Your SlideShare is downloading. ×
0
Rochas
Rochas
Rochas
Rochas
Rochas
Rochas
Rochas
Rochas
Rochas
Rochas
Rochas
Rochas
Rochas
Rochas
Rochas
Rochas
Rochas
Rochas
Rochas
Rochas
Rochas
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Rochas

2,382

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
2,382
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
96
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. TESTEMUNHOS DA ACTIVIDADE DATERRA • Substância sólida, homogénea, cristalina, de composição química bem definida, ou variável dentro de certos limites, formada por processos naturais e inorgânicos, sem a intervenção do Homem.
  • 2. • COR • Deve ser observada à luz natural em superfícies recentes• TRAÇO OU RISCA • Cor do pó do mineral• BRILHO • Modo como os minerais reflectem a luz natural em superfícies inalteradas • Brilho metálico e não metálico• CLIVAGEM • Tendência que determinados minerais têm para se partirem segundo determinadas superfícies• DUREZA • Menor ou maior resistência que um mineral apresenta ao ser riscado por outros • Escala de Mohs
  • 3. • REACÇÃO COM O ÁCIDO • O carbonato de cálcio reage com o ácido, libertando dióxido de carbono MAGMÁTICAS ROCHAS SEDIMENTARES METAMÓRFICAS
  • 4. • São as mais abundantes na Natureza• Constituem cerca de 95% da crosta terrestre• GÉNESE • Solidificação do magma por: • Diminuição da TEMPERATURA • Diferenças de PRESSÃO • Em profundidade – ROCHAS PLUTÓNICAS • GRANITO • À superfície – ROCHAS VULCÂNICAS • BASALTO • OBSIDIANA
  • 5. • Disposição dos minerais• Grau de cristalinidade – organização das partículas• Tempo de arrefecimento do magma tamanho dos cristais• TEXTURA FANERÍTICA • Solidificação lenta do magma • Cristais bem desenvolvidos, visíveis macroscopicamente• TEXTURA AFANÍTICA • Arrefecimento rápido do magma à superfície ou próximo dela • Cristalização incompleta• TEXTURA VÍTREA • Arrefcimento muito rápido do magma à superfície • Não permite o desenvolvimento de cristais• GRANITO • Solidificação do magma em profundidade • Arrefecimento lento • Cristais bem desenvolvidos e visíveis macroscopicamente • Cristalização completa TEXTURA FANERÍTICA
  • 6. • BASALTO • Solidificação do magma à superfície ou próximo da superfície • Arrefecimento rápido • Cristais pouco visíveis macroscopicamente • Massa amorfa (constituída por matéria que não cristalizou) • Cristalização incompleta TEXTURA AFANÍTICA• OBSIDIANA • Solidificação do magma à superfície • Arrefecimento muito rápido • Ausência de cristais (massa vítrea) • Ausência de cristalização TEXTURA VÍTREA
  • 7. • GRANITO• BASALTO PIROXENA OLIVINA
  • 8. • GÉNESE • Formam-se à superfície ou muito perto dela • Formam-se a partir de SEDIMENTOS • Fragmentos resultantes da desagregação de rochas pré-existentes • Dispõem-se em estratos • Podem conter fósseis • Implica a ocorrência dos seguintes processos: • METEORIZAÇÃO • EROSÃO • TRANSPORTE • SEDIMENTAÇÃO • DIAGÉNESE
  • 9. • Processos físicos e químicos que originam a alteração das características originais das rochas• FACTORES CLIMÁTICOS • Vento • Temperatura• ÁGUA• SERES VIVOS• Processos físicos e químicos que permitem remover os materiais resultantes da meteorização• AGENTES EROSIVOS: • Água RAVINAS • Vento CHAMINÉS DE FADA BLOCOS PEDUNCULADOS
  • 10. GRAND CANYON• Movimento dos materiais erodidos• AGENTES DE TRANSPORTE: • Gravidade • Água • Glaciares • Vento
  • 11. • Deposição dos materiais• Normalmente, formam-se estratos
  • 12. • Alterações químicas e estruturais dos sedimentos depositados• A acção da pressão liga os sedimentos entre si - CIMENTAÇÃO COMPACTAÇÃO C I M E N T A Ç Ã O DESIDRATAÇÃO RECRISTALIZAÇÃO
  • 13. • DETRÍTICAS• QUIMIOGÉNICAS• BIOGÉNICAS• Formam-se por acumulação de partículas sólidas de diferentes dimensões (SEDIMENTOS), resultantes da alteração e desagregação de rochas pré-existentes CASCALHO AREIA ARGILA CONGLOMERADO ARENITO ARGILITO
  • 14. • Resultam de processos que causam a precipitação de substância dissolvidas na água• EVAPORITOS • Resultam da evaporação de águas salinas • Sal-gema ou halite (NaCl) • Gesso (CaSO4)• Calcários quimiogénicos
  • 15. • ESTALATCTITES • ESTALAGMITES • COLUNAS• Resultam da acumulação de materiais provenientes de seres vivos• CALCÁRIOS RECIFAIS (coralígenos) • Deposição de estruturas provenientes de CORAIS• CALCÁRIOS CONQUÍFEROS • Formam-se por acumulação de CONHCHAS de animais marinhos
  • 16. • CARVÃO • Constituído por restos de vegetais C A R V Ã OANTRA CarvãoCITE• PETRÓLEO • Forma-se a partir de matéria orgânica que se acumula nos poros de rochas sedimentares
  • 17. • GÉNESE • No interior da crosta terrestre • A partir de rochas pré-existentes• METAMORFISMO • Conjunto de fenómenos que contribui para a transformação dos minerais e da textura de uma rocha pré-existente
  • 18. ROCHAS MAGMÁTICAS SEDIMENTARES METAMÓRFICAS Adaptações mineralógicas texturais Em ESTADO SÓLIDO Sem que ocorra fusão total da rocha original ROCHAS METAMÓRFICAS NOVA TEXTURA COMPOSIÇÃO MINERALÓGICA DIFERENTE FACTORES DE METAMORFISMO FOLIAÇÃO • Resulta de: • PRESSÃO ORIENTADA• Temperatura• Pressão • A rocha apresenta faixas mais ou menos paralelasGNAISSE
  • 19. XISTO
  • 20. Diagénese Erosão e ROCHAS Superfície Meteorização SEDIMENTARES ROCHASMAGMÁTICAS Profundidade Metamorfismo ROCHAS METAMÓRFICAS

×