OS DESAFIOS DO PROGRAMA     CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS                            (PCsF)Ana Flávia Granja e Barros PlatiauAsse...
Os 4 “i” deKenichi Ohmae:InvestimentosIndivíduosIdéiasIndústrias                International Affairs Office
I - InvestimentosObjetivo estratégico: estruturar o ensino superior  no Brasil por meio de sua inserção  internacional qua...
Desafios para as universidades:• institucionalização do PCsF e criação de  processo decisório adequado• planejamento estra...
II . IndivíduosObjetivo estratégico: desenvolvimento social    generalizado e promoção de talentos em    particularDesafio...
III – IdéiasObjetivo estratégico: fortalecer a inserção     do Brasil no mundo das idéias e da     inovaçãoDesafios:1. Cri...
IV – IndústriasObjetivo estratégico: protagonistas do   desenvolvimento nacional em P, D & IDesafios:4. participação no PC...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

(22) 14.00 Ana Flávia Barros (Louvre II, 25.04)

384

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
384
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

(22) 14.00 Ana Flávia Barros (Louvre II, 25.04)

  1. 1. OS DESAFIOS DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (PCsF)Ana Flávia Granja e Barros PlatiauAssessoria de Assuntos Internacionais/INTUnivresidade de BrasíliaCAIE/FAUBAIAbril de 2012 International Affairs Office
  2. 2. Os 4 “i” deKenichi Ohmae:InvestimentosIndivíduosIdéiasIndústrias International Affairs Office
  3. 3. I - InvestimentosObjetivo estratégico: estruturar o ensino superior no Brasil por meio de sua inserção internacional qualitativaDesafios para o Governo:• criar um processo decisório que permita dialogo das partes• evitar o processo de tomada de decisão top- down• planejamento estratégico (BRICS, Mercosul...)• capacitação de funcionários• parcerias com o setor privado International Affairs Office
  4. 4. Desafios para as universidades:• institucionalização do PCsF e criação de processo decisório adequado• planejamento estratégico: usar o PCsF como instrumento de upgrade institucional• adaptação e competição• parcerias com o setor privado• Monitoram mento e avaliação. International Affairs Office
  5. 5. II . IndivíduosObjetivo estratégico: desenvolvimento social generalizado e promoção de talentos em particularDesafios para o corpo docente, discente e funcionários:4. Assegurar a competência lingüística dos candidatos5. Fortalecimento das Assessorias/Secretarias/Diretorias Internacionais6. Orientação e informação dos candidatos7. Mecanismos de proteção dos candidatos mais fragilizados International Affairs Office
  6. 6. III – IdéiasObjetivo estratégico: fortalecer a inserção do Brasil no mundo das idéias e da inovaçãoDesafios:1. Criar um fluxo de mão dupla mais métrico2. Garantir a sustentabilidade do PCsF no longo prazo3. Publicação International Affairs Office
  7. 7. IV – IndústriasObjetivo estratégico: protagonistas do desenvolvimento nacional em P, D & IDesafios:4. participação no PCsF5. estágios e outras atividades extracurriculares6. captação de jovens talentos (empregabilidade) International Affairs Office

×