• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
TP5-FAA-grupo1
 

TP5-FAA-grupo1

on

  • 874 views

Trabalho realizado no âmbito da disciplina Formação Avançada em Arquivo.

Trabalho realizado no âmbito da disciplina Formação Avançada em Arquivo.

Statistics

Views

Total Views
874
Views on SlideShare
873
Embed Views
1

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

1 Embed 1

http://www.linkedin.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    TP5-FAA-grupo1 TP5-FAA-grupo1 Presentation Transcript

    • DOCUMENTOS ELECTRÓNICOS Ciências e Tecnologias da Documentação e Informação Formação Avançada em Arquivo Dr. Carlos Mendes 19-11-2010
    • INTRODUÇÃO Este trabalho académico é realizado no âmbito da disciplina Formação Avançada em Arquivo, leccionada na Escola Superior de Estudos Industriais e de Gestão (ESEIG) pelo Dr. Carlos Mendes. A crescente globalização do nosso mercado, determina um elevado nível de concorrência e uma enorme agilidade na tomada de decisões, o que é fundamental para a sobrevivência e prosperidade das instituições. Desta forma, cada vez mais, observamos uma necessidade de acedermos mais rápido à informação, tanto pelo produtor do documento, como pelo utilizador externo. Para uma melhor compreensão do nosso trabalho, dividimo-lo em dois capítulos. O primeiro capítulo refere a distinção entre documento e documento electrónico, bem como qual a sua principal característica. Referimos ainda quais os aspectos a ter em conta na avaliação dos documentos, quais os problemas que podem surgir como também as soluções para resolvê-los. Ainda neste capítulo achamos pertinente referir a compressão e a digitalização, bem como a meta informação em documentos electrónicos. Quanto ao segundo capítulo, fazemos uma breve abordagem à gestão documental e seguidamente apresentamos os modelos de organização e gestão dos arquivos electrónicos no qual se incluem os documentos de arquivos electrónicos: manual para arquivistas/CIA, NP4438 – Informação e documentação Gestão de documentos de arquivo, o programa SIADE: Sistemas de Informação de Arquivo e Documentos Electrónicos e o MoReq: Modelo de requisitos para a gestão de arquivos electrónicos. Este capítulo contém ainda uma análise comparativa da especificação MoReq com a NP 4438-1 e a NP 4438-2. 19-11-2010
    • CAPÍTULO I 19-11-2010
    • “ Os documentos de arquivo, podem surgir sob formas e representações diferenciadas. Habitualmente são representados como objectos de informação logicamente delimitados, ou seja, como objectos discretos. Mas cada vez mais se encontram documentos de arquivo sob a forma de objectos distribuídos, como sejam bases de dados relacionais e documentos compostos.” (CONSELHO INTERNACIONAL DE ARQUIVOS) 19-11-2010
    • “ Um conceito actual de documento, no intuito de abranger também o documento electrónico, deve privilegiar o pensamento ou facto que se quer perpetuar e não a coisa em que estes se materializam. Assim, o arquivo electrónico em que está este documento poderá ser transferido para outros meios, sejam disquetes, CDs, ou discos rígidos de outros computadores, todavia o documento electrónico continuará a ser o mesmo.” Um documento electrónico , também contém informação, como textos, imagens, músicas, vídeos, etc. A única diferença, está no seu suporte, que é electrónico. DOCUMENTO VERSUS DOCUMENTO 19-11-2010 (SILVA, Vera; LEITE, Andreia, SANTOS, Ângela p.3, 2005)
    • DOCUMENTOS ELECTRÓNICOS 19-11-2010
    • ANGELA BITTENCOURT, define documento electrónico como “a representação de um facto por meio de um computador e armazenado em programa específico capaz de traduzir uma sequência da unidade internacional conhecida como bits”  Podemos aceder a qualquer hora, independentemente do lugar, desde que exista um computador e acesso à internet. 19-11-2010 Principal Característica
    • PRINCIPAIS PROBLEMAS DOS DOCUMENTOS ELECTRÓNICOS Transferência de documentos. O principal problema a nível dos documentos electrónicos, está patente nos formatos, pois os formatos em que os documentos devem estar armazenados constituem um problema controverso tanto a nível nacional como a nível internacional. 19-11-2010
    • SOLUÇÕES Manter os formatos originais de produção documental; Proceder à conversão dos documentos para formatos normalizados. Estas soluções poderão proporcionar uma maior troca entre os diversos sistemas electrónicos, bem como permanecerem em utilização mais tempo que o software comercial e permitindo assim, maiores intervalos entre migrações de documentos electrónicos para novos formatos. 19-11-2010
    • AVALIAÇÃO DOS DOCUMENTOS ELECTRÓNICOS Tendo em conta o suporte digital, quanto ao factor avaliação, devemos ter em conta: O valor arquivístico; Os prazos de conservação especificados; A frequência de utilização dos documentos. Na avaliação, devemos ainda ter em conta a existência de diferentes tipos de documentos que exigem algumas abordagens diferentes e específicas, nomeadamente: Bases de dados; Ficheiros de texto; Folhas de cálculo; Gráficos; Documentos não lineares. 19-11-2010
    • INFORMAÇÃO EM DOCUMENTOS ELECTRÓNICOS - EAD “ No contexto dos” records management” define-se meta informação como a informação que descreve o contexto, conteúdo, estrutura dos “records” e a sua gestão ao longo do tempo” ISO 15489-1:2001, 3.12 19-11-2010
    • INFORMAÇÃO EM DOCUMENTOS ELECTRÓNICOS - EAD Meta informação é informação sobre informação Objectivo manter sistemas de informação eficazes, autorizados, flexíveis, robustos e inter-operáveis inserindo-se na preservação; Certifica a veracidade, fiabilidade, o uso e a integridade da informação desde física, analógica ou digital. O uso da meta informação apoia-se nos recursos em rede que visam a pesquisa, uso da informação, a comprovação da autenticidade e a preservação ao longo do tempo. 19-11-2010
    • INFORMAÇÃO EM DOCUMENTOS ELECTRÓNICOS - EAD A estrutura EAD - estrutura de meta informação descritiva. 19-11-2010 Funcionalidade (suporta) META INFORMAÇÃO (obedece) Normas e Recomendações Conteúdos (Descreve e acrescenta valor)
    • META - INFORMAÇÃO 19-11-2010 Tipos Administrativa Descritiva Preservação Técnica Uso As características apresentadas na Meta Informação Fonte Método de criação Natureza Estatuto Estrutura Semântica Nível Importância ao longo do tempo Acessibilidade Alargamento do uso Existência de várias versões Retenção do contexto Legalidade Preservação
    • O QUE É A EAD? 19-11-2010 Estrutura normalizada - meta informação descritiva - arquivos on-line. Isto é uma DTD (definição de tipo de documento) - norma ISAD (G) (Norma internacional de Descrição Arquivística) - SGML (Standard generalized markup language) - XML (Extensible Markup language). Contexto? Vantagens?
    • O QUE É A EAD? 19-11-2010 EAD (representa) Descrição normalizada dos arquivos Os elementos são opcionais (flexível) (contém ) Links que ligam a descrição ao documento digital (melhora) Descrição, acesso ao todo o acervo
    • 19-11-2010 QUADRO COMPARATIVO ISAD (G) EAD 3.1.1 References code(s) <eadid> with COUNTRYCODE and MAINAGENCYCODE attributes <unitid> with COUNTRYCODE and REPOSITORYCODE attributes 3.1.2 Title <unittitle> 3.1.3 Dates <unidate> 3.1.4 Level of descritption <archdesc> and <c> LEVEL attibute 3.1.5 Extent of the unit <physdesc>, <extent> 3.2.1 Name of creator <origination> 3.2.3 Dates of accumulation <custodhist><date type="accumulation"> 3.2.4 Custodial history <custodhist> 3.2.5 Immediate source of acquisition <acqinfo>
    • ENQUADRAMENTO E UTILIZAÇÃO 19-11-2010 Utilização dos Meta dados (meta informação) Contexto dos documentos de arquivo Função arquivística descrição Função arquivística difusão ISAD(G) Dublin Core Metadata Element Set (DCMES)
    • CONT. 19-11-2010 ISAD(G) ELEMENTOS DE DESCRIÇÃO META DADOS Zona de descrição Código (país+detentor + identificador único) Zona de contexto Nome do produtor, história/biografia, história arquivística e procedência Zona de conteúdo e estrutura Âmbito e conteúdo, Avaliação, eliminação e temporalidade e Incorporações Sistema de Arranjo Zona de acesso e uso Condições de acesso, Condições de reprodução, Idiomas, Características físicas e requisitos técnicos e Instrumentos de pesquisa; Zona de fontes associadas Existência e localização dos originais, Existência e localização de cópias, Unidades de descrição relacionadas e Nota, sobre publicação; Zona de notas Notas
    • DUBLIN CORE METADATA ELEMENT SET 19-11-2010 (Cont.) Contexto Estrutura EAD vs Dublin Core
    • 19-11-2010 CAPÍTULO II NP 4438-1 e NP 4438-2 Programa SIADE
    • GESTÃO DOCUMENTAL 19-11-2010 O conceito de gestão documental, estabeleceu-se nos Estados Unidos, a partir da década de 1950. O seu objectivo primordial é facilitar o acesso à informação.   A gestão arquivística de documentos electrónicos é capaz de garantir a criação e a manutenção dos documentos electrónicos confiáveis . Um dos problemas inerentes à gestão documental é a teoria das três idades, nos quais se enquadram os documentos correntes, intermédios e permanentes.   A produção electrónica dos documentos, também introduziu os sistemas electrónicos de gestão dos documentos, de forma a garantir a produção dos documentos de arquivo, fidedignos, autênticos e preserváveis.   A Gestão Electrónica de Documentos significa “possuir”, de forma electrónica, informações sobre os documentos, independentemente da forma ou do suporte em que se encontram.
    • MODELOS DE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DE ARQUIVOS ELECTRÓNICOS Documentos de arquivo electrónicos: manual para arquivistas/CIA; NP4438 – Informação e documentação Gestão de documentos de arquivo. Parte 1: Princípios directores e Parte 2: Recomendações de aplicação; Programa SIADE: Sistemas de Informação de Arquivo e Documentos Electrónicos; MoReq: Modelo de requisitos para a gestão de arquivos electrónicos. 19-11-2010
    • DOCUMENTOS DE ARQUIVO ELECTRÓNICOS: MANUAL PARA ARQUIVISTAS/CIA Promover a integração dos arquivos em sistemas, a preservação e a disponibilização dos documentos de arquivo electrónicos. 19-11-2010 Objectivo
    • DOCUMENTOS DE ARQUIVO ELECTRÓNICOS: MANUAL PARA ARQUIVISTAS/CIA 19-11-2010 Aborda temas como: Influenciar as práticas de gestão dos documentos de arquivo electrónicos, numa perspectiva estratégica; Integrar funções de gestão de arquivos em novos sistemas e em sistemas já existentes; Diferenciar as diversas opções para a preservação dos documentos de arquivo electrónicos; Fornecer o acesso aos documentos de arquivo electrónicos, a curto e a longo prazo; Quais os métodos a tomar para poder encontrar mais informação.
    • DOCUMENTOS DE ARQUIVO ELECTRÓNICOS: MANUAL PARA ARQUIVISTAS/CIA Este manual pretende aumentar o conhecimento, estimular a discussão e contribuir para uma melhoria contínua da gestão dos arquivos correntes e definitivos, tendo por base uma perspectiva de conservação a longo prazo dos documentos de arquivo . 19-11-2010 Visão Direccionado A todos os profissionais de informação, que tenham preocupações de gestão e preservação dos documentos de arquivo electrónicos, de forma a mantê-los acessíveis ao longo do tempo.
    • NP4438 – INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO GESTÃO DE DOCUMENTOS DE ARQUIVO A NP 4438 dá orientações relativas à gestão de documentos de arquivo nas entidades produtoras públicas e privadas, para utilizadores internos ou externos. Tem como objectivo principal procurar assegurar que os documentos produzidos são os adequados e possuem as características necessárias para serem evidência do que representam. Esta norma está dividida em duas partes - Parte 1: Princípios directores e Parte 2: Recomendações de aplicação. A parte 2 é um guia de implementação da parte 1 para ser usado por arquivistas ou qualquer outro responsável pela gestão dos documentos de arquivo nas organizações. 19-11-2010
    • NP4438 – INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO GESTÃO DE DOCUMENTOS DE ARQUIVO Atribuição de responsabilidade e de autoridade; Estabelecimento de políticas e normas; Estabelecimento e divulgação de procedimentos e de recomendações; Fornecimento de um conjunto de serviços relativos à gestão e uso dos documentos; Concepção, implementação e administração de sistemas especializados para gestão de documentos de arquivo; Integração da gestão de documentos de arquivo nos sistemas e processos de negócio. 19-11-2010 Vantagens
    • NP4438-2 - GUIA DA IMPLEMENTAÇÃO DA PARTE 1 19-11-2010 Fornece orientações adicionais e mais específicas e desenvolvidas sobre os termos gerais que são referidos na primeira parte relativamente á: Gestão de documentos de em qualquer suporte ou formato; Definição de responsabilidades; Articulação com as normas da qualidade (NP EN ISO 9001 e a NP EN ISO 14001) Concepção e implementação de sistemas de arquivo descrito em oito etapas
    • CONCEPÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO 19-11-2010 Dependem da criação de instrumentos no âmbito dos processos que na sequência são descritos posteriormente e dos factores que afectam.
    • NORMALIZAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS DE ARQUIVO- ORGANIZAÇÕES 19-11-2010
    • PROGRAMA SIADE: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DE ARQUIVO E DOCUMENTOS ELECTRÓNICOS Em primeiro lugar é importante afirmar que o SIADE (Sistemas de Informação e Arquivos e Documentos Electrónicos) é um programa essencial para a gestão da informação de arquivos relativamente aos documentos electrónicos. Este programa tem como finalidade: A elaboração de recomendações para a gestão documental de arquivo; A apresentação de propostas para a elaboração e actualização legislativa específica; A intervenção no sentido de incrementar a produção de Normas Portuguesas, agrupadas em orientações e directivas nacionais, europeias e internacionais; A definição de um modelo de integração dos sistemas de arquivo nos sistemas de informação dos organismos da Administração Pública; A promoção de um quadro de formação adaptado aos objectivos do programa. 19-11-2010
    • MOREQ: MODELO DE REQUISITOS PARA A GESTÃO DE ARQUIVOS ELECTRÓNICOS O Modelo de Requisitos para a gestão de arquivos electrónicos (MoReq) destaca os requisitos funcionais para a gestão de documentos de arquivos electrónicos por meio de um Sistema de Gestão de Arquivos Electrónicos (SGAE), aplicado a organizações dos sectores públicos e privados. Esta especificação teve como intenção do início ao fim, desenvolver algo que fosse útil na prática, dando assim ênfase à funcionalidade.   O que é um SGAE? Um SGAE como próprio nome indica, é essencialmente, uma aplicação para gerir documentos de arquivo electrónicos, apesar de também poder ser utilizado para gerir documentos tradicionais. 19-11-2010
    • ANÁLISE COMPARATIVA DO MOREQ COM A NP 4438 Centra-se mais nos requisitos funcionais para gestão de arquivos electrónicos através de um Sistema de Gestão de arquivos electrónicos; É mais completo no que concerne a documentos electrónicos; Relativamente ao uso, no modelo centra-se apenas num utilizador e certas funções são limitadas a um Administrador, o que na norma não se aplica. Refere apenas Sistema de Arquivo incluindo todos os suportes (papel e digital), e a gestão é referenciada como gestão documental de documentos; Existem orientações e métodos a seguir, nota-se uma grande preocupação com a formação em pessoas especializadas na área, os documentos são referenciados como item relevantes na tomada de decisões pelos utilizadores e no controlo de gestão. MoReq NP 4438 19-11-2010 Temos que fazer frente aos desafios apresentados pelos documentos electrónicos quanto à produção, ao acesso contínuo e à preservação de longo prazo, é preciso colocar em prática essas directrizes, pois caso contrário corre-se o risco de perdermos a memória registada do nosso país.
    • CONCLUSÃO Este trabalho permitiu-nos concluir que um documento electrónico, apesar de poder ser copiado infinitamente sem alterarmos o conteúdo original e poder ser acessível via online, a sua transferência é complicada devido aos vários tipos de formatos que pode ter. Possibilitou também ter uma noção sobre a avaliação de documentos, no sentido em que esta deve ter em atenção diversos aspectos, tais como o valor arquivístico de um documento e a frequência de utilização do mesmo. Além destes aspectos, evidenciamos as diferenças e as necessidades de serem efectuadas análises internas e/ou análises técnicas a este tipo de documentos. Os arquivistas devem ser capazes não só de conhecer os princípios e as práticas fundamentais de arquivo, mas também compreender que estes mudaram e se devem reformular e/ou ampliar para fazerem face aos documentos de arquivo electrónicos. Em suma, este trabalho possibilitou identificar as principais características dos documentos electrónicos bem como compreender a realização da sua gestão. 19-11-2010
    • BIBLIOGRAFIA (1/4) Imagem documento electrónico [Em Linha]. [Consult. 10 Dez 2010] Disponível em WWW: URL:< http://www.alojate.com/blog/wp-content/uploads/2009/10/factura_electronica1.jpg> Imagem documento de arquivo [Em Linha]. [Consult. 10 Dez 2010] Disponível em WWW: URL:< http://www.google.pt/imgres?imgurl=http://g1.globo.com/Noticias/Vestibular/foto/0,,16819361-EX,00.jpg&imgrefurl=http://g1.globo.com/Sites/Especiais/Noticias/0,,MUL964339-15526,00-INICIATIVA%2BPRIVADA%2BABRE%2BESPACO%2BPARA%2BARQUIVISTAS.html&usg=__xdfEgxyUX3F1I0EIwTxFOn0OcLU=&h=427&w=601&sz=70&hl=pt-br&start=0&zoom=1&tbnid=a6DkA_Pv4d2ckM:&tbnh=159&tbnw=220&prev=/images%3Fq%3Ddocumento%2Bde%2Barquivo%26hl%3Dpt-br%26biw%3D1664%26bih%3D818%26gbv%3D2%26tbs%3Disch:1&itbs=1&iact=hc&vpx=146&vpy=267&dur=815&hovh=189&hovw=266&tx=183&ty=141&ei=3t8QTfaXO8WW8QO3m7SFBw&oei=ut8QTaafOIbwsgaqwv3SDA&esq=3&page=1&ndsp=29&ved=1t:429,r:7,s:0> Imagem documento de arquivo [Em Linha]. [Consult. 10 Dez 2010] Disponível em WWW: URL:< http://www.google.pt/imgres?imgurl=http://3.bp.blogspot.com/_OAooi6-y5Mc/TMloD137rtI/AAAAAAAACvY/Tj5Xwahv_5Q/s1600/documento.gif&imgrefurl=http://gih-malheiros.blogspot.com/2010/11/um-documento-para-vida-toda.html&usg=__tLVUwak7AQAUxJO9PmvqFscZaO8=&h=365&w=342&sz=9&hl=pt-br&start=0&zoom=1&tbnid=X_fSlYXrYrZrPM:&tbnh=161&tbnw=151&prev=/images%3Fq%3Ddocumento%26hl%3Dpt-br%26biw%3D1664%26bih%3D818%26gbv%3D2%26tbs%3Disch:1&itbs=1&iact=hc&vpx=135&vpy=108&dur=1541&hovh=232&hovw=217&tx=120&ty=132&ei=6uAQTa-tOsSBswal6PXSDA&oei=6uAQTa-tOsSBswal6PXSDA&esq=1&page=1&ndsp=39&ved=1t:429,r:0,s:0> Imagem do pdf [Em Linha]. [Consult. 10 Dez 2010] Disponível em WWW: URL:< http://www.google.pt/imgres?imgurl=http://redtess.gep.mtss.gov.pt/images/icons/pdf.png&imgrefurl=http://redtess.gep.mtss.gov.pt/plinkres.asp%3FBase%3DCATESOC%26Form%3DCOMP%26SearchTxt%3D%2522AU%2BPortugal.%2BMinist%25E9rio%2Bdo%2BTrabalho%2Be%2Bda%2BSolidariedade%2BSocial.%2BGabinete%2Bde%2BEstrat%25E9gia%2Be%2BPlaneamento%252C%2Bed.lit.%2522%2B%252B%2B%2522AU%2BPortugal.%2BMinist%25E9rio%2Bdo%2BTrabalho%2Be%2Bda%2BSolidariedade%2BSocial.%2BGabinete%2Bd%26StartRec%3D0%26RecPag%3D5&usg=__UpkL7VfSfu59ru12Y_vwptwXOBg=&h=256&w=256&sz=18&hl=pt-br&start=0&zoom=1&tbnid=MJiwZsAHFvlXAM:&tbnh=166&tbnw=163&prev=/images%3Fq%3Ddocumento%2Belectr%25C3%25B3nico%26hl%3Dpt-br%26biw%3D1664%26bih%3D818%26gbv%3D2%26tbs%3Disch:1&itbs=1&iact=hc&vpx=1419&vpy=88&dur=793&hovh=204&hovw=204&tx=148&ty=115&ei=GuEQTf3hKYf2sgbQ75TeDA&oei=GuEQTf3hKYf2sgbQ75TeDA&esq=1&page=1&ndsp=31&ved=1t:429,r:7,s:0> 19-11-2010
    • BIBLIOGRAFIA (2/4) Imagem de problemas [Em Linha]. [Consult. 10 Dez 2010] Disponível em WWW: URL: <http://www.google.pt/imgres?imgurl=http://www.osbaodapesca.com.br/wp-content/uploads/2010/12/problemas_computador1.jpg&imgrefurl=http://www.osbaodapesca.com.br/&usg=__JoKCOBdDU31E1GMnyk-a7Bu2f74=&h=379&w=439&sz=30&hl=pt-br&start=0&zoom=1&tbnid=eMzukGnRhx95kM:&tbnh=148&tbnw=171&prev=/images%3Fq%3Dproblemas%26hl%3Dpt-br%26biw%3D1664%26bih%3D818%26gbv%3D2%26tbs%3Disch:1&itbs=1&iact=hc&vpx=133&vpy=113&dur=726&hovh=209&hovw=242&tx=118&ty=109&ei=QuYQTe_5IoLysgagndTnDA&oei=QuYQTe_5IoLysgagndTnDA&esq=1&page=1&ndsp=32&ved=1t:429,r:0,s:0> Imagem da lâmpada [Em Linha]. [Consult. 10 Dez 2010] Disponível em WWW: URL: < http://www.google.pt/imgres?imgurl=http://4.bp.blogspot.com/_rJsCZ6O8EPs/TOJ8dJdf5hI/AAAAAAAAAao/LAFJhhK9BwM/s1600/lampada%252Bideias.jpg&imgrefurl=http://grande-aventura.blogspot.com/&usg=__yyu4EHwiKt-WDM7KnLrCMGRbKJI=&h=405&w=354&sz=28&hl=pt-br&start=0&zoom=1&tbnid=IyYIgcVgbC2D6M:&tbnh=150&tbnw=131&prev=/images%3Fq%3Dideias%26hl%3Dpt-br%26biw%3D1664%26bih%3D818%26gbv%3D2%26tbs%3Disch:1&itbs=1&iact=hc&vpx=745&vpy=98&dur=545&hovh=240&hovw=210&tx=97&ty=116&ei=6eYQTZHBBZKGswaujLHhDA&oei=6eYQTZHBBZKGswaujLHhDA&esq=1&page=1&ndsp=34&ved=1t:429,r:3,s:0> Imagem da avaliação [Em Linha]. [Consult. 10 Dez 2010] Disponível em WWW: URL: < http://www.google.pt/imgres?imgurl=http://4.bp.blogspot.com/_1prR8zu2kaU/S9LTV3QgFqI/AAAAAAAAAA0/A6r1_eEwGSU/s320/avalia%C3%A7%C3%A3o.jpg&imgrefurl=http://luizcarvalho01.blogspot.com/&usg=__K82e72a-d4rSNcOjWcyDShYiA94=&h=274&w=268&sz=18&hl=pt-br&start=0&zoom=1&tbnid=OYEQsDj52_zLNM:&tbnh=151&tbnw=148&prev=/images%3Fq%3Davalia%25C3%25A7%25C3%25A3o%26hl%3Dpt-br%26gbv%3D2%26biw%3D1664%26bih%3D818%26tbs%3Disch:1&itbs=1&iact=rc&dur=378&ei=ceoQTciFJIKxtAbx_e3aDA&oei=ceoQTciFJIKxtAbx_e3aDA&esq=1&page=1&ndsp=36&ved=1t:429,r:22,s:0&tx=98&ty=67> 19-11-2010
    • BIBLIOGRAFIA (3/4) Imagem [Em Linha]. [Consult. 21 Dez 2010] Disponível em WWW: URL: <http://www.google.pt/imgres?imgurl=http://www.plio.pt/wp-content/themes/Plio/images/banner_tecnologia.jpg&imgrefurl=http://www.plio.pt/gestao-documental/&usg=__xGR_c2gnn_jGg5DzGXNRWHmojyE=&h=300&w=365&sz=11&hl=pt-pt&start=0&zoom=1&tbnid=5r3OMHqStz3kIM:&tbnh=122&tbnw=151&prev=/images%3Fq%3Dgestao%2Bdocumental%26um%3D1%26hl%3Dpt-pt%26biw%3D1366%26bih%3D667%26tbs%3Disch:1&um=1&itbs=1&iact=hc&vpx=128&vpy=218&dur=287&hovh=137&hovw=167&tx=152&ty=110&ei=UPkQTdbbBMOi8QP66OyEBw&oei=8fgQTdjnKKKS4gbIucyEAg&esq=12&page=1&ndsp=28&ved=1t:429,r:7,s:0> Imagem [Em Linha]. [Consult. 21 Dez 2010] Disponível em WWW: URL: <http://www.google.pt/imgres?imgurl=http://www.dll.pt/img/tab_gestao_documental_sel_pt.png&imgrefurl=http://www.dll.pt/&usg=__3MlEuMz9gatXYdFycOwP_1w3l6E=&h=96&w=228&sz=21&hl=pt-pt&start=28&zoom=1&tbnid=Zbc2wvDJbGnO1M:&tbnh=76&tbnw=182&prev=/images%3Fq%3Dgestao%2Bdocumental%26um%3D1%26hl%3Dpt-pt%26biw%3D1366%26bih%3D667%26tbs%3Disch:10,907&um=1&itbs=1&iact=rc&dur=376&ei=-vgQTdv1MNG08QPbtI3_Bg&oei=8fgQTdjnKKKS4gbIucyEAg&esq=2&page=2&ndsp=18&ved=1t:429,r:16,s:28&tx=33&ty=34&biw=1366&bih=667> LUCCA, Giana; CHARÃO, Andrea Schwertner; STEIN, Benhur de Oliveira - METADADOS PARA UM SISTEMA DE GESTÃO ELETRÔNICA DE DOCUMENTOS ARQUIVÍSTICOS [Em Linha]. 2005 [Consult. 20 Dez 2010] Disponível em WWW: URL: <http://docs.google.com/viewer?a=v&q=cache:kq5DsiqV_VYJ:www.arquivistica.net/ojs/include/getdoc.php%3Fid%3D188%26article%3D54%26mode%3Dpdf+Documentos+de+arquivo+electr%C3%B3nicos:+manual+para+arquivistas/CIA&hl=pt-PT&gl=pt&pid=bl&srcid=ADGEESjOEghNt6F1c9Tq1_dkCD7pRMQ1jGWP1XrPn4RS5XDZiDdLHkE9ztq8bBtiP5E85hO0nwI4IOmnzMf67s3Rb2YeVHLhPHFWpoLVV1IYjNmwM2TxWE4xXj5I3a4xqoAE96NdUs54&sig=AHIEtbQR7RlkdjlgWg5-EUNljXdkkC1RdA> CONSELHO INTERNACIONAL DE ARQUIVOS - DOCUMENTOS DE ARQUIVO ELECTRÓNICOS: MANUAL PARA ARQUIVISTAS [Em Linha]. 2005 [Consult. 20 Dez 2010] Disponível em WWW: URL: <http://dgarq.gov.pt/files/2008/10/ica_estudo16.pdf> 19-11-2010
    • BIBLIOGRAFIA (4/4) BARBEDO, Francisco; GOMES, Eugénia; HENRIQUES, Cecília - Recomendações para a gestão de documentos de arquivo electrónicos: Contexto de suporte. [Em Linha]. Lisboa: 2000 [Consult. 20 Dez. 2010] Disponível em WWW: URL: <http://www.adporto.pt/ficheiros_a_descarregar/siade1.pdf> HENRIQUES, Cecília; et tal. - Recomendações para a gestão de documentos de arquivo electrónicos: Modelo de requisitos para a gestão de arquivos electrónicos [Em Linha]. Lisboa: 2002 [Consult. 14 Dez. 2010] Disponível em WWW: URL: <http://ec.europa.eu/transparency/archival_policy/moreq/doc/moreq_pt.pdf> EAD –Encoded Archival Description: version 2002 [Em Linha]. [Consult. 27 Dez. 2010] Disponível em WWW: URL: <http://www.loc.gov/ead/> In: NATIONAL LIBRARY BOARD, Dubin core metadata initiative 1995[Em Linha]. [Consult. 27 Dez. 2010] Disponível em WWW: URL: <http://www.dublincore.org/documents/1999/07/02/dces/> NP 4438-1.2005, Informação e documentação – Gestão de documentos de arquivo: Parte 1: Princípios directores . Lisboa: IPQ NP 4438-2.2005, Informação e documentação – Gestão de documentos de arquivo: Parte 2: Recomendações de aplicação . Lisboa: IPQ   RIBEIRO, Cristina – Meta-Informação [Em Linha]. [Consult. 27 Dez. 2010] Disponível em WWW: URL: <http://paginas.fe.up.pt/~mcr/adoc/Metadata02Arch.pdf> In: THE LYBRARY OF CONGRESS, Encoded Archival Description: version 2002 [Em Linha]. [Consult. 27 Dez. 2010] Disponível em WWW: URL: <http://www.loc.gov/ead/ag/agappb.html#sec1> 19-11-2010
    • FIM OBRIGADA PELA ATENÇÃO  Trabalho realizado por: Cristiana Ribeiro nº 9080101 Maria José Marques nº 9080316 Márcio Monteiro nº 9070131 Tânia Duarte nº 9080140 19-11-2010