Paz na escola

2,475 views
2,313 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,475
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Paz na escola

  1. 1. Relato de Melhores Práticas Relato de Melhores Práticas Paz na Escola Prática Escola Estadual Coronel Manoel Soares do Couto Nome da Escola Município/Estado: Belo Horizonte – Minas Gerais Secretaria: Secretaria de Estado de Educação Diretor (a): Raquel Teixeira Maia Criador (es): Maria Geralda Vilela Cupertino Propósito: Criar um ambiente de paz dentro da escola Série/ Setor: Geral  Veja a Apresentação do Relato, no verso. 1Hélio GomesOutubro/2009
  2. 2. ApresentaçãoDefiniçõesO Relato é um registro, feito pela escola, de uma prática diferenciada, inovadora e muito eficaz, usandouma matriz predefinida (= próximas páginas, itens de 1 a 5).Melhor Prática é um processo, sistema, mecanismo, que represente uma ótima ideia de se fazer algoimportante. Não é sinônimo de sofisticação. Pelo contrário, a Prática deve ser simples de aplicar. E darbons resultados.ObjetivosO Relato tem três objetivos: 1. Garantir o domínio tecnológico da escola sobre seus melhores processos 2. Permitir a replicação das suas práticas por outras escolas interessadas 3. Reconhecer os criadores de práticas inovadoras e bem-sucedidasRelator/RelatoriaQuem preenche é quem tem a melhor informação sobre a prática. Pode ser uma ou mais pessoas. Mas oRelato é da escola.O Relato deve ser escrito como se fosse ser lido por alguém fora da escola. Isso evita omissões esimplificações excessivas, garantindo ao Relato a maior fidelidade possível na descrição da Prática.AcessibilidadeA escola deve ter meios de disponibilizar seus Relatos, facilmente, ao pessoal da casa. Se quiser liberá-los aterceiros, deve providenciar cópias extras em papel. Todo esse material pode estar disponibilizado no siteda escola, se houver um.Folhas ExtrasSe necessário, use mais de uma folha de qualquer item desta matriz. Identifique a folha adicional como“Continuação”, e renumere as páginas do Relato.CatálogoO conjunto de Melhores Práticas de uma escola, ou da SME, compõe um CMP – Catálogo de MelhoresPráticas (ou outro nome de preferência da organização: coleção, coletânea, antologia, album, etc.)2
  3. 3. Relato de Melhores Práticas1. Trailer: A Prática Numa Cápsula Dê uma notícia sobre a Prática, sem detalhes, apenas seu contorno, a informação suficiente para responder à pergunta: “Qual a ideia da Prática?” TrailerResgate da credibilidade da escola, do professor e do aluno inseridos nela,proporcionando melhores condições de trabalho e mais envolvimento de todos osagentes do processo ensino/aprendizagem. 3
  4. 4. 2. Diferencial: O “Comercial” da Prática Faça um breve, mas convincente, “comercial” da Prática. Em que ela é diferente? Por que sua replicação em outras escolas é imperdível? Em que situação ela foi criada/introduzida? DiferencialEsta prática sugere uma ação conjunta entre comunidade, professores, alunos,funcionários e pais de alunos. Além de propor uma melhora no ambiente físicoda instituição de ensino, a prática cria uma identidade destes agentes com aescola, fazendo com que eles sintam-se responsáveis por sua preservação. Naconclusão da prática poderá ser observado um lugar que transmite paz e tran-quilidade tanto para quem faz parte dela, como para quem apenas visita.Resultados alcançados:Extinção de ocorrências policiais;Preservação do espaço físico escolar;Maior envolvimento da comunidade com a escola;Entrosamento entre o corpo diretivo e o corpo docente da escola;Redução dos conflitos envolvendo professores e alunos;Elevação da autoestima dos profissionais da escola.4
  5. 5. Relato de Melhores Práticas3. Descrição da Prática: Componentes e Passo a Passo Componentes Se sua Prática, na hora da execução, não tem uma série de passos, mas um sistema com vários componentes, opte por descrever suas principais características. Cada componente é descrito num ou dois parágrafos, com um título que nomeia a característica descrita. Passo a Passo Se sua Prática, na hora da execução, tem um roteiro de passos sequenciais, opte por descrever os passos. Comece cada passo com a indicação do agente, seguido de um verbo, no presente do indicativo, indicando a ação (como no exemplo, abaixo). “Biblioteca Móvel”: a) A bibliotecária distribui o material e pede aos alunos que iniciem o trabalho, de acordo com as regras afixadas no quadro b) Os alunos sentam-se em grupo de três e fazem uma leitura silenciosa do texto do seu grupo Observação: Se todas as ações tiverem um único agente, indique o agente uma única vez e liste cada passo, começando com o verbo. Opcional: Se sua prática tiver mais de um processo (algo raro), use outra cópia desta página, para esse registro.Título da Prática: Paz na Escola ComponentesX Passo a PassoX Descrição Reconstruir o espaço físico da escola - Apropriação do espaço Repensar as relações interpessoais – cultivo do respeito e da confiança entre as partes: aluno / professor / funcionários / direção / comunidade. Repensar a prática pedagógica - transparência / democracia / debate - interdisciplinaridade - contextualização Aproximação da escola com a comunidade por meio de parcerias com: - igrejas - associações de bairro - pais 5
  6. 6. - Policia Militar - Conselho tutelar Encontro de pais Valorização dos profissionais da escola6
  7. 7. 4. Galeria de Fotos Inclua fotos da Prática em andamento. Apenas as indispensáveis à compreensão da Prática neste Relato. Máximo: 10 fotos. Identifique o conteúdo da foto, incluindo legendas, com um texto curto que faça o leitor se lembrar da Descrição da Prática (item 3). Se você tiver mais fotos para disponibilizar, informe isso no Quadro de Avisos (item 5). Fotos8
  8. 8. Relato de Melhores Práticas 9
  9. 9. 5. Quadro de AvisosQuadro de AvisosOrganize, nesta página, quaisquer outros elementos relevantes sobre a Prática, a seu exclusivo critério.Ideias: indicação de e-mail para perguntas; de site para mais esclarecimentos, bibliografia, imagens e links sobre o assunto;vídeo para abrir ou para download; informação de como visitar a escola para conhecer a Prática; anexos de textos mencionadosna Descrição da Prática; etc., etc., etc. Avisos10

×