PROJETO: TEATRO NA ESCOLA                                                      Autora: Cecília AlcântaraUma Educação Infan...
Neste contexto, apresenta o movimento como uma importante dimensão dodesenvolvimento e da cultura humana. Neste movimento,...
artístico, tem como um dos objetivos a exploração e reconhecimento de       diferentes movimentos gestuais, visando a prod...
indivíduo como resultado de um processo sócio-histórico, enfatizando o papelda linguagem e da aprendizagem nesse desenvolv...
outros, garante situações de aprendizagens significativas no percurso dodesenvolvimento da criança.Assim, nesta   organiza...
É essencial que este trabalho requer uma integração plena entre alunos,professores e funcionários da instituição , além de...
AvaliaçãoO processo de avaliação nestas áreas deve ser             contínua, através deobservações e registros do professo...
da criança com o conhecimento, assim como na constituição da sua identidadee autonomia.As atividades com modelagem, sucata...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Projeto.doc teatro na ed. infantil

9,979

Published on

Projeto de teatro que através da linguagem permite que a criança utilize as diferentes formas de comunicação da sociedade como a corporal, a verbal, a plástica, a escrita, entre outras para mediar a aprendizagem.

Published in: Travel, Technology
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
9,979
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
117
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Projeto.doc teatro na ed. infantil

  1. 1. PROJETO: TEATRO NA ESCOLA Autora: Cecília AlcântaraUma Educação Infantil que leva em conta o trabalho interdisciplinar e que visao atendimento integral das necessidades da criança nesta faixa etária leva emconta as várias facetas do gênero da linguagem como forma de aprendizagem.Assim, o registro do desenvolvimento da criança nestas áreas é de extremarelevância no direcionamento das atividades, visando o desenvolvimentointegral do aluno em seu aprendizado.Na Educação Infantil, o brincar (Corpo e Movimento) é parâmetro para odesenvolvimento integral da criança. Sendo assim, é por meio da brincadeira eda fantasia que a criança se apropria do mundo adulto, das regras e dacomplexidade sócio-cultural da sociedade a qual pertence. Sendo assim umaproposta de Educação Infantil de qualidade compreende o papel fundamentaldo brincar, bem como as possibilidades de compor uma proposta pedagógicaque de fato promova um desenvolvimento infantil de qualidade.Dentro desta proposta, o teatro trabalha uma linguagem que oportuniza formasde manifestação que permite que a criança utilize as diferentes formas delinguagem da sociedade como a corporal, a verbal, a plástica, a escrita, entreoutras expressando suas próprias vivências e experiências de maneira maiscrítica e como isso, a criança analisa e avalia o resultado de suas açõesinteragindo de maneira mais eficaz no meio social em que vive.O Referencial Curricular Nacional (RECNEI) Vol. 3, documento que norteia aorganização da Educação Infantil no país, na sua introdução explicita que: O trabalho com movimento contempla a muticiplidade defunções e manifestações do ato motor, propiciando um amplo desenvolvimento de aspectos específicos da motricidade das crianças , abrangendo uma reflexão acerca das posturas corporais implicadas nas atividades cotidianas, bem como atividades voltadas para a ampliação da cultura corporal da cada criança.
  2. 2. Neste contexto, apresenta o movimento como uma importante dimensão dodesenvolvimento e da cultura humana. Neste movimento, o teatro como umadas manifestações culturais engloba as expressões e comunicação, tambémtambém ligada ao desenvolvimento e a aprendizagem das crianças nesta faixaetária possibilitando o desenvolvimento de sua identidade e autonomia.A M M Educação Infantil entende que a criança deve ser mediada paraestabelecer e ampliar cada vez mais as relações sociais, aprendendo aospoucos articular seus interesses e pontos de vista com os demais, respeitandoa diversidade e desenvolvendo atitudes de ajuda e colaboração. De acordocom esta visão entendemos uma criança que: • Desenvolve uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações; • Descobre e conhecer progressivamente seu próprio corpo, suas potencialidades e seus limites, desenvolvendo e valorizando hábitos e cuidado com a própria saúde e bem-estar; • Estabelece vínculos afetivos e de troca com adultos e seus pares, fortalecendo sua auto-estima e ampliando gradativamente suas possibilidade de comunicação e interação social;Este trabalho pode e deve ser desenvolvido através dos vários eixos abaixo: • Hora do Conto - atividades desenvolvidas dentro do componente curricular Linguagem Oral e Escrita através de diálogos com adultos e⁄ou seus próprios pares nas diversas situações de interação social e no faz- de-conta em que estas crianças se expressão via imitação, observação, familiarização com a escrita e leitura através do manuseio e audição de livros, revistas, escuta e encenação de diversos tipos de textos. • Artes Cênicas - atividades desenvolvidas dentro do componente curricular Música em que este, compreende-se como linguagem e forma de conhecimento que estão presentes no nosso cotidiano como no rádio, TV, brincadeiras, e outras situações de interações sociais que são consideradas como produção, apreciação e reflexão e Artes – O fazer
  3. 3. artístico, tem como um dos objetivos a exploração e reconhecimento de diferentes movimentos gestuais, visando a produção de marcas gráficas e complementando com ao trabalhos e objetos produzidos individualmente ou em grupo (Vol. 3, p.97). • Desenvolvimento da Identidade e Autonomia – na construção deste conceito a criança gradualmente, permite-se enquanto ser social a compreender-se e comunicar-se através de múltiplas formas tendo em vista a aquisiçao de seus próprios limetes corporais e isso ocorre de forma efetiva na oportinidade do trabalho com o teatro via histórias infantis entre outras; Objetivo EspecíficoExplorar, ampliar, familiarizar e oportunizar a criança na construção de seuconhecimento progressivamente através do movimento plástico e estético docorpo com seus gestos, posturas e rítmos que utilizamos para nos expressarde maneira prazerosa. Com isso formar cidadãos críticos e autonòmos queparticipa do processo social e conscientes de seus direitos e deveres nasociedade com base no respeito mútuo. ConteúdosOs conteúdos irão priorizar o desenvolvimento das capacidades expressivas eestéticas, possibilitando a apropriação e interação do movimento corporal emdiversas situações de aprendizagem. Isto se dará de forma gradual eexpontânea com a participação em diferentes atividades envolvendo apercepção de estruturas rítmicas, controle corporal, escuta de diferentesgenèros musicais, confecção de mácaras, objetos de sucatas, apoio emsituações que envolvam a necessidade a argumentação de idéias e pontos devista, experiências vividas. MetodologiaVygotsky, sustenta que todo conhecimento é construído socialmente, no âmbitodas relações humanas. Essa teoria, tem por base o desenvolvimento do
  4. 4. indivíduo como resultado de um processo sócio-histórico, enfatizando o papelda linguagem e da aprendizagem nesse desenvolvimento, sendo essa teoriaconsiderada, histórico-social. Este processo, se dá na relação com outro, nastrocas onde o professor aperfeiçoando sua prática constrói, consolida, fortalecee enriquece seu aprendizado. Por isso é importante ver a pessoa do professorvalorizar o saber de sua experiência.Neste sentido, NÓVOA (1997) afirma: A troca de experiências e a partilha de saberes consolidam espaços de formação mútua, nos quais cada professor é chamado a desempenhar, simultaneamente, o papel de formador e de formando.Neste sentido, o papel do professor é de fundamental importância para acriança ao iniciar a Educação infantil, esta criança está na idade de vivenciar oprocesso de socialização e estabelecer amizades. Sendo assim, o teatro naescola oferece uma alternativa de ensino, seja como processo para odesenvolvimento das atividades do currículo, seja como oficina de apoio dasatividades curriculares.A metodologia utilizada neste projeto contempla uma ação educativa que visagarantir segundo o (RECNEI) Vol. 3, p. 107, que a criança compreenda econtemple a diversidade da produção artística, também que haja a possibiidadedo uso de diferenciados materiais que sejam manipulados e transformados.Ainda, que as trocas de experiências entre crianças sejam respeitados,inclusive nas produções individuais. Tudo isto levando em conta o prazer lúdicocoo gerador so processo de produção.Diante destes elementos, o professor deve estar atento no redimensionamentodas atividades propostas quando houver necessidade.A utilização de recursos como TV, vídeo, computadores em sala de aula,internet, visita a escolas e espaços culturais, ida ao teatro, cinema, entre
  5. 5. outros, garante situações de aprendizagens significativas no percurso dodesenvolvimento da criança.Assim, nesta organização, estes conhecimentos são (re)pensados e (re)vistosenquanto percebimento de um aprendizl que lida com indivíduos em uma sociedadeem constantes mudanças.Durante o processo de construção deste projeto é importante afirmar que esteestará em consonância com a Proposta Pedagógica da Instituição.Sendo assim, o trabalho será dividido em várias etapas que deverão estar emmconsonância entre si como:  interação dos grupos/turmas através de jogos de percepção e observação do corpo como um todo  brincadeiras, músicas de conhecimento comum a todos.  História o uso da arte de contar histórias para apresentar diversos contos .  observação de figuras humanas nas imagens.  após leitura de histórias, uso de desenhos e (re)interpretação) destas.  Jogos com música para a dança e desenvolvimento da expressão corporal, da audição e ritmo  valorização da ação artística e o respeito pela diversidade cultural.  trabalho individual e em grupo respeitando o limite e o potencial de cada um.  criação de trabalhos manuais através de pinturas, colagens, modelagens, texturas, etc.  A partir daí iniciam-se os ensaios de fala, coreografias etc.O professor com o conhecimento do grupo como um todo, pode inferirapresentando sugestões indicando materiais, tipos de ações adequados a cadacriança ou grupo.
  6. 6. É essencial que este trabalho requer uma integração plena entre alunos,professores e funcionários da instituição , além de pais e comunidade, pois odesenvolvimento depende da participação de todos, pois envolvemdiferenciados conteúdos cada um em seu segmento.Para planejar cenários, fantasias, adereços, máscaras, entre outros, odesenvolvimento de oficinas entre os participantes devem ser uma constantepara que sejam confeccionadas todo o material a ser utilizado.As atividades desenvolvidas durante este período podem ser assimdistribuídas:  Rodas da conversa informais e formais  Leitura de materiais variados como livros infantis, jornais, revistas, gibis, etc  Visitas à museu, teatro e cinema da cidade  Observação do meio como forma de pesquisa da cultura local e global  Confecção de cartazes, jornais, livros referente ao tema abordado  Músicas e textos com conteúdo relacionadas ao tema escolhido  Confecção das fantasias, máscaras para a apresentação da peça, musicais, etc  Linguagens cênicas: linguagem falada e escrita, expressão corporal (corpo e movimento), as expressões plásticas, visuais e sonoras na elaboração de peças teatrais  Produção de fotos, vídeo e CD  Participação dos professores em Simpósios e Seminários  Mostra Cultural com trabalhos realizados pelos alunos bimestralmente⁄semestralmente⁄ anualmente.  Seminário de teatro (julho)  Auto de Natal (Dezembro)
  7. 7. AvaliaçãoO processo de avaliação nestas áreas deve ser contínua, através deobservações e registros do professor que poderá documentar os progressos dodesenvolvimento dos alunos nesta área de atuação. As habilidadesconquistadas como linguagem, expressão, ritmo, comunicação, improviso,entrosamento, criatividade, autonomia, respeito as regras sociais, etc, são onorte para que estes sujeitos possam agir como (trans)formadores do faz-de-conta para o mundo real.Para que se possa avaliar efetivamente se uma criança ou grupo desenvolve-se saudavelmente deve-se pensar em um ambiente que remete a desafios emsituações de interatividade podendo ser feita de forma sistemática por todos osenvolvidos no processo como afirma ZAMBELLI:  professores: através da observação e do registro, reunião com pais, atividades confeccionadas pelos alunos.  alunos: através de produções de atividades relacionadas ao tema  pais/comunidade: através do envolvimento dos pais com relação a horários de ensaio, presença e divulgação das apresentações, reuniões, participação em oficinas e palestras realizadas na Unidade Escolar  resultados: mostras culturais, fotos, vídeos e produção do CD da peça teatral e sua apresentação .O faz-de-conta no trabalho com a Educação Infantil segundo o RECNEI Vol. 2(p. 31,33) manifesta-se primordialmente através da imitação. Cabe aoprofessor organizar situações em que ocorram interações de aprendizagemque representem personagens diferenciados possibilitando ações e reaçõesseja no âmbito afetivo, emocional ou cognitivoConsiderações finaisConsiderando que através do teatro a criança expressa-se, comunica-se esociabiliza-se, o professor tem o importante papel que é a mediação da relação
  8. 8. da criança com o conhecimento, assim como na constituição da sua identidadee autonomia.As atividades com modelagem, sucatas, desenho, pintura, etc, é indispensáveldesde cedo, podendo ser apresentada as crianças como forma de observar,refletir, atuar sobre a sua aprendizagem. A arte de imitar está presente em tudoe cabe ao educador utilizar recursos didáticos adequados para apresentarvariadas informações nos momentos certos a estas crianças.Ao imitar pessoas de seu convívio, a criança está representando. Estarepresentação de seu cotidiano, se dá a partir de desenhos, conversas,dramatizações, etc. Nestes casos, o professor deve estar atento como está ouse dará o desenvolvimento das habilidades de seu aluno, sua inserção social.No nosso dia-a-dia as formas de comunicação e expressão humana sãoferramentas eficientes para planejar ações e⁄ou transformações em umaEducação Infantil de qualidade, consolidada no respeito à criança que aprende.Neste projeto, o primordial é que a arte do teatro desenvolva amplamente nacriança habilidades como a auto-estima, formulação de idéias, resolução deproblemas, criticidade, etc, tudo ludicamente.Cabe então, a todos os profissionais que atuam direta ou indiretamente com oensino da arte, uma reflexão não somente dos processos de sala de aula, mastambém do seu papel como cidadãos, protagonistas de uma história.BIBLIOGRAFIA1 - BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de EducaçãoFundamental. Referencial curricular nacional para a educação infantil, V. 3,Brasília: MEC/SEF, 1998.2 - A CRIANÇA E O TEATRO - DE QUE CRIANÇAS FALAMOS? Maria HelenaKühner site: http://www.cbtij.org.br/arquivo_aberto/artigos.htm

×