Curadoria de Conteúdo - Alguns artigos

  • 1,423 views
Uploaded on

Reuni alguns artigos super interessantes. Tenho certeza de que é de grande ajuda se você ainda não sabe sobre o que se trata a Curadoria de Conteúdo ou mesmo colocá-la em prática. Muito útil também, …

Reuni alguns artigos super interessantes. Tenho certeza de que é de grande ajuda se você ainda não sabe sobre o que se trata a Curadoria de Conteúdo ou mesmo colocá-la em prática. Muito útil também, caso queira apenas se aprofundar no assunto.

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
1,423
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
50
Comments
0
Likes
4

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Artigos sobre Curadoria de Conteúdo
  • 2. SumárioIntroduçãoCuradoria: o sentido do conteúdo digital nas redes sociais10 boas ideias para curadoria de conteúdo onlineCuradoria de conteúdo não precisa ser algo complicadoCuradoria de Conteúdo é ReiA importância da curadoria de conteúdo
  • 3. IntroduçãoPara quem ainda não sabe sobre o que se trata ou até colocar em prática e para quemapenas gostaria de se especializar mais no assunto. Aqui está alguns artigos que querocompartilhar você!Então, tenha uma ótima leitura!Obrigado.
  • 4. ALVES, A. Curadoria: o sentido do conteúdo digital nas redes sociais.Disponivel em: http://drconteudo.com.br/2012/02/curadoria-o-sentido-do-conteudo-digital-nas-redes-sociais/A cada segundo, um tsunami de informações brota nas redes sociais online. Ademanda por curadoria cresce. Como lidar com isso e ser um bom profissional?A curadoria é, basicamente, o processo de coleta de informações sobre um determinadoassunto relativamente ligado ao negócio do cliente que, após serem filtradas, tornam-seideias relevantes projetadas em formato de conteúdo online.Essa é uma área promissora que vem ganhando destaque nas agências especializadas emmídia online. Porém, não basta gostar de escrever e ser fera nas redes sociais; gestão deconteúdo é um cargo que exige atenção, foco, criatividade e agilidade, pois asinformações são emitidas rapidamente nas mídias, não sendo possível acompanhar todoo fluxo e saber sobre tudo que está acontecendo. (Mas existem métodos de se manteratualizado e fazer uma boa curadoria.)Já foi massificado, de diversas formas, sobre a necessidade de que haja planejamentopara executar ações nas redes sociais, mas é sempre válido lembrar que o conteúdotambém deve fazer parte desse contexto – planejar antes de executar. Não estamosfalando por falar; existe um público que será impactado com a campanha e a expectativade se obter resultados.Como explorar a área e ser um bom curadorNunca vai existir uma receita, pois nessa área as mudanças acontecem rapidamente,porém existem métodos que, com o passar do tempo, são adaptados conforme anecessidade.  Explore os infográficos, eles são de grande importância para deixar os usuários bem-informados;  Os vídeos, inclusive os mais específicos, que apresentam um passo a passo, geram um maior envolvimento;  Lembre-se que as pessoas buscam informações detalhadas – apresente projetos realizados pela empresa falando sobre o resultado que esse trabalho trouxe; os usuários, assim como potenciais clientes, gostam de exemplos e de acompanhar os pontos positivos e os frutos gerados.Muitos curadores colhem as informações mais relevantes, no entanto não sabem comodistribuí-las e acabam copiando o título da matéria. Isso não é bacana. Isso não é o maisadequado. Leia o assunto, entenda e crie um conteúdo de qualidade, potencialize ainformação para que as pessoas tenham desejo em ler. As imagens também ajudam adespertar o interesse, pois as mídias sociais – e a própria natureza da web – são maisvisuais.
  • 5. Uma dica valiosa: Para evitar a má qualidade do conteúdo, cite a fonte. Para posts nasredes sociais, você pode mencionar a fonte ou apenas o link, porém faça questão dedeixar evidente a quem pertence o conteúdo no qual você se baseou e/ou extraiuinformações.Ferramentas e especialistasExistem algumas ferramentas que ajudam na coleta de informações; elas sãoimportantes porque, com elas, os profissionais otimizam o tempo e filtram os assuntosde maior interesse. Algumas bem legais que sugiro são Paper.li, Redux, BagTheWeb eaté o Pinterest, mais recente e na crista da onda.Ouvir especialistas da área é sempre bom para poder sair da caixa e explorar novosambientes, conceitos práticas e acompanhar as tendências.Na busca por mestres que entendem do assunto, sugiro o livro ‘’Nação Curadoria’’(Curation Nation), de Steven Rosenbaum, que, com ótimo conteúdo, trata sobre osurgimento da curadoria, ferramentas, técnicas, os curadores em ascensão e como criaruma estratégia de conteúdo.
  • 6. AVANTARE. 10 boas ideias para curadoria de conteúdo online.Disponivel em: http://www.avantare.com.br/blog/10-boas-ideias-para-curadoria-de-conteudo-onlineCom o imenso volume de informações disponibilizadas na internet, a gestão deconteúdo online se tornou uma exigência no gerenciamento de canais digitais. Nessecontexto, a curadoria de conteúdo online se torna uma atividade cada vez mais relevantee valorizada pelas empresas, uma vez que consiste em agregar informações de váriasfontes para um único recurso abrangente, seja um blog, um e-book ou outra plataformadigital.Entretanto, para a curadoria de conteúdo é preciso tempo de apuração e uma avaliaçãocuidadosa das informações. É bom ter em mente que os objetivos são: ajudar osusuários a encontrar dados que eles precisam, deixar a web mais organizada e, claro, setornar referência no tema escolhido. Digamos que uma boa curadoria de conteúdoonline seria tão prestigiada quanto uma famosa galeria de artes, que disponibiliza váriasobras famosas em um só lugar.Pamela Seiple, gerente de Marketing na Hubspot, lista 10 tipos valiosos de conteúdopara realizar uma curadoria online:1. Dicas de especialistas: uma das coisas boas da curadoria de conteúdo é que qualquerpessoa com bom nível de pesquisa online consegue fazer uma curadoriarelevante.Aproveite essas dicas de diversos especialistas sobre determinado assunto eorganize-as em uma lista de tópicos;2. Citações: compilar citações relevantes de especialistas de áreas específicas é umaforma de reunir conteúdo valioso sobre temas de interesse.3. Apresentações: atualmente, bons palestrantes estão divulgando seus recursos emredes como o Slideshare. Use as palavras-chave e a lista dos mais populares paraescolher as apresentações mais importantes do setor;4. Estudos de caso: as pessoas gostam de aprender com exemplos. Coloque nacuradoria de conteúdo exemplos de situações que comprovem ou refutem algumasteorias sobre seu setor;5. Blogs e sites: quais canais são referência para o assunto escolhido? Compartilhe umalista com algumas descrições dos melhores blogs e sites do seu ramo de atividade;6. Infográficos: ótimos recursos para dar dados complexos e quando bem feitoschamam a atenção do leitor. Quando for compartilhá-lo, dê sua opinião sobre o recurso;7. Estatísticas, dados, tabelas e gráficos: os dados são importantes para a produção deconteúdo. E muitas vezes encontrar documentos confiáveis na web pode sercomplicado, por isso uma lista com os melhores dados sobre determinado assuntocompilados em uma lista terá alto valor para seu público;
  • 7. 8. Vídeos: disponibilize links para vídeos do tipo “como fazer” ou “passo-a-passo”.Esse é um recurso muito procurado pelos usuários;9. Livros/Ebooks: sugira livros que possam ser importantes para o seu nicho detrabalho;10. Exemplos da empresa: mostre um pouco do seu trabalho. Se sua empresa trabalhacom web design, disponibilize alguns layouts de sites, ou imagens produzidas paraalgum projeto. Se trabalhar com paisagismo, por exemplo, é muito interessante colocarfotos de alguns projetos já realizados.E para todas as ideias acima, como deve acontecer com qualquer atividade relacionada aconteúdo online, não se esqueça de dizer quais foram as fontes. Lembre-se também quequalidade e relevância são as palavras-chave para qualquer tipo de curadoria. Ninguémquer acessar listas medíocres, todos querem o nível máximo de qualidade.
  • 8. DÓRIA, T. Curadoria de conteúdo não precisa ser algo complicado.Disponivel em: http://www.tiagodoria.ig.com.br/2011/09/28/curadoria-de-conteudo-nao-precisa-ser-algo-complicado/Apesar de ser um dos assuntos do momento na web, curadoria de conteúdo não precisaser vista como algo complicado. Para mim, isso ficou bem claro ao acompanhar apalestra do pesquisador americano Steven Rosenbaum, no Digital Age 2.0, que aconteceem São Paulo.Tanto que o pesquisador, autor de Curation Nation, chegou a falar que, para as novasgerações, não existe diferença entre a atividade de fazer curadoria e a de produzirconteúdo próprio. Na verdade, elas andam juntas. Uma coisa não exclui a outra.Fica mais evidente o quanto o tema não precisa ser tratado como alguma coisa fora docomum, se juntarmos essa visão de Rosenbaum à frase do colunista de mídia TomForemski – mesmo sem perceber – todos nós somos curadores de conteúdo. No dia adia, ao atualizarmos microblogs ou simplesmente ao fazermos uma playlist, estamosfazendo curadoria para uma determinada audiência.Talvez a grande novidade a respeito do assunto seja essa – a curadoria de conteúdodeixou de ser uma habilidade apenas dos grandes “publishers” para, teoricamente, poderser feita por qualquer pessoa.Segundo Rosenbaum, ser apaixonado por um assunto é a premissa básica para ser umbom curador, além de estar atento a 3 questões:1) A partir do momento que compartilhamos algo, estamos endossando-o. Devemosprestar atenção ao que retuítamos ou compartilhamos na web.2) Na web, é mais poderoso saber ouvir do que falar.3) Num mundo repleto de informações, as pessoas estão famintas por clareza, concisãoe contexto.Rosenbaum bateu no assunto de que a sabedoria das multidões será substituída pelacuradoria. Os algoritmos darão espaço para especialistas. Premissa defendida já há 3anos por Bill Tencer, autor do livro Click.Ou seja, percebe-se que, cada vez mais, pesquisadores ligados à web questionam o“overload informativo” e a dificuldade dos atuais algoritmos em lidar com ele. Cadapesquisador tem uma solução para o fenônemo.Para o americano Eli Pariser, autor de Filter Bubble, por exemplo, as causas daabundância de conteúdo vêm de muito antes da internet. São resultados de uma fase docapitalismo em que ocorreu uma fragmentação dos mercados. Uma solução não-tecnológica é a mais recomendada.
  • 9. Segundo Pariser, do mesmo modo que, a fim de acabar com o sobrepeso, devemosmudar os nossos hábitos alimentares, para lidar com o atual “overload informativo”,precisamos mudar o modo como consumimos mídia. Devemos consumi-la de formamenos compulsível.Rosenbaum, por sua vez, acredita que a própria democratização dos meios causou o“overload” e que a curadoria é a solução.Basicamente, a palestra de McGonigal girou em torno de seu último livro. Apesquisadora lembrou duas partes do livro:1) O quanto poderosos são os “foresight games”, jogos que nos ajudam a preverproblemas futuros. Exemplo - World Without Oil em que as pessoas são convidadas apensar num mundo sem petróleo. Tipo de reflexão que gera um efeito – buscar novasfontes de energia e evitar ser tão dependente do petróleo.2) Os games produzem uma sensação de conectividade, engajamento, felicidade einspiração que não encontramos em outras atividades do cotidiano. Por isso, fazemtanto sucesso e têm capacidade de serem utilizados para resolver problemas reais.
  • 10. MOTTA, C. Curadoria de Conteúdo é Rei. Disponivel em:http://socialbusk.wordpress.com/2012/03/18/curadoria-de-conteudo-e-rei/Estamos na Era do Conteúdo abundante, onde o encontramos em todos os lugares efontes. Blogueiros produzem conteúdo, fotográfos que postam fotos no Flickr também,posts no facebook, publicações no Tumblr e Pinterest etc. Hoje se vê, ler e ouveconteúdo por todos os lados, somos livres na forma de produzí-lo através de celulares,laptops, câmeras digitais, iPads, web cam. As pessoas gostam de compartilhar,informar, contar o que estão fazendo, onde estão. É nesse contexto que as pessoas emarcas precisam de habilidade para fazer uso oportuno e eficaz dessas informações.Aqui entra o Rei, (explicado no vídeo acima pela empresa Percolate, em NY): ContentCuration ou Curadoria de Conteúdo e sua habilidade de encontrar e organizarinformações que realmente importam. O trabalho é feito por profissionais e envolve ofiltro, classificação e organização de informações relevantes que são colocadas em umcontexto organizado a serem compartilhadas para sua comunidade.Curating não é simples. Para ter sucesso como curador, você precisa se organizar diantede tanto conteúdo disponível, concordam? E não existe um manual com a melhor formade se fazer, existem dicas, questionários a serem respondidos, ferramentas que podemajudar na organização do conteúdo e mais dicas. Além disso, o Harold Jarche demontrano quadro abaixo os 3S’ da Curadoria de Conteúdo: Seek, Sense, Share.
  • 11. Robin Good também fornece muito conteúdo bom e fez um uma check list de atividadesque podem ser incorporadas no trabalho para aumentar o valor do que você estáproduzindo e criando.  Optimizes  Edits  Formats  Selects  Excerpts  Writes  Classifies  Links  Personalizes  Vets  Credits  Filters  Taps  Suggests  Searches  Scouts  Hacks Filters and Searches  Is Transparent  Recommends  CrowdsourcesDepois de tanto ler sobre o assunto, chego a conclusão de que não existe a melhor formade trabalhar com curadoria. Cabe única e exclusivamente ao curador encontrar a melhorforma de trabalhar, organizar tópicos e as dicas, compilar ideias e transformá-las emrelevantes, da maneira que achar melhor, organizando o seu tempo e sua atenção.
  • 12. XAVIER, R. A importância da curadoria de conteúdo. Disponivel em:http://www.midiassociais.net/2011/11/a-importancia-da-curadoria-de-conteudo/A Curadoria de Conteúdo é uma realidade para a comunicação on-line, pois estamosconstantemente sendo inundados com anúncios, artigos e outras formas de informaçõesdiárias. Entender esse conceito é essencial para ajudar seu público a ver apenas asnotícias ou as atualizações mais importantes.Vou iniciar este artigo pela seguinte frase do autor e professor da NYU Clay Shirky:“A Curadoria surge quando a busca para de funcionar.”Mas afinal, o que é Curadoria de Conteúdo?Se vasculharmos a internet encontraremos várias definições que acabam convergindopara um mesmo ponto:Curadoria de conteúdo é o ato de constantemente identificar, selecionar e compartilharos melhores e mais relevantes conteúdos on-line tais como posts, fotos, vídeos,ferramentas, tweets ou qualquer outro sobre um tema específico para corresponder àsnecessidades de um público também específico.Cenário Atual“Não é a sobrecarga de informações. É falha do filtro.” (Clay Shirky)Antes de prosseguirmos com o assunto, vamos ver como anda o cenário atual dasinformações na web para compreender melhor a importância da curadoria de conteúdo.Para isso vou mostrar um infográfico criado pela Go-Globe que descreve o que acontecea cada 60 Segundo na internet:
  • 13.  Em 60 segundos são feitas cerca de 694.445 buscas no Google;  320 novas contas e 98 mil tweets são geradas no Twitter;  695 mil atualizações de status, 79.364 postagens no mural e 510.040 comentários são publicados no Facebook;  100 novas contas no LinkedIn;  13 mil aplicativos são baixados para o iPhone;  600 vídeos são enviados para o YouTube, sendo mais de 25 horas de conteúdo;Tendo em mente que a cada minuto centenas de novos vídeos são carregados online,posts em blogs são escritos e publicados, milhares de tweets e outras mensagens curtassão compartilhados; dizer que há uma avalanche de conteúdo sendo criado agora fazmuito sentido. O interessante é que há relativamente poucas tecnologias ou ferramentasque tem sido adotadas de uma forma generalizada para gerenciar esse dilúvio deinformação, como por exemplo os buscadores.A questão real é se soluções como estas serão suficientes. Por algumas estimativas, empoucos anos vamos chegar a um ponto onde todas as informações na internet irãodobrar a cada 72 horas. O resultado previsível disso é que as marcas estão começando afocar na criação de conteúdo quando elas começam a olhar para as mídias sociais. Daísurge perguntas como: O que vamos criar para nossos clientes, fãs ou público? É aquique acaba surgindo o papel do curador de conteúdo. Aquele que encontra grupos,organiza e compartilha o melhor e mais relevante conteúdo sobre uma linha de assuntoespecífico. O componente mais importante deste trabalho é a palavra “continuamente”,e no mundo em tempo real da internet, isso é crítico.Para deixar isso de uma forma mais clara Rohit Bhargava escreveu um curto manifestosobre a curadoria de conteúdo:“Num futuro próximo, os especialistas prevêem que o conteúdo na web dobrará a cada72 horas. A análise separada de um algoritmo não será mais suficiente para encontrar oque estamos procurando. Para satisfazer a fome das pessoas por um grande conteúdosobre qualquer assunto imaginável, haverá a necessidade de ter uma categoria nova detrabalho em linha individual. Alguém cujo trabalho não é para criar mais conteúdo, maspara dar sentido a todo o conteúdo que os outros estão criando. Para encontrar o melhore mais relevante conteúdo e trazê-lo para a frente. As pessoas que optarem por assumiresse papel serão conhecidos como curadores de conteúdo. O futuro da web social seráimpulsionado por esses curadores de conteúdo, que assumem a responsabilidade decoletar e compartilhar o melhor conteúdo on-line para outros consumirem e assumiremo papel de cidadãos editores, publicando compilações de grande valor de conteúdocriado por outros. Com o tempo, esses curadores trarão mais utilidade para a web. Aofazer isso, eles vão ajudar a adicionar uma voz e ponto de vista de organizações eempresas que podem conectá-los aos clientes – a criação de um diálogo inteiramentenovo com base em conteúdo valorizado não apenas mensagens de marketing da marca.”De acordo com Paul Gillin, alguns anos atrás, as audiências eram sedentas porinformações, e o papel das mídias foi criá-las. Hoje, estamos nos afogando eminformações e o papel emergente das mídias é o de filtra-las e organizá-las.
  • 14. Agora vamos à outra estatística:“Nós não temos uma escassez de informações, temos uma escassez de atenção“(Godin)Curadoria é agora uma necessidade. A web está abarrotada de conteúdo, mais do queuma pessoa poderia consumir em várias vidas. O melhor que pudemos fazer até agorapara aproveitar o excesso de informação maciça é usar ferramentas como o GoogleReader e agregadores de feed RSS, como o Alltop. Elas ajudaram, com certeza, masninguém está passando por toda essas informações e escolhendo a melhor das melhoresde modo que isso faça algum sentido. Ao invés de iniciar um novo site com o objetivode criar um monte de novos conteúdos, é hora de as pessoas pensarem sobre a ideia deserem curadoras de conteúdo. Organizar e comentar os melhores conteúdos em torno deum determinado tópico.Então porque a curadoria de conteúdo se faz tão importante:1º – As pessoas querem desesperadamente seguir bons “filtros” de informações paraeconomizar tempo.2º – Curadoria, feita corretamente, tem uma mistura perfeita de comentários originais econteúdos externos, como vídeos, áudios, imagens e mensagens de blogs.3º – Curadoria é muito mais simples do que o desenvolvimento de conteúdo original.4º – Curadoria leva a boa notoriedade, respeito e status de liderança de pensamento parao curador.5º – 1% dos usuário da web que criam quase todo o conteúdo na web têm feito um bomtrabalho no departamento de quantidade. Alguém em cada nicho tem de filtrar oconteúdo de qualidade a partir do lixo.
  • 15. O processo da Curadoria de ConteúdoCuradoria de conteúdo significa aprender com os outros e partilhar seus conhecimentos.Há várias maneiras de iniciar o processo de curadoria, mas todos visam sempre aidentificação, organização e compartilhamento de tais conteúdos, como mostrado nafigura abaixo.Uma das formas de dar início ao processo de curadoria seria seguir alguns passos:Identifique um tópico  Sobre qual tema seus clientes gostariam de ouvi-lo todos os dias?  Sobre qual tema a sua empresa tem uma posição única?  Sobre qual tema que você quer ser um líder de pensamento?  Eu acrescentaria que você precisa encontrar um tópico que irá ajudá-lo a finalmente conduzir seus objetivos de marketing também.Siga os Influenciadores  Blogueiros  Analistas  Publicações  Sites de notícias on-line  Revistas  Depois de identificar estes, segui-los com o Twitter, RSS, feeds e-mail newsletter, etc.Compartilhe  Selecione apenas o conteúdo mais relevante  Seja abrangente e de mente aberta  Compartilhar entre canais
  • 16. Lembre-se, seu trabalho é ser o curador para selecionar o melhor conteúdo de todo osetor. Compartilhar as informações que serão valiosas e relevantes para a seu público-alvo.  Newsletters  Um Microsite  Social Media  Feeds  WidgetsCrie o seu próprio conteúdoVocê precisa compartilhar sua própria perspectiva … o seu próprio ponto de vista. O atode curadoria mantém a relevância, coloca seu conteúdo no contexto de uma questãomais ampla e constrói credibilidade.Pontos chave da curadoria:  Criar, cura, mas não pirateie  Sempre atribua as fontes  Link para o conteúdo original é essencial.Ferramentas para a Curadoria de ConteúdoComo visto no tópico anterior, o processo para realizar a curadoria acaba exigindo aorganização do conteúdo. Essa organização é geralmente feita por intermédio deplataformas que facilitam o gerenciamento. A seguir eu disponibilizo um mapa mentalelaborado por Robin Good com várias ferramentas para auxiliar nesse trabalho.Para Finalizar o artigo, gostaria de fazer uma ligação que acho extremamenteimportante entre a curadoria de conteúdo e os negócios, uma vez que ela permite oestabelecimento de uma influência on-line, potencializando a autoridade de uma marca.Se uma empresa continuamente postar informações mais interessantes, as pessoas vãoconfiar nela e começar a vê-la como uma “expert” em sua indústria. Todas estasestratégias podem ajudar a construir sua marca e atrair mais tráfego ao seu site para quevocê possa expandir o alcance de sua empresa.Em um artigo publicado por Steve Rosenbaum no portal Business Insider em 2009, dizque:“Curiosamente, a curadoria devolve o poder de volta às marcas e às publicações.Enquanto qualquer um pode produzir conteúdo, a decisão de coletá-lo e apresentá-loatravés de curadores de conteúdos de confiança envolve mais risco e, portanto, tem maisvalor.”