Sondagem Indústria da Construção | Outubro 2013 | Divulgação 21/11/2013
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Sondagem Indústria da Construção | Outubro 2013 | Divulgação 21/11/2013

on

  • 218 views

O nível de atividade na indústria da construção ficou em 49 pontos em outubro. O indicador de atividade do setor em relação ao usual caiu para 45 pontos em outubro, um ponto abaixo do ...

O nível de atividade na indústria da construção ficou em 49 pontos em outubro. O indicador de atividade do setor em relação ao usual caiu para 45 pontos em outubro, um ponto abaixo do registrado em setembro. As informações são da Sondagem Indústria da Construção, divulgada nesta quinta-feira, 21 de novembro, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). "A atividade do segmento continua desaquecida", afirma a pesquisa. Os indicadores de atividades da Sondagem variam de zero a cem. Abaixo de 50 indica queda na atividade ou abaixo do usual.

Statistics

Views

Total Views
218
Views on SlideShare
218
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
1
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Sondagem Indústria da Construção | Outubro 2013 | Divulgação 21/11/2013 Sondagem Indústria da Construção | Outubro 2013 | Divulgação 21/11/2013 Document Transcript

  • SONDAGEM INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO Informativo da Confederação Nacional da Indústria Ano 4 Número 10 ISSN 2317-7322 Outubro de 2013 www.cni.org.br Indústria da construção segue desaquecida UTILIZAÇÃO DA CAPACIDADE DE OPERAÇÃO (UCO) 100% 80% 60% 40% 20% 0% 71% O nível de atividade da indústria da construção em outubro não difere muito do verificado em setembro. A atividade do segmento industrial segue desaquecida. O índice de nível de atividade efetivo em relação ao usual recuou de 46 pontos para 45 pontos. O índice mantém-se abaixo dos 50 pontos, indicando que o nível de atividade de outubro foi inferior ao usual para o mês. Embora sinalize desaquecimento relativamente maior que no mês de setembro, o número de outubro permanece melhor que o observado entre abril e agosto deste ano. O índice de evolução do nível de atividade ficou em 49 pontos pouco abaixo da linha divisória, indicando leve retração (o índice varia de 0 a 100 pontos e valores abaixo de 50 pontos indicam queda do nível de atividade; quanto mais distante da linha dos 50 pontos, maior a variação). O índice de evolução do número de empregados permanece em 48 pontos, praticamente igual ao de setembro, o que indica queda no emprego no setor. O percentual médio de utilização da capacidade de operação (UCO) subiu de 70% em setembro para 71% em outubro. Ainda que o aumento tenha sido de apenas 1 ponto percentual, esse é o maior valor do ano. O otimismo do empresário também não apresentou mudanças significativas entre setembro e outubro. NÍVEL DE ATIVIDADE EM RELAÇÃO AO USUAL
  • Sondagem Indústria da Construção Ano 4, n.10, outubro de 2013 Resultados por porte e setor ATIVIDADE UCO (%)1 Nível de atividade2 Mensal Mensal Atividade em relação ao usual3 Mensal Número de empregados2 Mensal out-12 set-13 out-13 out-12 set-13 out-13 out-12 set-13 out-13 out-12 set-13 out-13 70% 70% 71% 50,1 49,7 49,0 47,3 46,0 45,0 49,6 47,8 48,0 PEQUENA 63% 63% 66% 47,3 49,0 47,2 44,6 44,3 44,9 45,7 48,1 47,2 MÉDIA 70% 72% 71% 50,4 48,8 48,1 47,9 46,5 45,3 50,7 47,3 47,8 GRANDE 72% 72% 73% 50,9 50,4 50,2 48,0 46,4 44,9 50,4 48,0 48,4 CONSTRUÇÃO DE EDIFÍCIOS 67% 68% 68% 49,1 49,1 49,1 46,4 45,3 45,7 48,9 47,9 47,3 OBRAS DE INFRAESTRUTURA 68% 68% 71% 50,0 50,2 47,8 46,9 46,1 43,1 49,1 47,6 48,2 SERVIÇOS ESPECIALIZADOS 73% 72% 74% 49,5 48,6 47,4 47,5 46,4 46,0 48,7 47,5 48,2 CONSTRUÇÃO POR PORTE POR SETOR EXPECTATIVAS Nível de atividade4 Mensal Novos empreendimentos e serviços4 Mensal Compras de insumos e matérias-primas4 Mensal Número de empregados4 Mensal nov-12 out-13 nov-13 nov-12 out-13 nov-13 nov-12 out-13 nov-13 nov-12 out-13 nov-13 55,2 56,0 56,5 55,5 55,9 56,3 55,4 54,7 55,7 53,8 54,6 54,8 PEQUENA 55,2 56,9 56,3 54,7 56,4 55,7 53,3 56,4 55,6 54,4 54,7 54,4 MÉDIA 57,9 57,6 54,6 57,7 57,5 55,9 57,3 56,7 53,9 56,0 56,4 53,4 GRANDE 53,6 54,8 57,7 54,5 54,8 56,8 55,1 53,0 56,7 52,3 53,6 55,8 CONSTRUÇÃO DE EDIFÍCIOS 56,5 58,1 57,4 57,4 57,1 58,1 57,2 56,5 57,8 55,6 55,6 56,0 OBRAS DE INFRAESTRUTURA 56,9 55,2 54,4 56,5 55,6 52,8 54,8 54,7 52,1 54,3 54,8 52,7 SERVIÇOS ESPECIALIZADOS 53,3 55,4 54,1 51,5 56,4 55,2 52,3 55,0 52,6 52,3 54,7 52,5 CONSTRUÇÃO POR PORTE POR SETOR Indicador varia no intervalo de 0% a 100%. Série iniciada em janeiro de 2012. Indicador varia no intervalo de 0 a 100. Valores acima de 50 indicam aumento. 3 Indicador varia no intervalo de 0 a 100. Valores acima de 50 indicam atividade acima do usual. 4 Indicador varia no intervalo de 0 a 100. Valores acima de 50 indicam expectativa positiva. 1 2 Para mais informações veja www.cni.org.br/sondagemindustriadaconstrucao Perfil da amostra: 540 empresas, sendo 164 pequenas, 245 médias e 131 grandes. Período de coleta: 1º a 13 de novembro de 2013. SONDAGEM INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO | Publicação Mensal da Confederação Nacional da Indústria - CNI | Gerência Executiva de Política Econômica - PEC | Gerente-executivo: Flávio Castelo Branco | Gerência Executiva de Pesquisa e Competitividade - GPC | Gerente-executivo: Renato da Fonseca | Análise: Marcelo Souza Azevedo e Luis Fernando Melo Mendes (CBIC) | Estatística: Roxana Maria Rossy Campos e Aretha Silícia Lopez Soares | Supervisão Gráfica: DIRCOM | Normalização Bibliográfica: ASCORP/GEDIN | Assinaturas: Serviço de Atendimento ao Cliente Fone: (61) 3317-9989 sac@cni.org.br | SBN Quadra 01 Bloco C Ed. Roberto Simonsen Brasília, DF CEP: 70040-903 | www.cni.org.br Autorizada a reprodução desde que citada a fonte.