Apresentação - Indicadores industriais | novembro 2011
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Apresentação - Indicadores industriais | novembro 2011

on

  • 813 views

Indicadores industriais mostram que a indústria interrompe a trajetória de queda em novembro de 2011.

Indicadores industriais mostram que a indústria interrompe a trajetória de queda em novembro de 2011.

Statistics

Views

Total Views
813
Views on SlideShare
813
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
1
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Apresentação - Indicadores industriais | novembro 2011 Apresentação - Indicadores industriais | novembro 2011 Presentation Transcript

  • Divulgação dos indicadores de novembro de 2011 PEC – Unidade de Política Econômica PAD – Unidade de Pesquisa, Avaliação e Desenvolvimento 17 de janeiro de 2012
  •  
    • Principais destaques
    • Indústria interrompe queda
    • Faturamento acumula sexto crescimento seguido
    • Horas trabalhadas interrompem sequência de queda
    • UCI fica relativamente estável
    • Emprego retorna à estabilidade
    • Massa salarial: rendimento médio influencia alta
    • Rendimento médio registra alta moderada
  • Faturamento real
    • O faturamento real cresceu 2,2% em novembro, frente ao mês anterior (dessazonalizado)
    • Seis meses seguidos de alta
    • Comparativamente ao mesmo mês do ano anterior, o indicador cresceu 4,6% em novembro
    Efeito carregamento: 4,6%
    • Horas trabalhadas crescem 0,2% em novembro, na comparação com outubro (dessazonalizado)
    • Indicador se mantém 4,0% abaixo do patamar pré-crise
    • Na comparação ao mesmo mês do ano anterior, as horas trabalhadas recuaram 1,1% em outubro
    Horas trabalhadas Efeito carregamento: 1,0%
  • Utilização da capacidade instalada (em %)
    • A indústria operou, em média, com 81,5% da capacidade instalada em novembro (indicador dessazonalizado)
    • UCI cresceu 0,1 p.p. frente a outubro
    • Comparativamente ao mesmo mês do ano anterior, o indicador ficou 1,2 p.p. inferior
  • Emprego
    • O emprego ficou estável em novembro, frente ao mês anterior (dessazonalizado)
    • Comparativamente ao mesmo mês do ano anterior, o emprego cresceu 0,4% em novembro
    Efeito carregamento: 2,2%
  • Massa salarial real
    • A massa salarial real (sem ajuste sazonal) expandiu 4,8% em novembro, frente a outubro
    • Alta se deu pelo aumento do rendimento real
    • Comparativamente ao mesmo mês do ano anterior, o indicador cresceu 3,7%
  • Rendimento médio real
    • O rendimento médio real do trabalhador industrial expandiu 5,3% em novembro, frente a setembro (sem ajuste sazonal)
    • Crescimento foi abaixo da média de novembro (6,1%)
    • Comparativamente ao mesmo mês do ano anterior, o rendimento real cresceu 3,3% em novembro
  • Análise setorial Couros e calçados: Setor com queda da atividade Indicadores de atividade – var. (%) frente ao mesmo mês do ano anterior * Em ponto percentual
  • Análise setorial Veículos automotores: Faturamento cresce abaixo da média da indústria Indicadores de atividade – var. (%) frente ao mesmo mês do ano anterior * Em ponto percentual
  • Confederação Nacional da Indústria www.cni.org.br [email_address]