anos, remédio para câncer ● Rejane Lapolli Azevedo, de 51 anos, contraste para raio X ● Aldenora Isaías da Silva, de 56 anos, contraste para raio X ● Maria Rufino de Oliveira, de 75 anos, contraste para raio X ● Otávio Gonçalves de Lima, de 63 anos, constraste para raio X ● José Pedro Mateus, 38 anos, contraste para raio X ● Edmar Nascimento, 56anos, contraste para raio X ● Antônio de Oliveira Silva, de 67 anos, contraste para raio X ● José FerreiraRodrigues, de66anos, contraste para raio X ● Aldenora da Silva, de 56 anos, contraste para raio X ● Nivaldo FranciscoBelchior, de64 anos, contraste para raio X ● Maria Percídia Gomes de Morais, contraste para raio X ● Adélia GonçalvesQueiroz, contraste para raio X
  • 5. 165 pessoas foram denunciadas pelo envolvimento com a máfia das próteses no Rio Grande do Sul. São médicos, administradores de hospitais e empresários.
  • 6. A ROTA
  • 7.  
  • 8. Identificamos três casos em que o próprio governo bancou a distribuição de produtos piratas na rede pública de saúde
  • 9.  
  • 10.  
  • 11. EQUIPE Alana Rizzo Maria Clara Prates Renato Alves Thiago Herdy Repórteres fotográficos Ronaldo de Oliveira Marcelo Sant’Anna Beto Magalhães Contato: alana.rizzo1@gmail.com