Seminário energia + limpa - comercializador varejista - 13/05/13

490 views
375 views

Published on

Seminário energia + limpa

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
490
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
8
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Seminário energia + limpa - comercializador varejista - 13/05/13

  1. 1. Comercializador VarejistaComercializador VarejistaSeminário Energia + Limpa13 de maio de 2013Cesar PereiraGerente de Atendimento
  2. 2. O papel da CCEE• A Câmara de Comercialização de EnergiaElétrica – CCEE foi instituída pelo Decretonº 5177 de 12/08/2004 como pessoajurídica de direito privado, sem finslucrativos, sob regulação e fiscalização daAgência Nacional de Energia Elétrica –ANEEL• A CCEE tem por finalidade viabilizar acomercialização de energia elétrica noSistema Interligado Nacional – SIN
  3. 3. Agentes CCEE3
  4. 4. Funcionamento do Mercado de EnergiaVendedores:Geradores de Serviço Público, Produtores Independentes, Comercializadores eAutoprodutoresVendedores:ProdutoresIndependenteseAutoprodutoresContratos resultantes de leilões Contratos livremente negociadosACR - Ambiente de ContrataçãoReguladaDistribuidoras (ConsumidoresCativos)ACL- Ambiente de Contratação LivreConsumidores LivresConsumidores Especiaisoutros VendedoresContratos resultantesde leilõesER – Energia deReservaCCEE(DistribuidorasConsumidoresLivresConsumidoresEspeciais)
  5. 5. Consumo de energia no Brasil - 2012Consumo no Sistema Interligado Nacional - SIN (média anual 2012):– ACR: 73,7%– ACL: 26,3%57.16860.161 60.84658.54257.007 56.475 56.57157.98058.534 60.262 59.18760.23150.00055.00060.00065.000MWmed514.817 15.509 15.756 15.392 15.421 15.170 15.494 15.797 15.768 15.808 15.483 14.77042.49044.869 45.14943.151 41.599 41.318 41.077 42.183 42.766 44.455 43.704 45.46205.00010.00015.00020.00025.00030.00035.00040.00045.000jan fev mar abr mai jun jul ago set out nov dezACRACL5
  6. 6. Processo de Contabilização e LiquidaçãoMediçãoContratos Contabilização Pré-FaturaLiquidaçãoFinanceira6PLDRegras deComercializaçãoProcedimentos deComercializaçãoCliqCCEE SCDE
  7. 7. Principais dados do mercadoNúmero de associados CCEE(abr/13): 2.480546;22% 46;2%148;6%1.740;70%GeradorDistribuidorComercializadorConsumidorContratos registrados - ACR e ACLNúmero de contratos/mês 19.487Volume negociado (dez/12) 79.325 MWm
  8. 8. Evolução de Agentes na CCEE90010501200135015001650180019502100225024002550Participação - abr/2013Classe [%]Gerador a Título de Serviço Público 1,3%Gerador Autoprodutor 1,8%Distribuidor 1,9%Comercializador 6,0%Gerador Produtor Independente 18,9%Consumidor Especial 45,3%Consumidor Livre 24,9%Total 100,0%8Total 58 95 126 146 194 662 826 915 935 1.007 1.403 1.645 2.371 2.48001503004506007509002000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013Importador 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 0 0GeradorAutoprodutor 0 3 8 11 11 14 15 21 24 28 34 41 42 44Gerador a Título de Serviço Público 15 19 19 20 20 22 27 30 29 28 28 31 32 33Distribuidor 35 39 41 42 42 43 43 43 43 45 45 46 47 46Comercializador 5 18 31 35 41 47 44 48 55 70 93 113 147 148Gerador Produtor Independente 2 15 26 37 45 65 83 88 130 169 262 312 445 469Consumidor Especial 0 0 0 0 0 0 0 0 194 221 455 587 992 1123Consumidor Livre 0 0 0 0 34 470 613 684 459 445 485 514 595 617
  9. 9. Dificuldades atuais• Pequenos consumidores submetidos às mesmas regras dos demais agentes domercado– Regras incompreensíveis para os consumidores– Procedimentos burocráticos– Consumidores não possuem equipes especializadas• Volume e complexidade das atividades operacionais• Imprevisibilidade financeira (encargos setorias, desconto na TUSD, rateio de• Imprevisibilidade financeira (encargos setorias, desconto na TUSD, rateio deinadimplência)• Contratação realizada entre gerador e cada consumidor– Pulverização do mercado gera altos custos de transação– Dificuldade de contratar toda energia do empreendimento– Contratos de curto prazo• Crescimento previsto e demandas dos pequenos consumidores podem impactar asoperações da CCEE (assembleias, atendimento, sistemas, processos internos)
  10. 10. Cenário atual• Consumidores atuam diretamente no mercado, celebrando contratos comgeradores ou comercializadores
  11. 11. Cenário proposto• Comercializador varejista representa as unidades consumidoras, assumindo todasas responsabilidades perante o mercado
  12. 12. Benefícios para o mercado• Crescimento do mercado livre– Maior simplicidade para as operações dos consumidores especiais e doscomercializadores– Maior segurança para os consumidores especiais tomarem a decisão de migrar para omercado livre• Maior participação do mercado livre na expansão da energia limpa– Crescimento da demanda por energia limpa no ACL– Comercializadores Varejistas podem celebrar contratos de longo prazo com geradores– Contratos de longo prazo com grandes comercializadores varejistas podem garantir ofinanciamento do empreendimento
  13. 13. Benefícios para o mercado• Desenvolvimento do mercado– Padronização e redução dos custos de transação– Possibilidade de crição de diversos produtos pelos comercializadores varejistas (fontes,preços, etc.)– Modelo pode ser aplicado à redução dos requisitos para o mercado livre– Separação entre atacado e varejo, permitindo a adoção de regras mais adequadas acada mercado• Fácil implementação– Impactos muito reduzidos na legislação atual, bem como nas regras e procedimentos decomercialização
  14. 14. Implantação do Comercializador Varejista• Realização da Audiência Pública 44/12• Resolução Normativa aguarda aprovação na Reunião de Diretoria da ANEEL• Adequações nas Regras e Procedimentos de Comercialização e nos sistemas daCCEE no segundo semestre• Previsão de implantação no segundo semestre de 2013
  15. 15. ObrigadoObrigadowww.ccee.org.brObrigadoObrigado

×