História da MPB A música na década de 1970
Wilson Simonal Filho de uma empregada doméstica, foi crooner de conjunto e após viagens ao exterior, estreou seu programa ...
Amado Batista “ Esse goiano de Catalão, campeão absoluto na vendagem de discos, sabe oferecer o que o público quer. Os 34 ...
Moacir Franco Começou sua carreira nos anos 60 no programa Praça da Alegria. Interpretando o personagem "Mendigo&quot...
Paulo Sergio Não fosse sua morte prematura, aos trinta e seis anos, em decorrência de um derrame cerebral, Paulo Sérgio ce...
Waldick Soriano Eurípedes Waldick Soriano (Caetité, 13 de maio de 1933 — Rio de Janeiro, 4 de setembro de 2008) foi um can...
Gretchen Gretchen (nome artístico de Maria Odete Brito de Miranda, Rio de Janeiro, 29 de maio de 1959), é uma cantora, atr...
Jane & Herondy Jane e Herondy é uma dupla musical brasileira de grande sucesso na década de 1970, formada por Jane Moraes ...
Agnaldo Timoteo Iniciou sua carreira cantando em programas de calouro na rádio de Caratinga, Governador Valadares e Belo H...
Benito de Paula Uday Veloso ganhou fama nacional com o pseudônimo de Benito Di Paula. Nascido em 1941, em Nova Friburgo, R...
Reginaldo Rossi O recifense Reginaldo Rossi iniciou sua carreira artística em 1964 sob a influência dos Beatles e integran...
Odair Jose A partir dos anos 70 se consagrou no estilo brega com forte apelo popular como "Uma Vida Só", conheci...
Luiz Airao Luiz Gonzaga Kedi Ayrão (Rio de Janeiro, 19 de janeiro de 1942) é um cantor brasileiro que teve como sucessos, ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

27.bregas7080

1,851 views
1,607 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,851
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
118
Actions
Shares
0
Downloads
12
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

27.bregas7080

  1. 1. História da MPB A música na década de 1970
  2. 2. Wilson Simonal Filho de uma empregada doméstica, foi crooner de conjunto e após viagens ao exterior, estreou seu programa na TV Record “TV em Si...Monal” onde revelou-se um showman. Criou um estilo proprio chamado de “Pilantragem”, uma mistura de Samba e Soul. Após problemas com seu contador, foi acusado de extorsao e colaborador do regime militar. Após esquecimento, a partir da decada de 80, morreu vitima de complicacoes com alcool.
  3. 3. Amado Batista “ Esse goiano de Catalão, campeão absoluto na vendagem de discos, sabe oferecer o que o público quer. Os 34 anos de carreira do artista mais amado do país não poderiam ser comemorados de maneira melhor! O lançamento do CD e DVD “Amado Batista Acústico” pela SONYBMG celebram em grande estilo o sucesso desse artista que encanta e emociona todo o país há anos!”
  4. 4. Moacir Franco Começou sua carreira nos anos 60 no programa Praça da Alegria. Interpretando o personagem "Mendigo", emplacou um grande sucesso ao gravar a marchinha de carnaval "Me Dá Um Dinheiro Aí". Estourou com outras músicas, como Suave é a Noite (versão de Tender is the Night) e Eu Nunca Mais Vou Te Esquecer. Sofreu um sério acidente automobilístico na década de 70, o que lhe prejudicou a carreira. Depois do sucesso que vivenciara na primeira metade da década de 70, nunca recuperou a imensa popularidade que tinha.
  5. 5. Paulo Sergio Não fosse sua morte prematura, aos trinta e seis anos, em decorrência de um derrame cerebral, Paulo Sérgio certamente seria lembrado como um dos maiores nomes da música romântica nacional. O cantor e compositor capixaba iniciou sua carreira em 1968, no Rio de Janeiro, lançando um compacto com o sucesso Última Canção. O disco obteve sucesso imediato e vendeu 60 mil cópias em apenas três semanas, transformando seu intérprete num fenômeno de vendas. A despeito da curta carreira, Paulo Sérgio lançou treze discos e algumas coletâneas, obtendo uma vendagem superior a oito milhões de cópias.
  6. 6. Waldick Soriano Eurípedes Waldick Soriano (Caetité, 13 de maio de 1933 — Rio de Janeiro, 4 de setembro de 2008) foi um cantor e compositor brasileiro, ícone da música classificada como brega.
  7. 7. Gretchen Gretchen (nome artístico de Maria Odete Brito de Miranda, Rio de Janeiro, 29 de maio de 1959), é uma cantora, atriz e dançarina brasileira que é conhecida como a "Rainha do Bumbum" em razão do jeito como dançava, virando-se de costas para as câmeras de televisão e para a plateia, tornando-se a pioneira do gênero "Bunda Music". O nome artístico foi inspirado no título do filme Aleluia Gretchen. Vendeu cinco milhões de discos no Brasil e dois milhões entre Argentina, Paraguai e Uruguai apenas com o disco My Name is Gretchen.
  8. 8. Jane & Herondy Jane e Herondy é uma dupla musical brasileira de grande sucesso na década de 1970, formada por Jane Moraes e Herondy Bueno. Recordista de vendas com a música Não se vá. A dupla recebeu os direitos autorais dessa música em 1976. Fez shows por todo o Brasil e participou de programas de televisão como Qual é a Música?, Cassino do Chacrinha e Almoço com as Estrelas. Ganharam vários prêmios e gravaram mais de 50 discos. A dupla foi casada por 33 anos, ficaram separados cerca de sete anos. Em 2010 eles se reconciliaram. Após a volta do casal, decidiram retomar a carreira artística. A filha do casal, Juliana, em breve lançará seu primeiro CD, seguindo a carreira artística iniciada pelos pais. Em maio de 2010, Herondy sofreu AVC, deixando-lhe algumas sequelas, por isso está em processo de recuperação. A agenda de shows está cancelada temporariamente.
  9. 9. Agnaldo Timoteo Iniciou sua carreira cantando em programas de calouro na rádio de Caratinga, Governador Valadares e Belo Horizonte, onde se tornou conhecido como o "Cauby mineiro". Mudou-se para o Rio de Janeiro, passando a trabalhar como motorista da cantora Ângela Maria. A Casa do Sol Nascente Grito de Alerta
  10. 10. Benito de Paula Uday Veloso ganhou fama nacional com o pseudônimo de Benito Di Paula. Nascido em 1941, em Nova Friburgo, Rio de Janeiro, é um dos grandes nomes da canção nacional dos anos 70. Foi crooner de boates do Rio de Janeiro, e depois continuou tocando na noite paulistana. Iniciou carreira pela gravadora Copacabana no início dos anos 70. Seu estilo musical é conhecido como "samba jóia", ao combinar o samba tradicional com piano e arranjos românticos e jazzisticos. Seu primeiro disco "Benito Di Paula" de 1971, foi censurado por trazer a música "Apesar de Você" de Chico Buarque.
  11. 11. Reginaldo Rossi O recifense Reginaldo Rossi iniciou sua carreira artística em 1964 sob a influência dos Beatles e integrando-se à Jovem Guarda. No início, imitava Roberto Carlos. Orgulha-se ao dizer que foi o primeiro cantor de rock do Nordeste, quando comandava o grupo The Silver Jets. Tem mais de trezentas composições gravadas e faz uma média de 25 shows por mês, em todo o Brasil.
  12. 12. Odair Jose A partir dos anos 70 se consagrou no estilo brega com forte apelo popular como "Uma Vida Só", conhecida popularmente pelo seu refrão, "pare de tomar a pílula", que foi censurada pelo governo brasileiro pelo suposto entendimento de que a canção fazia propaganda contrária à distribuição das tais pílulas para o controle de natalidade. Também de forte apelo popular, na canção "Deixa Essa Vergonha De Lado", Odair José deu seu total apoio à empregada doméstica Uma vida so Feiticeira
  13. 13. Luiz Airao Luiz Gonzaga Kedi Ayrão (Rio de Janeiro, 19 de janeiro de 1942) é um cantor brasileiro que teve como sucessos, entre outros, as canções O Lencinho, Porta Aberta, Nossa Canção, Águia na cabeça e Os amantes, esta última gravada em 1979 e que vendeu aproximadamente dois milhões de cópias. Bola Dividida Saudade da Republica

×