Dicionário Das Drogas
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Dicionário Das Drogas

on

  • 13,456 views

 

Statistics

Views

Total Views
13,456
Views on SlideShare
13,316
Embed Views
140

Actions

Likes
7
Downloads
250
Comments
1

5 Embeds 140

http://www.slideshare.net 118
http://iris-bg.blogspot.com 16
http://anabugui.blogspot.com 3
http://anabugui.blogspot.com.br 2
http://iris-bg.blogspot.com.br 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • faltam os cogumelos mágicos, o Crack e o Cannabis

    alexandre-baltazar@hotmail.com
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Dicionário Das Drogas Presentation Transcript

  • 1. Dicionário de Drogas
  • 2.
    • Para melhor percebermos o tema “As drogas” decidimos fazer um dicionário com algumas das drogas mais utilizadas. Para isso recorremos á informação dada pela nossa professora de Formação cívica, onde estamos a abordar o mesmo Tema, e á Internet para entendermos melhor quais são os efeitos destas tão utilizadas DROGAS.
    Introdução
  • 3. LSD
  • 4.
    • O LSD é uma substância sintética, produzida em laboratório que adquiriu popularidade na década de 60, os médicos indicavam-na, pois não era prejudicial à saúde. Porém descobriu-se que produz grandes alterações no cérebro, pois actua no sistema nervoso, provocando alucinações, delírios e ilusões.
    • Esta substância pode ser consumida por via oral, injectada ou inalada e, apresenta-se em forma de barras, cápsulas, tiras de gelatina e líquida.
  • 5. Efeitos:
    • Os efeitos desta droga são: dilatação das pupilas, aumento da frequência cardíaca e da pressão arterial, aumento da temperatura, náuseas, vómitos, alucinações auditivas e visuais, sensibilidade sensorial, confusão, pensamento desordenado, perda do controle emocional, euforia alternada com angústia, dificuldade de concentração, etc.
    • É importante destacar também que os efeitos do LSD dependem do ambiente, da qualidade da droga e da personalidade da pessoa.
  • 6.  
  • 7. Anfetaminas
  • 8.
    • As anfetaminas são substâncias de origem sintética e são mais frequentemente injectadas ou tomadas por via oral, normalmente criam grande dependência psíquica e a dependência física é, normalmente nula mas, possível.
    • Efeitos:
    • O uso habitual desta droga causa aumento da vigília, excitação, euforia e diminuição do apetite. Em relação aos efeitos a longo prazo esta droga pode provocar: alimentação deficiente, insónia, perturbações cutâneas, alucinações, ideias de referência, suspeita, psicose semelhante à esquizofrenia paranóias e agressões.
  • 9.  
  • 10. Heroína
  • 11.
    • Esta substância é um opiáceo, sendo, por isso, produzida a partir da papoila (de onde é extraído o ópio), que é transformada em morfina e mais tarde em heroína. É comercializada em pó, geralmente castanho ou branco (quando pura) de sabor amargo. Foi durante muito tempo injectada mas devido ao aparecimento da SIDA levou a novas formas de consumo..
    • A heroína é frequentemente misturada com outras drogas como a cocaína de forma a tornar os efeitos de ambas mais intensos e duradouros.
  • 12.
    • Efeitos:
    • Os efeitos da heroína duram entre 4 a 6 horas. Inicialmente podem sentir-se náuseas e vómitos que são depois substituídos por sensação de bem-estar, excitação, euforia e prazer.
    • Pode sentir-se também uma sensação de tranquilidade, alívio da dor e da ansiedade, diminuição do sentimento de desconfiança, sonolência, analgésica, letargia, embotamento mental, incapacidade de concentração ou depressão etc.
  • 13.  
  • 14. Ecstasy
  • 15.
    • O ecstasy é uma substância bastante psicoactiva.
    • Efeitos Produz um aumento do estado de alerta, maior interesse sexual, sensação de estar com grande capacidade física e mental, atrasa as sensações de sono e fadiga. Muitos consumidores sentem também euforia, bem-estar, aguçamento sensório-perceptivo, aumento da sociabilização e extroversão, aumenta a sensação de estar próximo às pessoas (no sentido de intimidade) e aumenta a tolerabilidade.
    • Efeitos indesejados
    • Aumento da tensão muscular, aumento da actividade motora, aumento da temperatura corporal, enrijecimento e dores na musculatura dos membros inferiores e coluna lombar, dores de cabeça, náuseas, perda de apetite, visão turva, boca seca, insónia são os efeitos indesejáveis mais comuns
  • 16.
    • Via de administração usada
    • Teoricamente o ecstasy pode ser inalado sob a forma de vapor, pois pode ser apresentado como base livre, que é uma composição farmacológica que permite a evaporação do composto. Contudo essa forma de administração não costuma ser empregada. O ecstasy pode também ser injectado via intravenosa; embora isso já tenha sido feito não costuma ser o modo de utilização. A via mais comum é a oral.
    • Dependência
    • Ainda não há evidências de que o ecstasy provoque dependência física, contudo ainda é cedo para afirmar que isso não acontecerá. Mais estudos são necessários.
  • 17.  
  • 18. Cocaína
  • 19. A cocaína deriva da folha do arbusto da coca (Erytbroxylon Coca).Esta substância possui propriedades estimulantes e é comercializada sob a forma de um pó branco cristalino, inodoro, de sabor amargo e insolúvel na água O pó é conseguido mediante um processo de transformação das folhas da coca em pasta de cocaína e esta em cloridrato. Regra geral, a cocaína é consumida por inalação, mas pode também ser absorvida pelas mucosas (por exemplo, esfregando as gengivas). Para além disso, pode ainda ser injectada pura ou misturada com outras drogas. Não é adequada para fumar. A cocaína é, por vezes, adulterada com o objectivo de aumentar o seu volume ou de potenciar os efeitos. Efeitos: Os efeitos mais comuns são: ausência de fadiga, sono, fome; bem estar, exaltação, euforia, aumento do desejo sexual, aceleração do ritmo cardíaco ,aumento da tenção, visões, alucinações, insónia, cansaço, epatia etc..
  • 20.  
  • 21. Esteróides Anabloizantes
  • 22.
    • Esteróides Anabolizantes são drogas fabricadas para substituirem o hormônio masculino Testosterona, fabricado pelos testículos. Eles ajudam no crescimento dos músculos (efeito anabólico) e no desenvolvimento das características sexuais masculinas como: pelos, barba, voz grossa etc. (efeito androgênico).
    • O uso indevido dessas drogas pode acarretar inúmeros problemas como:
    • Homens e adolescentes: redução da produção de esperma, impotência, dificuldade ou dor em urinar, calvície e crescimento irreversível das mamas (ginecomastia).
    • Mulheres e adolescentes: aparecimento de sinais masculinos como engrossamento da voz, crescimento excessivo de pelos no corpo, perda de cabelo, diminuição dos seios, pelos faciais (barba).
    • Em pré-adolescentes e adolescentes de ambos os sexos: finaliza, prematuramente, o crescimento deixando-os com estatura baixa para o resto de suas vidas.
  • 23.
    • Em homens e mulheres de qualquer idade: aparecimento de tumores (câncer) no fígado, perturbação da coagulação do sangue, alteração no colesterol, hipertensão, ataque cardíaco, acne, oleosidade do cabelo e aumento de agressividade que pode manifestar-se em brigas.
    • Consumidores de anabolizantes podem desenvolver dependência a essas drogas. Essa dependência pode ser percebida pelo consumidor que continua a tomar anabolizantes mesmo depois de ter tido consequências causadas pela droga como problemas físicos, nervosismo, irritabilidade, efeitos negativos com suas relações com as pessoas. Além disso, gastam grande quantidade de dinheiro e tempo para obter a droga e quando deixam de usá-las apresentam uma série de sintomas desagradáveis.
  • 24.  
  • 25.
    • Com este Mini dicionário sobre as drogas podemos concluir que existem variadas drogas, com variados efeitos iniciais mas que todas podem conduzir a graves problemas de saúde, incluindo a Morte.
    • Assim podemos afirmar que:
    Conclusão
  • 26.
    • A Vida é demasiado Curta para ser desperdiçada com Drogas (e mesmo com álcool ou tabaco) porque cada dia tem de ser vivido como o primeiro e não como o ultimo !Por isso aproveita a vida a 200% e não te metas nas Drogas!!!
  • 27.
    • Trabalho Realizado por:
    • - Ana Bugalho nº2, 8ºD
    • - Íris Mateus nº12, 8ºD