Projeto generos[1]carol e patric ia

4,879 views
4,586 views

Published on

Published in: Technology, Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
4,879
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
18
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Projeto generos[1]carol e patric ia

  1. 1. CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA CURSO DE PEDAGOGIA CAROLINE DOS SANTOS COSTA PATRICIA DA ROCHA PROJETO DE TRABALHO PORTO ALEGRE 2010
  2. 2. CAROLINE DOS SANTOS COSTA PATRICIA DA ROCHA PROJETO DE TRABALHO Trabalho de graduação apresentado a disciplina de Fundamentos Metodológicos da Alfabetização e Letramento do curso de Pedagogia e Licenciatura do Centro Universitário Metodista Ipa, como requisito parcial para a obtenção de nota. Orientadora: Prof.ª Nara PORTO ALEGRE 2010
  3. 3. SUMARIO 1 TEMA............................................................................................................................. 4 2 TITULO.......................................................................................................................... 4 3 IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO.................................................................................. 4 4 JUSTIFICATIVA............................................................................................................ 5 5 OBJETIVOS.................................................................................................................. 7 5.1 OBJETIVO GERAL..................................................................................................7 5.2 OBJETIVOS ESPECIFICOS...................................................................................7 6 CONTEUDOS PROGRAMATICOS...............................................................................8 7 METODOLOGIA ........................................................................................................... 9 8 SITUAÇÃO DIDÁTICA.................................................................................................10 9 RECURSOS................................................................................................................ 12 10 AVALIAÇÃO..............................................................................................................13 REFERENCIA BIBLIOGRAFICA.................................................................................... 14
  4. 4. 1. TEMA DO PROJETO: Gêneros textuais 2. TITULO DO PROJETO: Quem conta aumenta um conto. 3. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO ESTAGIÁRIA/O: Caroline dos Santos Costa e Patrícia da Rocha ESCOLA: Escola Municipal de Educação Jean Piaget TURMA: A SÉRIE: 1° SERIE DURAÇÃO: 100 horas ( 1 MÊS) MUNICÍPIO: Porto Alegre
  5. 5. 4. JUSTIFICATIVA Este projeto terá a finalidade de dar continuidade no processo de aprendizagem já existente na turma A, fazendo uso das experiências e vivências dos alunos/as a respeito do tema gêneros textuais. Como nos diz Paulo Freire: “ A educação deve se dar através de um processo dinâmico, onde o aluno tenha curiosidade de conhecer, que este seja incentivado a aprender, a pesquisar, a querer cada vez mais o saber”. ( FREIRE.1993, 27-32) Deve-se considerar que todo o trabalho a ser realizado com os/as alunos/as deve partir dos seus conhecimentos prévios, oportunizando que a criança estabeleça relações, associações e comparações do que já sabia com o que está sendo construído, favorecendo assim o interesse e a aprendizagem significativa. Considerando a importância da participação da criança, foi realizado com a turma um levantamento de dados e hipóteses já existentes a respeito do tema do projeto. Durante este levantamento as crianças manifestaram o seguinte:  Eu adoro ouvir histórias!  Minha mãe sempre conta historias para mim antes de dormir!  Eu prefiro a historia da chapeuzinho vermelho  Eu gosto quando aparece o lobo  Não o caçador é o melhor  Eu não gosto de nenhuma destas, prefiro a do Pequeno Polegar! O projeto irá possibilitar a exploração da sua própria imaginação, fazendo com que as crianças descobram as indagações do que já estão interessadas e outras que surgirão no processo, assim como ampliar o conhecimento para outras
  6. 6. dimensões como a área da musica, da comunicação, do gosto pela expressão corporal e também para a importância de conhecer a literatura infantil. Segundo Vygotsky, (1993, p. 15) na relação ensino aprendizagem o/a mediador/a deve desafiar as crianças, oportunizar que reflitam através de problematizações e da relação inter-social. O/A educador/a conseguirá gerar situações de conflitos nos/as educando/as, possibilitando a construção através da assimilação, acomodação e equilibrarão. Visando proporcionar aos educandos/as conhecer alguns diferentes tipos de gêneros textuais, para que assim estes possam reconhecer e valorizar a questão da importância da literatura infantil em nosso cotidiano tanto escolar como do meio.
  7. 7. 5. OBJETIVOS 5.1Geral:  Promover o processo lingüístico através de situações e atividades de interação, com o intuito de fazer com que os educandos sejam capazes de escrever e reescrever gêneros textuais, tais como contos de fada e poesia 5.2 Específicos:  Utilizar o conhecimento do próprio nome para resolver problemas tais como: quantas letras, quais letras, letra inicial e final;  Saber escrever o próprio nome;  Desenvolver a coordenação motora ampla através das atividades de recreação;  Explorar diferentes materiais de artes plásticas como tintas, massa de modelar, argila, lixa, palitos de picolé, papel crepom etc...  Realizar representações pictográficas das atividades propostas;  Expressar suas idéias ao grande grupo, a respeito do tema do projeto, suas aprendizagens e vivências  Expressar o gosto pela leitura através de historias infantil e dramatizações  Expressar criatividade e atenção através dos trabalhos artísticos e elaboração de relatórios e textos;  Saber organizar seu material pessoal e coletivo;  Saber expressar-se corporalmente através de atividades físicas, musicais e teatrais;  Desenvolver a coordenação motora fina através de atividades com o manuseio de tesoura, giz de cera, pincel e papeis diversos;  Explorar diferentes gêneros textuais através da interação do grupo;  Construir textos e poesias utilizando-se de seus conhecimentos prévios;  Trabalhar com a valorização dos contos infantis e poesias com o auxilio da imaginação e criatividade;
  8. 8. 6 . CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS  Identificação: nome e sexo;  Chamada;  Comunicação: palavras, gestos, oralidade, dramatização e meios de comunicação;  Exploração do alfabeto;  Ampliação do vocabulário: fala;  Datas comemorativas;  Desenhos, painéis;  Literatura infantil (imagens, contos, produção, interpretação e reprodução de textos);  Manuseio de materiais (revistas, livros);  Expressão corporal: jogos, brincadeiras;  Recreação, atividades cantadas;  Escrita espontânea e orientada;  Leitura de mundo;
  9. 9. 7. METODOLOGIA O projeto apresentado aqui será iniciado com uma roda de diálogos com os educandos, onde estes deveram expor quais os contos infantis preferem. Partindo deste diálogo e discussão em relação aos contos, a educadora proporcionará algumas atividades ao longo do projeto, que envolverá os contos citados no primeiro momento. Pensando em uma aprendizagem significativa e interessante, será realizado com as crianças momentos significativos, que estabelecerão trocas de conhecimentos através de dramatizações, teatros, confecções de personagens, construção de textos coletivos, exploração de poesias, entre outras tantas atividades pedagógicas. Os educandos terão três recursos principais a ser utilizada dentro deste projeto, que será o pote dos textos e poesias, a TV da imaginação que provocará as crianças a usar a sua fantasia, e a boca do Bonifácio que terá a finalidade de trazer alguma surpresa relacionada ao projeto, fazendo assim com que os alunos sintam-se interesse e com vontade de explorar o mundo linguístico. Sendo a imaginação o nosso fio condutor dentro deste, que ajudará a auxiliam o educador e o educando no ato de escreve, construir e reconstruir as produções textuais.
  10. 10. 8. SITUAÇÃO DIDATICAS  Fazer relatório das atividades que realizamos no pátio ou em sala de aula;  Realizar a chamada e calendário todos os dias com músicas diferenciadas;  Fazer o ajudante do dia com o auxilio de brincadeiras;  Escolher um nome para um caderno que ficará na aula, onde vamos escrever o que achamos da aula e sobre o que aprendemos durante o dia, se gostamos e do que não gostamos;  Construção do livrinho das poesias trabalhadas;  Realizar a hora do conto diariamente;  Atividades plásticas  boca do Bonifacio (caixa das surpresas que trará uma novidade a respeito do projeto);  Jogo da mímica;  Adivinhações;  Jogo do boliche das palavras;  Fazer bilhetes para mandar para as outras turmas(correio entre turmas)  Roda de diálogo para expor os contos preferidos de cada aluno;  Em grupo a turma escolherá uma historia preferida, para assim recontar ao grupo;  Dramatizações de histórias com o auxilio de fantasias;  Pesquisar a respeito de alguns contos, com o intuito de descobrir sua verdadeira historia;  Confecções dos personagens que aparecerão nos textos e historias trabalhadas;  Escolher o nome que será dado a TV de papelão;  Trazer ou escrever poesias para serem expostas e reescritas pelo grande grupo;  Pote dos textos e poesias, onde os alunos poderão colocar reportagens, poesias e outros gêneros trazidos de casa para lerem e discutirem com os demais colegas;  Confecções das borboletas da poesia de Fernando Pessoa;  Jogo da memória das borboletas;
  11. 11.  Jogo das historias ( será realizado como auxilio de dado e figura dos personagens);
  12. 12. 9. RECURSOS  Tesoura;  Folhas;  Poesias  Fantasias;  Canetinhas;  Textos diversificados;  Materiais de uso comum( caderno,lápis,borracha)  Cartolina;  Papel pardo;  Giz de cera  Lápis de cera  Lápis de cor  Massa de modelar  Retalho de EVA  Caixa de sapato  Pote  Figuras  Dado  Rádio  CDs  Jogos pedagógicos,
  13. 13. 10. AVALIAÇÃO Acreditando que a avaliação deve ser um processo continuo, e que deve visar à qualidade e não a quantidade busca-se uma avaliação que seja divertida para os educandos, onde cada um deverá fazer uso da sua própria imaginação,com a proposta de valorizar a importância dos contos infantis e da poesia de forma dinâmica e interativa. Será utilizado alguns recursos para a realização desta avaliação aqui relata, como a observação direta, roda de diálogos, registros, construções de textos entre outras. O professor tentará realizar sua avaliação, levando em conta o que o aluno lhe trás, e o que este sabe e o que também não sabe; para que assim possa refletir e reconstruir a sua pratica pedagógica.
  14. 14. REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS  ALMEIDA,Maria Stella Coutinho de. ALMEIDA, Nancy Vinagre Fonseca de. Brincando na creche. Editora ederfscar. 2001  MOREIRA, Angélica Albana . O ESPAÇO DO DESENHO: a educação do educador. Editora Loyola Sinopse. 1999  VALADARES, Solange . ARAÚJO, Rogéria. Educação física no cotidiano escolar. Volume 3. Editora Fapi ltda. 1991  YOGI, Chizuko. Aprendendo e Brincando com Musicas e Jogos. Edição 4 . Editora Fapi. 203  VALADARES, Solange. Arte no Cotidiano Escolar. Edição 8.Editora Fapi.2001

×